água | Blog Telhanorte

Veja o guia completo e saiba tudo sobre hidráulica

encanamento-canos-hidraulica-agua-banheiro-casa-infiltracao-mofo-manutencao-vazamento-calhas-encanador-reparo

| Banheiro

Precisa de um guia completo de hidráulica? Confira um resumo perfeito para a sua casa

 

Reformar o sistema hidráulico da casa, garantindo uma boa limpeza e acabamento, não precisa ser tão complicado. É muito importante, de tempos em tempos, conferir a manutenção de todas as partes da hidráulica, desde as calhas e rufos do telhado até os ralos do banheiro. Não sabe por onde começar? Então confira abaixo 18 matérias do Blog Telhanorte que vão te ajudar a deixar o sistema hidráulico da sua casa impecável.

 

Estruturas internas

Veja 7 dicas para não furar o encanamento por engano. Saiba mais na matéria!

1. Fique atento às áreas próximas de saídas d’água

2. Cheque a planta da casa

3. Use um detector de canos

4. Confira o tamanho e profundidade da bucha

5. Faça a perfuração ao poucos

6. Feche o registro de água durante o trabalho

7. Contrate profissionais para executar a obra

 

Enquanto o ralo seco serve apenas para drenar a água de ambientes como banheiros e jardins, a caixa sifonada está em contato com múltiplas estruturas da casa, como a pia da cozinha e o box de banheiro. Confira mais detalhes e outras informações na matéria!

 

canos-encanamento-residencial-estrutura-agua-manutencao-encanador-profissional

Saiba se os encanamentos da sua casa estão em dia (Foto: Dagmara_K / Shutterstock)

 

 

Confira os principais tipos e causas de infiltração, além de dicas para prevenir e combater o seu surgimento.

 

Guia completo sobre registros de água. Veja dicas para a escolha e instalação, além das principais diferenças entre 3 tipos de registro.

1. Registro de pressão: utilizado para controlar o fluxo de água em um determinado ponto da rede. Sua função é reduzir ou aumentar a vazão.

2. Registro de gaveta: é utilizado para interromper totalmente a vazão de água de uma rede. Sua principal característica é trabalhar completamente aberto ou fechado.

3. Registro de esfera: O registro de esfera, assim como o anterior, tem a função de bloquear totalmente a saída de água. No entanto, esse modelo de registro hidráulico é mais utilizado para instalações em caixas d’água.

 

Saiba os principais detalhes de uma rede de esgoto residencial, com dicas de instalação e materiais para a obra. Conheça a diferença entre rede de esgoto e rede de drenagem, além de itens importantes do sistema hidráulico, como a caixa de gordura.

 

Banheiro

Vai começar a construção da casa e não sabe o que é preciso conferir na hidráulica do banheiro? Então se ligue nesse passo a passo completo que vai te ajudar!

 

Ao lado de um sistema hidráulico em bom funcionamento, é muito importante garantir a ergonomia e acessibilidade do banheiro. Confira nessa matéria as medidas ideais para o seu banheiro, de acordo com a ABNT 9050.

 

canos-encanamento-residencial-estrutura-agua-manutencao-encanador-profissional-pia-entupida-goteira-vazamento-banheiro

Cuide de possíveis vazamentos, para evitar problemas maiores (Foto: Monkey Business Images / Shutterstock)

Precisa comprar um chuveiro novo, mas não saber como escolher? Então confira as dicas dessa matéria, pensando nas seguintes considerações:

1. Tipos de chuveiro: elétrico, eletrônico, a gás e de energia solar

2. Estrutura para pressão da água

3. Tipos de espalhador e vazão

4. Design: modelos de teto ou parede?

5. Durabilidade

 

Este artigo é perfeito para você que quer acabar de vez com a dúvida: chuveiro ou ducha? Aprenda qual a melhor opção para a sua rotina, considerando os seguintes temas:

  1. Economia
  2. Facilidade de instalação
  3. Pressão da água
  4. Ajuste de temperatura

 

O banheiro é aquele espaço da casa que independente do tamanho deve ser aconchegante, arejado e fácil de limpar. Além da parte estética, o projeto hidráulico deve ser cuidadosamente planejado para evitar qualquer problema estrutural no futuro. Você sabe qual altura padrão de um chuveiro? E do registro? Confira nesta matéria!

 

Em chuveiros elétricos, existem três opções de regulagem para a resistência — popularmente conhecidas como verão, inverno e desligado, onde a água é: morna, quente e fria, respectivamente. O controle da temperatura é feito pela vazão de uma quantidade de água em cada uma das posições da resistência. Já nos chuveiros eletrônicos, o controle de temperatura da água é gradativo, sem relação com a quantidade de líquido liberada. Esse controle pode ser feito através de chave, haste, controle remoto ou até mesmo por meio da programação prévia dos padrões preferidos de temperatura.

 

Confira dicas para a escolha e instalação de diferentes tipos de mictório: de calha, cubeta, contra a parede ou de piso.

 

Veja diferentes tipos de acabamento para registro e confira dicas exclusivas para acertar na hora de escolher os modelos para o seu banheiro.

 

Cozinha

A diferença deste modelo para o modelo de misturador bicomando é que o monocomando conta com apenas um registro que permite o controle do volume da água e temperatura. Isso quer dizer que em um mesmo registro você tem acesso a água quente e fria, em qualquer área da sua casa.

 

Aprenda a escolher um purificador de água e saiba analisar os principais critérios que o produto deve cumprir para fornecer água de qualidade:

1- Aprovação para retenção de partículas

2- Aprovação para redução de cloro livre

3- Aprovação para eficiência bacteriológica

4- Consumo de energia

5- Aviso de troca de refil

6- Opções de temperatura da água

7- Vazão da água

 

canos-encanamento-residencial-estrutura-agua-manutencao-encanador-profissional-cozinha-pia-vazamento

Como está a hidráulica da sua cozinha? (Foto: Pixel-Shot / Shutterstock)

Entenda o que é um purificador, quais as diferenças entre o purificador e um filtro comum e conheça 2 modelos principais: de torneira e o conectado ao encanamento.

 

Área externa

Precisando colocar ou trocar a calha da casa e não sabe por onde começar? Leia a matéria e aprenda o passo a passo sobre como instalar calhas de chuva.

 

canos-encanamento-residencial-estrutura-agua-manutencao-encanador-profissional-calhas-rufos-telhado-chuva

Mantenha as calhas e rufos do telhado sempre limpas (Foto: Radovan1 / Shutterstock)

Confira qual o melhor lugar para colocar a caixa d’água e algumas outras dicas para sua instalação. Saiba como economizar água de maneira eficiente!

 

Não tem mais desculpa, agora que você já sabe tudo sobre hidráulica, visite o site da Telhanorte e encontre todos os materiais e ferramentas necessários para fazer a manutenção, construção e reforma da parte hidráulica da sua casa!

 

Por Vinicius Marques | Edição por Veronicca Fernandes

Qual a diferença entre caixa sifonada, de gordura e de passagem?

ralo-sifonado-caixa-hidraulica-agua-encanamento-preto

| Área Externa

 

Quer entender mais sobre hidráulica? Então confira nesta matéria as principais características e diferenças entre caixa de gordura, de passagem e sifonada

 

O sistema hidráulico tem diversas estruturas que auxiliam no correto descarte de nossos resíduos à rede pública, evitando ao mesmo tempo que o cheiro e insetos do esgoto entrem em nossa casa. Além dos ralos simples, há outros elementos muito importantes para a devida drenagem da água: a caixa sifonada, a caixa de gordura e a caixa de passagem. Confira 5 estruturas hidráulicas importantes no encanamento da casa.

 

Confira no site da Telhanorte: Ralos e Grelhas

Ralo-click-redondo-10x10cm-aco-inox--Aquaplas-1595954

Ralo click redondo 10x10cm aço inox Aquaplás (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

1. Sifão

O sifão é uma estrutura que acumula água em sua curvatura. Sua curva, além de outras funções, utiliza a água acumulada como barreira física, impedindo que os gases, odores e demais elementos do esgoto entrem dentro da casa. Ele pode ser encontrado em tubos, canos, caixas e mesmo no vaso sanitário.

 

tipos-sifao-encanamento-agua-hidraulica

(Imagem: Escola Engenharia / Reprodução)

 

Assim, há muitos ralos que são sifonados (possuem sifão), além das caixas sifonadas e de gordura, que também contam com a presença dessa estrutura.

 

sifao-comum-estrutura-agua

(Imagem: Marina Rodrigues / Uniceuma / Reprodução)

 

Sifao-universal-com-saida-extensivel-branco-Esteves

Sifão Esteves Universal com Saída Extensível Branco (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Ralo simples

O ralo é instalados sob o revestimento do piso e possue uma comunicação com a área externa, por onde a água entra. O ralo é seco e tem apenas a função de absorver e mandar embora pela tubulação a água que entra pela grelha que se comunica com o ambiente da casa. Existem vários tipos de ralo, como o linear, que só funciona para ralos secos, como os usados no box do chuveiro.

 

Sugestão de matéria: Leia mais sobre diferentes tipos de ralo na matéria: Ralos para banheiro: veja os tipos e acerte na escolha

 

Ralo sifonado quadrado Tigre e Grelha redonda de inox Esteves

 

3. Caixa de passagem

As caixas de passagem recebem os resíduos domésticos e os encaminham para a rede de esgoto. Sua instalação pode ser feita onde há mudanças de direção no encanamento, ou apenas para facilitar a manutenção hidráulica. Assim, quando há entupimento ou outras ocorrências, basta apenas escavar os locais exatos onde as caixas de passagem estão, para identificar onde o problema está.

 

Caixa de passagem Tramontina e Caixa de piso Tramontina

 

4. Caixa sifonada

A caixa sifonada tem uma água dentro dela que evita que o mau cheiro que sai de uma tubulação de esgoto vaze para o cômodo em que a caixa está instalada, a partir do sistema de sifão já explicado acima. Ela recebe várias tubulações de esgoto da casa, como da pia da cozinha, cuba do banheiro, chuveiro, por exemplo. Além disso, a caixa sifonada também tem uma comunicação com a área externa, como o ralo comum.

 

Caixa-sifonada-ilustração-fecho-hidrico

(Imagem: Via Brasil Online / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Confira o passo a passo para fazer a hidráulica do banheiro

 

Caixa-sifonada-quadrada-15x15x5cm-N°101-Tigre

Caixa sifonada quadrada 15x15x5cm N°101 Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Caixa de gordura

As caixas de gordura são responsáveis por receber a água que sai da pia da cozinha e da máquina de lavar roupas, separando a gordura da água e evitando que essa gordura chegue à rede de esgoto da cidade. A caixa possui um pouco de água em seu fundo. Essa água é a responsável por separar a água da gordura, além de evitar que os gases do esgoto se espalhem pela casa. Assim a água segue o fluxo natural rumo à rede de esgoto, enquanto a gordura fica na caixa. 

 

caixa-gordura-limpeza-funcionamento-cozinha-sifao-sifonada-hidraulica-cano

(Imagem: Roma / Reprodução)

 

Essas caixas sifonadas para cozinha devem receber manutenção periodicamentePara isso basta retirar o recipiente com a gordura, jogar a placa de gordura no lixo e limpar a caixa com água e sabão. 

 

Gostou das dicas?

Que tal acessar a loja virtual da Telhanorte e fazer seu pedido para a obra? Sem sair de casa você saberá quanto custa ralos e grelhas, caixa sifonada e caixa de gordura, no modelo ideal para sua necessidade. Na Telhanorte temos um departamento para a parte hidráulica da sua casa, além de setores com tudo para cozinha e lavanderia, banheiro, área externa, pisos e revestimentos e mais. Conheça nossa loja e continue sua obra sem precisar sair de casa, com as melhores ofertas e preços!

 

Como instalar rede de esgoto residencial: materiais e cuidados na instalação

 

Edição de Vinicius Marques

Como limpar o box de banheiro?

banheiro-box-limpeza-limpar-rodo-produto-agua-chuveiro-ducha-vidro-piso-parede-rejunte-sujeira

| Banheiro

 

Confira como limpar o box de banheiro seguindo o nosso passo a passo! Aprenda receitas caseiras para a limpeza e conheça os diferentes tipos de box

 

O banheiro é um dos cômodos da casa que requerem uma atenção especial no quesito limpeza. Nada como entrar num banheiro limpo, desinfetado e cheiroso! Mas existe uma área que nem sempre fica assim: o box. E é por isso que, nessa matéria, vamos ensinar como limpar o box de banheiro.

 

Confira na Telhanorte: Box para banheiro e acessórios

Cortina-p--Box-PVC-198x180cm-Metalizada-Listra-Poa-Preto-Prata-Bella-Casa-Colorful-1523295

Cortina p/ Box PVC 198x180cm Metalizada Listra/Poa Preto/Prata Bella Casa Colorful (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Tipos de box 

O box de banheiro tem como a principal função manter o cômodo seco e organizado. Além disso, é importante harmonizar esse item com os demais elementos decorativos, respeitando o estilo do espaço. Confira 5 tipos de box de banheiro mais comuns no Brasil.  

 

1. Box de cortina

Evita que a água se espalhe pelo restante do banheiro, trazendo privacidade a quem estiver se banhando. É uma maneira simples e barata de se instalar um box e, para limpar a cortina, basta utilizar um pouco de detergente neutro e a própria mangueirinha do chuveiro.

 

Cortina-p--Box-Poliester-198x180cm-Textura-Tijolo-Preto-Branco-Bella-Casa-Colorful-1522868

Cortina p/ Box Poliester 198x180cm Textura Tijolo Preto/Branco Bella Casa Colorful (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Box de parede 

São aqueles que possuem uma mureta de tijolos (ou blocos de vidro) em pelo menos um de seus lados. Muitas pessoas combinam o box de parede com uma porta de vidro, trazendo um estilo moderno para o banheiro.  

 

Bloco-de-Vidro-Seven-19x19cm-Translúcido

Bloco de Vidro Seven 19x19cm Translúcido (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Leia também: Como renovar o rejunte do azulejo

 

3. Box de acrílico

O box de acrílico é outra opção econômica para ser instalada no banheiro. Além de mais barato, esse tipo de box não apresenta manchas tão facilmente quanto o box de vidro. No entanto, sua durabilidade é menor e há maiores riscos de ser quebrado, trincado ou apresentar rachaduras com o tempo.

 

box-banheiro-acrilico-translucido-limpeza-parede-vidro-produto-banho-chuveiro-agua

Box de acrílico (Foto: São Manuel Calhas / Reprodução)

 

4. Box de vidro

Os modelos desse tipo de box possuem um vidro temperado e tratado para tal finalidade, para evitar acidentes e suportar o contato constante com a água, o atrito com os trilhos de abertura e o abrir e fechar da porta. Sua limpeza demanda um pouco mais, uma vez que as manchas podem ser mais visíveis nesse tipo de superfície. O box de vidro apresenta ótima durabilidade, acabamento e resistência.

 

banheiro-vidro-portas-agua-limpeza-plantas-urban-jungle-chuveiro-box-parede

Box de vidro com um estilo urban jungle (Foto: Curology / Unsplash / Reprodução)

 

5. Box sanfonado

O box sanfonado é uma opção que pode harmonizar muito bem com diversos estilos de banheiro, a depender do modelo escolhido. Geralmente é feito com placas de PVC resistentes à umidade e altos impactos, mas pode também ser composto por placas de acrílico.

 

Porta-sanfonada-de-PVC-para-box-185x100cm-branca-BCF

Box Sanfonado de PVC BCF 185x100cm Branca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como limpar o box de banheiro de vidro e acrílico

É importante você ter em mãos produtos específicos de boa qualidade para a limpeza do box, seja ele de vidro ou acrílico. Isso irá facilitar o seu trabalho e os resultados. E lembre-se: é muito importante separar os utensílios usados para limpar o banheiro. Eles jamais devem ser usados na limpeza dos outros cômodos da casa.

Separe para a faxina um par de luvas, panos de microfibra (que não soltam fiapos) e esponja. Nas nossas lojas físicas e na loja virtual da Telhanorte, você encontra produtos de limpeza de qualidade de diversas marcas para limpar o box.

 

Limpa-vidros-em-spray-Plastic-Novica-Bettanin-1563467

Limpa vidros em spray Plastic Noviça Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

É muito importante também ler as instruções do fabricante antes de utilizar qualquer produto de limpeza. Uma boa alternativa para limpar o box de banheiro de acrílico, caso não esteja muito sujo e você não tenha o produto específico em casa, é utilizar a mistura de água quente com detergente neutroEsfregue com uma esponja nos dois lados e enxágue bem. Depois é só secar com o pano de microfibra

Já os box de vidro mancham com maior facilidade e, por serem transparentes, o local manchado acaba se destacando. Mas nada que uma boa limpeza, com um bom produto, não resolva! 

 

Limpa-Vidros-Pro-1L-Sanol-1769880

Limpa Vidros Pro 1L Sanol (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Receitas caseiras para limpar o box de banheiro

1. Sabão e pó, vinagre e bicarbonato

Em um recipiente, misture bem:

– 01 colher (sopa) de sabão em pó

– 02 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio

– 01 colher (sopa) de álcool

– 01 xícara de vinagre branco

– 01 xícara de água morna

 

Aplique essa mistura com um pano macio ou com o auxílio de um borrifador. Deixe agir por 5 minutos. Com uma esponja macia, faça a limpeza. Enxague e seque com um mop para vidros e um pano de microfibra

 

Mop-Novica-limpa-vidros-BT1922-Bettanin-1449931

Mop Novica limpa vidros BT1922 Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Bicarbonato, detergente e limão

– Misture 100 ml de água

– 01 colher (sopa) de bicarbonato de sódio

– 03 colheres (sopa) de detergente neutro

– suco de 01 limão

 

Aplique com uma esponja. Deixe descansar por 10 minutos. Enxague e seque com um mop e um pano de microfibra

 

Pano-de-microfibra-para-vidro-Esfrebom-Bettanin

Pano de microfibra para vidro Esfrebom Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Vinagre, sabão em pó e bicarbonato

– Misture 200 ml de vinagre.

– 01 colher (sopa) sabão em pó.

– 01 colher (sopa) bicarbonato de sódio.

– 01 tampa de álcool.

 

Passe essa mistura no box com auxílio de uma esponja. Aguarde 15 minutos. Enxague e seque. 

 

Esponja-Mágica-p-Vidros-e-Espelhos-2-Unidades-Super-Storm-Pulvitec

Esponja Mágica p/ Vidros e Espelhos (2 Unidades) Super Storm Pulvitec (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Dicas finais sobre como limpar o box de banheiro

  1. Use o lustra móvel no seu box. Sim! Depois de terminada a limpeza, passe uma fina camada de lustra móvel no box, com um pano macio e seco. Isso irá criar uma camada de proteção e evitar que manchas de gordura corporal se fixem no vidro do box. 
  2. Faça a limpeza do box semanalmente. Isso fará com que o mesmo não fique encardido, aumentando a vida útil e também facilitando o seu trabalho, com menor esforço. 
  3. Após o banho diário, jogue água no box com o auxílio do chuveirinho. Isso fará com que a gordura corporal e os resíduos de sabonete, shampoo e condicionador não permaneçam no box. 
  4. Uma sugestão é manter um mop para vidro no box para que, ao finalizar o banho, você passe pela superfície, mantendo-a menos úmida. 
  5. Umedeça sempre o box antes de usar os produtos e utilize sempre o lado macio da esponja, para evitar que ele fique riscado. 

 

Leia também: Banheiros decorados com pedras naturais: dicas e exemplos

 

Gostou das nossas dicas de como limpar o box de banheiro?

São simples, fáceis e práticas. Agora você já sabe como limpar o box do banheiro de vidro ou de acrílico. Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um setor completo de limpeza e manutenção com diversos tipos de produtos e acessórios diferentes para a limpeza do banheiro como box, vasos sanitários, chuveiro, entre outros. Conheça também nosso departamento de pisos e revestimentos! Compre pelo site e receba em casa ou retire em uma das nossas lojas mais perto de você!

 

Box de banheiro com pastilhas: tipos, dicas e inspirações

 

Edição de Vinicius Marques

Como escolher calhas de chuva?

telha-calha-chuva-casa-material-agua

| Área Externa

 

Quer saber como instalar calhas no telhado? Prepare a casa para o verão e enfrente a época das chuvas com segurança!

 

As calhas têm como função primária coletar e escoar a água da chuva do telhado para a rede pública ou para um sistema de reaproveitamento de água. Além de evitar focos de água que desgastam o telhado e ajudam na proliferação de mosquitos, as calhas também evitam infiltrações, que podem danificar a estrutura da construção a longo prazo e podem gerar mofo, que acarreta até em doenças para os moradores.

Precisando colocar ou trocar a calha da casa e não sabe por onde começar? Leia a matéria até o final e aprenda o passo a passo sobre como instalar calhas de chuva.

 

Confira na loja virtual da Telhanorte: Calhas e Rufos

Calha-Moldura-28x300cm-marrom-Calhaforte

Calha Calhaforte Moldura 28x300cm Marrom (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Principais tipos de calha

 

1. Calha de aço galvanizado

Esse tipo de calha é feito de chapas de aço que passam por um processo químico chamado de galvanização, onde se enriquece o aço com zinco, para torná-lo mais resistente à ferrugem e corrosão. É um material de fácil limpeza e com preço mais em conta quando comparado às calhas de alumínio e PVC. No entanto, não é tão resistente à umidade constante quanto os demais modelos e não reage bem à pintura.

 

Cabeceira-para-calha-galvanizada-28--esquerda-Calhaforte

Cabeceira para calha galvanizada 28″ esquerda Calhaforte (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Calha de PVC

De fácil instalação, as calhas de PVC são também as mais indicadas para regiões muito úmidas, como cidades litorâneas, uma vez que seu material não oxida, não deforma, nem sofre corrosão. Esse tipo de calha também é ótimo para receber acabamento de tinta, podendo combiná-lo com a cor do telhado, além de apresentar um bom custo-benefício. O material de PVC, diferentemente das calhas de metal, não suporta grandes pressões e muito peso.

 

Esquadro-para-calha-interno-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Esquadro para calha interno Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Calha de alumínio

As calhas de alumínio são também muito resistentes à maresia e demais intempéries. Resiste grandes pressões e pode receber pintura eletrostática, ideal para superfícies metálicas. Sua instalação é mais complicada e deve ser feita por um profissional especializado.

 

calha-aluminio

Calha de alumínio (Foto: Cardivem / Reprodução)

 

Como instalar calhas de PVC no telhado?

Não existe um tipo certo ou errado de calha. Elas podem ser em chapa galvanizada, alumínio ou PVC e a escolha por uma ou outra vai depender da região e do volume de chuvas. Isso porque as calhas galvanizadas, apesar de mais baratas, possuem um índice mais alto de corrosão em relação às demais. Por isso, caso sua casa esteja em uma região mais úmida, é recomendado que você opte por calhas de alumínio ou PVC que, apesar de um pouco mais caras, vão ter uma maior durabilidade.

Outro ponto importante a ser analisado é o local da instalação. É sempre bom lembrar que a calha precisa circundar todo o telhado, para que não haja focos de água parada acumulados, sem escoamento. Por isso, para encontrar a medida certa da sua calha, faça o cálculo em cima de toda a área em volta do telhado. 

O número de suportes também tem que ser calculado em cima do tamanho total da área da calha de chuva, sendo que a cada 80 centímetros você deverá instalar um suporte. Ou seja, se sua calha tiver 8 metros de comprimento, você precisará de 10 suportes.

 

Sugestão de matérias:  Conheça 8 Tipos de TelhaTipos de InfiltraçãoPrincipais Tipos de Forro para TetoTipos de Manta Impermeabilizante e aprenda Como Tirar o Mofo da Parede

 

Para fazer a instalação de uma calha de chuva, você precisará de algumas ferramentas mais específicas, além das tradicionais. As ferramentas mais utilizadas são: furadeira, brocas, veda calha, rebitadeira e rebites.

 

Veda-calha-aluminio-280g-Tekbond

Veda calha alumínio 280g Tekbond (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Assista abaixo a um tutorial de como instalar calhas de PVC Aquapluv, que você encontra na Telhanorte.

 

 

Peças das calhas de PVC Aquapluv

 

Esquadro-para-calha-interno-Aquapluv-com-beiral-Tigre

Esquadro para calha interno Aquapluv com beiral Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Esquadro-para-calha-externo-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Esquadro para calha externo Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Esquadro-para-calha-externo-Aquapluv-com-beiral-Tigre

Esquadro para calha externo Aquapluv com beiral Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-com-beiral-Aquapluv-esquerda-Tigre

Cabeceira para calha com beiral Aquapluv esquerda Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-com-beiral-Aquapluv-direita-Tigre

Cabeceira para calha com beiral Aquapluv direita Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-Aquapluv-Style-10x10cm-esquerda-Tigre

Cabeceira para calha Aquapluv Style 10x10cm esquerda Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-Aquapluv-Style-10x10cm-direita-Tigre

Cabeceira para calha Aquapluv Style 10x10cm direita Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-retangular-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Bocal para calha retangular Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-com-beiral-Aquapluv-Tigre

Bocal para calha com beiral Aquapluv Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-circular-esquerdo-Aquapluv-Style-Tigre

Bocal para calha circular esquerdo Aquapluv Style Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-circular-direito-Aquapluv-Style-Tigre

Bocal para calha circular direito Aquapluv Style Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Gostou das dicas?

Agora que você sabe como instalar a calha de chuva, encontre tudo que você precisa nas nossas lojas físicas e no site da Telhanorte! Veja as ofertas do departamento de Telhas, Calhas e Rufos e aproveite para reformar ou construir com as melhores condições do mercado. Faça um pedido completo de todos os itens necessários para a instalação, visitando nosso setor de Ferramentas. 

Precisa de outros materiais? No site da Telhanorte e nas nossas lojas físicas, você encontra tudo o que precisa para a reforma ou construção. Aproveite também nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado!

 

Cumeeira: o que é e para que serve

 

 

Edição de Vinicius Marques e Camila Alexandrino

Saiba como escolher torneira para a pia da cozinha

torneira-agua-cozinha-pia-monocomando

| Cozinha

 

Precisando de uma torneira nova para a cozinha mas está em dúvida de qual modelo comprar? Confira opções funcionais e modernas

 

Na cozinha, a torneira é um dos elementos principais a compor o ambiente. No momento da escolha de uma torneira nova para a pia, você deve levar em conta diversos fatores. O design, a funcionalidade, diferenciais e tamanho da torneira podem ser decisivos na hora da compra. Confira os principais aspectos a serem considerados na hora de escolher a torneira ideal para a pia da cozinha.

 

Confira no site da Telhanorte: Torneiras para Cozinha

Torneira-de-mesa-para-cozinha-articulada-VTP362CWC-Esteves

Torneira de mesa para cozinha articulada VTP362CWC Esteves (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

O que considerar na hora de comprar uma torneira?

A praticidade de uso é um fator muito importante no momento de decisão do modelo de torneira para a cozinha. Para isso é preciso considerar o espaço disponível para a instalação, o tamanho da cuba na qual a água escorrerá, além da frequência e intensidade que a torneira será utilizada.

 

1. Espaço disponível

Para ambientes pequenos, com espaço reduzido na bancada, é recomendado escolher uma torneira menor e mais simples. Outro fator importante a considerar no momento da compra é o investimento disponível. A depender da obra, uma torneira de valor mais econômico pode ser o ideal para você.

 

Torneira para Cozinha de Mesa bica alta Gali Docol

 

Já para bancadas e cubas maiores (ou mesmo cubas duplas), o indicado são torneiras mais sofisticadas, com maior alcance de jato, bica maleável e articulada. Há uma grande variedade de produtos com diferentes funcionalidades, a depender do que você procura para a cozinha e do investimento reservado para a torneira.

 

Torneira para cozinha de mesa DOC Chrome bica alta black Docol

 

2. Tipo de instalação

Além do tamanho da torneira, o modo de instalação também pode acabar influenciando na dinâmica do espaço. Para bancadas estreitas, o recomendado é que as torneiras sejam instaladas na parede. Quando a pia é mais ampla, podem ser instaladas diretamente na superfície da bancada.

 

Torneira para cozinha Realce Jr cromada Forusi e Torneira para cozinha bica móvel Link cromada Deca

 

3. Design

Um terceiro critério de escolha importante é considerar a decoração do ambiente. Os elementos da cozinha devem estar em harmonia com o estilo predominante, seja ele industrial, moderno, minimalista, rústico, vintage, entre outros. Assim, a cor, o material e o design da torneira devem ser escolhidos de acordo com o seu gosto e a proposta da cozinha.

 

Torneira de mesa para cozinha Flex black Lorenzetti e Torneira para cozinha com filtro Twin cromada Deca

 

4. Funcionalidades

Além das características anteriores, há alguns outros componentes que podem complementar a torneira da pia. A torneira elétrica multitemperatura Hydra, por exemplo, possui uma bica móvel e um arejador articulável. Além disso, possui um sistema multitemperatura, que permite um determinado número de opções para encontrar a temperatura certa da água. O mesmo vale para a torneira elétrica de bica reta Clima Frio Fame, que permite a escolha de três temperaturas: água quente, morna e fria.

 

 

Outra opção que você encontra no mercado são as torneiras com filtro de água já acoplados. Na Telhanorte, você encontra modelos como a torneira com filtro Esteves ou também a torneira com filtro Belle Epoque Forusi, que possui acabamento cromado e não é indicada para instalações com baixa pressão.

 

 

5. Misturadores monocomando ou bicomando

Os misturadores são torneiras capazes de misturar a água quente com a fria. Enquanto os bicomandos apresentam dois registros (um para a água fria e outro para a quente), o controle de temperatura nos monocomandos é feito por meio de um único registro. Para saber mais sobre os misturadores, leia nossa matéria O que é torneira misturador monocomando e como escolher uma?

 

Misturador para cozinha cromado Deca e Misturador monocomando bica alta Alterna

 

Gostou das dicas?

Na Telhanorte, você encontra diversos modelos e um setor inteiro de torneiras para cozinha e misturadores para cozinha. Acesse agora e não perca a oportunidade de deixar a sua casa ainda mais bonita! Na nossa loja virtual, você também encontra tudo o que precisa para sua cozinha e lavanderiabanheiroárea externa, além dos melhores materiais de construção e itens para as obras em geral.

Não deixe de adquirir o cartão Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado.

 

O que é torneira misturador monocomando e como escolher uma?

 

Por Vinicius Marques | Edição de Stéphanie Durante

5 Tipos de revestimento para piscina de alvenaria

piscina-revestimento-area-externa-pastilha-agua

| Área Externa

 

Azulejo, revestimento vinílico, pedras naturais, pastilhas de vidro e cerâmica: confira os melhores tipos de revestimento para piscina de alvenaria

 

Para escolher a opção ideal de tipo de revestimento para piscina de alvenaria será preciso considerar algumas questões como o estilo que você deseja para sua piscina e área externa de modo geral; a facilidade de manutenção e o orçamento disponível para o projeto.

Com tantas opções de revestimento para piscina, é possível realizar um projeto com custo mais enxuto e com um resultado incrível! Então que tal conhecer mais a fundo quais são os tipos de revestimento para piscina de alvenaria? A seguir criamos um guia simples para te ajudar nessa escolha e colocamos fotos como inspiração para o seu projeto. 

 

Tipos de revestimento para piscina de alvenaria

Entre as vantagens da piscina de alvenaria para outros tipos como a de fibra estão a durabilidade e a capacidade de personalização do formato e acabamento. 

Mesmo com um custo mais alto para construção, investir em uma piscina de alvenaria amplia a valorização do imóvel e garante a diversão em família e entre amigos. As piscinas de alvenaria são construídas com concreto em um conjunto que envolve, entre outras coisas, viga de fechamento, bloco estrutural e claro o revestimento. 

 

Leia também: Qual melhor tipo de piscina: vinil, fibra ou concreto?

 

1. Azulejo

Esse é um dos tipos de revestimento para piscina de alvenaria mais conhecidos. Você provavelmente já se divertiu em uma piscina com azulejo. Esse material possui um bom custo benefício, principalmente por causa da sua durabilidade, que pode chegar a décadas de uso. Para a instalação, é necessário o uso de argamassa e rejunte especiais para piscina, que aguentem a pressão e o contato com a água. Por isso, não tente reaproveitar o que sobrou de uma obra feita em outras áreas da casa. 

Tradicionalmente, as cores de revestimento para piscina mais escolhidos são azul ou verde, entretanto, é cada vez mais comum projetos ousados que optam por azulejos estampados e com outras cores como o vermelho

Um ponto negativo do azulejo é a manutenção, que é mais chatinha do que a realizada em outros tipos de revestimento para piscina de alvenaria.  Na área de rejunte é comum o acúmulo de limo. Será necessário entrar na piscina e esfregar essas áreas para garantir a manutenção ideal.

 

piscina-azulejo-vermelho-cor-area-externa-alvenaria

O revestimento vermelho em piscinas dá um acabamento diferenciado (Foto: Mer et Demeures / Reprodução)

 

2. Revestimento vinílico

O revestimento vinílico é como um “adesivo” que é aplicado na estrutura de alvenaria já construída. A piscina de vinil apresenta uma série de vantagens, entre elas: 

 

revestimento-de-vinil-para-piscina-de-alvenaria

Piscina de vinil (Foto: Globaltech Brasil / Reprodução)

 

A piscina de vinil tem uma durabilidade um pouco menor do que o azulejo, mas por não ter rejunte, sua manutenção é mais simples. Entretanto, é importante conferir com um profissional como limpar a piscina para garantir a longevidade da estrutura, que pode ser desgastada com o uso de materiais impróprios para limpeza do vinil.

 

piscina-revestimento-vinil-hidromassagem-casa-verao

Uma área com hidromassagem é perfeita para relaxar e receber amigos (Foto: Sodramar / Reprodução)

 

piscina-hidromassagem-vinil-cascata-area-externa-agua-verao

Uma ótima opção é instalar cascata com timer para movimentar a água diariamente (Foto: Hidronorte Piscinas / Reprodução)

 

3. Pedras Naturais

Geralmente é encontrado no fundo ou na lateral da piscina e atende a projetos que buscam uma maior conexão com a natureza, buscando um aspecto mais natural para a área externa. Além de uma estética diferente, as pedras oferecem um controle de temperatura eficiente, mantendo a temperatura da água mais baixa. Portanto essa é uma ótima saída para regiões muito quentes em que a água acaba aquecendo ao longo do dia. 

É preciso ter atenção para a manutenção que é mais complexa devido à porosidade da pedra, que faz com que ela acumule mais sujeira. Água, sabão e escova própria, geralmente, resolvem esse problema. Em caso de dúvidas, consulte um especialista. 

 

piscina-pedras-naturais-agua-revestimento-verao

Piscinas com acabamento natural e cascatas de água trazem um charme paradisíaco (Foto: Estância Construções / Reprodução)

 

4. Pastilhas de vidro

Elas são ótimas opções para personalizar a piscina e criar um ambiente exclusivo. É uma das opções para quem deseja ter o efeito “tipo azulejo” em piscinas redondas e com curvas. Está entre os tipos de revestimento para piscina de alvenaria mais caros, mas, além do efeito visual incrível, possuem uma manutenção bastante simples. Se você tiver um orçamento mais flexível, vale a pena o investimento.

 

piscina-revestimento-pastilha-vidro

As pastilhas de vidro são ótimas para elementos encurvados (Foto: Art Glass / Reprodução)

 

pastilha-vidro-piscina-area-externa

Piscina com pastilhas de vidro (Foto: Art Glass / Reprodução)

 

5. Cerâmica

A cerâmica também está entre as opções de revestimento para piscina mais bonitas e sofisticadas. Possui uma série de texturas e acabamentos, do fosco ao esmaltado. Além de bonito, esse tipo de revestimento ainda oferece um bom custo-benefício, fácil manutenção e limpeza. É uma boa opção para piscinas maiores e pode deixar sua área externa ainda mais bonita!

 

pastilha-ceramica-piscina-revestimento

As pastilhas também podem ser feitas de cerâmica (Foto: Shopnet / Reprodução)

 

Onde encontrar o melhor tipo de revestimento para piscina de alvenaria?

Responder a essa pergunta vai depender das suas prioridades, entretanto, todos os 5 tipos de revestimento para piscina de alvenaria que listamos aqui são boas opções para um projeto de área externa. E por falar em área externa, lembre-se de investir em pisos seguros ao redor da piscina para evitar escorregões e outros acidentes. Além disso, não basta criar uma piscina, é importante cuidar de todo esse ambiente tão especial, concorda? 

 

Leia mais em: Tipos de revestimento de parede externa: guia completo

 

Na Telhanorte você encontra revestimentos para piscinas de concreto e alvenaria de grandes marcas do mercado e com preços incríveis. Além disso, você também pode contar com o cartão de crédito da Telhanorte para parcelar suas compras em até 10 vezes sem juros ou 24 vezes fixas. 

Ao fazer seu pedido em não se esqueça de conferir nossas seções de iluminação externa, produtos de tratamento para piscina e claro, visitar nosso departamento de pisos para deck, assim você vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito! Acesse agora a loja virtual da Telhanorte ou visite uma de nossas lojas físicas!

 

Piscina: média de custo para se ter uma

 

Edição de Vinicius Marques

Purificador de água: como comprar o ideal

purificador-de-agua-eletrico-potente-inmetro-filtro

| Cozinha

Aprenda a escolher um purificador de água e saiba analisar os principais critérios que o produto deve cumprir para fornecer água de qualidade

 

O purificador tem a função de tornar a água mais limpa, eliminando elementos ruins por meio de filtros com retenção de partículas e bactérias.

Hoje em dia, o mercado está cheio de tipos e modelos diferentes de purificadores, desde os mais caros até os mais baratos. Para te ajudar a escolher o purificador ideal, montamos esse GUIA com as principais dicas do que você precisa analisar na hora da compra!

 

Veja também:

 

Dentre os critérios que separamos, os 4 primeiros itens são determinados pelo INMETRO  (Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e pelo PROCEL (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica). Os seguintes são características técnicas em relação à eficiência do purificador.

Vale destacar que, desde 2011, a venda de purificadores de água sem o Selo INMETRO é proibida.

 

selo-inmetro-purificador-agua-eficiencia-filtro-capacidade-abnt-nbr

Selo INMETRO (Foto: Electrolux / Reprodução)

 

De forma resumida, os 7 critérios principais que você deve considerar na hora da compra são:

1- Aprovação para retenção de partículas;

2- Aprovação para redução de cloro livre.

3- Aprovação para eficiência bacteriológica;

4- Consumo de energia;

5- Aviso de troca do refil;

6- Opções de temperatura da água;

7- Vazão da água.

 

O que conferir antes de comprar um purificador de água

 

1- Aprovação para retenção de partículas

Ferrugem, argila e areia são alguns resíduos pequenos que podem ser carregados pela água, desde a estação de tratamento até a tubulação doméstica.

A avaliação do INMETRO classifica em seis níveis o grau de retenção de partículas de um purificador. Atualmente, a escala vai de A a F, sendo ‘A’ a classificação mais eficiente. Você ainda pode encontrar na embalagem do produto a classificação antiga, que vai de P-I a P-VI.

 

purificador-agua-lorenzetti-modelo

Purificador de água Vitale branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2- Aprovação para redução de cloro livre

O cloro é uma substância utilizada no tratamento feito nas estações de água, mas que faz mal à saúde. Por isso, não é recomendado beber água da torneira sem a presença de um bom filtro.

Dessa forma, a segunda dica é checar a classificação do aparelho em relação à sua capacidade de redução de cloro livre na água. A classificação, também feita pelo INMETRO, tem três níveis: C-I, CII e CIII, onde o nível I indica que o purificador retira até 75% do cloro presente na água.

Purificador-de-agua-para-torneira-Versatille-branco-Lorenzetti

Purificador de água para torneira Versatille branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3- Aprovação para eficiência bacteriológica

Existem muitas bactérias causadoras de doenças que podem ser transmitidas pela água. Daí a importância de ter água potável de qualidade para beber e preparar os alimentos.

O teste de eficiência bacteriológica mostra a capacidade do purificador de eliminar os tipos de bactéria que podem trazer riscos à saúde.

Purificador-de-agua-Gioviale-branco-Lorenzetti

Purificador de água Gioviale branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4 – Consumo de energia

A maioria dos purificadores precisa estar ligado na energia para funcionar. Isso não significa, no entanto, que ele terá um consumo alto. Para ter um critério de análise sólido, verifique a classificação do produto no Selo PROCEL.

O selo é uma avaliação da Eletrobras que testa o desempenho energético de equipamentos e eletrodomésticos à disposição no mercado e os classifica em relação à eficiência e menor consumo de energia. Se o seu modelo de purificador preferido tiver o selo PROCEL, ele não irá onerar sua conta de luz.

Lembre-se também de comprar o purificador na voltagem correta da sua casa: 110V ou 220V.

 

selo-procel-desempenho-eficiencia-economia-energia-gasto

Selo Procel (Foto: Procel / Reprodução)

 

5- Aviso de troca de refil

Assim como os filtros de barro, o purificador tem um refil interno responsável por executar as três ações acima para fornecer água filtrada.

Geralmente, a vida útil do refil dos purificadores é de seis meses a um ano — varia de acordo com a marca. Então, verifique se a máquina tem a função de aviso de troca do refil para que você saiba o momento de fazer a troca.

 

Refil-compacto-para-purificador-de-agua-Gioviale-Lorenzetti

Refil compacto para purificador de água Gioviale Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Importante: o filtro do purificador não pode ser lavado e nem reaproveitado. A troca é obrigatória!

 

6- Opções de temperatura da água

Na hora de comprar um purificador, confira as opções de temperatura da água que ele fornece. Alguns modelos só servem água natural,  enquanto outros podem oferecer em temperatura gelada e até mista. Tenha em mente seu critério para refinar a busca.

Outro detalhe importante no caso da água gelada ser uma prioridade, é verificar a capacidade de refrigeração do purificador, ou seja, a quantidade de litros por hora que ele consegue refrigerar. Verifique também a capacidade do reservatório interno em litros de água gelada.

O purificador não gela a água na hora que você aperta o botão. A água é refrigerada previamente e fica armazenada, daí a importância de ter uma boa capacidade de armazenamento.

 

7- Vazão da água

A vazão é o que determina se o copo de água vai encher rápido ou devagar no momento em que você aperta o botão do painel. Alguns modelos de purificadores têm uma vazão de água muito pequena, fazendo-se necessária a instalação de um pressurizador.

 

Gostou das dicas?

Agora você sabe como comprar um purificador de água e tem todas as informações para fazer uma escolha eficiente para sua casa.

Acesse o site da Telhanorte e confira os modelos de Purificador de água disponíveis em várias marcas e tamanhos. Além do purificador, temos uma seção completa com tudo para sua Cozinha e Lavanderia e também Eletrodomésticos

Aproveite a comodidade de comprar online com segurança e faça seu pedido. Nossa equipe leva tudo até você! #vivasuacasa

 

Edição de Vinicius Marques e Murilo Bonício

Diferenças entre chuveiro elétrico e eletrônico

banheiro-chuveiro

| Banheiro

Pela manhã, à tarde ou à noite: o banho é sempre bom! Aprenda as diferenças entre chuveiro elétrico e eletrônico para ter esse momento relaxante

 

Seja para começar o dia animado, para dar uma refrescada no meio do expediente — se você estiver em home office — ou para preparar o corpo para o merecido sono depois de um dia de trabalho, o chuveiro é nosso melhor amigo. Proporcionando diversas opções de temperaturas e saídas de água, você tem um grande aliado no banheiro para renovar as energias e trazer o relaxamento que somente um corpo limpinho pode ter!

O chuveiro da sua casa está cumprindo esse papel? Não? Então é hora de trocá-lo para garantir banhos sempre prazerosos. São muitas as opções no mercado, entre elas, modelos elétricos e eletrônicos. Para saber as diferenças de cada um e acertar na escolha, continue lendo esse artigo!

 

Qual a diferença entre chuveiro elétrico e eletrônico?

Antes de falarmos sobre as diferenças desses modelos, precisamos apontar uma semelhança importante entre os dois: ambos usam a eletricidade para aquecer a água. A diferença entre eles é a forma como a água é aquecida.

Em chuveiros elétricos, existem três opções de regulagem para a resistência — popularmente conhecidas como verão, inverno e desligado, onde a água é: morna, quente e fria, respectivamente. O controle da temperatura é feito pela vazão de uma quantidade de água em cada uma das posições da resistência.

Já nos chuveiros eletrônicos, o controle de temperatura da água é gradativo, sem relação com a quantidade de líquido liberada. Esse controle pode ser feito através de chave, haste, controle remoto ou até mesmo por meio da programação prévia dos padrões preferidos de temperatura.

 

banheiro-chuveiro

Banheiro com chuveiro em destaque (Foto: Zac Gudakov / Unsplash / Reprodução)

 

Por terem preços mais em conta e serem mais fáceis de encontrar, os chuveiros elétricos são predominantes nas casas brasileiras. Entretanto, em algum momento, você pode passar por uma situação desconfortável no banho: a queima da resistência. É um problema bastante comum, especialmente quando há uma mudança frequente na regulagem do aparelho — e do aumento de contas de energia elétrica — no inverno, já que usamos as temperaturas mais quentes, demandando uma potência do chuveiro bem maior que o normal.

Em contrapartida, nos chuveiros eletrônicos o controle sobre a temperatura acontece em razão da possibilidade de regular a potência usada no aparelho. Sendo assim, a possibilidade de economizar energia é maior, porque podemos usar somente a capacidade necessária para aquecer a água.

 

chuveiro-elétrico-Lorenzetti

Chuveiro elétrico multitemperatura Maxi Ducha Branco 5500W 220V branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Chuveiro eletrônico tem resistência?

No tópico anterior, mencionamos um detalhe que pode ser um verdadeiro pesadelo para quem gosta de banhos quentinhos no inverno, mas possui chuveiro elétrico em casa: a queima da resistência. Se esse problema te tira do sério, você já deve estar se perguntando: “o chuveiro eletrônico tem resistência?” A resposta é sim.

No entanto, o principal causador da queima da resistência no chuveiro elétrico não é um motivo para preocupação, quando falamos do chuveiro eletrônico: enquanto o multitemperatura (elétrico) só pode ter seus níveis alterados com o chuveiro desligado, no eletrônico isso pode acontecer tranquilamente enquanto a água cai.

Isso não significa que a resistência do chuveiro eletrônico não possa queimar, porém, isso acontece raramente. O processo para substituição da peça é também bastante semelhante ao dos chuveiros elétricos.

 

chuveiro-eletrônico-Lorenzetti

Chuveiro eletrônico Acqua Duo multitemperatura 7800W 220V branco e cromado Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Qual chuveiro é mais econômico: elétrico ou eletrônico?

Agora que você já sabe a principal diferença entre os chuveiros elétricos e eletrônicos, certamente vai concordar que o eletrônicos possui mais vantagens, especialmente quando falamos em queima de resistência. No entanto, como o chuveiro é um dos principais equipamentos que aumentam o consumo de energia, você deve estar pensando sobre como economizar na troca dele, por um modelo melhor.

Um chuveiro elétrico, programado com a temperatura inverno, ou seja, a mais quente, utilizará o máximo de sua potência. Já no modo verão, o consumo cai para 65% desse total. Apenas no modo desligado não há consumo de energia.

Em comparação com o anterior, o modelo eletrônico possui uma série de níveis intermediários, que podem trazer um consumo de potência menor e, consequentemente, contas de energia mais baratas.

chuveiro-eletrônico-Lorenzetti

Chuveiro eletrônico Advanced Turbo 7500W 220V branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Vamos falar de exemplos práticos: você está em casa querendo tomar um banho, porém, no chuveiro elétrico só tem três opções: o modo inverno é quente demais, o desligado, por outro lado, muito frio. Provavelmente você terá de optar pelo modo verão, consumindo 65% da potência energética do chuveiro.

Se você tivesse um chuveiro eletrônico, o consumo não seria tão alto, isso porque os modelos contam com opções mais variadas de temperatura, assim você pode chegar no clima desejado mais rapidamente e reduzir o gasto de energia e água, uma vez que não precisará abrir toda a torneira para ter um banho agradável.

Resumidamente, podemos dizer que o chuveiro eletrônico tem mais vantagens. Sua precisão na mistura entre água quente e fria traz economia na conta de luz. Podemos afirmar que é a opção mais econômica para sua casa.

 

 

chuveiro-elétrico-Fame

Chuveiro elétrico Super Quattro 220V 6800W branco Fame (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como escolher um bom chuveiro eletrônico?

Se, depois de ler este artigo, você decidiu investir em um chuveiro eletrônico, prepare-se para as dicas abaixo.

Reunimos os principais itens para levar em conta antes de escolher o seu!

 

1. Forma de controle da temperatura

Uma das funcionalidades com mais diversidade no mercado de chuveiros eletrônicos é a forma de controle da temperatura. A mais comum delas é a haste encaixada na estrutura do chuveiro — que evita você precisar usar o shampoo, banquinho ou cabo de vassoura para mudar a temperatura —, além de botões, controle remoto, dimmer e por aí vai!

Pesquise as diferentes possibilidades e, principalmente, se o custo-benefício de um controle de temperatura tecnológico vale a pena.

 

2. Estética do aparelho

Pode parecer supérfluo, mas a estética é um dos pontos que devem ser levados em conta antes de escolher o melhor aparelho, especialmente se você preza pela harmonia dos ambientes em sua casa.

Há chuveiros eletrônicos com aparência clássica, designs modernos e opções de cores e funcionalidades diferentes: tudo para garantir que seu banho seja uma experiência agradável e revigorante!

 

3. Posicionamento da marca

Nos dias de hoje, é muito importante encontrar fornecedores que tenham um posicionamento consciente sobre seu impacto no mundo.

Por isso, aproveite o momento de investimento em um aparelho mais econômico para buscar, também, marcas que sejam a favor da sustentabilidade e que ofereçam funcionalidades (como a de personalização da potência de acordo com a temperatura realmente necessária para o banho) benéficas ao meio ambiente.

 

Pronto para escolher seu chuveiro?

Saber qual a diferença entre chuveiro elétrico e eletrônico com certeza impactou em sua escolha futura de aparelhos, não é mesmo? Saber as principais características de cada tipo de equipamento permite uma avaliação mais aprofundada das reais necessidades pessoais em comparação com as funcionalidades oferecidas, além de permitir uma definição consciente e assertiva sobre o melhor produto.

Visite o site da Telhanorte, onde você pode encontrar dezenas de opções de chuveiros eletrônicos com os melhores preços do mercado e ótima qualidade! Se o chuveiro não for a única coisa que você está pensando em mudar na casa, confira também nosso departamento de pisos e revestimentos e também o de banheiro, onde você encontra vasos sanitários, pias e móveis para banheiro! Realize agora o sonho de transformar sua casa em um espaço lindo e aconchegante!

 

Edição de Camila Alexandrino e Vinicius Marques

Registros de água: um guia completo

| Construção

 

Saiba qual tipo de registro utilizar em cada etapa de instalação do seu sistema hidráulico, suas respectivas funções e dicas de uso

 

Se um vazamento estoura em sua casa, você sabe qual registro fechar e o que fazer para amenizar os danos, antes de chamar um profissional para o devido conserto? 

Saber a diferença entre cada tipo de registro já é um primeiro passo essencial para evitar problemas como vazamentos e outros transtornos da hidráulica de um imóvel.

Por isso, continue a leitura e descubra para que serve cada um dos tipos de registros hidráulicos disponíveis no mercado e em quais locais devem ser instalados.

 

Quais os tipos de registro de água existentes?

Apesar de existirem diferentes tipos de registro de água, a função de todos os modelos é basicamente a mesma: controlar ou bloquear o fluxo de água de uma rede hidráulica. São, inclusive, peças essenciais para controlar a vazão de água em casos de vazamento. Afinal, somente fechando o registro hidráulico que é possível realizar o conserto.

Veja agora os três tipos de registros existentes e a aplicação de cada um deles:

 

Registro de pressão

 

Registro-de-pressao-base-3-4-DN20-bronze-Deca

Registro de pressão Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

O registro de pressão é utilizado para controlar o fluxo de água em um determinado ponto da rede. Sua função é reduzir ou aumentar a vazão.

Para ficar mais fácil de entender, o registro de pressão é aquele que usamos para regular o volume de água que sai de nossos chuveiros. Esse modelo é muito utilizado em banheiros e cozinhas.

Visto que esse registro possui um sentido de fluxo para vazão, é preciso ter muito cuidado ao realizar sua instalação. Caso seja feita de maneira errada, pode acabar bloqueando quase que por completo a saída de água. 

Caso tenha interesse, confira este e outros registros de pressão em nosso site.

 

Registro de gaveta

Registro-de-gaveta-uso-semi-industrial-3-4-DN20-bruto-Deca

Registro de gaveta Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Também conhecido como registro geral, esse modelo tem função diferente do anterior: é utilizado para interromper totalmente a vazão de água de uma rede. Sua principal característica é trabalhar completamente aberto ou fechado.

São os registros de gaveta que fechamos sempre que ocorre um vazamento. Por conta disso, o registro de gaveta deve ser instalado em pontos estratégicos, como colunas de distribuição e locais que demandem manutenção com mais frequência.

Com o tempo, é comum que a peça apresente desgaste. Isso pode acontecer devido à pressão que a água exerce sobre esse registro hidráulico, à frequência de uso, ou mesmo aos problemas de vedação dos componentes internos.

Quando há esse tipo de dano, podem ocorrer vazamentos, infiltrações ou problemas ainda maiores, especialmente se estiver instalado dentro de paredes.

Assim, é fundamental acompanhar o estado que essa peça se encontra e, sempre que necessário, realizar sua troca.

 

Registro de esfera

Registro-de-esfera-VS-soldavel-11-2-Tigre

Registro de esfera Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Os registros de esfera, assim como o anterior, têm a função de bloquear totalmente a saída de água.

No entanto, esse modelo de registro hidráulico é utilizado para instalações em caixas d’água. Isso porque ele é mais resistente que os demais. Geralmente feito de PVC, aguenta altas pressões, corrosão, produtos químicos, além de ter uma vida útil maior.

Vale lembrar que sempre que houver a necessidade de realizar manutenção ou limpeza na caixa d’água, o registro de esfera deve ser fechado.

 

Qual a diferença entre a base e o acabamento de um registro?

É definida como base a parte do registro que não apresenta o mecanismo de abre e fecha, enquanto que o acabamento é a parte estética e exterior do registro.

Essa divisão existe para que você possa escolher separadamente o melhor acabamento da peça que ficará aparente, de acordo com o visual que lhe agrade, ao mesmo tempo que você escolhe também a base de melhor qualidade.

 

O que considerar no momento da instalação?

 

troca-registro-torneira-pia-profissional-agua

Instalação de registro hidráulico (Foto: Pxhere / Reprodução)

 

Visto que os registros hidráulicos possuem diferentes indicações de altura para a instalação, o primeiro passo é respeitar ao apontado no projeto de uma obra ou reforma.

O registro de gaveta, por exemplo, costuma ser instalado entre 1,80m a 1,90m do piso já finalizado. Como sua função é interromper o fluxo de água em momentos de mais urgência, essa altura permite um fácil manuseio, sempre que for necessário.

No caso do registro de pressão, é preciso que sua altura seja acessível ao maior número de pessoas, uma vez que seu uso é diário e constante. No caso do registro de um chuveiro, por exemplo, é importante que a peça fique em uma altura entre 1,10m a 1,20 do piso finalizado.

Atenção: Vale ressaltar a importância de se medir essas alturas a partir do piso já finalizado, pois, dependendo do revestimento utilizado no chão, pode haver uma diferença significativa na metragem final do cômodo.

 

Como escolher o registro hidráulico certo?

Agora que você sabe quais tipos de registro de água existem e como deve ser feita a instalação, veja estas dicas de como escolher a peça certa:

Somado a tudo isso, é fundamental comprar registros hidráulicos de qualidade. Isso evita diversos transtornos, além do desperdício de água.

No site da Telhanorte você encontra uma linha completa de registros, bases e válvulas para a sua obra. Quer conhecer nossos produtos? Então visite uma de nossas lojas físicas ou acesse o nosso site. Nele, você ainda tem a facilidade de comprar on-line, via WhatsApp ou televendas.

 

Edição de Vinicius Marques e Murilo Bonício