Leitura: 2 min

Conheça os principais tipos de fundações para diferentes construções

Conheça quais são os principais tipos de fundação utilizados em uma obra
Uma das primeiras etapas da obra é escolher como será a fundação. Essa escolha depende de diversos fatores, analisados a partir da sondagem do local, feita por um profissional capacitado com o mínimo conhecimento básico em mecânica dos solos. Confira agora 5 tipos de fundações rasas ou profundas. Se você quiser saber mais informações, basta procurar na Norma Brasileira (NBR) 6122/10.  

5 tipos de fundações de obra

Fundações rasas

1. Sapata isolada

Ideais para solos resistentes e usada para receber cargas pontuais ou concentradas, como as de pilares e reação de vigas baldrame.

2. Sapata corrida

Suporta cargas lineares, como pilares próximos uns aos outros, paredes e muros.

 

3. Radier

É uma placa de concreto inteiriça que engloba todas as cargas que chegam na fundação. Ideal para solo de baixa resistência, porém não limitado a esse tipo de solo.

 
Veja mais em: Forros: conheça os principais modelos

Fundações profundas

4. Estacas

Transmitem a carga ao solo pelo atrito lateral e resistência de ponta. Podem ser de diversos tipos.

 

5. Tubulões

São estacas com a base alargada, indicadas, preferencialmente, para obras de grande porte.
A resistência do solo tem grande influência na escolha correta das fundações da obra (Foto: Scott Blake / Unsplash / Reprodução)

Posts relacionados

Poucas coisas na vida são tão gostosas quanto receber...