Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta | Blog Telhanorte
home > Área Externa > Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta

Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta

dicas-pintura-externa

| Área Externa

 

Aprenda 6 dicas de pintura externa para deixar a casa maravilhosa. Saiba qual tipo de tinta é o ideal e quanto tempo ela dura do lado de fora da casa

 

Quer dar uma renovada na casa sem gastar muito dinheiro? Já pensou em mudar a cor das paredes do lado de fora? Seguindo algumas dicas de pintura externa, você pode dar uma cara nova para o lar e ainda garantir maior longevidade da tinta.

Porém antes de pegar o pincel, um rolo e um galão de tinta e começar o trabalho, é preciso estudar alguns pontos e fazer o planejamento adequado. A pintura é indispensável tanto para proteger a construção quanto para atribuir a estética desejada à casa. Por isso, cada detalhe — da preparação à técnica de pintura — contribui para obter o melhor resultado.

Está no clima de reforma ou finalizando a obra e quer saber como acertar? Continue lendo e aprenda 6 dicas de pintura externa que vão deixar a casa maravilhosa. Boa leitura!

 

tipo-de-tinta-para-pintura-externa

Pincel e galão de tinta sobre um fundo amarelo (Foto: Shutterstock / Divulgação)

 

6 dicas de pintura externa de casas

A primeira coisa que todo mundo pensa quando vai pintar a casa é na cor de tinta que deseja usar. É natural, mas existem algumas dicas de pintura externa que devem ser prioridade e consideradas antes de comprar os materiais. Confira então o nosso passo a passo!

 

1. Faça uma avaliação do estado das paredes

Essas é uma das etapas mais importantes, pois a condição atual das paredes é determinante para obter o resultado perfeito. Faça uma ronda em volta da casa e veja se existem:

 

Se você identificar alguma dessas condições, é necessário resolver esses problemas primeiro antes de pintar. Caso contrário, você vai perder o investimento em pouco tempo. Então faça a avaliação das paredes com atenção. Para isso, um procedimento comum é lixar as paredes para remover a camada de tinta antiga. As lixas mais grossas fazem o nivelamento da superfície onde a tinta descascou. Já as mais finas devem ser usadas onde a tinta não foi danificada, para preservar o acabamento. Também pode ser necessário fazer a correção com massa acrílica em alguns pontos para lixar depois. Problemas como mofo na parede e infiltrações podem dar mais trabalho, pois podem vir de problemas estruturais da construção.

Caso você não tenha tanta expertise, contrate um pintor profissional.

 

2. Meça a área que será pintada

Entre as dicas de pintura externa não poderia faltar aquela que ajude a economizar. Dependendo do tipo de tinta que você utilizar, o custo pode ser mais alto. Então, para evitar que sobre muita tinta que tenha tido um custo alto, meça a área externa da casa para fazer a projeção de quantos galões será preciso comprar.

É importante levar em consideração a extensão em metro quadrado e o número de demãos para chegar no acabamento desejado. Tintas claras geralmente necessitam de mais demãos do que as tintas escuras. A base de cor atual da parede também interfere na necessidade de cobertura.

 

3. Acompanhe a previsão do tempo antes de começar

Essa é outra dica valiosa. Para ter um acabamento perfeito, é melhor pintar a parte de fora da casa em dias mais quentes e sem previsão de chuva. No calor, a tinta seca mais rápido e os ajustes devem ser feitos com agilidade. Dias de chuva não só inviabilizam a obra, como também podem estragar o efeito da cobertura com a ação da água e do vento. E isso, claro, vai significar mais dinheiro gasto no projeto. Então cheque a previsão do tempo para programar a pintura em uma semana com previsão de sol e clima firme.

 

Atenção: no Brasil, o verão tende a ser mais chuvoso que no inverno. Dependendo da região, o inverno é mais seco, o que é vantajoso para a pintura externa.

 

4. Cubra as áreas que não serão pintadas

Outra orientação dos profissionais é cobrir os pontos que não irão receber tinta. Os batentes das janelas, as portas, os rodapés e as maçanetas são áreas que você pode encapar para proteger dos respingos de tinta. Tudo que estiver próximo de onde os pintores vão trabalhar deve ser coberto, para facilitar o trabalho durante e depois da pintura. Sacos plásticos para objetos maiores e fita crepe para as áreas de detalhe são ideais e fáceis de remover depois.

 

5. Tipo de tinta para pintura externa

As recomendações para pintar o exterior da casa separadas acima vão preparar toda a área para receber a nova cor, mas além da tonalidade ideal, a tinta precisa ser adequada para pintura externa. A área de fora da casa sofre com a ação direta do sol, chuva e outras intempéries como mofos, infiltrações, etc. Com a modernização do mercado, existem opções que resistem melhor a esses ataques do tempo e otimizam a pintura. Alguns exemplos de tipo de tinta para parede externa são:

Tinta epóxi: tanto as fabricadas à base de solvente quanto de água são indicadas para áreas externas e são altamente resistentes à ação do sol e da chuva.

Tinta esmalte: pode ser aplicada em pinturas externas de casas com acabamento em azulejo ou madeira.

Tinta verniz (stain): é ideal para pintura de madeira. O tipo stain penetra mais profundamente nas fibras protegendo a madeira da umidade.

 

Atenção: não use tintas látex PVA na pintura externa. Elas não têm boa resistência ao sol e podem desbotar e descascar com facilidade. Também são menos resistentes à água, na limpeza ou na chuva.

 

6. Quanto tempo dura uma pintura externa?

Em relação ao tempo que leva para ser necessária uma nova pintura externa, não há uma resposta padrão. Os fatores que mencionamos acima, como a exposição ao sol e à chuva, e também a maneira que a tinta foi aplicada e a umidade do local, influenciam na durabilidade da cor e na fixação. As cores mais claras tendem a durar mais que as escuras, que vão desbotando e perdendo brilho com o tempo.

Para garantir que a pintura externa da casa tenha longevidade, siga as primeiras dicas de preparação da superfície. Além disso, para manter a tinta bonita por muitos anos, use uma seladora de parede. Esse produto prepara a superfície para receber a tinta, melhorando a fixação.

 

Sugestão de leitura: Agora que você já conhece melhor os tipos de tinta para parede externa, acesse a matéria Cores para parede externa da casa: 7 tendências para se inspirar!

 

Gostou das dicas?

Com essas dicas de pintura externa, sua casa vai ter o acabamento ideal e ficar como você sempre sonhou! Aproveite e conheça a seção de Tintas no site da Telhanorte que também conta com uma categoria de Acessórios para Pintura para você comprar tudo que precisa. Compre pelo site e receba em casa ou retire em uma das unidades Telhanorte perto de você!

 

Edição de Murilo Bonício e Vinicius Marques