área externa | Blog Telhanorte

Parede de chapisco: como pintar?

parede-chapisco-impermeabilizacao-pintura-cor-argamassa-decoracao-acabamento

| Área Externa

 

Entenda como pintar uma parede de chapisco usando dois métodos diferentes e confira dicas para organizar o serviços antes, durante e depois da pintura.

 

Acabamento em chapisco não é sinônimo de parede mal acabada. Por isso é importante aprender como pintar parede de chapisco da melhor forma, levando em consideração alguns detalhes, tanto para agilizar o serviço, quanto para fazê-lo da forma correta. 

O chapisco é uma argamassa feita geralmente de cimento e areia e é aplicado direto na alvenaria, formando uma camada irregular sobre a parede.

Sua função é dar mais aderência ao reboco, mas ele também funciona como acabamento final para paredes em áreas externas, como muros. Costuma-se também aplicar um impermeabilizante na argamassa do chapisco, a fim de evitar infiltrações, uma vez que os muros ficam expostos no ambiente. A maioria das pessoas prefere pintar o chapisco, para dar um acabamento mais bonito e harmonioso.

Apesar da superfície irregular do chapisco ser mais trabalhosa de pintar, a tinta adere sem dificuldades. Assim, confira agora nossas dicas para realizar a pintura de superfícies de chapisco.

Boa leitura!

 

parede-chapiscada-chapisco-cinza-textura-pintura-como-pintar

Parede chapiscada (Foto: Deposit Photos / Reprodução)

 

Guia de como pintar parede de chapisco

 

1. Forre o chão próximo à parede

Pintar paredes sempre gera uma bagunça. Assim, como em qualquer outro processo de pintura, forre o chão próximo à parede de chapisco com uma lona preta ou folhas de jornal. Além de proteger o piso dos respingos de tinta, você ganha uma superfície para trabalhar e poder apoiar os outros materiais.

 

2. Escolha uma tinta para parede externa

Para prolongar a vida útil da pintura e manter a cor viva e bem acabada por mais tempo, use uma tinta própria para parede externa. Caso seja um muro, as cores escuras são mais recomendadas, como alguns tons de cinza. Mas você também deve considerar o ambiente como um todo, para escolher a cor que melhor harmonize com o conjunto da obra.

 

muro-chapisco-pintura-tinta-pintar-cinza-parede-rua

Muro de chapisco pintado de cinza (Foto: Chácara Justo / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Confira em nosso blog Quais os Principais Tipos de Tinta para Parede e aprenda Como Escolher a Cor para Parede de Cada Cômodo

 

3. Faça a diluição da tinta

Para render a aplicação, o recomendado é diluir a tinta, ao pintar a parede de chapisco. As tintas à base de água são diluídas em água e as tintas a óleo são diluídas em aguarrás.

Dependendo do método de pintura escolhido para fazer a pintura, a proporção de diluente necessária varia. Para pintura com trincha ou broxa, a proporção do diluidor varia entre 10 e 20%. Para pintura com pistola compressora, a tinta precisa estar mais diluída, para passar pelo canal da ferramenta. Então a proporção de diluentes é entre 20 e 30%

Atenção: É muito importante que você confira as orientações na embalagem da tinta escolhida, para poder fazer a diluição de maneira correta!

 

4. Escolha o método de pintura

As duas formas mais eficientes de fazer a pintura de chapisco são utilizando:

– Trincha ou broxa;

– Pistola com compressor.

Atenção: Pintar a parede chapiscada apenas com um rolo não traz bons resultados, porque a tinta não adere nas reentrâncias da parede e o acabamento não fica uniforme.

 

Confira em nossa loja: Acessórios para Pintura

 

5. Aplique a tinta 

O processo de pintar a parede de chapisco com trincha ou broxa vai exigir força no braço, mas o resultado é uma pintura homogênea com apenas uma demão. Escolha uma trincha ou uma broxa grande, para ter mais eficiência no preenchimento de toda a parede. Use uma bandeja de pintura para manusear a tinta com maior facilidade. 

Apesar de não recomendarmos o uso exclusivo do rolo para a pintura, uma boa dica é utilizar ele como um auxiliar para a aplicação com a broxa, evitando que a tinta escorra pela parede. O processo é simples: primeiro você espalha a tinta utilizando-se da broxa e, antes que ela seque, você passa o rolo na área pintada, fazendo com que o excesso de tinta se espalhe ou seja absorvido pelo rolo.

Já no caso da pistola compressora, além da também ficar uniforme, a pintura por meio dela é mais rápida. No entanto, são necessárias geralmente duas demãos. Além disso, vale dizer que o preço de uma pistola compressora é mais elevado que o de uma trincha ou da broxa.

 

6. Aguarde a secagem

Depois de aplicar a tinta em toda a superfície da parede, é só aguardar o tempo de secagem necessário para conferir o resultado da pintura.

 

Dicas para pintar parede chapiscada

– Como se trata de uma pintura externa, escolha um dia de tempo firme e ensolarado para fazer a pintura do muro. Assim, você evita a chuva e outras intempéries que podem prejudicar o resultado;

– Se você usar a pistola compressora, mantenha a mesma distância (de 20 a 25 cm) da parede durante a pintura, para garantir um acabamento homogêneo na aplicação da tinta;

– Use luvas de proteção para manipular a tinta e fazer a diluição sem sujar as mãos. É importante especialmente se for utilizada tinta à base de óleo, que é diluída com aguarrás e pode sensibilizar a pele;

– Coloque também um colete de proteção, ou uma roupa velha, para evitar que os respingos manchem as roupas;

– Para evitar que partículas invisíveis entupam o bico da pistola compressora, é recomendado filtrar a tinta com um filtro adequado, seguindo as orientações do manual de instrução do objeto;

– Coloque o bico da pistola compressora na posição vertical para ter mais agilidade na aplicação da tinta durante a pintura da parede;

– Limpe todos os acessórios ao final do trabalho. A tinta à base de água é mais fácil de ser removida dos acessórios. A tinta a óleo pode ser removida com aguarrás;

– Deixe os pincéis secarem ao ar livre antes de serem guardados, para evitar o surgimento de mofo.

 

Gostou das dicas?

Se você tem uma parede chapiscada em casa e quer dar um acabamento diferente para ela, siga o passo a passo e as dicas acima para acertar na pintura!

Confira no site da Telhanorte as opções de Tintas e Corantes e também de Acessórios para Pintura para ter produtos de qualidade no acabamento da sua casa!

 

Edição por: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Casa de campo: 5 dicas para uma boa decoração

casa-de-campo-minexco-1024x639

| Ambientes Internos

 

Confira dicas e fotos para decorar uma casa no campo com estilo!

 

Quem não gostaria de relaxar em um lugar cercado por montanhas, árvores e ar puro, não é mesmo? Em uma casa de campo, a decoração tem um poder fundamental na criação de uma atmosfera relaxante. Ao lado de uma boa infraestrutura, organização, limpeza e recursos, o estilo decorativo da casa é o que traz aos moradores conforto e aconchego.

Por isso, saber como decorar uma casa de campo é essencial, para valorizar a tranquilidade que a natureza ao redor proporciona.

Está reformando e precisa de ideias? Confira as dicas de decoração para casa de campo que separamos neste post e algumas fotos para te inspirar.

 

Dicas de decoração para casa de campo

 

1. Defina o estilo geral da decoração

O primeiro passo para decorar o ambiente é definir o tipo de decoração que vai predominar na casa. Vamos destacar duas tendências utilizadas no campo. São elas:

– decoração rústica;

– decoração industrial.

 

Decoração rústica para a casa de campo

A decoração rústica tem a madeira como elemento predominante em sua composição. O material pode estar em móveis, nos itens de decoração e até na estrutura da casa (paredes, teto e varandas). Além de combinar perfeitamente com uma casa em meio à natureza, a madeira trabalhada também acrescenta sofisticação e charme para a decoração. Em conjunto com outros elementos, cada detalhe ganha destaque e presença no ambiente. 

 

conheca-a-casa-nas-montanhas-do-ator-ricardo-tozzi08

Interior rústico com vista ampla para montanha (Foto: Fran Parente / Casa Vogue / Reprodução)

 

Decoração industrial para casa de campo

A decoração industrial é mais utilizada em apartamentos e casas urbanas do que no campo, mas com as combinações certas (detalhes metálicos, vigas e estruturas expostas, cimento queimado e o couro), o estilo consegue ornar com algo mais rústico, tornando-se perfeito para a casa rural.

Esse estilo, inclusive, combina muito com a madeira, trazendo mais modernidade para o visual da casa. Sofás de couro vintage, luminárias pendentes e de chão, escadas metálicas e vigas de ferro são algumas características da decoração industrial que podem ser harmonizadas com o campo.

 

sala-estar-industrial-revestimento-forro-rustico-madeira-moderno-casa-campo-decoracao

Sala de estar com revestimento de madeira natural e vigas aparentes (Foto: Evelyn Muller / Constance Zahn / Reprodução)

 

2. Combine tons terrosos com detalhes coloridos

Outra dica importante é prestar atenção às cores que predominam no ambiente. Tons terrosos como o marrom, bege, caramelo, terracota, areia e verde musgo harmonizam muito bem com o ambiente campestre. Essas cores podem estar no estofado dos sofás e poltronas, no tampo das mesas, nos vasos e nas mesinhas de centro.

Já para trazer um pouco mais de cor para o ambiente, escolha tons alegres e os espalhe em almofadas, flores, quadros, vasos de plantas e demais elementos decorativos. Nas cortinas, os tons pastéis claro ficam excelentes, sendo os tecidos mais comuns na decoração o sisal, a palha e a fibra.

 

 

3. Planeje uma boa iluminação natural

A decoração da casa de campo deve valorizar o que o ambiente em volta tem de melhor e a luz natural é um desses elementos. Para isso, a casa pode ser adaptada de maneira a permitir a entrada de maior quantidade de luz. A principal solução é aproveitar ao máximo o pé direito para instalar janelas grandes de vidro.

Assim, durante o dia, todos os cômodos ficam iluminados naturalmente, sem a necessidade de luz artificial. Já à noite, use luminárias de luz amarela para criar um clima mais aconchegante. Existem opções em LED com essa coloração, que não esquentam, duram mais e ainda economizam energia.

 

09-madeira-no-piso-e-no-teto-traz-acolhimento-a-vivendo-de-campo

Excelente aproveitamento da luz natural em cômodo rústico (Foto: Eduardo Pozella / Casa Abril / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Confira em nosso blog como escolher entre Iluminação Direta, Indireta ou Difusa, quais os Tipos de Pisos para a Área Externa, 5 Espécies de Árvores Frutíferas para ter em casa e conheça mais sobre o Estilo Industrial.

 

4. Capriche no revestimento e acabamento das paredes

Destacamos o revestimento e acabamento das paredes, pois eles têm grande destaque no ambiente, especialmente nos cômodos principais da casa. Entre as opções mais utilizadas estão a parede de tijolinho rústico aparente, os painéis de madeira e as paredes de pedras naturais.

Essas opções combinam tanto com a decoração rústica quanto com a industrial e preservam a beleza e naturalidade do acabamento por anos. 

 

 

5. Invista em uma aconchegante área externa

Se o interior da casa de campo é boa para o descanso, a área externa deve seguir o mesmo padrão de conforto. Se tiver uma piscina, crie um espaço com espreguiçadeiras, para que as pessoas possam conversar e relaxar perto da água.

Em espaços cobertos como varandas, inclua redes e poltronas voltadas para a direção do pôr do sol.  São os detalhes que vão tornar sua casa de campo mais acolhedora e perfeita para receber a família e amigos.

 

 

Gostou das dicas?

Com essas ideias de decoração para a casa de campo, você pode criar um projeto personalizado e com as melhores soluções. Aproveite e confira também a categoria completa de Decoração que a Telhanorte tem para você! São inúmeros itens para deixar cada cantinho com a sua cara.

Veja as condições de entrega para sua região e faça seu pedido online!

 

Edição por Vinicius Marques e Murilo Bonício

Porcelanato amadeirado: como escolher um modelo

porcelanato-amadeirado-piso-madeira-casa-apartamento

| Ambientes Internos

 

Confira as características e recomendações de cada modelo e dicas para você se inspirar!

 

Os pisos de madeira são opções que trazem aconchego e sofisticação para os ambientes da casa, entretanto, além de terem um custo mais elevado, exigem mais manutenção e cuidados especiais, contra cupins, por exemplo.

Por isso, escolher os tipos de porcelanato amadeirado se trata de uma questão de unir a beleza da madeira e a praticidade do porcelanato. 

Entre os benefícios de adotar porcelanatos para os ambientes da sua casa podemos citar:

– durabilidade e resistência da peça;

– estética e beleza;

– versatilidade;

– praticidade para manutenção.

 

Confira em nosso site: Porcelanatos

 

tipos-porcelanato-amadeirado-madeira-sala-estar-casa-piso-chao

Sala de estar minimalista com porcelanato amadeirado (Foto: MCA SHOP / Reprodução).

 

Como escolher o porcelanato amadeirado ideal?

A seguir, listamos algumas das principais dicas de como escolher os tipos de porcelanatos ideais para o ambiente, seja na casa ou escritório, em áreas internas ou externas. Além das dicas sobre como montar ambientes com porcelanato amadeirado, aproveite para se inspirar com os exemplos que vão ajudar você a chegar em um bom resultado. 

 

Porcelanato-Rochaforte-Pandora-HD-acetinado-retificado-C-60cm-x-L-60cm-marrom-1552376

Porcelanato Rochaforte Pandora HD acetinado retificado C: 60cm x L: 60cm marrom (Foto: Acervo / Telhanorte).

 

1. Defina o ambiente em que o porcelanato será instalado

Existem tipos de porcelanato amadeirado ideais para áreas molhadas, como banheiro e área externa, e opções para áreas secas, como salas e quartos. Por isso, entender em qual área o porcelanato vai ser instalado vai te ajudar a fazer a escolha certa. 

 

Sugestão de matéria: Descubra 4 tipos de porcelanato para a área externa da sua casa, se inspire com imagens de ambientes com porcelanato amadeirado e aprenda como instalar o porcelanato no piso

 

2. Escolha a cor do porcelanato

A madeira natural possui um leque de cores e texturas que fazem muita diferença no estilo do ambiente e no resultado final da obra. O mesmo acontece com os ambientes com porcelanato amadeirado, que podem se beneficiar dessa variedade de tons. Dos mais claros aos mais escuros, aproveite para usá-los e criar o ambiente que você sempre desejou. 

 

piso-porcelanato-amadeirado-embramaco-sala-casa-apartamento-madeira

Porcelanato amadeirado com tons claros em contraste com almofadas escuras (Foto: Embramaco / Reprodução).

 

3. Harmonize com o estilo do ambiente

O tipo de porcelanato amadeirado escolhido deve compor o ambiente, estando alinhado com o restante da decoração e com o estilo que você deseja dar ao cômodo. Ambientes mais sofisticados podem contar com um porcelanato mais escuro e clássico; espaços mais leves e descontraídos podem ganhar muito com porcelanatos claros. 

 

 

4. Considere o piso antiderrapante

Aqui é necessário estar atento ao coeficiente de atrito. Quanto maior ele for, melhor para áreas molhadas.

No caso do porcelanato para banheiro, é aconselhável um coeficiente maior que 0,4, por exemplo. Esse tipo de piso impede que você escorregue ao entrar ou sair do box, por exemplo. Já para áreas externas é aconselhado que você escolha um tipo de porcelanato amadeirado com coeficiente acima de 0,8.

Para escadas, opte também pela aplicação de lixas, que vão evitar que você escorregue e cause acidentes mais graves.

 

 

5. Escolha o rejunte ideal para a instalação

É claro que, para a instalação de pisos e revestimentos, é preciso estar atento ao tipo de rejunte usado. Ele é fundamental para alcançar o resultado esperado e o acabamento ideal para a reforma. Por isso, tenha atenção a esse tópico antes de fazer a compra.

 

porcelanato-rejunte-amadeirado-madeira-imita-rustico

Um rejunte de tom similar às peças favorece o estilo do porcelanato (Foto: Portinari / Frei Caneca / Reprodução).

 

6. Confira a resistência do porcelanato

A resistência do porcelanato, assim como de outros tipos de pisos e revestimentos, também deve ser uma preocupação para garantir a segurança, a qualidade de acabamento e a longevidade das instalações.

Em áreas como o box do banheiro, por exemplo, é especialmente importante considerar a resistência do porcelanato, para garantir que as cores e texturas do piso não sejam alteradas com facilidade, com o aparecimento de manchas. 

 

Porcelanato-retificado-50x100cm-Antique-Wood-esmaltado-carvalho-Elizabeth-1260022

Porcelanato retificado 50x100cm Antique Wood esmaltado carvalho Elizabeth (Foto: Acervo / Telhanorte).

 

Certifique-se que o porcelanato é adequado para a área na qual você vai instalá-lo.

Além de áreas úmidas, também é importante considerar uma atenção especial à resistência em áreas com mais movimentação, principalmente espaços como empresas e halls de edifícios. 

 

Características do porcelanato amadeirado

É possível encontrar peças de porcelanato com diferentes medidas, as três principais são: (60cm x 60cm), (20cm x 1,20m) e (11cm x 1,2m). É ideal que a escolha seja embasada no seu projeto e na área em que será aplicada a peça.

Porcelanato-bold-60x60cm-Deck-Peroba-Envelhecida-externo-castanho-acetinado-Portobello

Porcelanato bold 60x60cm Deck Peroba Envelhecida externo castanho acetinado Portobello (Foto: Acervo / Telhanorte).

 

Além do tamanho, existem dois tipos de porcelanato amadeirado que variam de acordo com a borda do revestimento: 

Borda bold: levemente arredondada. Na instalação, deve manter um espaçamento entre as bordas de 2 mm ou mais.

Borda retificada: borda reta, com acabamento perfeito e alinhamento total das peças. Prefira espaçamentos a partir de 1,5mm.

 

Porcelanato-retificado-245x100cm-Ecofloor-acetinado-carvalho-Villagres

Porcelanato retificado 24,5x100cm Ecofloor acetinado carvalho Villagres (Foto: Acervo / Telhanorte).

 

Gostou das dicas?

Agora que você sabe quais são os principais tipos de porcelanato amadeirado, pode fazer sua compra com a certeza de que vai acertar no modelo que escolher!

Na loja virtual da Telhanorte você encontra um departamento completo de Pisos e Revestimentos, com Pisos Vinílicos, Pisos Laminados e Decks para áreas externas. Além de opções como Pisos Cerâmicos e piso de Pedras Naturais, e claro, Porcelanatos

Confira e aproveite para completar seu pedido com outros itens para assentamento como Acabamentos para piso, Argamassa e Rejunte.

Aproveite nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado. 

Comprando online você tem mais comodidade, paga com segurança e recebe tudo em casa! Aproveite as ofertas e #vivasuacasa!

 

Porcelanato amadeirado: 11 ambientes para te inspirar

 

Edição: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Cobertura de pergolado com vidro: o que é?

Cobertura de pergolado com vidro

| Ambientes Internos

 

O que é cobertura de pergolado, como escolher o tipo de vidro, instalar e limpar? Veja fotos para se inspirar e aprenda dicas de conservação

 

A cobertura de pergolado com vidro tem sido bastante utilizada nos projetos de arquitetura, trazendo leveza, luminosidade, modernidade e elegânciaEla traz à tona todo um refinamento para áreas externas de lazer e convivência, como também pode ser usada na parte interna da residência. A seguir, vamos apresentar melhor o que é o pergolado de vidro e fotos para você se inspirar! Acompanhe.

 

Cobertura de pergolado com vidro

Corredor externo protegido com pergolado de vidro (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

O que é pergolado de vidro?

A cobertura de pergolado com vidro é uma estrutura muito usada atualmente em áreas como:

– churrasqueiras;

– garagens externas;

– jardins;

– jardins de inverno;

– piscinas;

– quintais; 

– terraços;

– varandas.

 

Esse tipo de cobertura também pode ser usado para proteção da frente de residências e prédios, contra a ação do sol, chuva, vento e frio. É composta por uma estrutura feita com colunas – que podem ser feitas de diferentes tipos de materiais, como ferro, alumínio, aço, concreto, bambu e madeira –  que sustentam vigas em que serão apoiados os vidros de cobertura. 

 

Sim. O teto é feito de vidro! 

Além de ser muito bonito visualmente, a cobertura de pergolado com vidro é muito versátil e se encaixa muito bem em diversos ambientes e estilos, deixando uma sensação de tranquilidade e relaxamento. Permite uma iluminação natural aliada a uma boa ventilação.

 

Cobertura de pergolado com vidro

Pergolado de vidro cria uma divisória entre a churrasqueira e o jardim externo (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

E aquela área gourmet que você tanto queria? Uma churrasqueira, um freezer, um sofá, uma rede, plantas…  Tudo isso vai ser super bem aproveitado, sem ter que se preocupar se vai chover ou não… Bom, né?

 

Cobertura de pergolado: qual o tipo ideal de vidro?

Temos duas opções que se enquadram perfeitamente na cobertura de pergolado com vidro, sendo resistentes e duráveis.  

 

1. Vidro temperado

Considerado como sendo um vidro de segurança, o vidro temperado é cinco vezes mais resistente do que o vidro comum e suporta uma variação de temperatura de até 200 graus. O processo pelo qual o vidro temperado passa é de um superaquecimento (até 700 graus) a um resfriamento rápido e brusco. Isso faz com que ele seja altamente resistente e muito pouco flexível. Portanto ele jamais deverá ser cortado ou perfurado, com risco de quebra. 

Todas as adequações que se fizerem necessárias, como cortes, furos e acabamentos, deverão ser feitas por profissionais, antes do processo de aquecimento/resfriamento, também conhecido como beneficiamento do vidro. 

 

lareira-externa-com-pegolado-vidro-temperado

Área externa moderna com lareira e pergolado de vidro temperado (Foto: Zillow / Reprodução)

 

2. Vidro laminado 

O preferido para cobertura de pergolado! O vidro laminado é composto pela união de duas ou mais placas de vidro, juntas por uma película de altíssima resistência – o Polivinil Butiral (PVB). Esse conjunto é submetido a uma alta pressão e calor, produzindo um material que, além de resistente, protege as pessoas e móveis dos nocivos raios ultravioletas.

Também é considerado como um vidro de segurança! Essa película é, ainda, à prova de acidentes, uma vez que, em caso de quebra, impede que os estilhaços se espalhem e os mantém presos à própria películaSua alta tecnologia ainda proporciona uma sensível redução de sons do ambiente, funcionando como uma barreira acústica. 

Além das vantagens relatadas acima, como alta luminosidade natural, uma ótima proteção acústica e proteção contra os raios ultravioletas, ainda poderemos ter, na composição do vidro laminado, a proteção solar, com tratamento refletivo, que irá proporcionar também um excelente conforto térmico. 

 

cobertura-para-pergolado-vidro

Cobertura para pergolado feita de madeira e vidro laminado (Foto: Viminas / Reprodução)

 

Apesar de possuírem características diferentes, a escolha de qual tipo usar vai depender do projeto que for desenvolvido. Ambos tipos são muito recomendados para a cobertura de pergolado com vidro. É sempre importante frisar que a escolha de profissionais qualificados e produtos de boa procedência são fundamentais para que a obra ou reforma transcorra de maneira eficiente e que a instalação seja feita de forma correta, com segurança e evitando futuros transtornos e aborrecimentos.  

 

Usando a cobertura de pergolado com vidro em áreas internas

Apesar de serem normalmente planejados para o uso em áreas externas, nada impede que o pergolado de vidro também seja utilizado para as áreas internasVocê pode utilizar o pergolado com vidro, de acordo com o projeto da sua obra, em ambientes internos como:

– Corredores que ligam determinados cômodos;

– Cozinhas;

– Hall de entrada;

– Jardins de inverno.

 

cobertura-de-vidro-cozinha-interna

Cozinha interna com pergolado de vidro no teto (Foto: Casa e Festa / Reprodução)

 

Tudo isso traz um ar de sofisticação para o cômodo – além de maior iluminação natural!

 

Como fazer a limpeza de pergolado de vidro?

A poeira que vem da rua, folhas que caem devido ao vento e à chuva e dejetos de animais acabam por sujar o pergolado de vidro. Portanto, se você deseja que ele se mantenha bonito, são necessárias limpezas periódicas. Por ficarem em locais mais altos, a  limpeza de pergolado de vidro exige cuidados redobrados no quesito segurança. Mas a limpeza propriamente dita é bastante simples:

1. Utilize sabão neutro e água. Evite usar outro tipo de produto para evitar que os vidros arranhem;

2. Use um pano ou uma esponja macia. Encontramos hoje no mercado os já conhecidos mop, que facilitam bastante por serem macios e terem um cabo alongado. Faça movimentos sempre em uma única direção para evitar manchas;

3. Opte sempre por fazer a limpeza dos vidros em dias menos ensolarados. Isso porque, com a incidência do sol, o sabão acaba por secar mais rapidamente, fazendo com que os vidros fiquem manchados;

4. Caso seja necessário usar uma escada, tenha atenção máxima à segurança e considere o uso de capacete e outros EPIs.

 

Manutenção da cobertura de pergolado com vidro

Por ficar exposto ao sol e chuva, deverá ser feita uma manutenção periódica na cobertura de pergolado com vidro. Observe se há algum tipo de desgaste das peças ou ferrugem, principalmente nos encaixes usados para segurar os vidros ou se há algum tipo de dano nas colunas de sustentação. De tempos em tempos, o ideal é contratar uma firma especializada para verificar e fazer a correta manutenção, substituindo alguma peça que se apresente em más condições de uso. Fazer uma boa manutenção fará com que você, sua família e amigos possam desfrutar por muito tempo do pergolado!

 

Gostou das dicas?

Se você tem em casa aquele espaço que não está sendo aproveitado, que tal planejar a colocação de um belo pergolado? Já imaginou à noite? Você está relaxando e olhando as estrelas? Você poderá transformar um cantinho qualquer num local fantástico e aprazível para seu relaxamento e também para receber os amigos e familiares que, com certeza, ficarão encantados. 

Aqui na loja virtual da Telhanorte você encontra tudo para Jardim e área externa. Faça seu pedido sem sair de casa e receba tudo com segurança e praticidade.

 

4 tipos de porcelanato para área externa

 

Edição: Murilo Bonício | Vinicius Marques

Porcelanato amadeirado: 11 ambientes para te inspirar

porcelanato-amadeirado-madeira-ambiente-sala-estar-piso-retificado-moderno

| Ambientes Internos

 

Inspire-se vendo ambientes com porcelanato amadeirado como salas, cozinhas, quartos, banheiros e áreas externas.

 

Os ambientes com porcelanato amadeirado são queridinhos dos projetos de decoração. Afinal, como não amar uma opção de revestimento que elimina o lado trabalhoso de lidar com a madeira?

Usar a madeira natural exige cuidados na preparação das réguas, na aplicação no piso e na manutenção. Sem os cuidados desde o início, a madeira pode apodrecer, se encher de cupim, fungos e até se desfazer, tornando-se perigosa.

Por isso, o porcelanato é a opção ideal, pois seu acabamento que imita madeira é realista e, ainda, tem características reforçadas.

 

Sugestão de matéria: Procurando mais dicas para se inspirar? Veja Como usar a madeira na decoração

 

Confira algumas dicas de porcelanato amadeirado que separamos abaixo:

 

Dicas na hora de comprar porcelanato amadeirado

 

Considere as cores da parede e dos móveis

Tem alguma prioridade em relação à cor das paredes? Ou um móvel com design diferente que gostaria muito de incluir na decoração? Esses detalhes vão ajudar a combinar o porcelanato amadeirado para que ele seja de um tom e textura que formem o conjunto ideal. 

 

Pense no local de utilização

O porcelanato amadeirado pode ser usado em diversos ambientes. Diferente da madeira natural, o porcelanato é resistente e durável, sendo útil tanto em áreas internas quanto externas da casa. Em espaço como varandas e ao redor da piscina, vale a pena investir na versão antiderrapante que ajuda a evitar acidentes. 

 

Quanto mais próximas as réguas melhor

Para obter um ambiente mais realista como resultado, faça a instalação das réguas de porcelanato o mais próximo possível.  Assim, o acabamento fica mais uniforme, parecendo que o chão não tem emendas e dando a impressão mais real de ser madeira natural. Contudo, não deixe de verificar as indicações dos fabricantes quanto a distância mínima necessária!

 

Vantagens do porcelanato madeirado

As principais vantagens dos ambientes com porcelanato amadeirado são:

Durabilidade do piso: diferente de um piso de madeira natural que, sem os devidos cuidados, se deteriora, o porcelanato gera poucos problemas com umidade, infestação de cupim, marcas de riscos ou rachaduras.

Beleza: os fabricantes de porcelanato conseguem imitar com eficiência as cores e texturas da madeira, permitindo escolher uma opção que mais combine com a sua decoração e que, muitas vezes, não seria possível encontrar nas versões naturais.

Facilidade de limpeza: o porcelanato exige uma manutenção mínima. O recomendado é limpá-lo apenas com água e detergente neutro.

 

Inspirações de ambientes com porcelanato amadeirado

Já decidiu que vai usar madeira na decoração e o porcelanato amadeirado, mas não quer errar na combinação do restante dos móveis? Continue lendo e confira algumas inspirações de porcelanato amadeirado na sala, cozinha, quarto, área externa, entre outros:

 

Ambientes com porcelanato amadeirado como o banheiro ficam lindos, principalmente, quando existe bastante luz natural incidindo no espaço.

Nas fotos abaixo, o acabamento de madeira sobe também para as paredes, criando uma continuidade entre piso e parede. Para contrastar, as plantas com folhas verdes grandes e a cuba branca traz bons resultados!

 

 

Por outro lado, os ambientes com porcelanato amadeirado podem ter apenas um detalhe revestido com esse acabamento. Nesse banheiro, pôde-se criar um painel na parede atrás da pia, servindo de base para o espelho.

 

porcelanato-amadeirado-detalhe-parede

Banheiro minimalista e clean (Foto: Italstroy / Reprodução)

 

Nos ambientes com porcelanato amadeirado como sala de jantar e cozinha integradas, a decoração pode ganhar um diferencial com uma cor vibrante. A pintura azul dos móveis, paredes e bancadas contrasta com o chão, chamando a atenção na medida certa. Repare que os demais elementos têm cores neutras para equilibrar.

 

porcelanato-amadeirado-acabamento-colorido

O porcelanato amadeirado pode cair bem com paredes coloridas (Foto: Quattrino Arquitetura / Reprodução)

 

Outra inspiração de ambientes com porcelanato amadeirado são as áreas externas com piscina.

Como é um espaço que fica constantemente molhado, o porcelanato é eficiente e seguro. Além de ser um acabamento estético que tem tudo a ver com as áreas ao ar livre, é um piso seguro, pois existe a versão de porcelanato antiderrapante. Dessa forma, mesmo com a superfície molhada, a movimentação é mais segura.

 

ambiente-castano-porcelanato-externo-amadeirado

O porcelanato amadeirado, ao contrário da madeira, absorve pouco nível de água (Foto: Villagres / Reprodução)

 

Uma característica marcante de ambientes com porcelanato amadeirado é a sensação de aconchego e conforto. Por isso, áreas de lazer da casa, como um espaço para leitura, ficam perfeitas com o porcelanato amadeirado.

Contrastando com o piso, os móveis brancos ganham pontos de cor com livros e quadros decorativos

 

porcelanato-amadeirado-area-leitura

Ambiente de leitura e descanso (Foto: Ashe + Leandro / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Descubra 4 tipos de porcelanato para a área externa da sua casa, saiba como escolher um modelo de porcelanato amadeirado e aprenda como instalar o porcelanato no piso

 

 

Outro tipo de ambiente no qual o porcelanato amadeirado que têm um efeito certeiro é a cozinha. A madeira tradicional não teria a mesma utilidade, já o porcelanato, é fácil de limpar. 

No exemplo abaixo, o tom da madeira contrasta com a paleta dos móveis que mescla tons claros e escuros. 

 

porcelanato-amadeirado-cozinha

O porcelanato amadeirado também pode ser mais discreto na decoração do ambiente (Foto: Ajansyapim / Reprodução)

 

Os quartos são ambientes excelentes para receber esse tipo de piso. Isso, porque a madeira dá uma sensação mais aconchegante, como o ambiente pede. Contudo, como o porcelanato é um piso frio, mesmo imitando um material de toque mais quente, os tapetes são ótimas opções para completar a decoração. 

 

abajur-quarto-iluminação-decoração

Quarto com abajures diferentes em cada lado da cama. Projeto do ARQ_IN Arquitetura (Foto: Julia Ribeiro / Reprodução)

 

Outra ideia para o quarto é contrastar o acabamento rústico da madeira com as cores das paredes e com peças de design mais moderno. 

 

plantas-vasos-urban-jungle-quarto

Espalhe vasos de diferentes tamanhos pelo quarto e deixe a natureza mais perto de você (Foto: Revista Evoke / Reprodução)

 

Os ambientes com porcelanato amadeirado geralmente possuem acabamento fosco. Por isso, as luminárias pendentes com acabamento metálico são diferenciais no ambiente, mesmo de dia.

Como nessa sala de jantar, os tons dos móveis, do chão e das peças de iluminação são similares, as plantas são opções para fazer um contraste harmonioso. 

 

porcelanato-amadeirado-sala

Sala de jantar ampla e agradável (Foto: Revestindo a Casa / Reprodução)

 

Por fim, as varandas gourmets também são excelentes ambientes com porcelanato amadeirado, pois valorizam o piso e tornam o ambiente versátil e agradável de estar. 

 

plantas-vasos-urban-jungle-varanda-jardim-vertical

Que tal montar um jardim vertical na varanda? (Foto: Reprodução/Casa e Jardim)

 

Gostou das dicas de ambientes com porcelanato amadeirado?

Se você quer criar ambientes com porcelanato amadeirado, pode se inspirar nas dicas acima para montar a decoração ideal para sua casa!

Aproveite e confira as ofertas da categoria Porcelanatos no site da Telhanorte! Comprando online, você faz o pedido com segurança e recebe no conforto de casa.

 

Porcelanato amadeirado: como escolher um modelo

 

Edição: Vinicius Marques e Murilo Bonício 

Saiba como proteger sua casa em períodos de chuva

chuva_telhado

| Ambientes Internos

 

Para evitar surpresas indesejadas nessa época de fortes chuvas, é preciso manter a manutenção da casa sempre em dia. Confira nossas dicas e evite danos em seu imóvel!

 

Muitas vezes, o calor excessivo faz com que tenhamos desejo de chuva para amenizar as altas temperaturas. Porém, sabemos que quando a chuva vem, muito estrago pode acontecer, seja com alagamentos nas ruas e avenidas, seja por infiltrações nas casas.

Por isso, é importante que a manutenção esteja sempre em dia para evitar surpresas indesejadas. Confira a seguir algumas dicas para prevenir problemas que a chuva forte pode causar na sua casa!

 

1. Calhas e ralos

Sabemos que nestes períodos mais quentes, o final do dia costuma ser acompanhado de uma forte chuva. Por isso, devemos sempre manter as calhas e ralos limpos, pois neles podem ficar retidos alguns detritos como folhas e galhos de árvores, por exemplo. Esse acúmulo pode ocasionar inundações no local.

Podemos destacar a manutenção nesses itens também para evitar outros problemas como infiltrações, goteiras e rachaduras.

limpeza-de-calha

Limpeza de calha (Foto: Kantro / Reprodução)

 

2. Telhados

Após verificar suas calhas e ralos, o telhado não pode ficar de fora! Por isso, não deixe de verificar se há limo nas peças, pois isso pode causar fragilidade nas telhas! Além, é claro, de deixar um aspecto visual ruim no imóvel.

A verificação das telhas é de extrema importância, pois a mesma pode estar quebrada ou apresentando algum tipo de rachadura. Problemas como esses devem ser resolvidos rapidamente, pois acabam facilitando a entrada de água, o que pode ocasionar vazamentos, infiltrações e goteiras.

Se notar algum problema, não deixe de considerar o auxilio de profissionais para a manutenção destes itens, já que o telhado é um local de difícil e perigoso acesso.

What-are-the-Benefits-of-Replacing-Your-Roof-

Manutenção das telhas (Foto: Available Roofing / Reprodução)

 

3. Teto

Você já olhou para o teto e percebeu que há manchas escuras nele? Se sim, isso é um sinal de que está ocorrendo infiltração.

Para evitar este tipo de problema, é aconselhável a impermeabilização com a utilização de manta asfáltica. O uso dessa manta é ideal para a impermeabilização de lajes na parte superior de seu imóvel. É aconselhável a ajuda de um profissional para sua aplicação.

Depois que o problema for resolvido, é preciso reparar o teto danificado. Para isso, após o mesmo estar bem seco, raspe o local e remova todas as partes escuras. Em seguida, passe massa corrida e lixe o local para depois pintá-lo novamente.

Infiltração-no-teto

Infiltração no teto (Foto: Caça Vazamento / Reprodução)

 

4. Esquadrias

Não deixe de conferir se existe algum vão no entorno de suas portas e janelas. Caso haja uma chuva forte, a água pode entrar por esses vãos e causar danos no interior da residência.

Por isso, caso perceba algum vão nas esquadrias, aplique rapidamente um selante nessas regiões.

vedação-de-esquadria

Vedação de esquadria com silicone (Foto: Abravidro / Reprodução)

 

5. Área externa

Não podíamos deixar de mencionar a área externa! Com as fortes chuvas, a água precisa de uma boa vazão para que não acabe tendo acúmulo e consequentemente danos no imóvel. Logo, para evitar esses problemas, o caimento deve ser adequado para levar a água para ralos, ou seja, o piso não pode ser totalmente horizontal.

Uma boa solução é optar pela utilização de pisos drenantes na área externa da casa, pois eles absorvem a água e reduzem as possibilidades de alagamentos.

o-que-é-piso-drenante

Piso drenante (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Gostou das dicas?

Se você está cansado de ter problemas em casa em períodos de chuva, acreditamos que essas dicas possam te auxiliar bastante em como evitar que eles voltem a acontecer. Saiba que na Telhanorte temos produtos de alta qualidade que podem te ajudar na hora da compra de equipamentos para proteção da sua casa.

Além disso, você pode fazer tudo isso sem sair de casa! Acesse nosso WhatsApp e realize suas compras por lá! Temos a opção do clique e retire, caso prefira retirar suas compras direto na loja, e não deixe de contar com a nossa ajuda ao vivo, pois com ela você pode realizar reparos na sua casa de forma eficiente e prática!

Para essa e outras matérias acesse nosso blog e nos siga no instagram para acompanhar nossas novidades!

 

Por Álvaro Oliveira  |  Edição Stéphanie Durante

Black Friday: descontos incríveis para área externa

black-friday-area-externa

| Área Externa

A Black Friday está chegando e você não pode deixar de conferir esta matéria que preparamos com ofertas incríveis para deixar sua área externa ainda mais bonita!

 

Como já sabemos, a tão esperada Black Friday está chegando! Este evento ocorre sempre na última sexta-feira de novembro e nós da Telhanorte não podíamos ficar de fora dessa! Portanto, já vai se preparando, pois no dia 27/11 nosso site estará cheio de descontos incríveis que você não pode perder!

A seguir, preparamos uma matéria com alguns itens que já estão em oferta para você que quer dar uma renovada na  sua área externa! Não deixe de conferir no site da Telhanorte, esta e outras incríveis ofertas de Black Friday!

 

E não deixe de conferir também a matéria que preparamos com 5 dicas para você se planejar e aproveitar esta data tão esperada!

 

1- Cachepot

Você deve estar se perguntando “o que seria um cachepot?” Sim, este nome pode não ser muito comum, mas você com certeza já deve ter visto um por aí!

Esta expressão  significa algo que se usa para esconder um vaso de plantas, ou seja, é um objeto que pode ser feito com inúmeros tipos de materiais, no qual se coloca um vaso de plantas que não possui uma boa aparência. Logo, o cachepot é uma ótima opção para decorar e deixar seu ambiente mais bonito e sofisticado.

Cachepot-Nutriplan-Elegance-Quadrado-04-Cor-Branco-Carrrara-1629131

Cachepot quadrado na cor branco carrara (Foto: Telhanorte / Reprodução)

 

2- Vaso comum

Por ser resistente e prático para manusear, o vaso comum é utilizado em diversas situações, pois além destes benefícios citados inicialmente, ele possui diversos tamanhos que possibilitam o uso em diferentes fases de crescimento das plantas!

Vaso-Comum-Nutriplan-Redondo-05-Cor-Ceramica-1628771

Vaso comum na cor cerâmica (Foto: Telhanorte / Reprodução)

 

3- Vaso autoirrigável

O Vaso Autoirrigável torna o plantio mais fácil e sustentável. Seu processo de irrigação por capilaridade fornece um plantio sustentável, pois seus drenos atuam como raízes artificiais, garantindo a umidade da terra, um cultivo mais fácil e um crescimento saudável da planta. Além disso, possui um reservatório de água acoplado ao vaso, impedindo o desperdício e a proliferação de mosquitos.

Vaso-Autoirrigavel-Rainbow-Alt--11-X-Larg--12-Preto-1635166

Vaso auto irrigável Rainbow na cor preta (Foto: Telhanorte / Reprodução)

 

4- Conjunto para jardim

Utilizado na horticultura, fruticultura e serviços de jardinagem em geral, este conjunto para jardim conta com  materiais de alta qualidade como aço carbono ao boro especial, pintura eletrostática a pó (que tem alta proteção contra oxidação) e cabo com ótima resistência, fabricado com madeira de Eucalipto.

Conjunto-para-jardim-com-cabode-madeira-3-pecas-78102-801-Tramontina

Conjunto para jardinagem Tramontina (Foto: Telhanorte / Reprodução)

 

5- Conjunto para irrigação

Quer praticidade na hora de regar o jardim? Invista em um conjunto para irrigação! Ótimo para irrigar o jardim ou a horta doméstica, ele conta com um sistema de engate rápido para mangueira de 1/2″ e um esguicho com jato regulável.

Conjunto-para-irrigacao-78580-610-engates-rapidos-Tramontina

Conjunto para irrigação Tramontina (Foto: Telhanorte / Reprodução)

 

Não perca esta oportunidade!

Este dia tão esperado está chegando! Não deixe de conferir estas e muitas outras promoções que estamos preparando para vocês sobre esta categoria em nosso site.

É claro que não deixaríamos de fora os outros ambientes de sua casa, então corre agora no site da Telhanorte e veja todas as categorias disponíveis e produtos com descontos imperdíveis para você!

Nos siga no instagram para ficar sempre atualizado sobre nossos conteúdos e acompanhe nosso blog que conta com dicas incríveis para você que gosta de estar sempre inovando! Além disso, a Telhanorte possui opções de compra para você que deseja realizar uma compra por WhatsApp, com o método clique e retire, temos o ajuda ao vivo e muito mais!

 

Por Álvaro Oliveira | Edição Stéphanie Durante

 

 

4 tipos de porcelanato para área externa

porcelanato-ambiente-externo-garagem-resistencia-piso-chao

| Área Externa

 

Conheça alguns modelos de porcelanato para áreas externas como varanda, quintal, espaço da piscina e demais ambientes…

 

Tem uma varanda, quintal, piscina ou calçada na sua casa e quer dar um upgrade na decoração? Comece pelo piso, escolhendo um dos tipos de porcelanato para área externa.

O porcelanato é um tipo de cerâmica feito de rochas e argila, muito usado em projetos de construção ou reformas de casas e apartamentos.

Para os ambientes externos, a resistência e o caráter antiderrapante do piso que será instalado são pontos importantes para se considerar. Além disso, as peças escolhidas valorizam também toda a decoração do ambiente, podendo dar mais acolhimento, conforto e segurança para as áreas de lazer da família.

Por isso, antes de se perguntar qual tipo de porcelanato é o melhor?”, pense no efeito que você planeja dar à decoração do ambiente – com os móveis, plantas e outros detalhes decorativos do projeto. Assim, você vai poder escolher qual é o mais adequado entre os modelos existentes no mercado!

Os tipos de porcelanato externo que vamos mostrar neste post são:

– Porcelanato amadeirado;

– Porcelanato marmorizado;

– Porcelanato cimentício;

– Porcelanato pedra.

 

Confira em nosso site: Porcelanatos

Porcelanato-Malibu-Ocean-externo-acetinado-bold-20x20cm-azul-Portobello

Porcelanato Malibu Ocean externo acetinado bold 20x20cm azul Portobello (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Características: entendendo o porcelanato

Existem dois tipos básicos de porcelanato:

Porcelanato técnico: é uma peça inteira, feita apenas pela massa, sem camada de esmalte na superfície externa.

– Porcelanato esmaltado: recebe uma camada de esmalte na superfície exposta.

 

Entre os variados acabamentos de porcelanato, há três principais:

acabamento natural: é fosco, ou seja, sem brilho e tem a superfície lisa;

acabamento polido: é brilhoso, com a superfície lisa;

acabamento externo: é antiderrapante, ou seja, sua superfície é mais áspera.

 

Sugestão de matéria: Descubra como escolher um porcelanato amadeirado para sua casa, se inspire com imagens de ambientes com porcelanato amadeirado e aprenda como instalar o porcelanato no piso

 

Como nosso foco neste post são os tipos de porcelanato para área externa, vale destacar que a aspereza da superfície não quer dizer que o revestimento é poroso. Pelo contrário, uma das vantagens do porcelanato é que ele tem um nível baixo de absorção de água!

Entre os demais benefícios de se utilizar o porcelanato em áreas externas, estão:

É resistente: não desgasta e pode durar anos, seguindo uma manutenção adequada;

É lavável: pode ser limpo com água e sabão quando necessário, sem danificar a peça;

É seguro: permite a circulação de pessoas, sem grandes perigos de escorregar, já que tem uma superfície antiderrapante;

É versátil: cada tipo de porcelanato possui diversos modelos, estilos, formas e cores;

É impermeável: a impermeabilidade do porcelanato externo é alta.

 

Tipos de porcelanato para a área externa | LISTA

Alguns ambientes externos que podem ser revestidos com o porcelanato são calçadas, área da piscina, piso da área gourmet ou da churrasqueira, varandas, etc.

Uma dica básica para o piso de ambientes descobertos é usar o porcelanato externo que, mesmo com uma textura mais áspera, não perde na qualidade do design.

Para escolher o porcelanato externo ideal, é importante ter em mente a proposta de decoração. Ele será rústico, clean ou moderno? Terá plantas, algum ponto de cor vibrante ao redor? O piso precisa harmonizar com todos as outras partes do ambiente.

Pensando em te ajudar, separamos quatro tipos de porcelanato para a área externa – com efeitos diferentes – que combinam bastante com ambientes abertos e de lazer da casa. 

 

1. Porcelanato externo amadeirado

Colocar um piso de madeira de verdade tem um custo bem alto. As peças precisam ser impermeabilizadas e resinadas antes da instalação e irão demandar manutenção periódica, para conservarem um acabamento bonito. Para otimizar o orçamento do projeto de construção ou reforma, a melhor alternativa é usar tipos de porcelanato para área externa que parecem madeira.

 

ambiente-castano-porcelanato-externo-amadeirado

O porcelanato amadeirado, ao contrário da madeira, absorve pouco nível de água (Foto: Villagres / Reprodução)

 

Sugestão de matéria: Confira como usar madeira na decoração de diversos ambientes da casa.

 

Os principais modelos do porcelanato amadeirado são os que imitam a madeira natural, rústica, de demolição, mogno e entre outros. Os tons do porcelanato amadeirado vão do claro ao escuro e essa é outra vantagem, pois o revestimento combina com diversas propostas de decoração.

 

2. Porcelanato externo marmorizado

O mármore é uma rocha muito valorizada na construção civil e residencial, ou seja, cobrir uma área extensa pode ser um investimento bastante alto. Por isso, use a pedra original na bancada da área gourmet e use o porcelanato marmorizado para revestir o piso.

 

porcelanato-externo-marmore

O porcelanato é uma ótima opção para áreas externas (Foto: Vilma Meireles / Reprodução)

 

Além de ser um material bastante resistente à ação do tempo, assim como os outros tipos de porcelanato para a área externa, esse é praticamente impermeável. Ou seja, não absorve água ou umidade, podendo ser lavado – com o devido cuidado – sem perder o acabamento.

Outro ponto positivo do porcelanato que parece mármore é que a capacidade antiderrapante é alta e o torna mais seguro de caminhar (a pedra de mármore original é lisa e escorregadia!).

 

3. Porcelanato externo padrão cimento queimado

O cimento queimado é outro acabamento que pode ser encontrado entre os tipos de porcelanato para a área externa. 

Esse revestimento virou sensação entre os arquitetos, tanto como opção para o piso externo, quanto para o interno – principalmente na composição do estilo industrial.

A proposta desse porcelanato pode parecer simples e rústica, mas dependendo da escolha dos móveis e outros elementos a decoração ganha resultados surpreendentes. 

 

porcelanato-externo-cimento-queimado

O porcelanato cimento queimado é ótimo para ambientes em estilo industrial (Foto: David Hertz & Studio of Environmental Architecture / Reprodução)

 

O revestimento original com cimento deve ser feito por um profissional especialista neste tipo de material, já que é uma técnica bastante específica – o que eleva os gastos com a mão de obra. O porcelanato, por sua vez, pede uma habilidade técnica mais simples, podendo diminuir, assim, os custos da obra.

 

Sugestão de matéria: Conheça o estilo industrial e saiba como deixá-lo aconchegante

 

4. Porcelanato externo padrão pedras naturais

Pedras como o granito, o basalto e a miracema fazem um acabamento lindo nas áreas externas da casa, porém essa beleza também tem um valor mais elevado.

Se o seu orçamento está mais enxuto, mas você quer um efeito semelhante, existem tipos de porcelanato para a área externa que imitam tais pedras. Os diferentes desenhos valorizam o piso e permitem criar um projeto de decoração criativo.

Uma dica de aplicação do porcelanato externo de pedra é nas calçadas e varandas. 

 

porcelanato-externo-pedra

Peças de porcelanato que imitam pedras naturais (Foto: Eliane / Reprodução)

 

Melhor lugar para comprar porcelanato

Agora que você sabe tudo sobre os tipos de porcelanato para a área externa, pode conferir as opções de acabamento e cores disponíveis no site da Telhanorte.

Na seção de Porcelanatos, você vai encontrar peças de porcelanato externo de 45 x 45 cm ou 60 x 60 cm de marcas reconhecidas do mercado, como Portobello, Delta, Incepa e muito mais.

Aproveite que dá para comprar o seu porcelanato online e recebê-lo em casa, junto dos demais itens que você precisa para a obra!

 

Edição: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Cores de tinta para piso externo: 5 tendências

| Área Externa

 

Cinza, preto, branco, tons terrosos e mais. Aprenda a escolher a tinta ideal para piso e conheça as melhores cores de tinta para piso externo!

 

Quando a gente fala de tinta logo pensamos nas paredes, mas o chão também pode ganhar cara nova com elas!

Entre as cores de tinta para piso externo mais usadas para reformar ambientes residenciais estão:

É claro que você pode inovar e ousar com cores diferentes e vibrantes como o amarelo e vermelho. Basta usar a imaginação e lembrar de seguir a proposta no restante da decoração da casa, para criar ambientes harmônicos e práticos.

As tintas para piso são excelentes opções para quem deseja mudar um cantinho da casa sem precisar recorrer à quebradeira que ocorre na troca de pisos e revestimentos.

Além disso, elas são excelentes opções para personalizar ambientes em que o piso ainda está apenas no cimento.

Para isso, antes de escolher entre as cores para seu piso externo é importante conhecer algumas características do tipo de tinta usado. 

 

O que observar antes de escolher a tinta para piso externo?

Antes de qualquer coisa é importante que você saiba que existem tintas específicas para pisos.

Na própria embalagem da tinta você encontra a informação se ela pode ou não ser usada para tais fins. Confira também o rendimento e qual é a mistura necessária com água na hora da aplicação.

Ao contrário do que o senso comum geralmente diz, nem toda tinta acrílica pode ser usada em pisos! Afinal, devido o constante atrito que o piso sofre, seja com rodas de carro ou bicicleta, calçados ou outros tipos de contato, a tinta para piso precisa ser mais resistente do que a usada para parede. Caso contrário a durabilidade será menor e logo a aparência ficará desgastada. 

Uma outra característica que você deve observar é se a tinta lavável. Algumas tintas podem ser mais difíceis de lavar, porque absorvem poeira e outros resíduos. Fique atento!

Tintas para piso, geralmente, oferecem esse recurso, afinal, é comum precisar lavar o chão por diversas razões. No caso de pisos externos isso é ainda mais importante, afinal o contato com a chuva, por exemplo, pode ser algo constante.

Em resumo, ao escolher uma tinta para piso, garanta que ela seja específica para a superfície em questão e que ofereça facilidade para limpeza e manutenção. Em relação ao piso externo, tenha ainda mais atenção, afinal a tinta deve ser resistente também às mudanças climáticas!

Agora sim, você está pronto para escolher entre as cores de tinta para piso externo!

 

Sugestão de leitura: Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta | Pedra de revestimento exterior: 7 modelos e inspirações | Como usar tinta para azulejo: 5 passos para aplicação correta

 

Cores de tinta para piso externo

Nada como uma boa pintura para mudar a cara da casa toda ou de apenas um cômodo que anda meio sem graça!

As cores de tinta para piso externo que separamos a seguir vão te ajudar a escolher a opção ideal para pintar o seu piso externo.

 

1. Branco

Uma dica geral sobre cores de tinta para piso externo é não usar cores claras, afinal, esses tons exigem uma manutenção constante – o que pode se tornar um inconveniente para o dia a dia corrido e para orçamentos apertados.

Entretanto, é inegável que o branco oferece muitos benefícios, tais como amplitude do espaço e um grau de sofisticação clássica. 

Por isso, se você deseja pintar seu piso externo dessa cor, uma opção é escolher um tipo de tinta epóxi para o chão, que permite uma limpeza mais eficaz e diminui a retenção de resíduos.

 

Cores de tinta para piso externo

Projeto Tempo House, pela arquiteta Gisele Taranto (Foto: ArchDaily / Gisele Taranto Arquitetura / Reprodução).

 

2. Preto

O preto básico é um clássico que pode oferecer elegância, sofisticação e sobriedade para o ambiente, além de dar um toque moderno.

Como no exemplo abaixo, esse tom pode ganhar outro significado se aplicado em um piso de madeira, como um deck, ideal para áreas externas com piscinas.

Mesmo que seu piso não seja de madeira, o preto está entre as cores mais coringas, capaz de agregar estilo a diversos tipos de ambiente.

 

Cores de tinta para piso externo

Varanda integrada com deck de madeira pintado inteiramente de preto (Foto: RENOGUIDE / Reprodução).

 

3. Tons terrosos

Uma outra sugestão para quem deseja um ambiente com um ar mais rústico são os tons terrosos.

Eles trazem uma sensação de aconchego muito especial, especialmente para varandas gourmets, jardins – o verde é um tom que orna extremamente bem com a paleta de marrom – e áreas externa com churrasqueiras. Dá logo uma vontade de fazer um fondue ou um churrasco! Rsrs

 

tinta-para-piso-externo-piso-colorido-terracota

Piso externo pintado de terracota (Foto: Velarium Shadeports / Reprodução).

 

4. Cinza

As nuances de cinza são as cores de tinta para piso externo mais versáteis disponíveis no mercado! Isso, porque usá-las é uma boa pedida tanto em garagem e calçadas, quanto na criação de espaços sofisticados e modernos.

Além disso, existem vários tons que podem ser combinados ou sobrepostos a ele para criar um ambiente que combine com a sua personalidade e com o restante do estilo da casa. 

 

quinta-com-piso-pintado-de-cinza

Quintal com piso pintado de cinza (Foto: Cotanet / Reprodução).

 

5. Colorido

Que tal adicionar um pouco de diversão e cor na sua área externa? Tintas spray para piso podem te ajudar a criar mosaicos e imagens divertidas, deixando o espaço totalmente personalizado, único e lindo!

Você pode usar a criatividade nos mais diversos tipos de piso (cimento, pedras, madeira) e criar composições autorais, que tal?

 

Cores de tinta para piso externo

Mosaico personalizado com tinta spray em piso reformado (Foto: Revista Casa e Jardim / Reprodução).

 

piso-madeira-pintado-colorido

Flores coloridas pintadas em piso de madeira Foto: Alisa Burke Redefine Creativity / Reprodução).

 

piso-de-pedras-pintadas-de-colorido

Caminho de pedras pintados de diversas cores Foto: Garden Paths / Reprodução).

 

piso-cimento-pintado-colorido

Piso de cimento pintado com mandala colorida Foto: Dishfunctional Designs / Reprodução).

 

Gostou das dicas de pintura externa?

Agora é hora de botar a mão na massa (ou contratar um profissional para fazer isso por você!).

Aproveite e conheça a loja virtual da Telhanorte e nossa seção de Tintas. Além de encontrar as melhores marcas e cores de tinta para piso externo, você acha tudo o que precisa para sua aplicação, como acessórios de pintura, itens para proteção e cobertura, lixas para pintura, bandejas e caçambas, rolo para pintura e mais!

Compre, receba em casa ou retire em uma das unidades Telhanorte perto de você!

 

Edição por Murilo Bonício e Camila Alexandrino

Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta

dicas-pintura-externa

| Área Externa

 

Aprenda 6 dicas de pintura externa para deixar a casa maravilhosa. Saiba qual tipo de tinta é o ideal e quanto tempo ela dura do lado de fora da casa

 

Quer dar uma renovada na casa sem gastar muito dinheiro? Já pensou em mudar a cor das paredes do lado de fora? Seguindo algumas dicas de pintura externa, você pode dar uma cara nova para o lar e ainda garantir maior longevidade da tinta.

Porém antes de pegar o pincel, um rolo e um galão de tinta e começar o trabalho, é preciso estudar alguns pontos e fazer o planejamento adequado. A pintura é indispensável tanto para proteger a construção quanto para atribuir a estética desejada à casa. Por isso, cada detalhe — da preparação à técnica de pintura — contribui para obter o melhor resultado.

Está no clima de reforma ou finalizando a obra e quer saber como acertar? Continue lendo e aprenda 6 dicas de pintura externa que vão deixar a casa maravilhosa. Boa leitura!

 

tipo-de-tinta-para-pintura-externa

Pincel e galão de tinta sobre um fundo amarelo (Foto: Shutterstock / Divulgação)

 

6 dicas de pintura externa de casas

A primeira coisa que todo mundo pensa quando vai pintar a casa é na cor de tinta que deseja usar. É natural, mas existem algumas dicas de pintura externa que devem ser prioridade e consideradas antes de comprar os materiais. Confira então o nosso passo a passo!

 

1. Faça uma avaliação do estado das paredes

Essas é uma das etapas mais importantes, pois a condição atual das paredes é determinante para obter o resultado perfeito. Faça uma ronda em volta da casa e veja se existem:

 

Se você identificar alguma dessas condições, é necessário resolver esses problemas primeiro antes de pintar. Caso contrário, você vai perder o investimento em pouco tempo. Então faça a avaliação das paredes com atenção. Para isso, um procedimento comum é lixar as paredes para remover a camada de tinta antiga. As lixas mais grossas fazem o nivelamento da superfície onde a tinta descascou. Já as mais finas devem ser usadas onde a tinta não foi danificada, para preservar o acabamento. Também pode ser necessário fazer a correção com massa acrílica em alguns pontos para lixar depois. Problemas como mofo na parede e infiltrações podem dar mais trabalho, pois podem vir de problemas estruturais da construção.

Caso você não tenha tanta expertise, contrate um pintor profissional.

 

2. Meça a área que será pintada

Entre as dicas de pintura externa não poderia faltar aquela que ajude a economizar. Dependendo do tipo de tinta que você utilizar, o custo pode ser mais alto. Então, para evitar que sobre muita tinta que tenha tido um custo alto, meça a área externa da casa para fazer a projeção de quantos galões será preciso comprar.

É importante levar em consideração a extensão em metro quadrado e o número de demãos para chegar no acabamento desejado. Tintas claras geralmente necessitam de mais demãos do que as tintas escuras. A base de cor atual da parede também interfere na necessidade de cobertura.

 

3. Acompanhe a previsão do tempo antes de começar

Essa é outra dica valiosa. Para ter um acabamento perfeito, é melhor pintar a parte de fora da casa em dias mais quentes e sem previsão de chuva. No calor, a tinta seca mais rápido e os ajustes devem ser feitos com agilidade. Dias de chuva não só inviabilizam a obra, como também podem estragar o efeito da cobertura com a ação da água e do vento. E isso, claro, vai significar mais dinheiro gasto no projeto. Então cheque a previsão do tempo para programar a pintura em uma semana com previsão de sol e clima firme.

 

Atenção: no Brasil, o verão tende a ser mais chuvoso que no inverno. Dependendo da região, o inverno é mais seco, o que é vantajoso para a pintura externa.

 

4. Cubra as áreas que não serão pintadas

Outra orientação dos profissionais é cobrir os pontos que não irão receber tinta. Os batentes das janelas, as portas, os rodapés e as maçanetas são áreas que você pode encapar para proteger dos respingos de tinta. Tudo que estiver próximo de onde os pintores vão trabalhar deve ser coberto, para facilitar o trabalho durante e depois da pintura. Sacos plásticos para objetos maiores e fita crepe para as áreas de detalhe são ideais e fáceis de remover depois.

 

5. Tipo de tinta para pintura externa

As recomendações para pintar o exterior da casa separadas acima vão preparar toda a área para receber a nova cor, mas além da tonalidade ideal, a tinta precisa ser adequada para pintura externa. A área de fora da casa sofre com a ação direta do sol, chuva e outras intempéries como mofos, infiltrações, etc. Com a modernização do mercado, existem opções que resistem melhor a esses ataques do tempo e otimizam a pintura. Alguns exemplos de tipo de tinta para parede externa são:

Tinta epóxi: tanto as fabricadas à base de solvente quanto de água são indicadas para áreas externas e são altamente resistentes à ação do sol e da chuva.

Tinta esmalte: pode ser aplicada em pinturas externas de casas com acabamento em azulejo ou madeira.

Tinta verniz (stain): é ideal para pintura de madeira. O tipo stain penetra mais profundamente nas fibras protegendo a madeira da umidade.

 

Atenção: não use tintas látex PVA na pintura externa. Elas não têm boa resistência ao sol e podem desbotar e descascar com facilidade. Também são menos resistentes à água, na limpeza ou na chuva.

 

6. Quanto tempo dura uma pintura externa?

Em relação ao tempo que leva para ser necessária uma nova pintura externa, não há uma resposta padrão. Os fatores que mencionamos acima, como a exposição ao sol e à chuva, e também a maneira que a tinta foi aplicada e a umidade do local, influenciam na durabilidade da cor e na fixação. As cores mais claras tendem a durar mais que as escuras, que vão desbotando e perdendo brilho com o tempo.

Para garantir que a pintura externa da casa tenha longevidade, siga as primeiras dicas de preparação da superfície. Além disso, para manter a tinta bonita por muitos anos, use uma seladora de parede. Esse produto prepara a superfície para receber a tinta, melhorando a fixação.

 

Sugestão de leitura: Agora que você já conhece melhor os tipos de tinta para parede externa, acesse a matéria Cores para parede externa da casa: 7 tendências para se inspirar!

 

Gostou das dicas?

Com essas dicas de pintura externa, sua casa vai ter o acabamento ideal e ficar como você sempre sonhou! Aproveite e conheça a seção de Tintas no site da Telhanorte que também conta com uma categoria de Acessórios para Pintura para você comprar tudo que precisa. Compre pelo site e receba em casa ou retire em uma das unidades Telhanorte perto de você!

 

Edição: Murilo Bonício | Vinicius Marques