Chuveiro ou ducha: qual o melhor, afinal? | Blog Telhanorte
home > Banheiro > Chuveiro ou ducha: qual o melhor, afinal?

Chuveiro ou ducha: qual o melhor, afinal?

| Banheiro

 

Este artigo é perfeito para você que quer acabar de vez com a dúvida: chuveiro ou ducha? Aprenda qual a melhor opção para a sua rotina!

 

Para você, o momento do banho é uma hora sagrada no seu dia?

Gostaria de um upgrade para torná-lo ainda melhor, mas não sabe por onde começar?

Sente que ainda não encontrou a melhor opção custo x benefício?

Continue lendo e encontre suas respostas!

 

Qual diferença entre chuveiro e ducha?

Vamos ao que interessa: um chuveiro é sempre a melhor opção para seu banheiro?

Afinal, existem diversas opções no mercado que prometem ser a solução para seus problemas. No entanto, existe uma alternativa que pode atender ainda melhor às suas necessidades dia: a ducha!

A seguir, apresentamos as diferenças básicas de cada um e os principais aspectos a serem considerados, como:

– economia;

– facilidade de instalação;

– pressão da água;

– ajuste de temperatura.

 

Antes de falarmos sobre qual o melhor, – chuveiro ou ducha – é importante entender os pontos divergentes entre esses dois equipamentos.

O ponto principal de diferença entre eles é a forma como a água é aquecida e, então, distribuída quando você gira o registro e a espera cair.

 

Chuveiro

Composto por um cano, resistência elétrica e fiação, ele próprio realiza o papel de aquecer a água, durante o banho.

Exatamente por esse motivo, o chuveiro tem, em relação a ducha, uma vazão de água menor. Isto implica em uma velocidade de escoamento menor e, desta forma, maior tempo de contato entre a água e a resistência – sendo possível, assim, um aquecimento eficiente.

É, também, por essa razão que ele é menos econômico e pode “pesar” nos valores cobrados na conta de luz.

Para resolver o problema de baixo escoamento, entretanto, o mercado já oferece chuveiros com pressurizadores, que aumentam a pressão do jato de água e, consequentemente, o impacto com que ela cai sobre seus ombros. Desta forma, a sensação de estar sob uma maior quantidade de água é amplificada.

Como pontos positivos, destaca-se que, comparado às duchas, o chuveiro possui mais opções para regulagem da temperatura da água. Nos modelos mais tradicionais, normalmente, encontramos três níveis (desligado, inverno e verão) e em modelos mais modernos, outras mais variações.

Em modelos eletrônicos, como o da imagem abaixo, é possível, inclusive, realizar a escolha gradual e precisa da temperatura. Confira a oferta do modelo de chuveiro eletrônico Acqua Duo Lorenzetti na loja virtual da Telhanorte.

chuveiro-eletronico-lorenzetti

Chuveiro Eletrônico Acqua Duo  Lorenzetti (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Ducha

Enquanto o chuveiro realiza o aquecimento da água em seu próprio sistema, a ducha precisa de um aquecedor externo, que pode ser a gás, elétrico ou solar. Ela não possui fiação e funciona como um distribuidor de água.

Essa é a razão pela qual o equipamento é mais econômico no consumo de energia elétrica e tem mais vazão, proporcionando uma sensação de que um banho de ducha é mais “forte”.

Uma ducha pode ser instalada na parede ou no teto, inclusive sem cano.

Se você não gosta de banhos com a água em alta pressão, existem modelos de ducha com redutores de pressão. A ducha Flatt da Lorenzetti é um exemplo disso e também está disponível em nosso site.

 

ducha-flatt-lorenzetti

Ducha Flatt Cromada Lorenzetti (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Chuveiro ou ducha: saiba que observar para escolher o seu!

A seguir, vamos apresentar mais detalhadamente cada um dos pontos que devem ser analisados para definir qual o melhor: chuveiro ou ducha?

Antes, entretanto, é importante que você saiba que não há uma resposta universal para essa pergunta. Em cada situação, uma opção pode ser melhor ou pior. Você vai entender o que queremos dizer, quando analisar cada um dos tópicos abaixo.

 

Economia

Enquanto o chuveiro consome menos água, a ducha consome menos energia.

Financeiramente, o custo da energia é maior, então economizá-la pode ser uma prioridade. Isso conta como um ponto positivo para a ducha.

Em contra partida, já existem chuveiros em versões híbridas. Nesses modelos, o equipamento aquece a água com a resistência elétrica nos primeiros segundos e, quando atinge a temperatura ideal, repassa o trabalho para as fontes alternativas, como o gás e a energia solar.

 

Facilidade de instalação

Esse ponto é um pouco mais delicado, afinal, tudo vai depender da estrutura que o imóvel já oferece.

Se você tiver construindo uma casa novinha, pode escolher de acordo com os demais aspectos que listamos aqui. Entretanto, considerando que você quer definir qual a melhor alternativa, –chuveiro ou ducha – para um imóvel que já está finalizado, ou em fase de conclusão, atente-se a alguns tópicos:

– se o imóvel possui fiação elétrica perto da saída de água, o chuveiro será facilmente instalado, uma vez que está tudo pronto para que isso aconteça;

– caso não haja a fiação elétrica neste ponto do banheiro, o ideal é a utilização da ducha, que não usa resistência e não consome esse tipo de energia;

– se o imóvel já possui instalação a gás ou placas de energia solar, a ducha também poderá ser facilmente instalada e seus benefícios aproveitados;

– caso não haja encanamento de gás nem acesso à energia solar, o uso da ducha só será possível mediante a instalação de pelo menos um desses itens ou de um aquecedor elétrico. Visto o investimento de dinheiro e tempo necessários, o chuveiro pode ser a melhor opção para esses casos.

 

Pressão da água

Tradicionalmente, a ducha é a opção que melhor atende às pessoas que gostam de banhos com alta pressão de água. Contudo, como já citamos acima, já existem pressurizadores que ampliam a pressão da água em alguns chuveiros.

Da mesma forma, se você deseja optar pela ducha, mas não gosta de banhos com alta pressão de água, pode escolher entre os modelos com regulagem de pressão.

 

Ajuste de temperatura

As duchas tradicionais só permitem a regulagem de temperatura da água através dos registros de água quente e fria. Com a mistura dessas duas opções você é capaz de chegar à temperatura ideal para você. Vale lembrar que, para quem está disposto a gastar mais, já existem no mercado modelos de duchas com temperatura programável.

Os chuveiros, normalmente, apresentam 3 opções de temperatura, que também podem ser reguladas pelo registro, através do controle do volume de água.

Modelos mais modernos de chuveiros oferecem outras variações, além das 3 tradicionais. Inclusive, alguns chuveiros digitais permitem que você encontre a temperatura ideal da água –com base em graus – que é informada pelo visor digital.

 

E aí, conseguiu definir qual o melhor: chuveiro ou ducha?

Como dissemos, não existe uma resposta definitiva para essa pergunta. É necessário que você avalie cada um dos tópicos acima e decida qual equipamento atende melhor a sua necessidade.

Em relação ao custo de compra do aparelho em si, ambos apresentam uma ampla variação de preço. Para ter uma ideia do valor e dos atributos de chuveiros e duchas, acesse a loja virtual da Telhanorte.

Temos um setor exclusivo de chuveiros e duchas com opções variadas em todas as faixas de preço e contemplando as funcionalidades que apresentamos aqui. Você vai encontrar uma opção perfeita para você e nem vai precisar sair de casa para isso.

Aqui na Telhanorte você encontra tudo para banheiro, seja para reformar, construir ou fazer a manutenção do ambiente.

Aproveite também para conferir as coleções de outros itens para banheiro, como:

Torneira e misturadores para banheiro;

– Móveis para banheiro;

– Acabamentos;

– Acessibilidade para banheiro.

Selecione os produtos que você deseja, faça o pagamento e receba tudo no endereço indicado. Pode contar com a gente!

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino