hidráulica | Blog Telhanorte

Tipos de mictório: aprenda tudo para a hora da compra

Tipos de mictorio

| Banheiro

 

Principais tipos de mictório, materiais, formatos, modelos, como escolher e quando usar cada um, preço e tudo o que você precisa saber para acertar na escolha!

 

Quando falamos em mictório estamos nos referindo a um tipo de vaso sanitário sem assento sanitário, comumente encontrado em banheiros públicos masculinos e muito utilizado pelos homens para fazer o “número 1”.

Eles ajudam a otimizar o espaço, permitindo que um número maior de pessoas utilize o banheiro ao mesmo tempo. 

Os diferentes tipos de mictório aparecem com frequência em ambientes com grande movimentação de pessoas, como escolas, estádios, restaurantes e bares, academias, shoppings e outros locais e pode ser encontrado em diferentes modelos. 

Os tipos de mictório variam quanto ao:

 

A seguir, vamos apresentar cada um deles para que você possa escolher o que melhor se adequa à sua obra ou reforma. 

 

Tipos de mictório

 

Calha

Esse tipo de mictório é encontrado no formato retangular, lembrando o formato de uma calha e pode ser usado, simultaneamente, por mais de uma pessoa. 

Os três materiais mais usados para esse tipo de acessório para banheiro são:

 

É uma boa opção para banheiros pequenos afinal:

 

Por falar em encanamento, independente do tipo de mictório escolhido é importante conferir se a instalação hidráulica do local permite o uso desse material ou se serão necessárias reformas e adaptações. 

Converse com um profissional da área e encontre tudo o que você precisar no departamento de Hidráulica da loja virtual da Telhanorte.  

 

mictorio-calha

Mictório tipo calha em L (Foto: WordPress / Paulo Alves / Reprodução).

 

mictorio-coletivo-palmetal

Mictórios tipo calha de 1,20m lado a lado (Foto: Palmetal / Reprodução).

 

Cubeta

O tipo de mictório cubeta é individual e o modelo mais comum em banheiros.

Pode ser encontrado em diferentes formatos, desde redondos, quadrados ou mesmo retangulares na vertical. Também é versátil em relação ao material do qual pode ser feito: seja inox, cerâmica, porcelana ou poliéster reforçado com fibra de vidro.

Se você tem mais espaço e deseja oferecer um pouco mais de privacidade e conforto para quem vai utilizar o mictório, essa é uma boa solução.

 

Mictorio-de-ceramica-gelo-Deca

Mictório de cerâmica gelo Deca (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Mictorio-de-louca-sifonado-areia-Icasa

Mictório de louça sifonado areia Icasa (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Contra a parede ou de piso

Nesse modelo o mictório percorre toda a parede, indo até o chão, onde está o ralo. Logo, o xixi vai direto para o encanamento comum do local. É um pouco mais difícil de ser encontrado.

É bom lembrar que mesmo entre esses modelos, existem diferentes tipos de design de mictório, desde opções mais clássicas e simples, até modelos mais atuais, modernos e sofisticados. Isso sem contar na variação de cores, como branco, preto, inox ou mesmo colorido. 

Assim como todos os acessórios do banheiro, o mictório também interfere no resultado final da decoração e estilo do ambiente. Por isso, considere também esse fator para a escolha do tipo de mictório ideal para a necessidade do ambiente que está sendo construído. 

 

mictório-contra-parede

Mictório tipo contra parede coletivo com divisórias (Foto: Reddit / Reprodução).

 

mictório-contra-parede-piso

Mictório contra parede colorido em boate (Foto: Blog Houseando / Reprodução).

 

mictório-de-piso

Mictório de piso individual (Foto: La Revue du Design / Reprodução).

 

Na loja virtual da Telhanorte você encontra um setor completo de Mictórios. Não deixe de conferir!

 

Instalação dos Mictórios

Geralmente, a instalação de mictórios não é muito complexa, entretanto, é importante fazer a ligação de cada peça com a tubulação de esgoto para que o xixi possa ser encaminhado ao descarte. 

Geralmente, ao comprar um mictório, você recebe junto um conjunto de itens para instalação de sistemas hidráulicos e de fixação. 

É ideal buscar ajuda de um profissional para evitar qualquer tipo de erro na instalação e comprometimento da rede hidráulica do local. 

 

Lembre-se de escolher a descarga ideal

É claro que além do mictório em si é importante se preocupar com a descarga que vai ajudar a eliminar a urina da peça, preparando o mictório para que possa ser usado com conforto pela próxima pessoa. 

Confira se o tipo de mictório que você escolheu já é acompanhado por uma descarga. Existem diferentes tipos, entre eles:

 

 

Depende de você escolher qual é a opção que mais ajuda na manutenção da limpeza, higiene e controle de odores do banheiro do local em que o mictório será instalado. Além disso, existe uma variação de preço que pode ser diferencial dependendo do seu orçamento. 

Clique nos links das legendas abaixo e confira mais sobre os modelos selecionados!

 

Valvula-de-descarga-para-mictorio-embutida-com-sensor-Decalux-inox-Deca-792365

Válvula de descarga para mictório embutida com sensor Decalux inox Deca (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Valvula-de-descarga-para-mictorio-com-fechamento-automatico-cromado-Deca

Válvula de descarga para mictório com fechamento automático cromado Deca (Foto: Acervo Telhanorte).

 

valvula-de-descarga

Válvula de Descarga Deca para Mictório com Fechamento Automático Decamatic Eco Cromado (Foto: Acervo Telhanorte).

 

 

Escolha seu mictório e compre com melhor preço

Agora que você conhece os diferentes tipos de mictório para banheiros é hora de escolher o que vai estar no ambiente que você está criando ou construindo.

Um outro ponto importante é garantir a compra de produtos de marcas de qualidade, que vão garantir a durabilidade e o uso ideal da peça. 

Assim como vasos sanitários comuns, os mictórios podem durar muitos anos se forem de marcas de qualidade e receberem a devida higienização.

Na loja virtual da Telhanorte você encontra a maior variedade de tipos de mictório, entre eles, os equipamentos das marcas de vaso sanitário Deca, Celite e Icasa.

São diversos tipos de mictórios, com sifão, opções de descargas, cores e formatos variados.

Não se esqueça que um banheiro, mesmo com mictório, precisa de um espaço para um vaso sanitário tradicional, afinal, não é só xixi que fazemos no Banheiro! Por isso, lembre-se de colocar na sua listinha de compras um vaso sanitário, descarga e assento

Além disso, temos um setor completo de Hidráulica para que você possa comprar os acessórios necessários para a instalação ou reforma do banheiro, para receber esse novo acessório. Veja também a nossa categoria de Materiais de Construção.

 

Gostou da ideia de usar mictório no banheiro? Já escolheu qual tipo de mictório comprar? Então não fique passando vontade! Rsrs

 

Edição por: Murilo Bonício

Purificador de água: Conheça os principais modelos

Melhor-filtro-de-água-purificador

| Cozinha

 

Entenda o que é um purificador, quais as diferenças entre o purificador e um filtro comum e conheça 3 modelos principais

 

Não tem como viver sem água. Ela é fundamental para que o nosso corpo continue funcionando e seja produtivo ao longo do dia. Não é à toa que a recomendação médica é que a gente consuma diariamente uma boa porção de água, não é mesmo? Mas não basta consumir mais, é preciso beber água de qualidade. Isso porque, mesmo com o tratamento da água feito pelo serviço municipal, as tubulações podem afetar a qualidade do líquido.

Assim, uma boa opção é adotar filtros e purificadores de água para a sua casa, trazendo qualidade de vida e bem-estar para você e sua família. Neste texto, vamos apresentar o que são os purificadores, como eles se diferenciam dos filtros e quais os principais modelos de purificador de água.

 

copo-agua-mesa-vidro-potavel-qualidade-purificador-filtro

Água potável e filtrada (Foto: Unsplash / Reprodução)

 

O que é purificador de água?

O purificador de água, como o próprio nome já diz, é um aparelho de uso doméstico que remove os possíveis agentes contaminadores da água, antes que você a consuma em sua casa. Entre as principais ações que um purificador executa estão:

 

Sugestão de matéria: Confira em nosso blog como comprar purificador de água: 6 passos para escolher

 

Qual é a diferença entre purificador e filtro de água?

Representados no Brasil principalmente pelo popular modelo de barro, os filtros de água são modelos mais básicos para a filtragem. Diferentemente dos purificadores, eles funcionam a partir de uma só vela central que retém impurezas. Por conta disso, muitos desses filtros tendem a ser mais baratos que os purificadores. Capazes de eliminar algumas das principais sujeiras da água, uma das suas vantagens é que, em geral, eles não precisam de energia elétrica. Os filtros não eliminam todas as bactérias e a vela deve ser trocada sempre que estiver suja. Caso contrário, seu material pode contaminar ainda mais a água.

Em relação aos purificadores, nem todos precisam de energia elétrica, mas alguns de seus modelos utilizam a energia para refrigerar a água, controlando sua temperatura. Por esse e outros motivos, os purificadores atuam de forma até mais completa que os filtros de água. Já que, além do elemento filtrante principal, eles têm mais camadas de purificação (a quantidade varia com o modelo) e tecnologias especiais.

 

Filtro-de-agua-simples-para-parede-Classic-cromado-Forusi_1

Filtro de água simples para parede Classic cromado Forusi (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Conheça 3 modelos de purificador de água

Existem algumas funções que diferenciam os modelos de purificador de água. Além da forma que cada um é instalado, o nível de limpeza prestado por cada purificador pode variar também. Esse nível pode ir de P1 (aquele que retém as menores partículas) a P6, que é justamente o  mais básico. Normalmente, os de menos complexidade não requerem energia elétrica, enquanto que os mais avançados necessitam dela para funcionar.

 

1. Purificador de torneira

Considerado um meio termo entre os filtros de água e os purificadores mais avançados, o purificador de acoplamento em torneiras é uma opção bastante prática para que você melhore a qualidade da água potável da sua casa. Além dos que são acoplados no canto da torneira, há também os filtros que podem ser instalados diretamente na saída da água.

Purificador-de-agua-para-torneira-Versatille-branco-Lorenzetti

Purificador de água para torneira Versatille branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Purificador com abastecimento manual

Outro modelo de purificador é o de abastecimento manual. Ao contrário do anterior, que recebe água diretamente da cozinha, este modelo necessita de abastecimento manual para continuar fornecendo água purificada para

você e sua família. Eles podem ser encontrados tanto com uma quanto com duas saídas de água. Além disso, uma de suas vantagens é que ele pode ser instalado em diferentes cantos da sua casa, sem necessariamente ocupar espaço na pia de cozinha.

purificador-agua-ibbl-abastecimento-manual

Purificador de água manual (Foto: IBBL / Reprodução)

 

3. Purificador conectado ao encanamento

Este purificador, por sua vez, recebe a água diretamente de um encanamento. Por conta disso, ao contrário do modelo anterior, você não precisa se preocupar com seu abastecimento. Alguns modelos necessitam ser instalados na parede, enquanto outros podem ficar encima da bancada.

Purificador-de-agua-Gioviale-branco-Lorenzetti

Purificador de água Gioviale branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Vantagens do purificador elétrico

Normalmente, os purificadores elétricos são os mais completos do mercado e eles podem ser tanto de abastecimento manual quanto de parede. Representados principalmente pelo modelo IBBL, que faz bastante sucesso, eles são tidos como os modelos de purificador de água mais elaborados.

Por conta de seu maior grau de filtragem e principalmente da possibilidade de definir a temperatura da água, este modelo de purificador normalmente é comercializado em um custo mais elevado. Alguns de seus modelos oferecem água refrigerada por compressor. Há também modelos de purificadores elétricos que contam com lâmpadas que filtram bactérias pela emissão de raios ultravioletas.

Independentemente do seu objetivo e de sua escolha, é sempre importante observar as especificações de filtragem de cada modelo de purificador de água. Isso porque ela é determinante para a qualidade da água que você vai consumir no final.

Com diferentes modelos de purificador, a Telhanorte é o lugar certo para você fazer suas compras com segurança, parcelando em até 8x e levando a você o maior conforto possível. Agora que você conhece os diferentes modelos de purificador de água, escolha já o seu!

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante

Registros de água: um guia completo

| Construção

 

Saiba qual tipo de registro utilizar em cada etapa de instalação do seu sistema hidráulico, suas respectivas funções e dicas de uso.

 

Se um vazamento estoura em sua casa, você sabe qual registro fechar e o que fazer para amenizar os danos, antes de chamar um profissional para o devido conserto? 

Saber a diferença entre cada tipo de registro já é um primeiro passo essencial para evitar problemas como vazamentos e outros transtornos da hidráulica de um imóvel.

Por isso, continue a leitura e descubra para que serve cada um dos tipos de registros hidráulicos disponíveis no mercado e em quais locais devem ser instalados.

 

Quais os tipos de registro de água existentes?

Apesar de existirem diferentes tipos de registro de água, a função de todos os modelos é basicamente a mesma: controlar ou bloquear o fluxo de água de uma rede hidráulica. São, inclusive, peças essenciais para controlar a vazão de água em casos de vazamento. Afinal, somente fechando o registro hidráulico que é possível realizar o conserto.

Veja agora os três tipos de registros existentes e a aplicação de cada um deles:

 

Registro de pressão

 

Registro-de-pressao-base-3-4-DN20-bronze-Deca

Registro de pressão Deca (Foto: Acervo Telhanorte).

 

O registro de pressão é utilizado para controlar o fluxo de água em um determinado ponto da rede. Sua função é reduzir ou aumentar a vazão.

Para ficar mais fácil de entender, o registro de pressão é aquele que usamos para regular o volume de água que sai de nossos chuveiros. Esse modelo é muito utilizado em banheiros e cozinhas.

Visto que esse registro possui um sentido de fluxo para vazão, é preciso ter muito cuidado ao realizar sua instalação. Caso seja feita de maneira errada, pode acabar bloqueando quase que por completo a saída de água. 

Caso tenha interesse, confira este e outros registros de pressão em nosso site.

 

Registro de gaveta

Registro-de-gaveta-uso-semi-industrial-3-4-DN20-bruto-Deca

Registro de gaveta Deca (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Também conhecido como registro geral, esse modelo tem função diferente do anterior: é utilizado para interromper totalmente a vazão de água de uma rede. Sua principal característica é trabalhar completamente aberto ou fechado.

São os registros de gaveta que fechamos sempre que ocorre um vazamento. Por conta disso, o registro de gaveta deve ser instalado em pontos estratégicos, como colunas de distribuição e locais que demandem manutenção com mais frequência.

Com o tempo, é comum que a peça apresente desgaste. Isso pode acontecer devido à pressão que a água exerce sobre esse registro hidráulico, à frequência de uso, ou mesmo aos problemas de vedação dos componentes internos.

Quando há esse tipo de dano, podem ocorrer vazamentos, infiltrações ou problemas ainda maiores, especialmente se estiver instalado dentro de paredes.

Assim, é fundamental acompanhar o estado que essa peça se encontra e, sempre que necessário, realizar sua troca.

 

Registro de esfera

Registro-de-esfera-VS-soldavel-11-2-Tigre

Registro de esfera Tigre (Foto Acervo Telhanorte).

 

Os registros de esfera, assim como o anterior, têm a função de bloquear totalmente a saída de água.

No entanto, esse modelo de registro hidráulico é utilizado para instalações em caixas d’água. Isso porque ele é mais resistente que os demais. Geralmente feito de PVC, aguenta altas pressões, corrosão, produtos químicos, além de ter uma vida útil maior.

Vale lembrar que sempre que houver a necessidade de realizar manutenção ou limpeza na caixa d’água, o registro de esfera deve ser fechado.

Qual a diferença entre a base e o acabamento de um registro?

É definida como base a parte do registro que não apresenta o mecanismo de abre e fecha, enquanto que o acabamento é a parte estética e exterior do registro.

Essa divisão existe para que você possa escolher separadamente o melhor acabamento da peça que ficará aparente, de acordo com o visual que lhe agrade, ao mesmo tempo que você escolhe também a base de melhor qualidade.

 

O que considerar no momento da instalação?

 

troca-registro-torneira-pia-profissional-agua

Instalação de registro hidráulico (Foto: Pxhere / Reprodução).

 

Visto que os registros hidráulicos possuem diferentes indicações de altura para a instalação, o primeiro passo é respeitar ao apontado no projeto de uma obra ou reforma.

O registro de gaveta, por exemplo, costuma ser instalado entre 1,80m a 1,90m do piso já finalizado. Como sua função é interromper o fluxo de água em momentos de mais urgência, essa altura permite um fácil manuseio, sempre que for necessário.

No caso do registro de pressão, é preciso que sua altura seja acessível ao maior número de pessoas, uma vez que seu uso é diário e constante. No caso do registro de um chuveiro, por exemplo, é importante que a peça fique em uma altura entre 1,10m a 1,20 do piso finalizado.

Atenção: Vale ressaltar a importância de se medir essas alturas a partir do piso já finalizado, pois, dependendo do revestimento utilizado no chão, pode haver uma diferença significativa na metragem final do cômodo.

 

Como escolher o registro hidráulico certo?

Agora que você sabe quais tipos de registro de água existem e como deve ser feita a instalação, veja estas dicas de como escolher a peça certa:

Somado a tudo isso, é fundamental comprar registros hidráulicos de qualidade. Isso evita diversos transtornos, além do desperdício de água.

Na Telhanorte você encontra uma linha completa de registros, bases e válvulas para a sua obra.

Quer conhecer nossos produtos? Então visite uma de nossas lojas físicas ou acesse o nosso site. Nele, você ainda tem a facilidade de comprar on-line, via WhatsApp ou televendas.

 

Edição por: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Piscina: Média de custo para se ter uma

Quanto custa uma piscina

| Área Externa

 

Está pensando em ter uma piscina em casa, mas antes quer ter uma ideia de preço? Confira a matéria que preparamos com valores de piscinas de diferentes materiais!

 

Atualmente, o sonho de ter uma piscina em casa está cada vez mais possível de ser realizado. O mercado oferece opções de materiais que tornam o custo de construir uma piscina mais acessível. Por isso, a seguir, vamos analisar quanto custa uma piscina conhecendo as diferentes opções e seus respectivos custos!

Um dos modelos mais comuns de piscina residencial é a piscina de alvenaria e concreto, aquela com os tradicionais tijolos azuis, entretanto, mesmo oferecendo alta durabilidade, ela é a opção mais cara para um projeto de área externa.

 

piscina-para-quintal-pequeno

Piscina na área externa (Foto: Casa Vogue / Reprodução).

 

O valor de uma piscina vai depender diretamente:

– do tipo de material escolhido;

– do tamanho que ela possui.

A mão de obra para instalação também deve ser um fator considerado, principalmente na hora de fazer orçamentos com os fornecedores de instalação.

A seguir, vamos entender detalhadamente quanto custa uma piscina de alvenaria ou concreto, fibra e vinil.

 

Quanto custa uma piscina: a escolha do material

Uma piscina pode variar bastante, com valores entre R$ 230, para algumas piscinas de PVC, a R$ 30 mil, custo normalmente associado a opções em concreto e alvenaria.

Como dissemos desde o início, a resposta sobre qual o valor de uma piscina, pode ser bastante variada. No que tange os materiais mais comuns para a piscina, podemos citar:

– alvenaria e concreto;

– fibra;

– vinil;

– PVC.

 

As opções de fibra e vinil podem oferecer uma economia de mais de 70% em relação às opções de concreto e alvenaria. Entretanto, as piscinas de alvenaria e concreto podem alcançar uma vida útil de 30 anos – na verdade, seguindo dicas de manutenção essas opções são quase eternas!

Enquanto isso, os demais materiais podem apresentar sinais de desgaste em torno de 10 anos após sua instalação. Também é importante realizar constantes manutenções simples, para mantê-las em bom estado.

Dessa forma, é importante que você considere suas necessidades e possibilidades em diferentes aspectos.

Uma piscina de alvenaria ou concreto também demora mais tempo para ser instalada, se comparada com as opções de fibra e vinil .

A piscina de PVC, entretanto, é uma opção mais voltada para pessoas que não estão em busca de uma piscina de raia. Geralmente elas são menores e desmontáveis. Elas são interessantes para quem deseja usar o equipamento para se refrescar em dias quentes, com a família, mas estão longe de valorizarem seu ambiente ou imóvel.

Piscina-Easy-Set-28101-886-litros-azul-Intex

Piscina Intex Easy Set 886 Litros Azul (Foto: Telhanorte / Reprodução).

 

Quanto custa uma piscina de alvenaria ou concreto

Considerando que o tamanho médio de uma piscina é  4 metros de largura, 8 metros de comprimento e 1,40 de profundidade, uma piscina de concreto custa em média R$ 30 mil. As de alvenaria tem uma média de custo um pouco menor, R$ 24 mil.

É claro que outros itens também precisam ser considerados nesta conta, além do tamanho:

– mão de obra especializada;

– custo da escavação, que pode variar de acordo com o tipo de terreno;

revestimento, nesses casos, variando de acordo com os azulejos e demais materiais que forem escolhidos para a obra;

– custos com encanamento e depuração estão incluídos nas médias acima, mas podem variar de acordo com as marcas e quantidades necessárias.

 

Quanto custa uma piscina de vinil

Todos esses critérios também podem fazer variar a resposta para a pergunta: quanto custa uma piscina de fibra e vinil?

A piscina de vinil também necessita de uma estrutura de alvenaria, mas ao invés de usar revestimentos para piscina como azulejo, utiliza, para a cobertura da estrutura, uma malha de vinil, que reduz o custo final.

revestimento-de-vinil-para-piscina-de-alvenaria

Piscina de vinil (Foto: Solar Gil / Reprodução).

 

Usando a mesma medida média da piscina de concreto e alvenaria que apresentamos acima, – 8m x 4m x 1,40m – esse modelo tem seu custo variando entre R$6.700 mil e R$ 9.000.

Quer aprender mais sobre a instalação de uma piscina de vinil? Assista ao vídeo abaixo:

 

 

 

Quanto custa uma piscina de fibra

O custo para fazer uma piscina de fibra pode variar em torno de  R$ 13.000 e R$30.000, considerando o custo de instalação, que pode variar entre R$ 1.500 e R$ 3.500.

Novamente, a marca da piscina de fibra, bem como a empresa que você vai contratar para a instalar, têm impacto direto nesse valor.

 

piscina-de-fibra

Piscina de fibra (Foto: Arkpad / Reprodução).

 

Economia e qualidade nos materiais escolhidos

Agora, com informações mais concretas sobre quanto custa uma piscina, é hora de fazer a sua escolha. Uma dica valiosa é encontrar fornecedores que aliem qualidade de produtos e serviços, com preços baixos e facilidade de pagamento.

 

Quer facilitar ainda mais a sua vida e reduzir o valor de uma piscina?

Na Telhanorte você encontra revestimentos para piscinas de concreto e alvenaria de grandes marcas do mercado e com preços incríveis. Além disso, você também pode contar com o cartão de crédito da Telhanorte para parcelar suas compras em até 10 vezes sem juros.

Caso você não queira esperar para fazer o investimento em uma piscina fixa, pode optar pelas piscinas de PVC, que também vendemos em nossa loja virtual e entregamos no endereço de sua escolha.

Ao fazer seu pedido em não se esqueça de conferir nossas seções de iluminação externa, produtos de tratamento para piscina e claro, visitar nosso departamento de pisos para deck, assim você vai deixar seu ambiente ainda mais perfeito! Acesse agora a loja virtual da Telhanorte!

 

Edição por: Álvaro Oliveira e  Murilo Bonício

Chuveiro ou ducha: qual o melhor, afinal?

| Banheiro

 

Este artigo é perfeito para você que quer acabar de vez com a dúvida: chuveiro ou ducha? Aprenda qual a melhor opção para a sua rotina!

 

Para você, o momento do banho é uma hora sagrada no seu dia?

Gostaria de um upgrade para torná-lo ainda melhor, mas não sabe por onde começar?

Sente que ainda não encontrou a melhor opção custo x benefício?

Continue lendo e encontre suas respostas!

 

Qual diferença entre chuveiro e ducha?

 

Vamos ao que interessa: um chuveiro é sempre a melhor opção para seu banheiro?

Afinal, existem diversas opções no mercado que prometem ser a solução para seus problemas. No entanto, existe uma alternativa que pode atender ainda melhor às suas necessidades dia: a ducha!

A seguir, apresentamos as diferenças básicas de cada um e os principais aspectos a serem considerados, como:

– economia;

– facilidade de instalação;

– pressão da água;

– ajuste de temperatura.

 

Antes de falarmos sobre qual o melhor, – chuveiro ou ducha – é importante entender os pontos divergentes entre esses dois equipamentos.

O ponto principal de diferença entre eles é a forma como a água é aquecida e, então, distribuída quando você gira o registro e espera a água cair.

 

Chuveiro

Composto por um cano, resistência elétrica e fiação, ele próprio realiza o papel de aquecer a água, durante o banho.

Exatamente por esse motivo, o chuveiro tem, em relação a ducha, uma vazão de água menor. Isto implica em uma velocidade de escoamento menor e, desta forma, maior tempo de contato entre a água e a resistência – sendo possível, assim, um aquecimento eficiente.

É, também, por essa razão que ele é menos econômico e pode “pesar” nos valores cobrados na conta de luz.

Para resolver o problema de baixo escoamento, entretanto, o mercado já oferece chuveiros com pressurizadores, que aumentam a pressão do jato de água e, consequentemente, o impacto com que ela cai sobre seus ombros. Desta forma, a sensação de estar sob uma maior quantidade de água é amplificada.

Como pontos positivos, destaca-se que, comparado às duchas, o chuveiro possui mais opções para regulagem da temperatura da água. Nos modelos mais tradicionais, normalmente, encontramos três níveis (desligado, inverno e verão) e em modelos mais modernos, outras mais variações.

Em modelos eletrônicos, como o da imagem abaixo, é possível, inclusive, realizar a escolha gradual e precisa da temperatura. Confira a oferta do modelo de chuveiro eletrônico Acqua Duo Lorenzetti na loja virtual da Telhanorte.

chuveiro-eletronico-lorenzetti

Chuveiro Eletrônico Acqua Duo  Lorenzetti (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Ducha

Enquanto o chuveiro realiza o aquecimento da água em seu próprio sistema, a ducha precisa de um aquecedor externo, que pode ser a gás, elétrico ou solar. Ela não possui fiação e funciona como um distribuidor de água.

Essa é a razão pela qual o equipamento é mais econômico no consumo de energia elétrica e tem mais vazão, proporcionando uma sensação de que um banho de ducha é mais “forte”.

Uma ducha pode ser instalada na parede ou no teto, inclusive sem cano.

Se você não gosta de banhos com a água em alta pressão, existem modelos de ducha com redutores de pressão. A ducha Flatt da Lorenzetti é um exemplo disso e também está disponível em nosso site.

ducha-flatt-lorenzetti

Ducha Flatt Cromada Lorenzetti (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Chuveiro ou ducha: saiba que observar para escolher o seu!

A seguir, vamos apresentar mais detalhadamente cada um dos pontos que devem ser analisados para definir qual o melhor: chuveiro ou ducha?

Antes, entretanto, é importante que você saiba que não há uma resposta universal para essa pergunta. Em cada situação, uma opção pode ser melhor ou pior. Você vai entender o que queremos dizer, quando analisar cada um dos tópicos abaixo.

 

Economia

Enquanto o chuveiro consome menos água, a ducha consome menos energia.

Financeiramente, o custo da energia é maior, então economizá-la pode ser uma prioridade. Isso conta como um ponto positivo para a ducha.

Em contra partida, já existem chuveiros em versões híbridas. Nesses modelos, o equipamento aquece a água com a resistência elétrica nos primeiros segundos e, quando atinge a temperatura ideal, repassa o trabalho para as fontes alternativas, como o gás e a energia solar.

 

Facilidade de instalação

Esse é um ponto um pouco mais delicado, afinal, tudo vai depender da estrutura que o imóvel já oferece.

Se você tiver construindo uma casa novinha, pode escolher de acordo com os demais aspectos que listamos aqui. Entretanto, considerando que você quer definir qual a melhor alternativa, –chuveiro ou ducha – para um imóvel que já está finalizado, ou em fase de conclusão, atente-se a alguns tópicos:

– se o imóvel possui fiação elétrica perto da saída de água, o chuveiro será facilmente instalado, uma vez que está tudo pronto para que isso aconteça;

– caso não haja a fiação elétrica neste ponto do banheiro, o ideal é a utilização da ducha, que não usa resistência e não consome esse tipo de energia;

– se o imóvel já possui instalação a gás ou placas de energia solar, a ducha também poderá ser facilmente instalada e seus benefícios aproveitados;

– caso não haja encanamento de gás nem acesso à energia solar, o uso da ducha só será possível mediante a instalação de pelo menos um desses itens ou de um aquecedor elétrico. Visto o investimento de dinheiro e tempo necessários, o chuveiro pode ser a melhor opção para esses casos.

 

Pressão da água

Tradicionalmente, a ducha é a opção que melhor atende às pessoas que gostam de banhos com alta pressão de água. Contudo, como já citamos acima, já existem pressurizadores que ampliam a pressão da água em alguns chuveiros.

Da mesma forma, se você deseja optar pela ducha, mas não gosta de banhos com alta pressão de água, pode escolher entre os modelos com regulagem de pressão.

 

Ajuste de temperatura

As duchas tradicionais só permitem a regulagem de temperatura da água através dos registros de água quente e fria. Com a mistura dessas duas opções você é capaz de chegar à temperatura ideal para você. Vale lembrar que, para quem está disposto a gastar mais, já existem no mercado modelos de duchas com temperatura programável.

Os chuveiros, normalmente, apresentam 3 opções de temperatura, que também podem ser reguladas pelo registro, através do controle do volume de água.

Modelos mais modernos de chuveiros oferecem outras variações, além das 3 tradicionais. Inclusive, alguns chuveiros digitais permitem que você encontre a temperatura ideal da água –com base em graus – que é informada pelo visor digital.

 

E aí, conseguiu definir qual o melhor: chuveiro ou ducha?

Como dissemos, não existe uma resposta definitiva para essa pergunta. É necessário que você avalie cada um dos tópicos acima e decida qual equipamento atende melhor a sua necessidade.

Em relação ao custo de compra do aparelho em si, ambos apresentam uma ampla variação de preço. Para ter uma ideia do valor e dos atributos de chuveiros e duchas, acesse a loja virtual da Telhanorte.

Temos um setor exclusivo de chuveiros e duchas com opções variadas em todas as faixas de preço e contemplando as funcionalidades que apresentamos aqui. Você vai encontrar uma opção perfeita para você e nem vai precisar sair de casa para isso.

Aqui na Telhanorte você encontra tudo para banheiro, seja para reformar, construir ou fazer a manutenção do ambiente.

Aproveite também para conferir as coleções de outros itens para banheiro, como:

Torneira e misturadores para banheiro;

– Móveis para banheiro;

– Acabamentos;

– Acessibilidade para banheiro.

Selecione os produtos que você deseja, faça o pagamento e receba tudo no endereço indicado. Pode contar com a gente!