banheiro | Blog Telhanorte

Qual a diferença entre caixa sifonada, de gordura e de passagem?

ralo-sifonado-caixa-hidraulica-agua-encanamento-preto

| Área Externa

 

Quer entender mais sobre hidráulica? Então confira nesta matéria as principais características e diferenças entre caixa de gordura, de passagem e sifonada

 

O sistema hidráulico tem diversas estruturas que auxiliam no correto descarte de nossos resíduos à rede pública, evitando ao mesmo tempo que o cheiro e insetos do esgoto entrem em nossa casa. Além dos ralos simples, há outros elementos muito importantes para a devida drenagem da água: a caixa sifonada, a caixa de gordura e a caixa de passagem. Confira 5 estruturas hidráulicas importantes no encanamento da casa.

 

Confira no site da Telhanorte: Ralos e Grelhas

Ralo-click-redondo-10x10cm-aco-inox--Aquaplas-1595954

Ralo click redondo 10x10cm aço inox Aquaplás (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

1. Sifão

O sifão é uma estrutura que acumula água em sua curvatura. Sua curva, além de outras funções, utiliza a água acumulada como barreira física, impedindo que os gases, odores e demais elementos do esgoto entrem dentro da casa. Ele pode ser encontrado em tubos, canos, caixas e mesmo no vaso sanitário.

 

tipos-sifao-encanamento-agua-hidraulica

(Imagem: Escola Engenharia / Reprodução)

 

Assim, há muitos ralos que são sifonados (possuem sifão), além das caixas sifonadas e de gordura, que também contam com a presença dessa estrutura.

 

sifao-comum-estrutura-agua

(Imagem: Marina Rodrigues / Uniceuma / Reprodução)

 

Sifao-universal-com-saida-extensivel-branco-Esteves

Sifão Esteves Universal com Saída Extensível Branco (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Ralo simples

O ralo é instalados sob o revestimento do piso e possue uma comunicação com a área externa, por onde a água entra. O ralo é seco e tem apenas a função de absorver e mandar embora pela tubulação a água que entra pela grelha que se comunica com o ambiente da casa. Existem vários tipos de ralo, como o linear, que só funciona para ralos secos, como os usados no box do chuveiro.

 

Sugestão de matéria: Leia mais sobre diferentes tipos de ralo na matéria: Ralos para banheiro: veja os tipos e acerte na escolha

 

Ralo sifonado quadrado Tigre e Grelha redonda de inox Esteves

 

3. Caixa de passagem

As caixas de passagem recebem os resíduos domésticos e os encaminham para a rede de esgoto. Sua instalação pode ser feita onde há mudanças de direção no encanamento, ou apenas para facilitar a manutenção hidráulica. Assim, quando há entupimento ou outras ocorrências, basta apenas escavar os locais exatos onde as caixas de passagem estão, para identificar onde o problema está.

 

Caixa de passagem Tramontina e Caixa de piso Tramontina

 

4. Caixa sifonada

A caixa sifonada tem uma água dentro dela que evita que o mau cheiro que sai de uma tubulação de esgoto vaze para o cômodo em que a caixa está instalada, a partir do sistema de sifão já explicado acima. Ela recebe várias tubulações de esgoto da casa, como da pia da cozinha, cuba do banheiro, chuveiro, por exemplo. Além disso, a caixa sifonada também tem uma comunicação com a área externa, como o ralo comum.

 

Caixa-sifonada-ilustração-fecho-hidrico

(Imagem: Via Brasil Online / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Confira o passo a passo para fazer a hidráulica do banheiro

 

Caixa-sifonada-quadrada-15x15x5cm-N°101-Tigre

Caixa sifonada quadrada 15x15x5cm N°101 Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Caixa de gordura

As caixas de gordura são responsáveis por receber a água que sai da pia da cozinha e da máquina de lavar roupas, separando a gordura da água e evitando que essa gordura chegue à rede de esgoto da cidade. A caixa possui um pouco de água em seu fundo. Essa água é a responsável por separar a água da gordura, além de evitar que os gases do esgoto se espalhem pela casa. Assim a água segue o fluxo natural rumo à rede de esgoto, enquanto a gordura fica na caixa. 

 

caixa-gordura-limpeza-funcionamento-cozinha-sifao-sifonada-hidraulica-cano

(Imagem: Roma / Reprodução)

 

Essas caixas sifonadas para cozinha devem receber manutenção periodicamentePara isso basta retirar o recipiente com a gordura, jogar a placa de gordura no lixo e limpar a caixa com água e sabão. 

 

Gostou das dicas?

Que tal acessar a loja virtual da Telhanorte e fazer seu pedido para a obra? Sem sair de casa você saberá quanto custa ralos e grelhas, caixa sifonada e caixa de gordura, no modelo ideal para sua necessidade. Na Telhanorte temos um departamento para a parte hidráulica da sua casa, além de setores com tudo para cozinha e lavanderia, banheiro, área externa, pisos e revestimentos e mais. Conheça nossa loja e continue sua obra sem precisar sair de casa, com as melhores ofertas e preços!

 

Como instalar rede de esgoto residencial: materiais e cuidados na instalação

 

Edição de Vinicius Marques

Um banheiro acessível: normas e dicas para acertar

banheiro-acessivel-altura-medida-bancada-banner

| Banheiro

 

Este artigo é perfeito para você que quer aprender as medidas ideais para o seu banheiro, de acordo com a ABNT 9050

 

Nos dias de hoje poupar gastos por m² é uma ambição de muitos construtores e, por isso, surge a necessidade de tornar os espaços cada vez mais enxutos. No entanto, é preciso se atentar nas medidas mínimas para que o local seja adequado e acessível. Afinal, ninguém se sentirá bem ao conviver em um ambiente apertado, com móveis fora de alcance ou assentos baixos demais, não é mesmo?

Nesta matéria iremos tratar da altura ideal da bancada, além de outras medidas de acessibilidade para o banheiro. Contudo, saiba que muitas das dicas aqui abordadas podem servir para os demais espaços da casa, como a cozinha e a lavanderia, por exemplo.

 

bancada-flutuante

Bancada para banheiro no estilo flutuante (Foto: Decoyba /Reprodução)

 

Você provavelmente já passou por alguma situação no seu dia a dia na qual teve que se curvar demais para lavar as mãos ou se esticar demais para alcançar algum móvel. E a sensação não foi nada agradável, certo? Isso acontece quando não se leva em conta, no planejamento, as medidas mínimas para o conforto do indivíduo e as regras da Ergonomia.

 

Ergonomia e o bem-estar geral

Apesar do nome estranho, é muito provável que você já tenha ouvido essa palavra ao longo de sua vida – ou então, sobre o conceito a que ela se refere. Afinal, trata-se de uma noção que impacta, consideravelmente, a saúde física e mental das pessoas.

Ergonomia – termo este que se originou da junção das palavras gregas ergon (trabalho) e nomos (normas) – é uma área do conhecimento que visa aumentar ao máximo o bem-estar humano e, consequentemente, seu desempenho nas tarefas cotidianas.

Ela se propõe a adequar os recursos às necessidades do homem e, para isso, leva em conta fatores físicos, cognitivos e sociais que possam ser identificados como um risco para a pessoa.

 

banheiro-acessivel-altura-medida-bancada

Um banheiro acessível: normas e dicas para acertar (Foto: Poplasen / Fotolia / Reprodução)

 

“Mas como exatamente essa tal de Ergonomia funciona?”, você pode estar se perguntando. Bom, é exatamente aí que entra a parte das leis e normas. As leis da ergonomia devem ser aplicadas por todos para que obtenhamos o máximo de conforto e prazer no nosso dia a dia.

Durante seus momentos de lazer, ou simplesmente nas atividades básicas do dia – escovar os dentes, lavar a louça, dirigir, comer, etc. – você pode optar por não agir ergonomicamente, porém, o prejuízo será único e exclusivamente seu.

Existem muitos movimentos que executamos no dia a dia que, se feitos com a postura errada, podem causar danos. Entre as consequências podemos listar mal-estar, dores ou mesmo lesões. Por isso, o recomendado é seguir as especificações.

No ambiente de trabalho, por sua vez, torna-se um direito incontestável do trabalhador ter acesso às ferramentas e métodos que otimizem seu bem-estar, sendo garantido pela ABNT NBR 9050.

 

ABNT NBR 9050: garantia de conforto e acessibilidade

Esta mesma lei é a responsável por garantir que todos os ambientes comerciais, públicos ou privados, sejam adaptados aos deficientes.

O documento se baseia nas medidas necessárias para que, seja qual for a condição da pessoa, haja a possibilidade dela se levantar, se movimentar e se deslocar de forma agradável. Para isso foram feitos experimentos que definiram os valores a serem postos em prática. Abaixo separamos alguns dos principais pontos a serem seguidos para que seu estabelecimento esteja de acordo com a ABNT NBR 9050.

 

Acessibilidade: conheça a norma NBR 9050 e como ela pode influenciar sua obra

 

1. Pessoa em pé

Seja para os casos que necessitam de muletas, bengalas ou cães guias, a ABNT NBR 9050 determina que os ambientes de passagem, portas ou corredores, tenham uma largura mínima. De maneira geral, é necessário que haja um vão de 1,20m para que todos possam se deslocar.

 

ergonomia-espaço-pessoa-em-pé

Espaço para deslocamento de uma pessoa em pé (Foto: Instituto dos Arquitetos do Brasil / Reprodução)

 

2. Manobras de cadeirantes

As medidas necessárias para a manobra de cadeira de rodas sem deslocamento – ou seja, feitas somente com rotação – são as seguintes:

1. para rotação de 90° = 1,20 m x 1,20 m;

2. para rotação de 180° = 1,50 m x 1,20 m;

3. para rotação de 360° = diâmetro de 1,50 m.

 

espaço-manobra-cadeirantes

Área mínima de giro e deslocamento em cadeiras de roda (Foto: Instituto dos Arquitetos do Brasil / Reprodução)

 

3. Dimensões para alcance manual

Existe, também, na mesma norma, as dimensões máximas, mínimas e confortáveis para o alcance manual frontal. Este é um dado muito importante na hora de pensar na altura e profundidade da bancada do banheiro.

 

dimensões-para-alcance-manual

Dimensões máximas para um alcance manual ergonômico (Foto: Instituto dos Arquitetos do Brasil / Reprodução)

 

A altura ideal para bancada do banheiro

Ao realizar a construção ou reforma de um banheiro, – ou lavabo – você tem a liberdade para definir as alturas das louças e móveis. No caso de lavabos – onde visitas de diversas alturas irão passar – a dica é utilizar um valor médio de distância entre o piso e o topo da cuba.

De maneira geral, considerando a altura média de um brasileiro, a altura padrão para instalação da bancada do banheiro é de 80 a 90 centímetros do chão. Só que essa medida pode variar conforme a necessidade de cada um.

O ideal – de maneira ergonômica – é que você saiba o quanto a pessoa que usará o banheiro tem de altura dos pés até um palmo abaixo do umbigo. Esse valor é excelente para a instalação.

É extremamente importante saber que, para o cálculo da altura mínima, deve-se considerar a borda da cuba! Isto é, a parte mais alta dela é que deve ficar em uma posição de fácil acesso e posicionada próxima ao umbigo do usuário.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Dessa forma, para as cubas embutidas, a altura será aquela do chão ao topo da bancada e, no caso das cubas de apoio, essa deverá ser a medida do chão até o topo da cuba (altura do conjunto). Isso permitirá lavar as mãos sem se curvar para baixo e sem dobrar demais os braços.

Agora, caso o banheiro seja usado por uma única pessoa, – ou mais pessoas da mesma altura, você pode seguir as seguintes recomendações:

 

 

Profundidade da bancada do banheiro

A referência para a profundidade da bancada é de no mínimo 55 cm, sendo uma medida mais relacionada ao tamanho necessário para encaixar um sifão rígido, ligando o ralo da cuba à parede.

Caso não seja possível utilizar uma bancada com essa profundidade, basta utilizar um sifão flexível ou então deixar a bancada menor do que a cuba. A medida do sóculo – o espaço livre embaixo do gabinete – deve ser de 6 cm a 18 cm (podendo ser mais), para que haja um bom posicionamento do pé ao lavar as mãos e seja fácil para limpar o piso. Uma dica de limpeza é sempre bem-vinda, não é?

 

Dica: o conjunto da cuba e a torneira

A distância final entre o bico da torneira e a cuba deve ser de, aproximadamente, 15 cm. Essa medida é o suficiente para o livre movimento das mãos em contato com a água, sem espirrar muita água.

Afastamentos muito superiores atrapalharão a lavagem eficiente e muito inferiores farão com que a água espirre mais facilmente, pois rebaterão na cuba muito mais rápido.

 

conjunto-pia-torneira

Ilustração das medidas padrão para o conjunto pia-torneira (Foto: Blog Dicas de Arquitetura / Reprodução)

 

Levando isso em consideração, ao optar por cubas de embutir, é ideal utilizar torneiras ou misturadores de bica baixa e quando a cuba for de apoio ou de sobrepor, utilizar torneiras de bica alta ou semi-encaixe.

 

Monocomando de bica alta Middle Tigre e Torneira de bica alta Esteves

 

Bancada do banheiro para PCD: altura e profundidade

Já no caso das Pessoas com Deficiência (PCD), em especial os cadeirantes, é melhor que a instalação ocorra numa altura de 78 a 80 centímetros do piso – lembrando sempre de considerar a altura final até o topo da louça.

 

medidas-bancada-pcd

Ilustração das medidas ergonômicas para um banheiro adaptado (Foto: Pinterest / Reprodução)

 

Em relação à distância até a torneira, esta deve ser de no máximo 50 cm e, de preferência, acionada por alavancas, sensor eletrônico ou dispositivos similares. Importante lembrar que o cadeirante precisa encaixar as pernas embaixo do lavatório quando for utilizá-lo, por isso não é permitido incluir armário sob a pia.

 

Sugestão de leitura: Se você está começando a obra agora ou está procurando dar uma cara nova para o banheiro, dê uma olhada em como escolher revestimento para banheiro e tire suas dúvidas de vez.

 

E aí, você já conhecia todas essas dicas?

Como dissemos, durante a obra, é necessário que você avalie cada um dos tópicos acima e decida qual profundidade e altura da bancada para banheiro atende melhor a sua necessidade. Para ter uma ideia do valor e dos atributos de cubas, gabinetes e outros itens para seu banheiro, acesse a loja virtual da Telhanorte.

Aqui na Telhanorte você encontra tudo para o seu banheiro, inclusive a opção perfeita para você! Você nem vai precisar sair de casa para isso. Selecione os produtos que você deseja, faça o pagamento e receba tudo no endereço indicado. Aproveite também para conferir as coleções de outros itens para banheiro, como:

Torneira e misturadores para banheiro;

– Móveis para banheiro;

– Acabamentos;

– Acessibilidade para banheiro.

 

Altura padrão do chuveiro: descubra qual é a correta

 

Por Murilo Bonício | Edição de Vinicius Marques

Gabinete para banheiro: como escolher o ideal

tipos-gabinete-banheiro

| Ambientes Internos

 

Medidas, disposições, acabamentos, cores e mais. Aprenda 7 passos para escolher entre os tipos de gabinete para banheiro disponíveis no mercado.

 

Existem diversos tipos de gabinete para banheiro. Esse móvel junto com a bancada e a cuba são peças-chave em um banheiro funcional e bonito ao mesmo tempo.

A decoração do banheiro pode não parecer tão relevante, mas cada escolha que você faz pode influenciar na estética visual desejada para o espaço, da decoração sustentável repleta de luz natural até uma mais contemporânea com bastante tons escuros.

Por isso, reunimos algumas dicas de como escolher, entre os tipos de gabinete para banheiro, o ideal para a sua casa e como adequá-lo ao restante da decoração. 

 

Dicas para escolher gabinete para banheiro

 

1. Tire as medidas do ambiente e do gabinete de banheiro desejado

Com uma pesquisa rápida no site da Telhanorte, você vai encontrar diversos tipos de gabinete para banheiro. 

Para ajudar a refinar sua busca, a primeira coisa a fazer é tirar as medidas do espaço que você tem disponível para o gabinete. Com essa informação, você vai poder filtrar e selecionar os que mais gosta dentro da metragem que é possível para o seu banheiro.

Vale destacar que saber a medida do espaço ajuda tanto a achar móveis prontos quanto para fazer gabinetes para banheiro planejados. Este último permite aproveitar ainda melhor o espaço, especialmente se o seu banheiro é pequeno. 

 

gabinete-planejado-colorido

Banheiro infantil com gabinete planejado e cuba sobreposta (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Sugestão de leitura: Veja também 8 ideias simples para organizar banheiro pequeno 

 

2. Faça uma lista de tudo você vai guardar no banheiro

É muito importante não superlotar seu banheiro com muita coisa, mesmo que haja espaço disponível.

Faça uma seleção dos itens essenciais que você precisa guardar no gabinete. As possibilidades são inúmeras e devem se adequar às suas necessidades, mas abaixo se encontram alguns dos objetos mais comumente estocados abaixo da pia do banheiro:

– Toalhas de banho e rosto;

– Papel higiênico;

– Tapetes e pano de chão;

– Secador de cabelo/chapinha/modelador de cachos;

– Maquiagem, perfumes e desodorantes;

– Barbeador e aparador elétrico;

– Escova de cabelo;

– Estoque de itens de higiene pessoal (sabonete em barra e líquido, xampu, pasta de dente, etc);

– Produtos de limpeza e mais.

 

Com esse volume em mente, você terá uma ideia da capacidade de armazenamento que o gabinete para banheiro precisa ter e pode analisar melhor se as gavetas, portas e divisões existentes atendem suas necessidades ou se será necessário adquirir nichos ou uma caixa organizadora, por exemplo.

Atente-se ao fato de que, mesmo em um banheiro grande onde você pode criar uma bancada em toda a extensão da parede e um gabinete com gavetas que a acompanhe, se não houver o que guardar em todos os compartimentos do móvel, não existe necessidade de gastar com esse investimento! Poupe o dinheiro para itens de decoração ou para investir na ducha ou chuveiro dos seus sonhos.

 

itens-organizados-no-gabinete-do-banheiro

Organize os itens essenciais no gabinete sob a pia e os demais itens em nichos, prateleiras e armários (Foto: Blog de Decoração Lola Home / Reprodução)

 

Gabinete-Para-Banheiro-Elegante-MDF-60cm-Corrediça-Telescópica-Gaveteiro-Lilies-Móveis

Gaveta oculta: ideal para acomodação de pequenos objetos, como maquiagens e bijuterias (Foto: Lilies Móveis / Reprodução)

 

Sugestão de leitura: Entre Chuveiro ou ducha: qual o melhor, afinal? Você sabe a diferença? Está usando a melhor opção em seu banheiro? Confira já!

 

3. Avalie os tipos de gabinete para banheiro

Os gabinetes para banheiro são peças muito versáteis não só em termos de cores disponíveis, estilo e acabamento, mas também na forma de instalação dos móveis, deixando a decoração mais clássica ou, por vezes, moderna. Cada tipo de gabinete valoriza um estilo de decoração, pense nisso no momento da compra.

Os gabinetes flutuantes que são presos na parede e não encostam no chão são ideais para ambientes compactos e combinam com lavatórios pequenos.

Já os tipos de gabinete para banheiro que tem apoio no chão podem ser encontrados em tamanhos maiores e suportam uma bancada mais espaçosa também. 

As cubas escolhidas acabam por diferenciar os estilos dos banheiros, também. Elas podem ser encontradas em versões para embutir e sobrepor. Não se esqueça de conferir a medida recomendada para a instalação e evite problemas de postura!

 

produktowe27_woodoopeople-550x550

Cuba sobreposta sobre gabinete monocromático preto em banheiro moderno (Foto: Photographee.eu / Reprodução)

 

image.png

(Foto: Instagram Telhanorte / Reprodução)

 

4. Pense no ambiente como um conjunto

Você deve pensar no tipo de cuba, na bancada, no gabinete e até no vaso sanitário como um conjunto. Isso mesmo, essas peças precisam harmonizar entre si em ternos de cores, formatos e texturas.

Eles podem ser todos da mesma cor quando a aposta é em um ambiente monocromático. Nesse caso recomenda-se escolher tons neutros para não perder amplitude.

O tons mais escuros tendem a diminuir o banheiro. Por isso, opte por eles quando seu banheiro tiver muita entrada de luz natural ou paredes e pisos claros.

Plantas, por exemplo, podem ajudar a equilibrar a seriedade do ambiente que peças mais escuras proporcionam. 

Agora, se você não tem medo de ousar, aposte em cubas ou vasos sanitários coloridos para trazer cor ao ambiente. Apenas lembre sempre de consultar um círculo cromático para combinar de forma certa as cores do seu banheiro!

 

revestimento-box-banheiro

Um gabinete. cuba e vaso sanitário em tons mais claros e semelhantes neutralizam o ambiente para apostas em revestimentos estampados ou coloridos (Foto: Minha Casa Abril / Reprodução)

 

Banheiro com pastilhas no box

Archtrends Portobello. Projeto por Carla Bertuol. (Foto: Carla Bertuol / Reprodução)

 

papel-de-parede-pastilhas-coloridas-banheiro

Banheiro com papel de parede de pastilhas coloridas e cuba amarela (Foto: PAPELDECOR / Reprodução)

 

5. Amplie o banheiro com gabinetes espelhados

Seu banheiro não é muito espaçoso? Escolha gabinetes com a superfície espelhada para dar a sensação mais espaço.

De gabinetes flutuantes pequenos até armários de chão de tamanho médio ou grande, estão disponíveis no mercado várias opções para por em prática essa estratégia simples — porém eficaz — de melhorar não só a amplitude, mas também aproveitar a luz natural do ambiente.

Se você optar por gabinetes para banheiro planejados, peça a opinião do arquiteto e discuta com ele como adaptar esse benefício ao projeto do móvel. 

 

gabinete-espelhado

Gabinete e box com portas espelhadas aumentam a sensação de espaço do banheiro (Foto: Decor Fácil / Reprodução)

 

6. Gabinete móvel ou fixo: eis a questão

Essa é uma característica que também é relevante na hora de escolher entre os tipos de gabinete para banheiro.

Na decoração mais tradicional, usa-se os móveis fixos — como os flutuantes mencionados anteriormente — e que não podem ser movidos de lugar, criando uma decoração estática. Quando não há espaço para trabalhar em uma decoração mais elaborada, fixar os pontos de cada elemento é algo favorável. 

Nos banheiros maiores, por outro lado, os gabinetes podem ser móveis. Geralmente, a solução para isso é apostar em peças com rodinhas. Elas podem vir instaladas ou serem colocadas por conta própria.

Uma vantagem dos gabinetes móveis é facilitar a limpeza do banheiro quando for necessária e seu deslocamento para outro cômodo durante uma possível reforma. Além, claro, do fato de o banheiro poder assumir diferentes composições e visuais a qualquer momento.

Avalie o que funciona melhor para a sua casa!

 

gabinete-para-banheiro-de-rodinhas-amarelo-pinterest

Gabinete móvel amarelo (Foto: Viva Decora / Reprodução)

Gabinete-de-banheiro-San-Martino-54x675cm-madeirado-Bonatto-1582925

Gabinete de banheiro San Martino 54×67,5cm madeirado Bonatto com rodinhas (Foto: Acervo Telhanorte)

 

7. Escolha o tipo de decoração para banheiro

Falamos no início do post que a escolha dos móveis como o gabinete influencia a decoração, mas quais estilos é possível usar em um banheiro?

Separamos os mais comuns:

Banheiro com decoração clássica: é construída com móveis em tons neutros, principalmente o branco que ajuda a ampliar o espaço. Os detalhes de cor podem vir nos tapetes e toalhas de rosto. Os puxadores das portas e gavetas tem acabamento metálico levemente brilhante.

Banheiro com decoração moderna: o branco não faz seu estilo? Aposte na paleta de cinza ou marrom, ambos puxados para o neutro na hora de escolher os móveis. Contraste essas peças como a pia e a bancada. 

Banheiro com decoração rústica: os tipos de gabinete para banheiro com acabamento em madeira deixam a decoração mais aconchegante, que contrasta bem com louças brancas.

 

Sugestão de leitura: 6 tipos de torneiras para banheiro: guia de modelos | Tipos de ralos para banheiro: 4 opções atuais e funcionais

 

Gostou das nossas dicas de tipos de gabinete para banheiro?

Chegou o momento de fazer o acabamento da sua obra ou reforma do banheiro? Então aproveite as ofertas de tipos de gabinete para banheiro da Telhanorte!

Na seção seção de Móveis para banheiro você encontra gabinetes, bancadas, armários, espelheiras e mais acessórios para decorar o espaço.

O melhor: você compra online os itens que mais gostar, paga com segurança pelo site e recebe no conforto de casa! 

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino

Como limpar o box de banheiro?

banheiro-box-limpeza-limpar-rodo-produto-agua-chuveiro-ducha-vidro-piso-parede-rejunte-sujeira

| Banheiro

 

Confira como limpar o box de banheiro seguindo o nosso passo a passo! Aprenda receitas caseiras para a limpeza e conheça os diferentes tipos de box

 

O banheiro é um dos cômodos da casa que requerem uma atenção especial no quesito limpeza. Nada como entrar num banheiro limpo, desinfetado e cheiroso! Mas existe uma área que nem sempre fica assim: o box. E é por isso que, nessa matéria, vamos ensinar como limpar o box de banheiro.

 

Confira na Telhanorte: Box para banheiro e acessórios

Cortina-p--Box-PVC-198x180cm-Metalizada-Listra-Poa-Preto-Prata-Bella-Casa-Colorful-1523295

Cortina p/ Box PVC 198x180cm Metalizada Listra/Poa Preto/Prata Bella Casa Colorful (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Tipos de box 

O box de banheiro tem como a principal função manter o cômodo seco e organizado. Além disso, é importante harmonizar esse item com os demais elementos decorativos, respeitando o estilo do espaço. Confira 5 tipos de box de banheiro mais comuns no Brasil.  

 

1. Box de cortina

Evita que a água se espalhe pelo restante do banheiro, trazendo privacidade a quem estiver se banhando. É uma maneira simples e barata de se instalar um box e, para limpar a cortina, basta utilizar um pouco de detergente neutro e a própria mangueirinha do chuveiro.

 

Cortina-p--Box-Poliester-198x180cm-Textura-Tijolo-Preto-Branco-Bella-Casa-Colorful-1522868

Cortina p/ Box Poliester 198x180cm Textura Tijolo Preto/Branco Bella Casa Colorful (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Box de parede 

São aqueles que possuem uma mureta de tijolos (ou blocos de vidro) em pelo menos um de seus lados. Muitas pessoas combinam o box de parede com uma porta de vidro, trazendo um estilo moderno para o banheiro.  

 

Bloco-de-Vidro-Seven-19x19cm-Translúcido

Bloco de Vidro Seven 19x19cm Translúcido (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Leia também: Como renovar o rejunte do azulejo

 

3. Box de acrílico

O box de acrílico é outra opção econômica para ser instalada no banheiro. Além de mais barato, esse tipo de box não apresenta manchas tão facilmente quanto o box de vidro. No entanto, sua durabilidade é menor e há maiores riscos de ser quebrado, trincado ou apresentar rachaduras com o tempo.

 

box-banheiro-acrilico-translucido-limpeza-parede-vidro-produto-banho-chuveiro-agua

Box de acrílico (Foto: São Manuel Calhas / Reprodução)

 

4. Box de vidro

Os modelos desse tipo de box possuem um vidro temperado e tratado para tal finalidade, para evitar acidentes e suportar o contato constante com a água, o atrito com os trilhos de abertura e o abrir e fechar da porta. Sua limpeza demanda um pouco mais, uma vez que as manchas podem ser mais visíveis nesse tipo de superfície. O box de vidro apresenta ótima durabilidade, acabamento e resistência.

 

banheiro-vidro-portas-agua-limpeza-plantas-urban-jungle-chuveiro-box-parede

Box de vidro com um estilo urban jungle (Foto: Curology / Unsplash / Reprodução)

 

5. Box sanfonado

O box sanfonado é uma opção que pode harmonizar muito bem com diversos estilos de banheiro, a depender do modelo escolhido. Geralmente é feito com placas de PVC resistentes à umidade e altos impactos, mas pode também ser composto por placas de acrílico.

 

Porta-sanfonada-de-PVC-para-box-185x100cm-branca-BCF

Box Sanfonado de PVC BCF 185x100cm Branca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como limpar o box de banheiro de vidro e acrílico

É importante você ter em mãos produtos específicos de boa qualidade para a limpeza do box, seja ele de vidro ou acrílico. Isso irá facilitar o seu trabalho e os resultados. E lembre-se: é muito importante separar os utensílios usados para limpar o banheiro. Eles jamais devem ser usados na limpeza dos outros cômodos da casa.

Separe para a faxina um par de luvas, panos de microfibra (que não soltam fiapos) e esponja. Nas nossas lojas físicas e na loja virtual da Telhanorte, você encontra produtos de limpeza de qualidade de diversas marcas para limpar o box.

 

Limpa-vidros-em-spray-Plastic-Novica-Bettanin-1563467

Limpa vidros em spray Plastic Noviça Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

É muito importante também ler as instruções do fabricante antes de utilizar qualquer produto de limpeza. Uma boa alternativa para limpar o box de banheiro de acrílico, caso não esteja muito sujo e você não tenha o produto específico em casa, é utilizar a mistura de água quente com detergente neutroEsfregue com uma esponja nos dois lados e enxágue bem. Depois é só secar com o pano de microfibra

Já os box de vidro mancham com maior facilidade e, por serem transparentes, o local manchado acaba se destacando. Mas nada que uma boa limpeza, com um bom produto, não resolva! 

 

Limpa-Vidros-Pro-1L-Sanol-1769880

Limpa Vidros Pro 1L Sanol (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Receitas caseiras para limpar o box de banheiro

1. Sabão e pó, vinagre e bicarbonato

Em um recipiente, misture bem:

– 01 colher (sopa) de sabão em pó

– 02 colheres (sopa) de bicarbonato de sódio

– 01 colher (sopa) de álcool

– 01 xícara de vinagre branco

– 01 xícara de água morna

 

Aplique essa mistura com um pano macio ou com o auxílio de um borrifador. Deixe agir por 5 minutos. Com uma esponja macia, faça a limpeza. Enxague e seque com um mop para vidros e um pano de microfibra

 

Mop-Novica-limpa-vidros-BT1922-Bettanin-1449931

Mop Novica limpa vidros BT1922 Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Bicarbonato, detergente e limão

– Misture 100 ml de água

– 01 colher (sopa) de bicarbonato de sódio

– 03 colheres (sopa) de detergente neutro

– suco de 01 limão

 

Aplique com uma esponja. Deixe descansar por 10 minutos. Enxague e seque com um mop e um pano de microfibra

 

Pano-de-microfibra-para-vidro-Esfrebom-Bettanin

Pano de microfibra para vidro Esfrebom Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Vinagre, sabão em pó e bicarbonato

– Misture 200 ml de vinagre.

– 01 colher (sopa) sabão em pó.

– 01 colher (sopa) bicarbonato de sódio.

– 01 tampa de álcool.

 

Passe essa mistura no box com auxílio de uma esponja. Aguarde 15 minutos. Enxague e seque. 

 

Esponja-Mágica-p-Vidros-e-Espelhos-2-Unidades-Super-Storm-Pulvitec

Esponja Mágica p/ Vidros e Espelhos (2 Unidades) Super Storm Pulvitec (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Dicas finais sobre como limpar o box de banheiro

  1. Use o lustra móvel no seu box. Sim! Depois de terminada a limpeza, passe uma fina camada de lustra móvel no box, com um pano macio e seco. Isso irá criar uma camada de proteção e evitar que manchas de gordura corporal se fixem no vidro do box. 
  2. Faça a limpeza do box semanalmente. Isso fará com que o mesmo não fique encardido, aumentando a vida útil e também facilitando o seu trabalho, com menor esforço. 
  3. Após o banho diário, jogue água no box com o auxílio do chuveirinho. Isso fará com que a gordura corporal e os resíduos de sabonete, shampoo e condicionador não permaneçam no box. 
  4. Uma sugestão é manter um mop para vidro no box para que, ao finalizar o banho, você passe pela superfície, mantendo-a menos úmida. 
  5. Umedeça sempre o box antes de usar os produtos e utilize sempre o lado macio da esponja, para evitar que ele fique riscado. 

 

Leia também: Banheiros decorados com pedras naturais: dicas e exemplos

 

Gostou das nossas dicas de como limpar o box de banheiro?

São simples, fáceis e práticas. Agora você já sabe como limpar o box do banheiro de vidro ou de acrílico. Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um setor completo de limpeza e manutenção com diversos tipos de produtos e acessórios diferentes para a limpeza do banheiro como box, vasos sanitários, chuveiro, entre outros. Conheça também nosso departamento de pisos e revestimentos! Compre pelo site e receba em casa ou retire em uma das nossas lojas mais perto de você!

 

Box de banheiro com pastilhas: tipos, dicas e inspirações

 

Edição de Vinicius Marques

Como fazer a hidráulica do banheiro: passo a passo

torneira-banheiro

| Banheiro

 

Vai começar a construção da casa e não sabe o que é preciso conferir na hidráulica do banheiro? Então se ligue nesse passo a passo completo que vai te ajudar!

 

Para começar uma obra é preciso fazer um planejamento, pois cada detalhe é importante para evitar futuros problemas. Se você chegou até essa matéria, é porque se preocupa com o assunto e aqui é o lugar certo para encontrar as melhores dicas!

 

Sugestão de leitura: Saiba “como fazer um planejamento de obra” em nossa matéria!

 

Uma das etapas mais importantes da construção é a hidráulica, afinal, ter uma descarga e torneira que funcionem, além de um chuveiro quentinho e com boa regulagem de água são fundamentais. Nesse guia trouxemos um passo a passo de como você pode fazer a hidráulica do seu banheiro da forma correta. Continue lendo para saber mais!

 

Como fazer a hidráulica do banheiro

A primeira coisa que você deve saber antes de começar é o que é instalação hidráulica. Esse é o sistema que fornece abastecimento, distribuição e escoamento de água nas residências. Sua função é captar, transportar e armazenar o líquido.

Em um projeto hidráulico, você pode encontrar a caixa d’água, as redes de distribuição de água fria e quente, a coleta de esgoto e águas pluviais. Pelo grau de dificuldade que demandam, é importante consultar um profissional especializado para garantir que todo o projeto esteja de acordo com as especificações determinadas pelas normas técnicas.

Quando bem feito, um projeto arquitetônico deve ter definido onde e como serão usados os pontos de distribuição de água na casa. Com uma planta baixa do imóvel, é possível saber onde serão instalados chuveiros, pias, ralos, registros e outros itens importantes para o projeto. Tubulações, caixas d’água e outras conexões devem constar no projeto também para que, no futuro, não se quebre uma parede onde um cano esteja instalado.

 

1. Caixa d’água

Ela é importante para a instalação hidráulica da casa toda e não apenas no processo de como fazer hidráulica de banheiro. Dentro dessa etapa alguns passos são importantes, entre eles:

– instale o kit de cavalete para a ligação do medidor de água do local até o medidor de água — hidrômetro — da empresa que distribui o recurso.  O cavalete serve para ligação do medidor de água da empresa que distribui o recurso até a caixa d’água da residência.

– acomode a caixa d’água no ponto mais alto da casa;

– conecte o cavalete e a caixa d’água;

– use o sistema de tubulação que vai levar a água do hidrômetro até a caixa d’água;

– Instale a boia de nível dentro da caixa d’água e o registro na saída de água da caixa;

– inclua também uma saída para limpeza e um ladrão;

– uma saída deve ser reservada para um cano com 1 e 1/2 polegada, caso o vaso sanitário utilize uma válvula hydra e outra para um cano de 3/4″ para o resto da casa.

 

mapa-hidráulico-banheiro-válvula-hydra

Mapa hidráulico do banheiro com instalação de válvula Hydra (Foto: Bárbara Silvério / Reprodução)

 

Você pode optar por usar duas ou mais ligações para a saída de água, de acordo com o seu projeto. Criando uma saída para o chuveiro e pia de banheiro, e outra para a caixa acoplada para bacia, por exemplo.

 

2. Registro e tubulação

Nesta etapa é hora de adaptar a tubulação que conecta a caixa d’água ao restante da casa: banheiro, cozinha e lavanderia, tanques, área externa e outros cômodos. Insira um registro na saída das tubulações.

Para vasos sanitários com caixa de descarga, você pode usar uma tubulação que sai da caixa d’água com ¾ de polegada. Já para os modelos com válvula de pressão, prefira o tubo de l e ½ polegada. O restante do sistema hidráulico pode ser com tubulação de ¾” ou você poderá reduzir para ½” em itens como a pia do banheiro, o lavatório e o bidê.

 

mapa-hidráulica-banheiro

Distribuição de registros hidráulicos no banheiro (Foto: Guia do construtor / Reprodução)

 

3. Tubos de esgoto e ralos

Já abordamos o tema da tubulação no tópico acima, mas quando falamos sobre como fazer hidráulica de banheiro, há de se considerar a tubulação de esgoto e os tipos de ralos para banheiro. Todos os tubos, principalmente os do piso, devem ser instalados antes do acabamento, ou seja, antes da instalação de pisos, porcelanatos e revestimentos para banheiro.

Lembre-se de conectar esses tubos aos ralos sifonados que evitam a proliferação dos maus odores provenientes do esgoto que sai desse ambiente da casa. Neste tópico algumas dicas também são necessárias:

– coloque uma camada de, no mínimo, 8 cm de concreto magro sobre o chão, para formar o contrapiso;

– o vaso sanitário deve usar tubos de 100 mm;

– lembre-se de criar o caimento correto para escoar a água. O caimento ideal é de 2% e o mínimo é de 1%.

 

mapa-esgoto-sanitário

Mapa de esgoto sanitário (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Para a instalação dos itens hidráulicos que compõem as instalações de esgoto de um banheiro, como pias e afins, é necessário seguir algumas regras de altura em relação ao chão (onde está parte da tubulação). Algumas dessas regras são:

– 30 cm – Vaso sanitário

– 50 cm – Banheira

– 60 cm – Lavatório

– 15 cm – Bidê

– 210 a 239 cm – Chuveiro

– 120 cm – Descarga comum

– Em relação à instalação hidráulica, incluir 20cm para ponto de água da caixa acoplada.

 

Observação: as alturas indicas acima consideram o piso já pronto. Por isso, ao fazer a instalação antes do acabamento do piso, adicione 5 cm nos valores apresentados. As tubulações da parede precisam ter um cuidado especial para o uso de conexões que evitem os vazamentos.

 

4. Planta hidráulica

Assim como a planta geral da sua casa, também conhecida como planta arquitetônica, a planta hidráulica é um projeto que permite a análise de como ficarão as instalações hidráulicas do banheiro.

Ela é fundamental para a garantia de que o posicionamento de cada item está de acordo com o que você idealizou. Além disso, é um guia que registra a comunicação entre os profissionais que estão auxiliando a obra, como engenheiro, arquitetos, pedreiros e bombeiros hidráulicos.

 

mapa-esquema-hidráulico

Mapa do esquema hidráulico (Foto: Suzuki Arq / Reprodução)

 

Materiais usados na construção da hidráulica de banheiro

Como você viu acima, muitos materiais serão usados durante as etapas de como fazer hidráulica de banheiro, entre eles:

– kits com cavaletes prontos;

– resistência da tubulação

boia com registro;

– tubulação de metal ou PVC;

torneiras;

pias de banheiro;

ralos e grelhas;

vasos sanitários e assentos;

chuveiros ou duchas.

 

Além dos itens de Hidráulica, você também precisará acrescentar em sua lista de compras:

cimento;

pisos e revestimentos;

argamassa;

tintas;

acessórios para pintura.

 

Na Telhanorte, você encontra tudo o que precisa dentro de nosso departamento completo de banheiro ou de hidráulica. Agora que você já sabe como fazer hidráulica de banheiro, faça sua lista de itens e peça tudo na loja virtual da Telhanorte. Sem sair de casa, você poderá fazer seu orçamento e ainda ter acesso a condições super especiais com o cartão Telhanorte. Receba tudo no endereço que você desejar!

 

Edição de Camila Alexandrino e Vinicius Marques

Como ter um design atemporal no banheiro

banheiro-revestimento-ceramica-porcelanato-paredes-piso-umidade

| Ambientes Internos

 

Uma decoração carregada de elementos pode se tornar cansativa rapidamente. Confira nossas dicas para criar um banheiro charmoso e atemporal

 

Quando vamos decorar os cômodos da casa, muitas vezes optamos por seguir as tendências decorativas do momento. No entanto, alguns estilos podem cansar rapidamente e, caso você não tenha o orçamento e planejamento para uma nova reforma, a decoração da casa pode acabar prejudicando o bem-estar da família.

No banheiro não é diferente. Paredes muito coloridas, torneiras e chuveiros chamativos e cubas estilizadas podem cair em desgosto rapidamente, especialmente se a decoração não for planejada com atenção. As cores e demais designs que você escolheu podem não te agradar tanto quanto na época da reforma, gerando arrependimento.

Por isso o mais indicado, especialmente se você não tem certeza do estilo que quer aplicar na decoração do banheiro, é optar por um design atemporal. Com essas técnicas decorativas, o cômodo se torna neutro, sem deixar de lado a beleza e aconchego. Confira agora 6 dicas para tornar a decoração do banheiro linda e atemporal.

 

Confira no site da Telhanorte: Banheiro

Gabinete-para-banheiro-Monaco-80x46cm-sem-cuba-terracota-Darabas

Gabinete para banheiro Mônaco 80x46cm sem cuba terracota Darabas (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

1. Considere as quatro estações do ano

Quando reformamos a casa, tendemos a escolher móveis, pisos, revestimentos e demais itens que condizem com a estação em que estamos. No verão, por exemplo, é comum optar por cores vibrantes, revestimentos mais gelados ao toque e elementos decorativos alegres e coloridos. Isso porque tendemos a basear nossas escolhas durante a reforma em opções que nos darão prazer imediato.

No entanto, ao reformar um cômodo, é preciso analisar como o ambiente irá nos acolher durante o ano inteiro: no verão, outono, inverno e primavera. Assim, por exemplo, você evita escolher pisos muito frios, ou cores que podem cansar a vista facilmente. Além disso, há outras considerações a serem feitas, como adquirir torneiras misturadores de água quente e fria, para as variadas temperaturas do ano, ou instalar janelas que não impeçam a passagem da luz em dias mais nublados.

 

2. Priorize tons neutros

As cores neutras são as escolhas mais certeiras para um ambiente atemporal. Tons de branco, cinza, preto, bege e marrom podem preencher o ambiente com elegância e conforto, sem sobrecarregar. Assim, aposte nesses tons para as paredes, piso e móveis.

É possível também utilizar algumas cores como azul, rosa, verde, etc. em alguns detalhes do revestimento, como por exemplo em pastilhas, ou em móveis, mas desde que sejam de tons mais claros e leves.

Você pode trazer pontos de cores mais vibrantes em elementos funcionais (como escova de cabelo, porta escova de dente, etc.) ou em artigos decorativos (como quadros e vasos de planta). Desta maneira, caso você se canse dos elementos mais coloridos, basta apenas substituí-los por objetos novos, sem a necessidade de uma reforma.

 

3. Opte por um estilo mais minimalista

O estilo minimalista é conhecido por desestimular o acúmulo de objetos e peças decorativas no ambiente e priorizar móveis funcionais e discretos. No banheiro, seguir alguns conceitos minimalistas ajuda bastante na hora de montar um espaço atemporal.

Evite excessos desnecessários de utensílios e peças decorativas, uma vez que, em pouco tempo, tendemos a cansar desses elementos e trocá-los por outros.

Tenha em mente que, além de um estilo decorativo, o minimalismo é também um modo de viver. Por isso, busque um consumo mais consciente de produtos de higiene e beleza, armazenando no banheiro apenas o necessário.

Além disso, abuse do minimalismo para escolher o gabinete do banheiro, os nichos, o box, torneiras, tapetes e chuveiro. Escolha itens de design básico, com cores neutras ou acabamento amadeirado. Para descontrair e suavizar um pouco o ambiente vazio, use uma planta que pode ser cultivada dentro de casa, ou algum quadro decorativo.

 

4. Aposte nos revestimentos cerâmicos

Há muitos benefícios ao instalar revestimentos cerâmicos. Ao comprar peças de qualidade, você garante uma ótima durabilidade. Além disso, a limpeza da cerâmica é prática e fácil, as peças dificilmente acumulam manchas com o tempo.

Os revestimentos cerâmicos de tons neutros são também uma ótima escolha para o banheiro atemporal, uma vez que, em ambientes molhados, eles nunca caem em desuso e são sempre indicados. Você pode optar por modelos mais básicos, em tons de branco, ou por modelos um pouco mais elaborados, como aqueles que reproduzem o acabamento de madeira.

 

5. Escolha cuidadosamente a iluminação

Ao realizar um estudo de luz para o banheiro, levando em conta as necessidades de iluminação ao longo do ano inteiro, você economiza dinheiro ao prever possíveis imprevistos. Escolha lâmpadas de boa qualidade que contemplem aquilo que o ambiente necessita. Evite instalar janelas muito pequenas, ou de superfície escura, pois pode prejudicar a iluminação do banheiro.

Outro ponto importante é garantir que a instalação elétrica do cômodo está devidamente isolada do contato com a água e umidade.

Escolha um ponto de luz direta no teto, com luz branca funcional. E para a área do espelho, instale uma luz que lhe sirva de ponto focal. Atenção às lâmpadas de luz colorida, como as alaranjadas, pois você pode acabar enjoando delas facilmente!

 

6. Invista sempre em objetos decorativos

Como dito anteriormente, caso você queira manter o banheiro atemporal, mas gosta de acompanhar algumas tendências, aproveite para enfeitar o espaço com objetos decorativos. Assim, caso você se canse da decoração, ou a mesma deixe de combinar com a sua casa, tudo que você precisa fazer é doar ou vender os elementos decorativos antigos e adquirir novos, sem a necessidade de passar por uma reforma.

Você pode espalhar quadros decorativos, plantas e demais elementos pelo banheiro, lembrando-se sempre de não abusar, para não sobrecarregá-lo!

 

Gostou das dicas?

Encontre tudo aquilo que você precisa para o seu banheiro atemporal nas nossas lojas físicas e no site da Telhanorte ou da Tumelero. Explore o departamento de banheiro, decoração, pisos e revestimentos. Se interessou por algo? Compre sem sair de casa e receba no conforto do lar!

 

Conheça 6 diferentes tipos de torneira para banheiro

 

Por Vinicius Marques

8 dicas e ideias para decorar o lavabo

lavabo-pia-bancada-banheiro-torneira-pia-registro-marmore-parede-espelho

| Ambientes Internos

 

Confira dicas e imagens de decoração para o lavabo da sua casa!

 

Em casas e apartamentos, o lavabo é um cômodo que às vezes é deixado de lado. No entanto, por ser o banheiro que as visitas geralmente irão usar, é importante manter o ambiente limpo, cheiroso e agradável. Além disso, caprichar na decoração e harmonia do espaço – seja ela mais minimalista, ou elaborada – gera um maior conforto e bem-estar para todo a casa.

Veja algumas dicas para aplicar na decoração e organização do lavabo. Separamos também imagens para você se inspirar!

 

Dicas para o lavabo

 

1. Organize os produtos e utensílios

A organização é muito importante nesse cômodo, para que a visita se sinta à vontade lá dentro. Como o lavabo geralmente é pequeno, busque armazenar nele o menor número possível de objetos.

 

banheiro-lavabo-minimalista-vaso-sanitario-gabinete-organizacao-cuba-clean

Banheiro minimalista (Foto: 181-Architecture Photography / Reprodução)

 

Guarde produtos e estoque de papel higiênico dentro de armários, ou faça uso de cestos organizadores. Para lavar as mãos, dê preferência ao sabonete líquido, por ser mais higiênico em banheiros que outras pessoas, além dos moradores, utilizarão.

 

Porta-sabonete-liquido-de-bancada-poliresina-e-bamboo-Coisas-e-Coisinhas

Porta sabonete líquido de bancada poliresina e bamboo Coisas e Coisinhas (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Instale um espelho

O espelho é um item essencial em banheiros, e não é diferente no lavabo. Combine o design do espelho com a decoração do ambiente.

Espelho-oval-Closer-45x60cm-Exclusivo-Telhanorte

Espelho oval Closer 45x60cm Exclusivo Telhanorte (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Harmonize todos os elementos do espaço

Especialmente pelo lavabo ser um cômodo pequeno, quando se misturam diferentes elementos dentro dele, o desconforto visual e espacial pode ser grande. Por isso, é importante garantir que todos os objetos e utensílios do lavabo conversem muito bem entre si.

 

banheiro-lavabo-decorado-decoracao-cor-porcelanato-espelho-planta-bacia-vaso-piso-revestimento-gabinete-suspenso

Harmonia entre diferentes elementos é essencial em ambientes pequenos (Foto: Chastity Cortijo / Unsplash / Reprodução)

 

4. Escolha bem o revestimento e acabamentos

O revestimento do lavabo também deve ser escolhido com atenção. Escolha opções que sejam práticas na hora de limpar e busque combinar diferentes paredes com o piso. O porcelanato, o azulejo e outros revestimentos cerâmicos são muitos utilizados.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Você pode ainda instalar pastilhas, para trazer um pouco de cor ao ambiente. Outra alternativa é aplicar adesivo de parede resistente à água e à umidade, deixando o espaço único e personalizado.

 

Adesivo-de-Azulejo-Lavável-45x60cm-Madrepérola-Grudado

Adesivo de Azulejo Lavável 45x60cm Madrepérola Grudado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Atenção à iluminação do lavabo

O ideal, tanto para iluminar quanto ventilar, é que o lavabo tenha ao menos uma janela que dê para fora de casa. Mas além da luz do dia, é aconselhável ter uma luminária central e funcional, com luz branca. Também é indicada a instalação de uma arandela ou luminária embutida de cor amarela ou dicroica, para relaxar a vista.

 

banheiro-lavabo-iluminacao-natural-luz-janela-madeira

Janelas são ótimas para iluminação e ventilação natural (Foto: Cameron Smith / Unsplash / Reprodução)

 

O design das luminárias pode ser mais simples, não chamar a atenção, ou ser algo mais elaborado e moderno, a depender do estilo do lavabo. Outra possibilidade é instalar fitas de led ao redor do espelho, ou em outras superfícies.

 

Fita de LED: como usar na iluminação e decoração?

 

6. Amplie a percepção do ambiente

Você sabia que há diversas maneiras de ampliar a percepção de um ambiente? No lavabo, você pode instalar um espelho grande, ou seguir algumas truques de pintura. Quer saber mais? Leia a matéria Como ampliar ambientes pequenos no Blog Telhanorte.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

7. Use plantas e flores

As plantas e flores trazem uma leveza para o ambiente, além de deixá-lo muito bonito. No lavabo, há algumas espécies de plantas que você pode cultivar, especialmente aquelas que não necessitam luz direta do sol. Precisa de ajuda? Confira aqui no blog 6 plantas para ter dentro de casa, 5 flores que são fáceis de cuidar e 5 motivos para ter cactos e suculentas em casa.

 

banheiro-lavabo-piso-parede-branco-preto-plantas-limpo-organizado-cheiroso-fresco-janela-iluminado

Mesmo em lavabos simples, a presença de plantas faz toda a diferença (Foto: Phil Hearing / Unsplash / Reprodução)

 

8. Capriche no aroma do banheiro

Aromatizadores e demais perfumes são também utensílios muito úteis para se ter em lavabos. Deixe-os sempre no campo de visão, para que as visitas não tenham dificuldades ao procurá-lo. Use recipientes bonitos ou minimalistas, para que o produto não destoe. Busque um aroma que agrade a todas as pessoas da casa e que seja efetivo no bloqueio de maus odores.

 

banheiro-lavabo-moderno-revestimento-pedra-marmore-branco-gabinete-espelho-piso-preto-janela-luz-iluminacao-umidade

Uma alternativa ao uso do mármore, que tende a ser caro, é utilizar porcelanato marmorizado (Foto: Christian Mackie / Unsplash / Reprodução)

 

Gostou das dicas?

Encontre tudo que você precisa para o lavabo no site e nas lojas físicas da Telhanorte, seja na parte de pisos e revestimentos, móveis para banheiro, organização de banheiro, cubas e lavatórios. Viva cada cômodo da sua casa do jeito que você sempre quis!

 

Box de banheiro com pastilhas: tipos, dicas e inspirações

 

Por Vinicius Marques

Como instalar assento de vaso sanitário

Como instalar assento de vaso sanitário

| Banheiro


Um vaso sanitário sem seu assento não é um vaso sanitário, né? Hoje, nós vamos falar um pouco sobre esse item indispensável e como instalá-lo corretamente! 

 

O banheiro é um dos principais ambientes de uma residência ou estabelecimento comercial e, como peça fundamental, temos o vaso sanitário. Pegue uma caneta e um pedaço de papel e anote todas as dicas que daremos a seguir!

 

Leia também: Como comprar tampa para vaso sanitário? Aprenda em 3 passos

 

Falando sobre o assento do vaso sanitário

Além de proporcionar um maior conforto, o assento do vaso sanitário também tem a função de mantê-lo fechado, uma vez que possui uma tampa que já vem acoplada ao assento em si, evitando, assim, que as bactérias e micro-organismos “saiam” do vaso. Mas como instalar assento de vaso sanitário?

A seguir, você acompanha o passo a passo de como instalar assento de vaso sanitário. Mas antes, é preciso escolher o tipo de assento que deseja para o seu banheiro. Encontrados em diferentes tipos de materiais, os assentos de vasos sanitários podem ser feitos em:

 

– Plástico: é o de menor custo e o mais comum de ser encontrado. Boa durabilidade e resistência. Baixo conforto.

– Polietileno e polipropileno (PP): de fácil limpeza, boa resistência à umidade e é mais resistente que o plástico. 

– Almofadado: mais confortável e macio e mantém um isolamento térmico da louça do vaso. Porém, no quesito higiene, deixa a desejar, pois tende a acumular mais bactérias. 

– Madeira: feito com madeira laqueada. É um assento esteticamente bonito, porém tem a desvantagem de ser pesado.

– Resina poliéster: de fácil limpeza e manutenção, com alta durabilidade e resistência à umidade. Sua composição em acrílico transmite brilho, elegância e sofisticação.

 

O ideal é que se compre o vaso sanitário juntamente com o assento, mantendo-se fiel à mesma marca. Isso porque o fabricante do vaso sanitário já produz a peça que se encaixa perfeitamente ao seu produto. Veremos adiante como instalar assento de vaso sanitário.

Antes, tome nota de alguma dicas gerais:

 

Dê preferência aos produtos de um mesmo fabricante (do vaso e do assento).

Tire as medidas referentes ao comprimento e largura do vaso e, na parte de trás, meça a distância entre os furos.

Outra opção é fazer um molde (desenho com cartolina ou papelão) do vaso sanitário. 

 

Com isso em mãos, você vai se sentir mais seguro na hora da compra, evitando futuros contratempos.

 

Como instalar assento de vaso sanitário

Anotadas todas as orientações acima, chegou a hora mais esperada: o passo a passo para a instalação do assento! 

 

Confira se todas as peças e encaixes estão corretos e se são compatíveis com o seu tipo de vaso sanitário.

Confira a distância entre os dois furos, localizados na parte de trás do vaso.

Normalmente, os assentos vêm com parafusos de fixação que podem ser adaptados para 4 posições, de acordo com os furos do vaso. Isso facilita na hora do encaixe. 

Passe os parafusos do assento pelos furos do vaso, de cima para baixo, de forma que a rosca fique para baixo. 

Agora, coloque as roscas de aperto nos respectivos parafusos, de baixo para cima, rosqueando até o final, de forma que o assento fique preso e firme no vaso sanitário.

Estando já colocado o assento, encaixe agora a tampa. 

 

O processo de instalação é bastante simples e rápido! Lembre-se que um banheiro com assento no vaso sanitário proporciona:

 

Sensação de beleza, elegância e harmonia ao banheiro.

– Conforto ao usuário, tirando a sensação da louça fria.

– Higiene (evita que insetos entrem em contato direto com o vaso e evita também a proliferação de germes e bactérias).

 

Agora que você já aprendeu como instalar o assento do vaso sanitário…

Por uma questão de higiene e até mesmo de estética, o ideal é fazer a troca dos assentos sanitários a cada 5 anos. Caso haja algum dano no assento do vaso sanitário, ele deverá ser trocado imediatamente.

Na loja virtual da Telhanorte você encontra um setor de assento sanitário com opções para diversos modelos de louça. Acesse nosso departamento, faça sua escolha e compre tudo para seu banheiro sem sair de casa, com conforto e praticidade. Aproveite nossas condições de pagamento e boas compras!

 

Como comprar tampa para vaso sanitário?

 

Edição de João Victor Quintino e Vinicius Marques

Tipos de mictório: aprenda tudo para a hora da compra

mictorio-ceramica-banheiro-tipos

| Banheiro

 

Principais tipos de mictório, materiais, formatos, modelos. Confira como escolher e quando usar cada um, preço e mais!

 

Quando falamos em mictório, estamos nos referindo a um tipo de vaso sem assento sanitário, comumente encontrado em banheiros públicos masculinos. Eles ajudam a otimizar o espaço, permitindo que um número maior de pessoas utilize o banheiro ao mesmo tempo. 

Os diferentes tipos de mictório aparecem com frequência em ambientes com grande movimentação de pessoas, como escolas, estádios, restaurantes, bares, academias, shoppings e outros locais. Os modelos de mictório variam quanto ao:

 

A seguir, vamos apresentar cada um deles para que você possa escolher o que melhor se adequa à sua obra ou reforma. 

 

Tipos de mictório

Calha

Esse tipo de mictório é encontrado no formato retangular, lembrando o formato de uma calha e pode ser usado, simultaneamente, por mais de uma pessoa. Os três materiais mais usados para esse tipo de acessório para banheiro são:

É uma boa opção para banheiros pequenos, afinal:

 

Por falar em encanamento, independente do tipo de mictório escolhido, é importante conferir se a instalação hidráulica do local permite o uso desse material ou se serão necessárias reformas e adaptações. Converse com um profissional da área e encontre tudo o que você precisar no departamento de Hidráulica da loja virtual da Telhanorte.  

 

 

Cubeta

O tipo de mictório cubeta é individual e o modelo mais comum em banheiros. Pode ser encontrado em diferentes formatos, desde redondos, quadrados ou mesmo retangulares na vertical. Também é versátil em relação ao material do qual pode ser feito: seja inox, cerâmica, porcelana ou poliéster reforçado com fibra de vidro. Se você tem mais espaço e deseja oferecer um pouco mais de privacidade e conforto para quem vai utilizar o mictório, essa é uma boa solução.

 

Mictorio-de-ceramica-gelo-Deca

Mictório de cerâmica gelo Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Mictorio-de-louca-sifonado-areia-Icasa

Mictório de louça sifonado areia Icasa (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Contra a parede ou de piso

Nesse modelo, o mictório percorre toda a parede, indo até o chão, onde está o ralo. Logo, a urina vai direto para o encanamento comum do local. Pode ser um pouco mais difícil de ser encontrado. É bom lembrar que, mesmo entre esses modelos, existem diferentes tipos de design de mictório, desde opções mais clássicas e simples, até modelos mais atuais, modernos e sofisticados. Isso sem contar na variação de cores, como branco, preto, inox ou mesmo colorido. 

Assim como todos os acessórios do banheiro, o mictório também interfere no resultado final da decoração e estilo do ambiente. Por isso, considere também esse fator para a escolha do tipo de mictório ideal para a necessidade do ambiente que está sendo construído. 

Na loja virtual da Telhanorte você encontra um setor completo de Mictórios. Não deixe de conferir!

 

 

Instalação dos Mictórios

Geralmente, a instalação de mictórios não é muito complexa, entretanto, é importante fazer a ligação de cada peça com a tubulação de esgoto, para que a urina possa ser encaminhada ao descarte. Geralmente, ao comprar um mictório, você adquire junto um conjunto de itens para instalação de sistemas hidráulicos e de fixação. 

É ideal buscar ajuda de um profissional para evitar qualquer tipo de erro na instalação e comprometimento da rede hidráulica do local. 

Conjunto-de-instalacao-para-mictorio-M712-Deca

Conjunto de instalação para mictório M712 Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Lembre-se de escolher a descarga ideal

É claro que além do mictório em si é importante se preocupar com a descarga que vai ajudar a eliminar a urina da peça, preparando o mictório para que possa ser usado com conforto pela próxima pessoa. Confira se o tipo de mictório que você escolheu já acompanha um mecanismo de descarga. Existem diferentes tipos, entre eles:

 

É necessário escolher a opção que mais ajuda na manutenção da limpeza, higiene e controle de odores do local em que o mictório será instalado. Além disso, existe uma variação de preços que deve ser considerada, a depender do seu orçamento. Clique nos links das legendas abaixo e confira mais sobre os modelos selecionados!

 

Valvula-de-descarga-para-mictorio-embutida-com-sensor-Decalux-inox-Deca-792365

Válvula de descarga para mictório embutida com sensor Decalux inox Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Valvula-de-descarga-para-mictorio-com-fechamento-automatico-cromado-Deca

Válvula de descarga para mictório com fechamento automático cromado Deca (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

valvula-de-descarga

Válvula de Descarga Deca para Mictório com Fechamento Automático Decamatic Eco Cromado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

 

Escolha seu mictório e compre com melhor preço

Agora que você conhece os diferentes tipos de mictório para banheiros é hora de escolher o que vai estar no ambiente que você está criando ou construindo. Um outro ponto importante é garantir a compra de produtos de marcas de qualidade, garantindo a durabilidade e o uso ideal da peça. 

Assim como vasos sanitários comuns, os mictórios podem durar muitos anos se forem de marcas de qualidade e receberem a devida higienização. Na loja virtual da Telhanorte, você encontra as marcas de vaso sanitário: Deca, Celite e Icasa.

São diversos tipos de mictórios, com sifão, opções de descargas, cores e formatos variados. Não se esqueça que um banheiro, mesmo com mictório, precisa de um espaço para um vaso sanitário tradicional! Por isso, lembre-se de colocar na lista de compras um vaso sanitário, descarga e assento

Além disso, temos um setor completo de Hidráulica para que você possa comprar os acessórios necessários para a instalação ou reforma do banheiro, para receber esse novo acessório. Veja também a nossa categoria de Materiais de Construção.

 

Edição de Murilo Bonício e Vinicius Marques

Como renovar o rejunte do azulejo?

cor-rejunte-renovar-limpar-parede-revestimento-banheiro-branco

| Banheiro

 

Quer renovar o rejunte desgastado do azulejo? Aprenda como trocar, pintar ou limpar com receitas caseiras

 

O rejunte da parede está encardido e, por mais que você limpe e esfregue, não consegue fazer com que ele volte a ficar novo? Neste post, vamos dar algumas sugestões de como renovar o rejunte, para ajudar você a resolver esse problema tão desagradável!

 

Confira no site da Telhanorte: Rejuntes

Rejunte-Weber-Flex--1Kg-cinza-outono-Quartzolit

Rejunte Weber Flex 1Kg cinza outono Quartzolit (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Importância do rejunte

Além da parte estética, o objetivo principal do uso do rejunte é vedar as junções de revestimentos como: azulejospisosporcelanatospastilhas e pedras diversas. Os rejuntes trazem proteção, impermeabilização (evitando fissuras, dilatações e  infiltrações) e também aumentam a durabilidade do piso ou azulejo. O rejunte também ajuda no alinhamento, compensando alguma irregularidade que o azulejo possa ter. 

Outra função importante do rejunte é proteger o azulejo contra os fatores climáticos, como calor e frio extremos. Como o rejunte é maleável, ele permite que as peças de revestimento dilatem ou contraiam, de acordo com o clima, sem que haja rachaduras e atritos.

 

Tipos de rejunte

É o mais utilizado e também o mais barato. Feito à base de areia, cimento, pigmentos para dar a cor desejada, aditivos e polímeros. Ao adicionar água, se transformam em uma argamassa pastosa. Pode ser utilizado tanto em áreas internas e secas (mais recomendável) como também em áreas externas. No caso de áreas externas e úmidas, é recomendável o uso de aditivos, para uma melhor impermeabilização

 

Rejunte intermediário, de fácil aplicação, o rejunte acrílico possui a composição semelhante à do rejunte cimentício acrescentado da resina acrílica que proporciona um acabamento mais liso, facilitando na limpeza. É utilizado para áreas úmidas ou que tenham contado direto com água, como banheiroscozinhasáreas de serviço, áreas externas, entre outras.

 

É o rejunte de maior resistência e durabilidade, sendo resistente a fungos e compostos químicos. É utilizado normalmente em áreas externas, como piscinas, saunas e fachadas, por se tratar de um rejunte muito impermeável. Ele é usado também em áreas internas que recebem muita água, como banheiros, cozinhas e áreas de serviço.

 

Como renovar o rejunte do azulejo

1. Colocando um novo rejunte

Se você deseja um serviço 100% eficaz, o ideal é você colocar um novo rejunte em seus azulejos. Para renovar o rejunte do azulejo, o ideal é utilizar um raspador de rejunte com aço de tungstênio. Se não tiver, pode utilizar uma espátula. Atenção para não danificar o azulejo! 

 

Raspador-de-rejunte-vermelho-Cortag

Raspador de rejunte vermelho Cortag (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Com cuidado, você fará uma raspagem do rejunte velho ou danificado. Utilize um pano úmido ou uma esponja para retirar todo o pó e resíduos existentes. Depois de bem limpo, utilize um pano seco para retirar a umidade e o restante do pó. Aguarde até que o local fique bem seco. Enquanto aguarde, leia as instruções na embalagem do produto

 

bloco_espuma_29507_1_20200729190456

Bloco Cortag de Espuma Amarelo e Branco (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Dependendo do rejunte a ser aplicado, principalmente o epóxi, o tempo de aplicação é limitado. Feito isso, prepare e aplique o rejunte com o auxílio de uma espátula (de preferência, use uma espátula de plástico). Com uma esponja ou pano úmido, vá limpando os excessos com movimentos circulares, para evitar que o rejunte saia. Faça a aplicação em pequenas áreas e vá limpando alternadamente, para que o rejunte não seque demais, dificultando a limpeza. Aguarde o tempo descrito na embalagem para a secagem total.

 

Espatula-em-EVA-para-rejunte-amarela-Cortag

Espátula em EVA para rejunte amarela Cortag (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Pintando o rejunte do azulejo

Outra forma indicada de renovar o rejunte do azulejo é pintando. Você encontra atualmente em lojas especializadas produtos específicos para pintar rejunte de azulejos, de fácil aplicação e sem deixar muita sujeira! Alguns produtos já são prontos para o uso, com bico aplicador e esponja. Você pode também fazer uso da tinta epóxi ou da tinta acrílica. Não se esqueça de observar as instruções do fabricante! O procedimento para aplicação tende a ser bem parecido. 

Limpe bem os azulejos.

– Passe a tinta com a ajuda de um pincel delicadamente. 

– Vá limpando os excessos de tinta com o auxílio de um pano úmido ou uma esponja umedecida. 

Espere a secagem total. Se for necessário, aplique outra demão. 

 

Sugestão de matéria: Confira mais dicas sobre como limpar o rejunte dos ambientes

 

3. Limpando o rejunte com dicas caseiras

No dia a dia, o uso de detergente neutro e água são suficientes para manter o rejunte de seus azulejos limpos e bonitos. Mas caso já se encontrem com uma aparência desgastada, apresentamos abaixo algumas sugestões de como recuperar o rejunte.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Água morna

Para limpezas mais leves, borrife o rejunte com água morna e esfregue com uma escova de cerdas duras.

 

Cloro ou água sanitária

Apesar da água sanitária ser um dos produtos mais utilizados na limpeza, não é recomendado fazer o uso constante desses produtos por serem corrosivos. Mas caso não tenha outra opção no momento da limpeza, utilize um borrifador para umedecer os rejuntes e deixe descansar por aproximadamente 15 minutos. Você já notará a diferença! Nos lugares que ainda permanecerem sujos, utilize uma escovinha. Após a aplicação, enxague muito bem e seque os azulejos. 

 

Veja-Limpeza-Pesada-Cloro-Ativo-2-em-1-1L-1772023

Veja Limpeza Pesada Cloro Ativo 2 em 1 1L (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Vinagre

O vinagre é um produto que muitas famílias possuem em casa e é ótimo para diversos tipos de limpeza! Usando o mesmo processo da água sanitária ou cloro, borrife o vinagre generosamente e deixe agir por um bom tempo. Depois, com uma escovinha, esfregue delicadamente o rejunte. Enxague e seque para finalizar. 

 

Escova-Novica-cantos-112-Bettanin-1450026

Escova Noviça cantos 112 Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bicarbonato

Faça uma mistura com uma parte de bicarbonato, duas partes de água e o suco de um limão espremido. Aplique essa pastinha no rejunte dos azulejos. Aguarde cerca de 10 minutos. Esfregue com uma escovinha, lave e seque

 

Bicarbonato e água oxigenada

Misture uma parte de bicarbonato de sódio com duas partes de água oxigenada. Aplique e deixe agir por 5 minutos. Use uma escovinha para dar o acabamento e limpe com água.  

 

Sugestão de matérias: Buscando mais dicas? Confira 14 itens que não podem faltar no kit de limpeza, 5 dicas de limpeza e organização da casa, truques de limpeza para 5 tipos de piso e aprenda como fazer a limpeza pós-obra

 

Produtos de limpeza multiuso

Fáceis e práticos de usar, os produtos multiuso são encontrados facilmente nos mercados e já vêm prontos para uso, bastando apenas borrifar e esfregar com um pano ou esponja. Inclusive, há alguns específicos para banheiros, que tiram o limo dos rejuntes. 

 

Esponja-Magica-Scotch-Brite-3M

Esponja Mágica unitária azul e branco Scotch-Brite (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Sal, detergente e vinagre

Outra boa opção para limpar os rejuntes é misturar uma medida de vinagre branco, uma de água quente, uma medida de sal e duas colheres de detergente líquido. Passe no rejunte, aguarde aproximadamente 15 minutos e, então, esfregue com uma esponja ou escovinha. Em seguida, lave com água.

Evite usar produtos abrasivos, como ácidos, soda cáustica e aguarrás na limpeza dos rejuntes dos azulejos, pois podem corroer e danificar o rejunte, como também o próprio azulejo.

 

Gostou das dicas para renovar o rejunte da parede?

Agora que você já sabe como renovar o rejunte, não há mais motivos para deixá-lo encardido. Então, mãos à obra! Aproveite também para conhecer a loja virtual da Telhanorte e encontrar rejuntes, argamassas, espátulas, azulejo e tudo que você precisa para a reforma. Aproveite nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado.

 

Qual o melhor rejunte para piscina?

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino