acidentes | Blog Telhanorte

6 dicas ao utilizar discos de corte

| Ferramentas

Quer garantir maior desempenho e menor risco de acidente ao usar discos de corte? Siga essas dicas!

Publieditorial da Norton

 

Você sabia que no Brasil existe uma média de 1.100 acidentes de trabalho por dia? Pois é, segurança é um ponto importante que devemos cada vez mais nos atentar.

Pensando nisso, a Norton separou 6 DICAS PROFISSA para você praticar ao utilizar discos de corte, que irão te garantir maior desempenho e menor risco de acidente:

 

1. Manter o disco longe de umidade e calor

O disco de corte é um produto fabricado com materiais bem resistentes, mas não deixa de exigir alguns cuidados durante o uso. Para garantir sua performance e durabilidade, é importante mantê-lo longe de sol, chuva e umidade. Isso preserva sua vida útil e a segurança no uso do produto.

 

2. Utilizar equipamentos de proteção (EPI´S)

Os equipamentos de proteção (EPI´S) são acessórios essenciais e indispensáveis ao utilizar a ferramenta disco de corte. Eles controlam as chances de acidentes físicos, gerando maior segurança à sua saúde. Entre em contato com o técnico responsável pela obra, para que ele possa te indicar os EPI´S mais adequados para o seu serviço.

 

Leia também: Tipos de disco de corte: conheça as diferenças e usos

 

3. Armazenar o produto em sua embalagem

Guardar o disco dentro de sua própria embalagem, assegura que ele tenha as condições adequadas de conservação, preservando a sua melhor performance.

 

4. Posicionar o disco a 90 graus do local que será cortado

Utilizar o disco de corte em um ângulo de 90 graus, relativo a superfície, garante uma melhor eficiência e produtividade no trabalho, além de ser o nível indicado para se ter uma operação segura.

 

Dicas ao utilizar discos de corte (Foto: Norton/Divulgação)

 

5. Respeitar a rotação orientada no rótulo do produto

Na embalagem dos discos de corte, você encontra qual a velocidade máxima de giro do disco para seu melhor desempenho. Respeitar o limite indicado mantém a operação segura, sem riscos de alterações na ferramenta acima dos ideais.

 

6. Ler o manual do fabricante

Cada disco tem uma função e uma forma correta de ser utilizado, sendo muito importante se atentar aos parâmetros ideais de funcionamento sugeridos pelo fabricante.

Ler o rótulo do produto, onde você encontra suas orientações, é indispensável e um ato de autocuidado.

 

Saiba como escolher uma marca de confiança, que te garanta qualidade e segurança, assistindo os vídeos a seguir;

 

 

 

Leia também: Qual a melhor parafusadeira elétrica: 9 dicas

Organizar ferramentas: 7 opções simples e práticas

13 ferramentas manuais para ter em casa