aquecedor | Blog Telhanorte

Entenda a diferença entre aquecedor e climatizador

| Climatização

Com a chegada do outono, começamos a pensar em “N” maneiras de como manter o ambiente aquecido, por isso nessa matéria vamos falar um pouquinho sobre aquecedor e climatizador

 

 

Aquecedor:

 

O aquecedor tem como função promover o aquecimento do ambiente, por esse motivo costuma ser utilizado em locais como quarto ou salas, principalmente no período da noite que é quando a temperatura normalmente diminui.

 

Tipos de aquecedores:

 

Aquecedor de resistência incandescente: Por ser portátil e ter um custo menor que os outros, esse modelo de aquecedor tem sido o mais popular em vendas no mercado. Em questão de funcionalidade, esse modelo costuma aquecer mais rápido que os outros, porém o seu calor tende a permanecer próximo ao aparelho, não aquecendo uniformemente todo o ambiente.

O aquecedor de resistência incandescente pode ser encontrado em dois tipos: elétrico e termoventilador. O elétrico possui a resistência visível, protegido apenas por uma grade metálica, esse modelo é contra indicado para locais úmidos como banheiros e cozinha. Já o termoventilador, possui uma hélice, assim como um ventilador, que o torna mais eficiente, espalhando melhor o seu calor pelo ambiente e ainda vem com a função de regulagem de potência, esse modelo não possui contra indicações para local de uso.

 

Leia também: Como escolher aquecedor elétrico: guia completo com 6 dicas para acertar na compra

 

aquecedor incandescente elétrico (imagem: C&C/reprodução)

aquecedor incandescente elétrico (imagem: C&C/reprodução)

 

Aquecedor cerâmico: Igual o incandescente, o cerâmico também conta com a presença de uma resistência, porém essa resistência é envolta em cerâmica, que ajuda a espalhar o calor de forma mais uniforme e também a reter o calor, o que o torna mais econômico, pelo fato de manter o ambiente aquecido por um tempo após desligado.

 

Aquecedor a óleo (imagem: Homely360/ reprodução)

Aquecedor a óleo (imagem: Homely360/ reprodução)

 

Aquecedor a gás: Esse modelo de aquecedor é indicado para ambientes grandes e abertos como bares e restaurantes, por serem grandes e pesados, ele possui um custo mais alto que os outros, e o fato de funcionar à gás o torna contra indicado para ambientes fechados como apartamentos.

 

aquecedor a gás (imagem: Portaldenotícias/ reperodução)

aquecedor a gás (imagem: Portaldenotícias/ reperodução)

 

Aquecedor a óleo: O aquecedor a óleo tem um custo um pouco mais elevado que o modelo incandescente, porém vale a pena o investimento, pois esse aparelho é mais econômico e eficiente. O aquecedor a óleo pode demorar um pouco mais para aquecer o ambiente, mas em contrapartida ele não resseca o ar e mantém o local uniformemente aquecido.

 

Aquecedor a óleo (imagem: Homely360/ reprodução)

Aquecedor a óleo (imagem: Homely360/ reprodução)

 

Além desses modelos de aquecedores, hoje em dia também temos os ares condicionados que possuem a função de aquecimento.

 

Climatizador:

 

O climatizador, diferente do aquecedor, não tem a função de aquecer o ambiente, e sim torná-lo mais agradável amenizando o calor ou o frio em 3 ou 4 graus centígrados de acordo com a sua necessidade no momento. Dessa forma esse aparelho acaba se tornando útil durante todas as estações do ano. 

Apesar de ser bastante confundido com o ar-condicionado, o climatizador não emite ar gelado, apenas o necessário para tornar o clima do ambiente mais agradável. O climatizador também possui um ponto positivo que é o baixo consumo de energia em comparação ao ar-condicionado, o que hoje em dia é uma característica muito procurada pelos consumidores.

 

Leia também: O que é climatização de ambiente? Descubra tudo!

 

Climatizador de ambiente imagem: zellox.com/reprodução)

Climatizador de ambiente imagem: zellox.com/reprodução)

 

Agora que você já aprendeu a diferenciar um climatizador de um aquecedor, é hora de escolher qual atende melhor as suas necessidades e dar um pulo na Telhanorte para obter o seu!! Nossos funcionários estão prontos para te ajudar e tirar as dúvidas que restaram!

 

Por Carolina Oliveira | Edição Thais Junqueira

Como escolher aquecedor de água a gás: guia definitivo

Como escolher aquecedor de agua a gas

| Elétrica

Economia sempre é muito bem vinda, os aquecedores a gás estão cada vez mais ajudando nesse assunto, que tal entender mais um pouco sobre eles e como escolher

 

Com os custos elevados da energia elétrica, é cada vez mais comum a adoção de aquecedores de água a gás. Entretanto, como escolher aquecedor de água a gás ideal para a sua residência? É preciso observar alguns pontos principais como:

Com a resposta para essas questões, você pode passar para o próximo passo, que é escolher entre os modelos de aquecedor de gás.

 

O que observar para escolher o aquecedor de água a gás correto?

1. Infraestrutura de instalação

O aquecedor a gás oferece a vantagem da economia na conta de luz, mas como desvantagem apresenta uma série de exigências de infraestrutura, que nem sempre é fácil de atender.

Nem todas as residências possuem a infraestrutura necessária e o custo de criar esse aparato, pode ir muito além das vantagens do aquecedor à gás.

Mas quais são, afinal, os pontos de infraestrutura necessários? Verifique se você tem:

Tem? Então está com meio caminho andado!

Você também vai precisar de um ponto de tomada onde o aparelho vai ficar conectado.

Outra informação importante para ter em mãos é a pressão da água que chega ao chuveiro, ela será importante para as próximas dicas de como escolher aquecedor de água a gás.

 

2. Tipo de gás utilizado em sua residência

Existem dois tipos de gás principais:

Enquanto o GLP, geralmente, fica armazenado em botijões que são abastecidos periodicamente por caminhões, o gás natural, normalmente, é o gás encanado, que vem direto da rua.

Existe um modelo específico de aquecedor de água a gás GN, e a escolha errada pode causar danos graves no aparelho e em todo o sistema. Por isso, tenha certeza sobre o tipo de gás que abastece sua casa. 

 

3. Modelo da ducha

É importante que você saiba que cada ducha, chuveiro ou torneira tem uma vazão. Essa vazão representa o volume de água que sai daquele local.

Quanto maior a vazão da ducha, maior deverá ser a potência do aquecedor, por isso esse elemento é tão relevante ao escolher aquecedor de água a gás.

 

4. Pontos simultâneos 

Um fator que está relacionado à vazão é o número de pontos de acesso à água aquecida que você precisa acessar simultaneamente.

Se você tem dois ou mais pontos de acesso à água quente simultâneos a configuração mínima do aquecedor deve ser de 32 L/minuto e as duchas devem ter vazão até 10 litros.

 

5. Dê preferência a aquecedores de água a gás digital

Os aquecedores de água a gás digital possuem uma placa eletrônica dentro deles que controla o volume de água e de gás, em função da temperatura selecionada no painel digital, que por sua vez é controlado pelo felizardo que irá tomar banho com uma água na temperatura perfeita.

Esse modelo de aquecedor de água a gás controla o volume de gás necessário, contribuindo para gerar mais economia de gás, conforto e segurança.

Agora que você já sabe como escolher aquecedor de água a gás o próximo passo é conhecer os modelos de aquecedores. Vamos a eles!

 

Modelos de  aquecedor de água a gás

Exaustão natural

Esse modelo não precisa de energia elétrica, pois funciona à pilha, entretanto, é necessário um duto de saída de tamanho maior e sua potência é baixa ( de 8 litros a 22 litros por minuto), inviabilizando seu uso em apartamentos acima do terceiro andar.

 

Exaustão forçada

Esse modelo é o mais indicado por profissionais da área. Primeiro porque sua potência é maior: de 8 a 43 litros/minuto.

Além disso, ele possui uma ventoinha que força a retirada do CO2 de maneira mecânica, evitando que haja retorno do rejeito.

Entretanto, eles precisam estar conectados à energia elétrica. Esse energia não é responsável pelo aquecimento da água do chuveiro, mas pelo funcionamento do aparelho que irá fazer esse serviço.

Atenção: Aquecedores de passagem são modelos mais compactos e modernos, 

mas não podem ser utilizados em residências com água direto da rua. A razão é porque a água da rua não em pressão constante.

Em casas e coberturas de prédios será necessário um pressurizador de água pois a pressão de água não será suficiente para atender ao aquecedor.

 

Instalação de aquecedor de água a gás

Acessórios 

Depois de escolher aquecedor de água a gás é importante garantir que você terá todos os acessórios necessários para a instalação do equipamento. 

Entre esses acessórios estão: 

 

Apoio profissional 

Para a instalação de aquecedor de água a gás é fundamental que você contrate um profissional capacitado e credenciado pela marca do aquecedor que você escolheu. 

 

Onde encontrar os melhores aquecedores de água a gás?

Nada como um bom banho quente e relaxante, e uma conta de luz que não faz você cair pra trás!

Por isso, investir em um aquecedor de água a gás pode ser uma boa ideia!

Na Telhanorte você encontra um departamento completo com aquecedores de água e acessórios. Acesse e confira a seção de aquecedor de água a gás, aquecedor elétrico e sistemas de aquecimento solar.  

Além disso, você também encontra todos os acessórios para aquecedor necessários para a instalação como: flexíveis para a entrada de água, flexível para a entrada de gás, registro para gás e flexível para saída de água quente. 

Com essas informações que tal visitar a Telhanorte mais próxima da sua casa ou entrar no nosso site e fazer suas compras do conforto do seu lar.

Edição Thais Junqueira

7 dicas para manter a casa quente no inverno

frio-inverno-mesa-comida-cafe-casa-aquecida-aconchegante-confortavel

| Climatização

Com a chegada do inverno, as temperaturas caem até mesmo dentro de casa. Confira 7 dicas para deixar a sua casa aquecida e aconchegante nessa época do ano

 

Chocolate quente, edredom quentinho, filme na TV, pipoca e vinho. Essa é a lista com alguns dos prazeres do inverno. Entretanto, nem só de aconchego se vive essa estação, não é mesmo? É bastante comum que os cômodos das casas no inverno fiquem gelados e não dá vontade nem de sair do quarto e ir para a sala. Por isso, separamos 7 dicas que vão te ajudar a deixar a casa mais quentinha e confortável. Acompanhe!

1. Pela manhã, deixe as cortinas abertas

Mesmo em dias frios, o sol pode aparecer com alguns raios que têm o poder de aquecer a casa no inverno. Entretanto, as cortinas e persianas atrapalham a ação desses raios de calor no interior da casa. Por isso, deixe-as abertas por algumas horas, principalmente, entre 10h e 15h.

 

sala-jantar-janela-cortina-aberta-luz-natural-sol-solar-aquecer-inverno-raios-ambiente-vitamina-d-decoracao-cadeiras-mesa

A luz natural aquece e é fonte de vitamina D (Foto Daniil Silantev / Unsplash / Reprodução)

 

Você não precisa abrir a janela nem as portas, apenas as cortinas e persianas já bastam para que a luz solar entre e faça seu trabalho. Caso você tenha uma varanda na qual bata sol, aproveite para aquecer o corpo durante alguns minutos. Sempre com protetor solar! 

 

2. Mantenha portas e janelas fechadas

Pode parecer óbvio, mas muita gente sai para o trabalho e deixa as portas e janelas abertas para circular o ar. A verdade é que poucos minutos de janelas e portas abertas já bastam para que isso aconteça. Por isso, evite deixar tudo aberto durante o dia.

Logo pela manhã, enquanto estiver na cozinha preparando o café, abra um pouco a janela da sala. Quando for para o quarto se arrumar, abra a janela da cozinha e feche a da sala e do quarto. Esse revezamento vai manter você protegido do frio e vai renovar o ar da casa. Ao sair para um dia de trabalho, certifique-se de deixar portas e janelas fechadas. Ao voltar, sua casa estará mais acolhedora!

Dica extra: você pode bloquear frestas usando protetores de porta. Eles vão evitar a passagem de ar e assim manter o ambiente protegido das baixas temperaturas. 

 

3. Considere trocar as cortinas

Se deixar as cortinas abertas por algumas horas pode ajudar no controle de temperatura, escolher as cortinas certas para quando o sol se for também vai te ajudar a controlar a temperatura do ambiente, preservando o calor para o final da tarde e noite. Opte por cortinas com tecido mais grossos. Aproveite e mude um pouco o visual da casa. As cortinas grossas ajudam a evitar que o calor escape do ambiente, por isso, feche-as assim que o dia começar a escurecer. 

 

Porta-cortina-de-aco-135-a-148mt-branco-Secalux

Porta cortina de aço 1,35 a 1,48mt branco Secaluxv (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4. Use tapetes 

O tapete é mais um dos itens de decoração que podem transformar o ambiente e ajudam a manter a casa quente no inverno. Independente do tipo de piso do ambiente, o tapete é um excelente isolante térmico, que vai contribuir para manter a temperatura mais amena. Além disso, são ótimas opções para quem gosta de andar descalço ou mesmo sentar no chão. Não restrinja o uso do tapete apenas à sala de estar, mas aproveite para usá-lo também no hall, quarto, banheiro e até cozinha

 

5. Almofadas e mantas para quartos e sala

Almofadas e mantas contribuem para criar um clima mais aconchegante e também ajudam a controlar a temperatura do ambiente. Escolha materiais como microfibra, lã e tricô. Que tal combinar com uma iluminação mais baixa? Lâmpadas de LED com tons mais amarelados contribuem para esse efeito.

 

Veja também: Iluminação para ambientes: tipos e modelos para casa

6. Aquecedores portáteis

É quase impossível falar sobre como manter a casa quente no inverno sem citar os aquecedores. Conectados à tomada, funcionam como qualquer outro eletrodoméstico, mas é importante ter cuidado com a conta de luz e com a segurança. Em casas com animais de estimação e crianças, evite deixá-lo ao alcance de suas mãos. Existem diversos tipos de aquecedor, entre eles:

Já que estamos falando sobre climatização, é importante lembrar que ambiente úmidos também tendem a ser mais frios, por isso, caso sua casa tenha esse problema, procure um desumidificador de ambiente.

 

7. Se necessário, instale o revestimento adequado

Se você está construindo ou reformando a casa e mora em uma cidade que, a maior parte do ano, faz frio, uma opção para manter as temperaturas mais agradáveis dentro de casa é usar pisos e revestimentos mais adequados. Enquanto revestimentos em cerâmica e porcelanato são conhecidos como “pisos frios”, opções de madeira e piso vinílico oferecem mais aconchego e controle de temperatura. 

 

Piso-vinilico-Durafloor-de-cola-City-Quito-madeirado-1626299

Piso vinílico Durafloor de cola City Quito madeirado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Opções para quem está construindo ou reformando 

Seja verão ou inverno, lembre-se de contar com equipamentos e seguir dicas que permitem que a casa fique mais agradável, afinal, não há lugar melhor que nossa casa! Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um departamento completo de climatização com varias opções de aquecedores e demais produtos. Conheça nosso setor de aquecedores de ar, ar condicionado, ventiladores e opções para tratamento de ar.  

 

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

Como escolher aquecedor elétrico: guia completo para acertar

| Climatização

Veja nosso guia para comprar aquecedores: consumo de energia, modelos, transporte e outros fatores importantes de como escolher aquecedor elétrico

 

É muito comum ouvir pessoas falando que o brasileiro não está preparado para enfrentar o frio. Vivemos em um país conhecido pelo verão e pelas altas temperaturas, entretanto, alguns períodos do ano fazem sim nossos ossos gelarem, não é mesmo? Para esses períodos saber como escolher aquecedor elétrico vai ajudar você a se sentir melhor e mais confortável.

O aquecedor elétrico de ambiente torna os cômodos mais agradáveis durante as baixas temperaturas e podem, inclusive, permitir que você curta o friozinho em ambientes mais abertos, como sua varanda e área externa, sem congelar!

1. Sistema de aquecimento

O primeiro item a ser observado ao escolher o aquecedor elétrico para sua casa é o sistema de aquecimento. Entre as opções mais comuns estão:

 

Aquecedor elétrico preto pequeno (Foto: www.sweetesthome.com.br/Reprodução)

 

Termoventilador

O sistema de aquecimento por termoventilador é uma opção com ótimo custo benefício, sendo uma das opções com valor mais baixo entre os aquecedores

O termoventilador é composto por hélices e uma resistência, funcionando de maneira parecida com um ventilador comum. Entretanto, nesse modelo as hélices espalham o ar quente para o ambiente. Geralmente, é possível regular a potência para ajustá-la de acordo com o frio. 

Um ponto negativo é o barulho, que parece com o feito por ventiladores tradicionais. Pode ser usado na área externa, permitindo que você aproveite as noites frias em família, amigos ou para um jantar romântico. 

 

Aquecedor a óleo

Antes que você torça o nariz, saiba que no aquecedor a óleo, o óleo quente não fica exposto nem precisa ser trocado. Além disso, ele não resseca o ar. Você encontra modelos que aquecem espaços menores e até ambientes com maior m². 

O aparelho deve ser conectado à energia elétrica e funciona a partir de uma resistência que aquece o óleo. O calor gerado é proveniente da troca de temperatura entre o óleo que está dentro do aparelho e o ambiente. Você encontra modelos com e sem termostato. A opção com termostato permite regulagem automática da temperatura.

É silencioso, eficiente, aquece o ambiente por igual, entretanto, é um pouco mais caro que outras opções listadas aqui. Também não é indicado para ambientes com animais de estimação e crianças, pois as placas de calor ficar expostas e podem causar acidentes.

 

Halógeno

Assim como o aquecedor por óleo, o modelo halógeno funciona por troca de calor. Sua principal característica, e vantagem, é a velocidade com que aquece os ambientes, sendo muito rápido em seu serviço.

Pode ser carregado para diferentes cômodos conforme a sua necessidade. Deve ser usado em cômodos fechados como quartos e salas, e não é tão eficiente para ambientes abertos como áreas externas. 

Também distribui o ar seguindo a lógica de um ventilador, espalhando o ar quente em todo o espaço e com maior eficiência.

 

Aquecedor de cerâmica

A grade de proteção desse aquecedor é de cerâmica e isso faz com o calor seja propagado rápida e uniformemente pela ventoinha. Faz pouco barulho e pode ser portátil ou fixo na parede.

 

Aquecedor Halogeno Comfort Air Mondial 127V 800W cinza branco A09 (Foto: telhanorte.com.br/Reprodução)

 

2. Local de uso

Ao apresentar os modelos mais comuns de aquecedores elétricos demos alguns spoilers sobre o local ideal de uso para cada um deles, entretanto, ao fazer sua escolha tenha bastante atenção para esse requisito. Confira na embalagem e leia sobre o modelo que você deseja comprar.

Algumas opções são excelentes para áreas externas, como o termoventilador, enquanto outras devem ser usadas apenas em ambientes fechados, como o aquecedor halógeno.  

 

3.  Consumo aquecedor elétrico

O aquecedor a óleo, assim como o aquecedor cerâmico, consome menos energia do que o termoventilador, por exemplo.

No processo de como escolher aquecedor elétrico esse item não é o único a ser observado, mas deve estar entre suas preocupações. 

Um aquecedor pode consumir bastante energia elétrica e, por isso, algumas pessoas preferem às opções a gás, por exemplo. Entretanto, o trabalho e investimento para a instalação pode não valer a pena. 

 

4. Potência

Ao comprar qualquer aparelho elétrico é importante que você avalie a potência do aparelho. Entre as melhores opções de aquecedor elétrico ambiente a potência geralmente varia entre:

 

5. Capacidade de Transporte

Você precisa de um aquecedor fixo ou que você possa transportar para diferentes cômodos e locais, como transportar para um sítio e de volta para sua casa?

Esse tipo de informação é fundamental no processo de como escolher aquecedor elétrico. Não adianta um aquecedor ser econômico se não atender às suas necessidades.

 

6. Variação de temperatura

Assim como o frio pode ser um friozinho ou congelante, alguns aquecedores permitem que você controle a quantidade de calor que eles irão compartilhar.

Alguns aquecedores permitem que você escolha se eles devem usar toda a potência das resistências ou apenas parte delas. Essa característica é importante para criar um ambiente com a temperatura ideal, nem muito quente nem muito frio. 

 

Leia também: Climatizador ou aquecedor? Saiba escolher o melhor

 

Onde comprar aquecedor elétrico para ambiente? Uma casa climatizada oferece conforto e qualidade de vida para moradores. Seja no frio ou no calor é importante considerar esse aspecto para garantir a saúde e a tranquilidade de quem convive nesses ambientes. 

Na loja virtual da Telhanorte você encontra um departamento completo de climatização com variadas soluções para tornar seus ambientes mais agradáveis e aconchegantes, seja no verão ou no inverno. 

Conheça nosso setor de aquecedores de ar, ar condicionado, ventiladores e opções para tratamento de ar.   

 

Edição por Veronicca Fernandes

Climatizador ou aquecedor? Saiba escolher o melhor!

climatizador ou aquecedor capa

| Climatização

Quer entender melhor o que levar em conta antes de definir se o seu ambiente precisa de um climatizador ou aquecedor? Então prossiga na leitura!

 

Quem é do time que defende a importância do conforto térmico do ambiente — seja ele uma residência, um escritório ou ambiente comercial — já deve ter se questionado sobre a melhor escolha a fazer: climatizador ou aquecedor?

Ambos os equipamentos são importantes aliados na busca por espaços mais confortáveis e aconchegantes. Entretanto, há, entre eles, algumas diferenças nas características que podem influenciar na decisão de escolha, como as indicações de uso e a forma de equilibrar o ambiente.

A melhor forma de definir se a escolha ideal para o seu caso é o climatizador ou aquecedor é entendendo as características de cada um.

 

Climatizador

A função do climatizador é tornar o ambiente mais agradável por meio de mecanismos de evaporação da água e circulação de ar. Eles são responsáveis por uma sensação de frescor que, em muitos casos, é determinante para alcançar o conforto térmico.

Versáteis, os climatizadores podem ter as funções de ar quente e frio, que atendem às necessidades em qualquer época do ano.

 

Afinal, climatizador de ar quente e frio é bom?

Já que tocamos neste assunto, vamos esclarecer uma das principais dúvidas de quem pesquisa as características desse aparelho: climatizador de ar quente e frio é bom? Sem mais delongas, podemos dizer que sim, especialmente para quem vive em locais com grandes variações climáticas.

Isso porque, em regiões caracterizadas por mudanças climáticas marcantes, calor e frio tendem a ter temperaturas extremas. Neste caso, ter um equipamento versátil ajuda (e muito!) a regular o conforto térmico em ambas as ocasiões.

Embora sua função não seja diminuir a temperatura, ele auxilia no equilíbrio de sensação térmica, chegando a ajustá-la em margens de 3 a 4 graus, para mais ou para menos.

 

Vantagens do climatizador

 

Desvantagens do climatizador

 

Aquecedor

Em contrapartida, o aquecedor tem como principal atribuição a tarefa de aquecer espaços. Por essa razão, é muito utilizado no período noturno e em quartos e salas, locais onde as pessoas tendem a se reunir e passar muitas horas do dia.

Os aquecedores são subdivididos de acordo com suas especificidades:

 

Vantagens do aquecedor

 

Desvantagens do aquecedor

 

Climatizador ou aquecedor: o que levar em conta antes de escolher o melhor para o seu caso?

Além da necessidade do cômodo (aquecer, resfriar ou equilibrar a temperatura), também é preciso levar em consideração os prós e contras de cada equipamento para definir, entre climatizador ou aquecedor, qual é o ideal para você.

Por exemplo, se você vive em um lugar com temperaturas bem definidas, provavelmente não usará o seu aquecedor durante todo o ano, já que no verão ele será dispensável. O climatizador, em contrapartida, é preparado para atuar em ambientes quentes ou frios, embora não seja a opção mais indicada para temperaturas extremas ou para ambientes muito grandes.

 

Qual a diferença entre climatizador e ar condicionado?

Outra dúvida comum no momento de escolha do melhor equipamento de regulação de temperatura é acerca da diferença entre climatizador e ar condicionado. Isso porque ambos os aparelhos têm formas de funcionamento semelhantes. Entretanto, a maior diferença entre os dois equipamentos diz respeito à forma de funcionamento.

Em sua essência, o ar condicionado promove a troca da temperatura do ambiente externo com o ambiente interno. Enquanto isso, o climatizador apenas refresca o ambiente, funcionando como uma espécie de ventilador acoplado a um reservatório de água.

 

Gostou das dicas?

Depois de ler tanto sobre os equipamentos, características, formas de funcionamento e principais diferenças, a escolha ficou mais fácil, certo? Nossa sugestão é que, após esta leitura, você corra para a seção de climatização no site da Telhanorte e conheça todas as nossas soluções para tornar seus ambientes mais agradáveis e aconchegantes! Que tal deixar seu ambiente ainda mais confortável, hoje mesmo?

 

Edição de Murilo Bonício e João Victor Quintino