Massa para Drywall: o que é e guia para instalação | Blog Telhanorte
home > Construção > Massa para Drywall: o que é e guia para instalação

Massa para Drywall: o que é e guia para instalação

O que é massa para drywall

| Construção

 

O que é a massa para drywall, onde encontrar massas prontas e como usar o aplicador de massa para construir uma parede? Saiba mais!

 

A construção civil tem se modernizado e alguns materiais mais práticos têm surgido para substituir ou ao menos dividir mercado com outros mais tradicionais. É o caso da massa pronta para drywall que vem para facilitar a construção de paredes. Mas você sabe o que é e como aplicar em seu projeto?

Primeiro, antes de saber o que é massa para drywall, é importante que você saiba o que é e para que serve o próprio drywall.

Talvez você já tenha escutado sobre construções que utilizam este tipo de material substituindo alguns pontos de alvenaria.

Basicamente, o drywall consiste em uma placa de gesso encapada com papelão ou fibra de vidro que é fixada em estruturas de aço galvanizado para construção de casas.

Esse tipo de material tem se popularizado em diversos empreendimentos e construções no Brasil. E essa preferência é devido a aplicação, bem mais prática e barata que a alvenaria, como veremos ainda neste artigo.

É por isso que é cada vez mais comum ver pessoas buscando informações sobre como revestir parede de drywall, por exemplo.

 

O que é massa para drywall?

Você deve está se perguntando: “Ok, mas onde a massa de Drywall entra nisso?”.

Pois bem, para que as placas funcionem juntas como uma estrutura, é preciso montar a parede de drywall e fixá-las com algo, certo? Essa massa é basicamente o que irá sustentar sua parede. Ela criará uma espécie de rejunte entre todas as placas.

É importante ressaltar que existem tipos de massas especiais para locais com mais umidade, como banheiros, por exemplo. Nesses casos, é necessário usar uma massa específica para que a parede não ceda por conta dos vapores de água

 

Passo a Passo

Confira a seguir o passo a passo para a montagem adequada do material:

 

1. Preparando o drywall

A primeira coisa que você tem que se preocupar em fazer é  preparar as placas de Drywall e as estruturas de metal que serão fixadas. Aproveite e marque também os pontos onde serão aplicados os parafusos.

Em seguida, as placas devem ser presas a todas as braçadeiras. O ideal é que todas as chapas sejam apoiadas nas extremidades de cada braçadeira e então passem a preencher os espaços vazios até o centro.

Feito isto, é só ir colocando os parafusos. 

Em uma parede mais comum, com braçadeiras a 20 cm do centro, você terá uma fileira de parafusos em cada borda e mais duas, espaçadas a cada 20cm de suas respectivas bordas.

 

o-que-e-massa-drywall

Parede de drywall sendo construida (Foto: Triider / Reprodução).

 

2. Aplicando a massa: rejuntando o drywall

Bom, agora que você já sabe o que é massa para drywall está na hora de aprender a aplicá-la.

O importante aqui é entender que você precisará de algumas demãos de massa até que a superfície fique lisa e plana.

 

Atenção: Nesse ponto é importante que você tenha um bom aplicador de massa para drywall. Dê preferência pelos modelos de metal, os de plástico tendem a criar saliências nas bordas. Para isso, acesse o site da Telhanorte ou acesse diretamente a seção de espátulas.

 

A aplicação da massa para drywall – também conhecido como tratamento de juntas – nada mais é do que o preenchimento do espaço vazio entre duas placas.

De modo geral, a ordem de aplicação é: massa, fita e massa.

Contudo, para o devido rejunte, será necessário que você se atente às juntas rebaixadas e às juntas de topo.

 

bordas-topo-concavas

Representação de placas de drywall, com bordas laterais côncavas e bordas superiores retas (Foto: Youtube / KnaufBr / Reprodução).

 

– Juntas rebaixadas: As juntas rebaixadas ocorrem ao aproximar duas placas pelas suas laterais (que não tenham sido cortadas manualmente). Naturalmente, as bordas laterais tem um formato rebaixado, então ao serem ligadas elas apresentaram um espaço vazio côncavo. Para fazer a união de duas delas é preciso que a massa preencha esse espaço de forma homogênea e garanta uma superfície única.

– Juntas de topo: As juntas de topo são todas e quaisquer junção de placas pelas extremidades superiores e inferiores (que são naturalmente retas) ou por extremidades com cortes manuais em alguma das laterais das placas — o que removerá o formato rebaixado e deixará a borda reta. Nesses casos, a massa não se depositará em um espaço côncavo na junção, sendo necessária uma correção em relação ao nível.

 

Ao aplicar a massa, cada tipo de junta irá requerer um tratamento diferente. Confira a seguir:

 

– Em juntas rebaixadas: Como as juntas rebaixadas criam um espaço côncavo entre as placas, a primeira camada de massa ocupará de forma homogênea o “buraco” formado. Logo, após adicionar a fita sobre a camada de massa, não haverá um grande desnível entre as placas e a intersecção delas. Dessa forma, a largura da segunda camada de massa – que visa deixar o nível de toda parede uniforme – é aproximadamente 20 cm, sendo 10 cm para cada lado da intersecção.

– Em juntas de topo: Por sua vez, as juntas de topo não tem um espaço côncavo entre as placas, visto que ambas as extremidades são retas. Dessa forma, a primeira camada de massa acabará por criar um certo desnível na área das juntas. Na região onde há o encontro entre duas placas retas, a camada de massa terá uma espessura maior do que no restante da placa — o que irá sobressair ainda mais ao aplicar a camada de fita, visando corrigir essa diferença no rejunte, a largura da segunda camada de massa deve ter cerca de 60cm, sendo 30cm de cada lado da junta.

 

passo-1-rejunte-drywall

1º Passo: Aplique uma camada de massa para drywall por toda a extensão da junta (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

Você deve retirar o máximo de excesso de massa nas juntas. Então, você vai colar a fita, que vai impedir que a massa da primeira demão escorra. Pressione a fita com os dedos para evitar bolhas, sempre atento às ondulações que a fita acusar, pois ali estará representando algum local que foi aplicado massa demais ou de menos.

 

passo-2-rejunte-drywall

2º Passo: Aplique por cima uma camada de fita, por toda a extensão da junta (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

Após esses procedimentos, você deverá deixar a massa secando de um dia para o outro e, no dia seguinte, aplicar a segunda demão de massa e realizar o alisamento conforme o tipo de junta.

 

passo-3-rejunte-drywall

3º Passo: Aplique por cima a segunda camada de massa (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

O resultado final será uma parede de drywall pronta para ser revestida. Certifique-se que todas as áreas da parede estão niveladas e lisas, para só depois pintar.

 

largura-massa-drywall

Largura do alisamento da 2ª camada de massa de acordo com a junta (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

 

vista-superior-juntas-drywall

Vista superior da correção de nível do rejunte para drywall (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

Se preferir, veja o tutorial no vídeo a seguir:

 

 

Onde comprar massa para drywall?

E aí, conseguiu entender um pouco mais sobre o que é massa para drywall e como aplicá-la?

Lembre-se que procurar um profissional especialista é a forma mais segura de ter um resultado de qualidade e evitar dores de cabeça na sua obra. 

Agora, sabemos que se você mesmo quiser fazer isso você precisará de alguns materiais e ferramentas e, com isso, a Telhanorte pode te ajudar!

Invista em produtos de qualidade, de marcas confiáveis e respeitadas no mercado. 

 

Na nossa loja virtual, você encontra um departamento de revestimentos, argamassas e rejuntes, além de um setor completo com tudo que há de melhor em material de construção e muito mais.

Escolha seus produtos e receba tudo em casa, com conforto e segurança. Ou se preferir, utilize a opção Clique e Retire e passe para pegar seu produto assim que ele estiver disponível em uma unidade Telhanorte próxima de você!

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino