iluminação externa | Blog Telhanorte

Valorize a decoração com iluminação embutida em móveis planejados

nichos-quarto-infantil-luz-embutida

| Decoração

 

Grande aliada de arquitetos e designers, a iluminação embutida na marcenaria deixou de ser apenas funcional e ganha ares decorativos nos móveis planejados

 

Seja por efeito estético ou para fins de serviço, a iluminação embutida em móveis planejados é tendência entre arquitetos e designers. Usar luzes na marcenaria pode valorizar e muito o seu projeto, além de tornar sua vida mais fácil e ainda garantir uma economia no seu bolso.

Seja para ajudar na concentração durante o trabalho ou estudo, facilitar a busca de uma peça dentro do guarda-roupa ou simplesmente para dar destaque a um objeto decorativo na estante, o LED nos móveis é uma ótima opção e traz um toque de cor e personalidade.

Conversamos com a designer de interiores e lighting designer Ana Paula Cunha, do escritório Angra Design, que falou sobre os modelos mais adequados para serem embutidos na marcenaria e onde são mais recomendados: “O importante é pensar o que você deseja valorizar naquele móvel ou decoração complementar a ele”, afirma Ana Paula. Ela ainda respondeu algumas dúvidas comuns que podem surgir quando o assunto é iluminação em móveis planejados. Confira!

 

Qual tipo de luz pode ser aplicada na marcenaria?

Spots, fita LED e perfil LED são os mais recomendados, porém, o perfil LED necessita de um reator para garantir seu funcionamento, enquanto os spots e a fita podem ter a fiação embutida nos próprios fios das tomadas, sem nenhuma exposição que prejudique a estética no local aplicado.

 

armário-cozinha-luz-embutida

Armário com iluminação embutida sobre a bancada. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula do escritório Angra Design (Foto: Henry Lopes / Divulgação)

 

A aplicação de luz embutida em móveis planejados tem um bom custo-benefício?

Por ter um preço baixo tanto para a compra quanto para a instalação, os spots, fitas e perfil LED são acessíveis para todos. A manutenção necessária é pouca, além de proporcionar menor custo na conta de energia elétrica. Considerando todos esses pontos, embutir iluminação na marcenaria vale a pena.

 

nicho-tv-luz-embutida

Nicho para TV com iluminação embutida. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula, do escritório Angra Design (Foto: Ale Rodrigues / Divulgação)

 

Luz fria ou quente: como escolher a mais adequada?

Primeiramente, devemos pensar no uso que será feito dessa iluminação. A luz quente traz uma sensação de aconchego, então é ideal para ambientes de descanso ou mesmo para compor a decoração, como na cabeceira da cama, em uma estante com livros ou em outros itens decorativos. Se a ideia é aumentar a concentração, seja para estudar ou trabalhar, invista na luz fria. Vale também para guarda-roupas, gavetas, cabideiros e acima de bancadas na cozinha. Assim você pode trabalhar, limpar, cozinhar e procurar objetos com facilidade.

 

cabeceira-cama-luz-embutida

Cabeceira de cama com iluminação embutida ao redor. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula do escritório Angra Design (Foto: Henry Lopes / Divulgação)

 

Quais móveis podem receber iluminação embutida?

Qualquer tipo de móvel pode ter iluminação aplicada em seu interior, mas é preciso considerar com atenção alguns materiais específicos. Em móveis de madeira ou MDF, a instalação profissional é simples e pode ser feita dentro de casa. O marceneiro perfura e estrutura o móvel e o eletricista faz a instalação. Já em móveis com pintura em laca — tipo de acabamento que dá cor ao móvel, podendo ser fosca ou brilhante — é necessário um planejamento prévio com o designer, que orientará o marceneiro sobre o corte antes mesmo da pintura, evitando-se assim rasgos e avarias no material.

 

armário-cozinha-luz-embutida

Armário com iluminação embutida sobre a bancada. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula, do escritório Angra Design (Foto: Henry Lopes / Divulgação)

 

Por que embutir luz na marcenaria?

Há muitos motivos para o uso de móveis com iluminação embutida. Por exemplo, ter uma luz agradável traz um clima mais intimista ao local enquanto se assiste a um filme e na cabeceira da cama pode realçar um bom revestimento da parede ou mesmo garantir que o quarto não fique em breu total durante a noite.

Em ambientes como a cozinha, ter uma luz acima da bancada facilita o preparo de alimentos, sem que haja sombras atrapalhando as atividades domésticas.

 

armário-cozinha-luz-embutida

Armário de cozinha com iluminação embutida. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula do escritório Angra Design (Foto: Henry Lopes / Divulgação)

 

Colocando as ideias em prática

Agora que você já sabe o necessário para iniciar o seu projeto de móveis planejados, confira como tirar suas ideias do papel e visite o setor de iluminação em nossas lojas físicas ou no site da Telhanorte, para encontrar o modelo ideal para a sua casa.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Por Camila Alexandrino | Edição de Vinicius Marques

Conheça a luminária tartaruga de parede

luminaria-parede-tartaruga-arandela-luz-branca-grade

| Área Externa

 

Já ouviu falar em luminária tartaruga? Conheça o modelo, as vantagens, os principais usos para áreas externas e veja alguns exemplos!

 

Luminária de parede tartaruga? Sim, você leu corretamente. O nome desse tipo de luminária vem do seu formato, geralmente oval, que possui uma estrutura protetora para a lâmpada, se assemelhando ao casco de uma tartaruga. A luminária tartaruga é principalmente utilizada na iluminação de áreas externas, como jardins, quintais, garagens, varandas, piscinas, áreas gourmet e até mesmo em comércios, indústrias e restaurantes!

 

Confira na loja virtual da Telhanorte nossas luminárias tartarugas

 

Tartaruga-Suprema-branca-para-1-lampada-14W-Taschibra

Tartaruga Suprema branca para 1 lâmpada 14W Taschibra (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

A iluminação, tanto interna como externa, é um ponto primordial no projeto de qualquer construção ou reforma. Projetar a iluminação residencial vai ajudar a realçar e dar destaque a detalhes que poderiam passar despercebidos. A luminária tartaruga é neutra e proporciona uma iluminação pontual.

De acordo com o seu gosto, nada vai impedir que você a utilize também nas áreas internas da residência. Aliás, elas se adaptam muito bem a diversos estilos, ficando bem em ambientes retrô e também no estilo industrial

 

Leia também: Tipos de luminárias de mesa: 5 inspirações para o escritório

 

Conhecendo a luminária de parede tartaruga

Ela pode ser feita de vidro, policarbonato ou de plástico transparente. A base é feita, normalmente, de ferro, aço ou alumínio, que são materiais bem resistentes à ação do calor, da chuva e do frio. Possui, também, uma grade de proteção para as lâmpadas, evitando que se quebrem ou sejam danificadas.

 

Tartaruga-pavi-E27-branca-Pavilonis

Tartaruga pavi E27 branca Pavilonis (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

É preciso verificar também se toda a fiação está devidamente blindada, protegida das mudanças climáticas repentinas e também no que se refere à segurança de todos. As luminárias tartarugas são fixadas na parede, mas também podem ser instaladas no chão. 

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Tipos de lâmpadas para a luminária tartaruga

As luminárias tartarugas aceitam diferentes tipos de lâmpadas, entre elas:

 

Tartaruga Led Red 12W Br 6.5K Kian Branca e Tartaruga Led Oval 9W 6.5K Br Kian Branca

 

Cores de lâmpadas

Há diferentes cores para as lâmpadas de iluminação. Elas podem ser coloridas (azul, verde, vermelha, etc.) e são usadas para quando se quer dar um destaque especial em determinado ponto ou objeto. A iluminação branca pode proporcionar uma ampla luminosidade ao ambiente ou também um destaque a determinados pontos. A iluminação amarela proporciona uma sensação de aconchego e estilo.

 

Luminária tartaruga na área externa

Muito utilizada nos projetos de iluminação de áreas externas, a luminária externa de tartaruga tem inúmeras possibilidades de uso. Entre elas podemos relacionar: 

 

  1. Iluminar a entrada ou fachada da residência (seja casa ou prédio);
  2. Iluminar o jardim, dando destaque para pontos desejados;
  3. Iluminar o caminho, caso tenha, entre a parte da frente e a parte de trás da residência, evitando assim acidentes; 
  4. No caso de condomínios, além de iluminar a frente da casa, a luminária tartaruga externa ajuda a iluminar também a rua, trazendo uma maior sensação de segurança para todos. 
  5. Em se tratando de prédios, essas luminárias também são bastante usadas nos corredores, escadas e em áreas comuns a todos os condôminos;
  6. Iluminar garagens, muros e sacadas
  7. Iluminar pontos específicos, como uma determinada planta ou árvore, uma escultura, um objeto de arte; 
  8. Iluminar quintais, piscinas e áreas gourmet em eventos noturnos ou até mesmo para dar um toque a mais, trazendo elegância e sofisticação. 

 

Tartaruga oval E27 preta Pavilonis e Tartaruga oval E27 branca Pavilonis

 

Sugestão de matéria: Como calcular quantidade de lâmpadas por m²

 

Existe também a luminária tartaruga externa com sensor de presença, que somente só é acionada caso haja alguém próximo. Esse tipo de sistema ajuda consideravelmente na redução do consumo de energia elétrica e, portanto, reduz também seus gastos. 

 

Luminária tartaruga na área interna

Como falamos acima, apesar do seu principal foco ser o uso em áreas externas, você também poderá fazer uso desse tipo de luminária na parte interna da residência.  Além de fazer parte do projeto de iluminação, ela pode entrar como um objeto decorativo no ambiente. 

 

parede-luminaria-luz-tartaruga-arandela-estilo-industrial-branca

A luminária tartaruga como elemento decorativo (Foto: Alessandra Okazaki / Minha Casa / Reprodução)

 

A Telhanorte oferece um departamento completo de Iluminação, com vários modelos e tipos de luminárias com os melhores preços. Navegue por toda nossa loja online e escolha a iluminação residencial ideal para cada ambiente com preços imperdíveis!

 

 

Tartaruga-pavi-E27-preta-Pavilonis

Tartaruga Pavi E27 Preta Pavilonis (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

6 principais tipos de luminárias para a sua casa!

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

6 principais tipos de luminárias para a sua casa!

sala-de-estar-luminária-lustre-pendente-sobre-mesa-de-jantar-retangular

| Área Externa

 

Toda casa precisa de uma boa iluminação, não é? Se você deseja trazer mais personalidade para o ambiente, confira nossas dicas de modelos ideais para cada cômodo!

 

Tipos de luminárias: 6 modelos para atender a todos os ambientes

A seguir, apresentamos 6 tipos de luminárias, seja para sala, cozinha, quarto e banheiro. Você também vai conhecer alguns modelos para a área externa.

Continue lendo e anote essas dicas!

 

1. Plafons

O plafon é um dos tipos de luminárias com mais variedade de modelos que você vai encontrar no mercado. Desenvolvida para o uso em gesso ou madeira, temos a versão de embutir e também os de sobrepor, onde a aplicação pode ser feita diretamente no teto, proporcionando uma iluminação difusa e com uma facilidade enorme na instalação. O plafon pode ser colocado em diversos ambientes, tais como: cozinha, salas, quartos e banheiros.

Eles também diferem de acordo com o tipo de emissão de luz, que pode ser difusa ou indireta. O primeiro modelo é ideal para iluminação geral, como em salas de estar. Já o segundo, com luz indireta, é ideal para ser usado na iluminação dos quartos.

 

sala-de-estar-plafon-luz-direta

Sala de estar com plafon acoplado diretamente no teto (Foto: Igan Iluminacíon / Reprodução)

 

Banheiro-iluminação-plafon-luz-direta-difusa

Banheiro com plafon de luz direta e difusa (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

2. Arandela Interna

Diferentemente dos plafons, as arandelas são luminárias com instalação em parede, muito usada em ambientes externos, como jardins, mas também internos, como salas, quartos, corredores, entre outros. Entre os modelos mais indicados estão:

As arandelas podem receber diversos tipos de lâmpadas, inclusive as de LED, porém, nesse caso, ela servirá apenas como luz de apoio, havendo necessidade de uma outra fonte de iluminação complementar. Elas podem funcionar como luminárias de cabeceira, assim como na foto abaixo.

 

Qaurto-arandela-cúpula-abajur

Quarto com arandela e cúpula ao lado da cama (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação)

 

3. Luminárias de teto

É possível usar luminárias de teto em todos os cômodos de sua casa, sejam elas de embutir, sobrepor ou pendente. A escolha por um modelo ou outro partirá da sua ideia de como adornar e iluminar a sua casa, já que as luminárias também podem ser objetos decorativos.

Para ambientes como cozinha, é ideal a escolha de modelos com cúpulas ou tampas removíveis, que permitem uma limpeza mais completa. Já nos quartos, as luminárias também funcionam como um objeto decorativo que você pode compor com a decoração das paredes e, até mesmo, do abajur.

Na sala de estar, por exemplo, você pode optar por um tipo de luminária de teto que ofereça uma iluminação mais difusa – para iluminar o ambiente como um todo – e adicionar pontos de luz mais direcionados, como abajur ou pendentes.

 

Sala-de-jantar-pendente-lustre-sobre-mesa

Pendentes como lustre sobre a mesa (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação)

 

4. Luminárias de embutir

As luminárias de embutir são encaixadas diretamente no forro do teto, seja ele de gesso ou PVC. Esse modelo permite até a aplicação em MDF, como armários e roupeiros.

Podendo ser aplicadas em diversos tipos de cômodos e móveis, são bastante indicadas para iluminar salas de jantar ou estar, mas também funcionam se colocadas em cozinhas, banheiros e demais cômodos. É um tipo de luminária discreta, onde sua função principal é iluminar uma parte específica do ambiente ou objeto decorativo selecionado.

 

cozinha-luminária-embutida

Cozinha com luzes embutidas (Foto: Cordista Interiores e Lighting Divulgação)

 

armário-cozinha-luminária-embutida

Armário de cozinha com luzes embutidas no MDF (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação)

 

5. Lustres e pendentes

Lustres e pendentes são os modelos de luminárias queridinhos de quem está em reforma! Além de trazer a iluminação adequada para o ambiente, dão um toque de sofisticação e elegância ao ambiente e podem ser usados de diferentes maneiras.

Em geral, lustres e pendentes estão presentes em salas de estar ou jantar, mas também já fazem parte de bancadas de cozinha e banheiro e até da decoração do quarto, quando estrategicamente aplicados. Enquanto que nas salas eles são a fonte de luz principal do ambiente, em quartos e banheiros, geralmente, não são a iluminação central do cômodo.

 

Sala-de-jantar-pendente

Pendente sobre mesa retangular na sala de jantar (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

6. Abajur e luminárias de mesa

Com uma iluminação mais focada, o abajur e a luminária de mesa permitem maior concentração em atividades como leitura e estudo. Como suas luzes são mais suaves, trazem aconchego ao cômodo.

Além de funcionais, são ótimos acessórios para decoração, compondo o ambiente, independente do estilo adotado.

 

Sala-de-estar-abajur

Abajur em mesa de apoio ao lado do sofá (Foto: Casa Abril / Reprodução)

 

quarto-abajur-sobre-mesa-de-cabeceira

Abajur sobre mesa de cabeceira no quarto (Foto: Tua Casa / Reprodução)

 

Iluminação externa

Agora que falamos um pouco sobre luminárias internas, vamos apresentar a você alguns tipos de iluminação externa, ideal para quintais e jardins. A Telhanorte possui vários modelos para atender esse tipo de necessidade e as principais categorias são:

 

Postes e balizadores

Poste balizador é muito usado para jardins, como forma de decoração do ambiente, além de iluminar caminhos e trajetos. Esse tipo de iluminação necessita de uma blindagem chamada IP65 para que a parte elétrica da lâmpada não entre em contato com umidade, o que pode causar acidentes. São diversos tipos de modelo, desde os mais baixinhos e mais discretos, até os mais altos, que realmente parecem com um poste e possuem um ar colonial.

Já os balizadores de chão e parede possuem um outro tipo de formato, mas com a mesma proposta de iluminar e criar caminhos dentro e fora da casa.

 

Corredor-entrada-balizador-de-parede

Corredor com balizador de parede (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação)

 

Área-externa-jardim-poste-balizador

Poste balizador em jardim (Foto: Lumilândia / Reprodução)

 

poste-para-jardim-colonial-duplo-aluminio-injetado-com-vidro-bisote

Jardim com poste balizador em estilo colonial (Foto: Lumilândia / Reprodução)

 

Arandelas

Como já dito acima, elas podem ser usadas na parte interna da casa tranquilamente, porém, com a blindagem IP65, também podem ser usadas em paredes e muros externos da casa. São ótimas opções para iluminar e criar um espaço aconchegante, mesmo que do lado de fora.

 

área-externa-piscina-arandela

Muro em volta da piscina com arandela externa na parede (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Refletores

Os refletores possuem a incumbência de iluminar diretamente um ponto do jardim ou um objeto de decoração no mesmo. Diferentemente dos balizadores de chão ou postes, sua escolha é ideal caso você deseje dar destaque a um lugar específico, como uma bela árvore ou canteiro de jardinagem.

 

jardim-refletor-árvore

Refletor direcionado para árvore no jardim (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Tartarugas

As tartarugas são versões mais baratas e comuns da arandela como iluminação externa. Fáceis de encontrar e bastante práticas, sua instalação não requer muito estudo luminotécnico. Aplicada nas paredes, ela serve como iluminação de caminho e passagem.

 

muro-externo-com-tartarugas-na-parede

Muro externo da casa com tartarugas na parede (Foto: Ourolux / Reprodução)

 

Leia também: Como calcular quantidade de lâmpadas por m² [com fórmulas].

 

Para melhorar ou iniciar o projeto luminotécnico da sua casa você pode conversar com um arquiteto que vai te orientar sobre a escolha. Para facilitar ainda mais a sua vida, a Telhanorte conta com o serviço Projete-se nas lojas físicas – que conta com profissionais disponíveis para orientá-los – e também com o Arquiteto de Bolso, onde você pode receber imagens em 3D do ambiente que você deseja reformar ou construir em até duas horas.

Precisa de mais dicas? Confira a nossa seção de iluminação no blog e fique por dentro das melhores matérias sobre o assunto!

Agora que você conhece as várias opções de luminárias, que tal visitar o site da Telhanorte ou uma das nossas lojas físicas para encontrar a que vai combinar mais com a sua casa? Se não quiser sair de casa, o time da Telhanorte também pode te atender via WhatsApp para tirar todas as suas dúvidas!

 

Edição de Camila Alexandrino e Murilo Bonício