fibrocimento | Blog Telhanorte

Telha de fibrocimento: tudo o que você precisa saber

telha-polipropileno-onda-modelo-plastico-area-externa-resistente

| Área Externa

 

Confira algumas vantagens e desvantagens da telha de fibrocimento, o modelo mais vendido no Brasil! Saiba analisar se o uso desse material condiz com suas necessidades.

 

Pode ser que você já tenha ouvido falar da famosa telha de fibrocimento a partir de seus outros nomes: Brasilit ou Eternit. Antigamente, essas telhas eram associadas ao amianto (material que fazia parte da composição das telhas), mas desde novembro de 2017, com a proibição do composto, surgiram novas alternativas e modelos de fibrocimento à base de outros materiais.

Se você vai começar uma obra, – seja para construir ou reformar – vale a pena dar uma olhada nas características dessa telha, considerada a número 1 em compras no país!

Veja mais a seguir.

 

Telhado de fibrocimento: como surgiu?

Depois da proibição do amianto em mais de 50 países – no Brasil, o uso para a fabricação produtos a base do composto foi proibido em 2017 – por seu alto risco à saúde, o fibrocimento virou a principal opção para quem quer gastar pouco.

A aspiração ou ingestão da fibra de amianto, como no caso de trabalhadores da indústria do ramo ou de mineradoras, que estão expostos a concentrações mais altas em um período longo de tempo, pode desenvolver asbestose (as fibras de amianto se adentram no pulmão e não saem mais, causando algumas feridas).

Contudo, mesmo que caixas d’água e telhados antigos ainda tenham em sua composição fibras de amianto, muitas casas ainda não foram reformadas! A seguir falaremos sobre a substituição adequada desses materiais. Continue a leitura e aprenda.

 

telha-polipropileno-onda-modelo-plastico-area-externa-resistente

(Foto: Telhas e Cia / Reprodução).

 

Meu telhado é a base de amianto, o que devo fazer?

Se esse é o seu caso, saiba que você não deve remover o material sozinho e sem os devidos cuidados!

O mais recomendável e seguro é solicitar o auxílio de profissionais que saibam fazer a retirada e o descarte adequado, uma  vez que o amianto não é reciclável por se tratar de um material altamente resistente a efeitos corrosivos, tempo e temperatura.

Busque uma composição de fibrocimento alternativa. Na fabricação de telhas, o amianto crisotila já foi completamente substituído por misturas de celulose e fibras sintéticas, como o PVA e o PP (polipropileno).

 

Quais as vantagens da telha de fibrocimento sem amianto?

Além de mais barato dos que as outras opções no mercado (cerâmica, concreto, galvanizadas, etc.), o material também é mais resistente e leve, o que significa um gasto menor com reforço de estrutura.

Ao mesmo tempo, suas dimensões são maiores e, dessa forma, faz-se necessário menos telhas para cobrir uma casa. Sua instalação se torna mais prática, assim como sua limpeza e manutenção – essa telha possui poucas reentrâncias.

Outras vantagens da telha de fibrocimento sem amianto são:

– Proporcionam um excelente isolamento térmico;

– Podem ser pintadas com tinta acrílica: seguindo as recomendações, elas podem ser pintadas mais de uma vez, sem perderem a qualidade;

– São resistentes a atmosferas agressivas e à corrosão por efeito do tempo;

– Têm um alto desempenho acústico;

– Podem ser instaladas em cobertura de pouca inclinação;

– Baixo custo.

 

Entre as desvantagens, pode-se citar:

– Demandam maior cuidado na fixação e acabamento: para evitar problemas com ventanias e chuvas fortes;

– Absorvem calor com mais facilidade e podem deixar o ambiente mais quente. Contudo, vale notar que alguns fabricantes dizem que sua capacidade de adequação térmica é a mesma das telhas cerâmicas e que, seguindo as instruções de montagem corretamente, não é preciso ter laje ou forro que isole o calor absorvido.

– Há quem diga que sua aparência não é tão esteticamente agradável. No entanto, o mercado já dispõe de diversos modelos e versões que podem complementar diversos estilos arquitetônicos e decorações. Confira abaixo alguns dos modelos mais conhecidos.

 

Tipos de telha de fibrocimento

Existem diversos modelos de telhas de fibrocimento, que variam em tamanho e espessura, e podem se integrar muito bem a projetos residenciais, comerciais e industriais. Escolha aquele que melhor se adeque ao seu projeto, seja em termos estruturais ou estéticos.

 

1. Telha de fibrocimento ondulada

Contendo CRFS (Cimento reforçado com fibra sintética), as telhas de fibrocimento onduladas são resistentes e duráveis, já que contém cimento reforçado com fibra sintética (CRFS) em sua composição. Além disso, ela oferece maior rapidez em sua montagem e fixação, pois exigem uma estrutura simplificada de apoio.

Ela é versátil e pode ser aplicada em praticamente todos os tipos de coberturas, sendo mais indicada para a cobertura de galpões de porte médio e pequeno. Em telhados embutidos, nos quais as telhas exercem um papel essencialmente funcional, as telhas onduladas são excelentes alternativas!

Telha-ondulada-de-fibrocimento-153x110cm-5mm-Residencial-cinza-Brasilit

Telha ondulada de fibrocimento 153x110cm 5mm Residencial cinza Brasilit (Foto: Acervo Telhanorte).

 

2. Telha de fibrocimento tropical

Essas telhas são uma vertente da telha ondulada, da marca Eternit. Dessa forma, possuem alta resistência estrutural. Ao mesmo tempo, são leves e práticas para o manuseio, o que torna seu apoio extremamente econômico. São altamente recomendadas para coberturas comerciais e depósitos e edificações rurais de pequeno porte. Associadas a um ótimo custo-benefício.

 

3. Telha de fibrocimento estrutural Kalheta

Com linhas suaves e design arrojado, a telha estrutural Kalheta, da Brasilit, tem grande versatilidade e pode ser usada tanto em projetos residências quanto nos industriais. O produto sempre adicionará muito estilo ao projeto e é uma ótima aposta para os amantes do estilo industrial.

telha-fibrocimento-kalheta

Telha kalheta de fibrocimento 600×47,2cm 8mm Normal cinza Brasilit (Foto: Acervo Telhanorte).

 

4. Telha de fibrocimento colonial

A versão colonial, também da Brasilit, se destaca pela capacidade de aliar estética, praticidade e economia em um único produto. Ela consegue cobrir vãos maiores no telhado e tem encaixes perfeitos, evitando vazamentos e a entrada de resíduos pelo telhado. Seu processo de instalação demanda menos madeiramento na estrutura, gerando uma economia de até 25%. Como o próprio nome já indica, seu uso é perfeito para o estilo colonial, no qual os telhados têm cobertura exposta e telhas configuradas em meia água, duas águas, três águas, etc.

telha-fibrocimento-colonial

Telha colonial de fibrocimento 81,6×61,8cm 6mm cinza Brasilit (Acervo Telhanorte).

 

Limpeza e manutenção das telhas de fibrocimento

Os cuidados com a limpeza das telhas de fibrocimento irão prolongar a vida útil delas e do madeiramento utilizado na estrutura do telhado – especialmente em caso de surgimento de limo, que deixa a telha frágil e instável.

Para a limpeza das telhas, use cerca de 2 litros de água sanitária para cada 10 litros de água e nunca faça uso de escovas ou palhas de aço!

Telhas de fibrocimento costumam ser mais duráveis, mas, como qualquer outro tipo de material – especialmente os de uso externo – podem vir a se deteriorar com o tempo. Saiba o que fazer em cada caso:

 

Furos e trincas

Ainda não existe no mercado um produto capaz de recuperar o fibrocimento fisicamente danificado. Diante disso, este problema deve ser resolvido com a troca das telhas.

Ao realizar a instalação, certifique-se que o vão livre esteja correto e que não haja aperto excessivo da fixação ou falta corte de canto. Geralmente, essas são as causas mais comuns de furos e trincos nas telhas de fibrocimento.

Cada tipo de telha exige um procedimento de instalação e fixação diferente, então sempre consulte o catálogo do fabricante!

 

Umidade ou gotejamento

Quanto a umidificação da telha ou gotejamento, o ideal é fazer uso de tintas impermeabilizantes de base acrílica. Desta forma, evitará a absorção de água e aumentará a vida útil da telha. Priorize as cores claras para diminuir a absorção de calor e lembre-se de pintar a face externa e interna.

 

E aí, gostou de aprender mais sobre as telhas de fibrocimento? Não é a toa que essa telha é a mais vendida e usada nas construções brasileiras, certo?

Agora, se você quer adquirir uma telha de fibrocimento, saiba que a Telhanorte tem um site recheado de opções! Acesse nossa seção de Telhas e confira o que há de melhor disponível no mercado!

Cheque também outros materiais de construção e itens de decoração. Dessa forma, você garante que sua casa fique maravilhosa por fora e por dentro!

Você já sabe, né? A Telhanorte faz tudo para te ajudar!

 

Por Murilo Bonício

Conheça 9 tipos de telha para não errar na escolha

| Área Externa

 

Vai começar a construção da casa ou reformar o telhado? Então você precisa ver essas dicas de tipos de telha para acertar na escolha!

 

Existem muitos tipos de telha, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Ao começar a construção da sua casa ou reformar o telhado, você deve considerar suas preferências e necessidades para escolher o material mais adequado.

Mesmo que a seleção do telhado seja a última etapa de uma obra, seu planejamento deve ser feito logo no início, afinal, ele faz parte da arquitetura da casa e é tão essencial quanto as portas, janelas, tintas das paredes e revestimento para o chão.

Além da estética e de fatores como isolamento térmico e acústico, o preço também deve ser levado em conta, pois a variedade de estilos e acabamentos também alteram o custo, que impactam diretamente no valor total da obra.

Para que você faça a melhor escolha, trouxemos 9 tipos de telha nesse post especial, com as características, vantagens e desvantagens. Confira!

 

Tipos de telha: 9 modelos e características

1. Telhas cerâmicas

As telhas cerâmicas podem ser feitas de barro ou argila e são ótimas para quem quer um estilo clássico. Além de muito bonitas, são excelentes para garantir isolamento acústico.

Sua desvantagem é o peso e a fragilidade. Pelo material do qual são fabricadas, elas são mais pesadas e exigem uma estrutura bastante reforçada, que garanta que o telhado não desabe. Também há um risco maior de trincar.

Você pode encontrar telhas cerâmicas em variados modelos, como a francesa, portuguesa, romana, francesa, colonial, italiana, paulistinha e cumeeira.

 

telha-cerâmica

Telhas cerâmicas (Foto: CS Carimbos / Reprodução)

 

2. Telhas esmaltadas

As telhas esmaltadas são uma variação das telhas cerâmicas, mas sua principal diferença está no acabamento e é ele que modifica seu preço.

Elas podem custar duas vezes mais que as cerâmicas comuns, mas o acabamento impede infiltração e as tornam mais seguras contra quebras.

Outra vantagem é que o acabamento em esmalte pode modificar a cor do telhado e deixar à sua escolha.

 

telha-esmaltada

Telha esmaltada (Foto: Fala Barreiras / Reprodução)

 

3. Telhas de concreto

As telhas de concreto possuem muitas vantagens. A primeira delas é que regula a temperatura interna do ambiente. As telhas com concreto em cores mais claras, como branco e marfim refletem a luz do sol e, consequentemente, transmitem menor calor para dentro de casa, sendo ideal para lugares mais quentes. Já as telhas com cores mais escuras, como marrom e grafite absorvem o calor, o que é ótimo para lugares mais frios, o que reduz o gasto com aquecedores.

Elas também são mais resistentes que telhas cerâmicas e possuem menos chances de quebrarem, além de absorverem pouca água da chuva. Por não precisarem ir ao forno para serem modeladas, elas também não se deformam, o que permite um visual praticamente perfeito e facilidade na hora da montagem.

Algumas desvantagens são: custo elevado do material e a necessidade de reforço na estrutura que receberá as telhas.

 

telha-de-concreto

Telha de concreto (Foto: Mapa da obra / Reprodução)

 

4. Telhas de fibrocimento

Provavelmente você já ouviu falar em telhas de amianto, certo? Esse tipo de telha deixou de ser fabricada e vendida no Brasil, mas o mercado trouxe uma inovação ainda melhor: as telhas de fibrocimento.

Esse modelo é mais vantajoso em vários sentidos. Um deles é o peso em relação a telhas cerâmicas e de concreto. As de fibrocimento são bastante leves e não exigem vigas e pilares reforçados para sua estrutura. Além disso, elas são muito mais resistentes e duráveis que outros modelos.

O ponto negativo que deve ser considerado ao pensar na construção e reforma do telhado é o baixo isolamento térmico, pois elas absorvem muito calor. Se você mora em um local quente, a solução é construir uma laje ou inserir um forro de telhado na construção.

 

telha-fibrocimento

Telha de fibrocimento (Foto: Brasilit / Reprodução)

 

5. Telha de vidro

As telhas de vidro são opções perfeitas para locais onde você deseja ter iluminação natural e de quebra economizar energia elétrica.

Além de serem resistentes a variações térmicas, são eficazes contra morcegos, moscas e outros tipos de animais. Esse tipo de material também suporta intempéries como chuvas de granizo ou ventos fortes, mas sua desvantagem é a manutenção.

Elas precisam ser limpas com frequência, já que a sujeira acumulada prejudica a visibilidade e a entrada de luz solar.

As telhas de vidro nem sempre possuem um preço acessível, mas como normalmente não são colocadas em toda a cobertura da casa, o custo vale a pena. Você pode investir nesse modelo em locais estratégicos, como varandas, jardins e lavanderias.

 

telha-de-vidro

Telhas de vidro (Foto: Prismatic / Reprodução)

 

6. Telhas Policarbonato

Mais resistentes que as telhas de vidro, as de policarbonato têm outras inúmeras vantagens. Elas podem receber uma proteção adicional contra raios ultravioletas, além de permitirem a entrada de luz solar.

A limpeza desse material é mais simples que a do vidro, por exemplo. A estrutura necessária para a instalação não precisa ser tão reforçada quanto em telhados de concreto, então, o custo benefício do policarbonato é muito maior.

 

telha-policarbonato

Telha de policarbonato (Foto: Cultura Mix / Reprodução)

 

7. Telhas galvanizadas

A primeira coisa a saber sobre telhas galvanizadas é que existem algumas diferenças entre elas e as telhas galvalumes. As telhas galvanizadas são feitas apenas de zinco, já as galvalumes possuem alumínio, zinco e silício na sua composição. Essas diferenças fazem as telhas galvalumes serem mais duráveis, o que não significa, necessariamente, que as telhas galvanizadas sejam ruins.

Uma vantagem das telhas galvanizadas é o custo-benefício. Elas são feitas sob medida para o seu projeto, o que evita desperdício de material e proporciona economia. A instalação e manutenção também são simples e econômicas.

Uma desvantagem nesse material é o isolamento acústico. Com chuvas e outras intempéries, é possível que o barulho se propague de forma mais acentuada dentro do ambiente. Uma solução para evitar isso é inserir uma camada de cobertura isolante entre a telha e o forro, assim, a incidência de barulho será menor.

Um outro ponto negativo é o baixo isolamento térmico, por estas razões a recomendação de uso das telhas galvanizadas é para garagens e outros ambientes que não prejudiquem o dia a dia do morador por questões de barulho e aquecimento do espaço.

 

telhas-galvanizadas

Telhas galvanizadas (Foto: Dreamstime / Reprodução)

 

8. Telhas de PVC

As telhas de PVC são uma ótima opção para cobertura nas casas. Além de serem 100% recicláveis as telhas feitas com esse material possuem outras inúmeras vantagens. Além disso, você pode escolher um dos diferentes tons disponíveis no mercado.

Resistentes ao calor, transporte e manuseio, elas são ótimas soluções para cobrir a casa e evitar quebras. Elas também são bastante seguras em incêndios, pois não propagam fogo. Excelente no isolamento térmico e acústico, você não sofrerá com calor ou frio excessivos ou com barulhos constantes.

Apesar do isolamento térmico e acústico, ela também possui algumas desvantagens. Em lugares que há chuvas de granizo constantes, como no Sul do país, é possível que a telha sofra alguns danos e a propagação do som do gelo batendo na telha incomode.

 

telha-PVC

Telhas de PVC (Foto: Coberturas leves / Reprodução)

 

9. Telhas PET

Além de serem ecologicamente corretas, são uma opção com ótimo custo-benefício. Feitas a partir de resíduos de garrafas PET, elas têm proteção ultravioleta.

Elas são fáceis de instalar, muito seguras e resistentes. Caso você deseje uma cor diferente, é possível cobri-la com tinta acrílica. Não acumulam mofo, umidade e sujeira com facilidade, por esta razão, não precisam de manutenção e limpeza constantes.

Além disso, elas suportam temperaturas altas e são muito versáteis, pois podem ser moldadas nos mais variados formatos.

 

Telha-PET

Telhado feito com resíduos de garrafas PETs (Foto: Ong Telha Leve / Reprodução)

 

Onde encontrar os diferentes tipos de telhas?

Uma obra pode ser um processo longe e encontrar os melhores produtos e marcas, aliados a bons preços e ofertas nem sempre é uma tarefa fácil. Depois de ler essa matéria, você já está mais familiarizado com os diferentes modelos de telhas, além das características, vantagens e as desvantagens de cada modelo. Pronto para escolher o telhado ideal para sua casa?

Aqui na Telhanorte além de encontrar tudo o que você precisa em um só lugar, pode aproveitar nossas promoções e receber tudo em casa.

Acesse nossa loja virtual, além de comprar as melhores telhas do mercado, você ainda encontra rufos, calhas e parafusos para fazer (e manter) a instalação do seu telhado com os melhores produtos.

 

Edição de Camila Alexandrino e João Victor Quintino