alto relevo | Blog Telhanorte

Saiba como usar revestimento em alto relevo!

revestimento-alto-relevo-1

| Área Externa

 

Se você acompanha tendências de decoração, certamente já ouviu falar de revestimento em alto relevo. Descubra porquê usá-lo, os tipos mais comuns e outras dicas!

 

Essa alternativa traz muito estilo aos ambientes, além de ter uma instalação prática e que agrega valor a qualquer decoração. Quer saber um pouco mais sobre o revestimento em alto relevo? Então continue a leitura!

 

Por que usar revestimento em alto relevo?

Também conhecido como 3D board, o revestimento em alto relevo dá um ar moderno e sofisticado em qualquer ambiente da casa ou estabelecimento comercial.

Por meio de sua aplicação simples, é possível montar diversas formas e tramas, criando efeitos visuais surpreendentes.

Outra grande vantagem de usar revestimento em alto relevo é o custo-benefício. Além de terem um valor acessível, as placas desse tipo de material são muito duráveis. Isso significa que podem ser utilizados em diversos tipos de superfície. Por isso, muitas vezes servem como revestimento para parede interna com umidade.

 

Sugestão de leitura: Ficou curioso? Então conheça O melhor revestimento para parede interna com umidade e dê adeus à dor de cabeça!

 

É claro que, em razão da diversidade de materiais disponíveis no mercado, é preciso estudar bem aquele que melhor se encaixa no propósito buscado. Há revestimentos em alto relevo propícios para ambientes externos e internos, como você verá logo a frente.

Por fim, podemos destacar a facilidade na instalação como outra razão para utiliza-lo em sua decoração. Basta seguir as orientações do fornecedor e após instalar o material, mantê-lo limpo com espanadores e panos úmidos.

 

Quais os tipos de revestimento em alto relevo?

Existem inúmeras possibilidades de revestimento em alto relevo. Hoje, vamos falar dos três mais usados.

 

Porcelanato

Resistente e durável, o porcelanato é um primo da cerâmica e é muito utilizado em pisos e paredes.

Por ser fabricado a partir da mistura de materiais nobres, esse revestimento possui uma porosidade baixa. Como consequência, quase não absorve água.

Sua instalação e manutenção não exige mão de obra especializada, podendo ser realizada durante a rotina de limpeza da casa.

Além das vantagens mencionadas acima, o porcelanato também é muito versátil e é comercializado em diversas cores, texturas e tamanhos.

 

PORCELANATO-3D-AMBIENTE_BIANCOGRES_FORME_NUDE

Parede da sala com revestimento de porcelanato 3D Biancogres (Foto: Biancogres / Reprodução)

 

Cerâmica

Antes de tudo, é válido saber que os revestimentos cerâmicos são divididos em dois principais grupos: os comuns e os monoporosos, sendo os últimos materiais de revestimento exclusivo para uso em paredes internas – os famosos azulejos. Eles são bastante resistentes e duráveis, porém são mais porosos e, por isso, não podem ir no chão.

Os revestimentos cerâmicos em 3D, geralmente da classe monoporosa, proporcionam um interessante efeito de ilusão de ótica, o que faz com que ele seja ideal para dar destaque a uma área específica do cômodo, como uma parede inteira ou parte dela.

No caso da cerâmica em alto relevo para banheiro, uma boa ideia é utilizá-la como margem para espelhos, móveis e janelas.

 

revestimento-hexagonal-banheiro-branco-3d

Monoporosa pasta branca em 3D aplicada na parede do banheiro (Foto: Equipe Cerámicas / Reprodução)

 

Gesso

O gesso também é outra matéria-prima popular para o revestimento 3D. Por ser originalmente branca, a placa de gesso permite uma infinidade de personalizações com tintas e cores diversas. Além disso, é um material bastante leve, o que facilita sua aplicação e minimiza as chances de descolamento ou queda.

O grande contra do uso do gesso como revestimento 3D é o fato de que ele não pode ser aplicado em áreas externas, pois pode inchar, manchar e até mesmo se partir.

 

revestimento-hexagonal-alto-relevo-3d

Placa de gesso decorativa 3D rosé (Foto: ArquiProjeto / Reprodução)

 

Outros materiais

O revestimentos de alumínio normalmente vêm com uma película autocolante e não são recomendáveis para áreas externas e/ou que sofram muito com a ação da água.

Já o revestimento de PVC pode ser colocado em ambientes internos ou externos e pode, ainda, ser aplicado por cima dos azulejos e pode ser molhado.

 

revestimento-3D-aluminio

Parede com revestimento 3D de alumínio (Foto: Studio 1202 / Reprodução)

 

revestimento-3d-pvc

Revestimento 3D de PVC em parede de sala de estar (Foto: Dica da Arquiteta / Reprodução)

 

Como usar o revestimento em alto relevo 3D na casa?

Agora que você já sabe quais são os tipos mais populares de revestimento em alto relevo 3D, vamos dar algumas dicas de utilização desse material em ambientes da casa.

 

Quarto

Tendo em mente que o objetivo do revestimento em alto relevo é sair do tradicional, as possibilidades de utilização do material no quarto são inúmeras.

Uma das possibilidades é usar o revestimento na parede da cabeceira, combinando a montagem com alguns pontos de iluminação direta, como arandelas e luminárias de mesa, evidenciando as nuances tridimensionais do revestimento.

Lembre-se apenas de que, por serem volumosas, as peças do revestimento em alto relevo não devem ser usadas em demasia, ou podem pesar o ambiente, criando um clima claustrofóbico e poluído.

 

REVESTIMENTO-3D-PORCELANATO-BIANCOGRES-FIORI-BIANCO

Parede do quarto revestida com porcelanato 3D Biancogres (Foto: Biancogres / Reprodução)

 

Cozinha

Foi-se o tempo em que a cozinha era um ambiente sem graça, escuro e pouco ventilado. Hoje em dia, cozinhas são pontos de encontro entre amigos e família, e precisam ter toques modernos e personalizados.

Se você se interessa por tendências de decoração para a cozinha, vai gostar de saber como o revestimento em alto relevo se encaixa nesse cômodo!

Por isso, aposte no revestimento 3D atrás da pia, em uma parede inteira ou como moldura para portas ou janelas. Nesse caso, em razão do volume de gordura e água que ali circula, vale a pena investir em um material resistente, como o PVC ou o porcelanato.

 

revestimento-3D-cozinha1

Revestimento 3D em frontão de cozinha (Foto: Quarto do Edu / Reprodução)

 

Banheiro

Os banheiros têm características semelhantes às cozinhas no que diz respeito à umidade e contato com vapor. Por isso, ao escolher o revestimento para esse cômodo, lembre-se de levar em conta os quesitos durabilidade e impermeabilidade.

Como são cômodos geralmente menores do que as cozinhas, o revestimento, aqui, deve ser utilizado como um recurso sutil. Padrões pequenos, volumes contidos e desenhos alongados são boas escolhas para trazer o ambiente um ar de sofisticação e amplitude.

 

revestimento-3d-banheiro

Revestimento 3D para banheiro com linhas curvas e alongadas (Foto: Ideias Decor / Reprodução)

 

Áreas externas

Pense em um espaço gourmet com um revestimento 3D. Ficaria incrível, não é mesmo?

Mais uma vez, o aspecto mais relevante na escolha deve ser o material das peças.

Áreas externas estão sujeitas a intempéries e ação da água, sol e vento. Portanto, descarte o gesso – por ser um material delicado e leve – e o alumínio, que pode sofrer corrosão com efeitos da água. Prefira a cerâmica o porcelanato e até o PVC.

 

revestimento-3D-varanda

Revestimento para área externa (Foto: Pinterest / Casa de Valentina / Reprodução)

 

Escolher o melhor material e descobrir como usar o revestimento em alto relevo na sua casa certamente trará um novo ar para o projeto de decoração. Uma parede ou detalhe tridimensional pode, inclusive, dispensar a necessidade de outros itens decorativos. Isso gera economia e torna as ambientações minimalistas e simplificadas.

 

Que tal conhecer nosso setor de revestimentos?

Agora que você já se familiarizou com o tema, que tal visitar nosso setor de pisos e revestimentos e conhecer as opções da Telhanorte para todos os ambientes da casa?

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino