ardosia | Blog Telhanorte

Pedra de revestimento exterior: 7 modelos e inspirações

pedra-ferro-mosaicos

| Área Externa

 

Inspire-se com as fachadas de granito, ardósia, pedra de ferro, pedra madeira e mais. Como escolher a pedra de revestimento exterior ideal?

 

As pedras de revestimento exterior unem três elementos importantes na decoração e no acabamento de uma casa: beleza, resistência e sofisticação.

Entre as vantagens de usá-las estão:

Existe uma extensa variedade de tipos de pedra para revestimento que podem ser usados para ampliar a personalidade do local e garantir uma primeira impressão incrível da sua casa. Ao usá-las na fachada você garante que sua casa se destaque das demais.

Entretanto, o custo de aplicação desse tipo de revestimento pode ser mais elevado do que outras opções mais tradicionais, como a tinta.

Medir o custo benefício e a sua capacidade de investimento será necessário para fazer essa escolha.

A seguir separamos alguns tipos, Confira, inspire-se e faça sua escolha.

 

Sugestão de leitura: Quer decorar o interior da casa com pedras, também? Então cheque mais 6 tipos de pedras naturais para revestimento da casa!

 

Pedra de revestimento exterior: 7 opções para sua fachada

 

1. Granito

Apesar de o granito ser uma pedra de revestimento para muro e fachada bastante conhecida, antes de qualquer coisa, é importante destacar alguns aspectos que a diferenciam de uma pedra bastante parecida: o Mármore

Além de possuir cores mais mescladas por causa da disposição interna de minerais – o que faz com que o granito tenha uma aparência mais luminosa e menos suave – ele é uma pedra mais dura e forte do que o mármore. É possível encontrar granitos com acabamento escovado, flameado e jateado, além de diversas opções com padrões e cores diferentes.

 

granitos

Cores e padrões mais utilizados em projetos com granito (Foto: Plataforma Arquitectura / Reprodução).

 

O granito é resistente não apenas em relação ao contato com a chuva, sol e poeira, mas também ao impacto, arranhões e manchas. Isso quer dizer que a boa aparência da pedra pode durar décadas. 

Dessa forma, se torna uma opção muito resistente, além de bonita, aliando dois benefícios valiosos para quem está reformando a fachada de casa. Ele também pode ser usado para pisos e paredes da área interna da casa, em cômodos como sala e cozinha.

 

GRANITO_BRANCO_DALLAS_TOP_MARMORE

Parede externa revestida por granito branco Dallas (Foto: Top Mármore / Reprodução).

 

2. Miracema

É um estilo mais rústico e natural de pedra para fachada e  bastante atual para decoração

É considerada uma variante do granito sem polimento (em estado bruto) e tem características similares – como a resistência e durabilidade. Pode ser encontrada na natureza em tons rosados ou em cinzas com branco (os famosos olhos de pombo).

Seu assentamento é simples, não havendo nem mesmo necessidade de massa. Quando usada no piso, sustenta bastante carga , sendo ideal para rampas e garagens. No entanto, nesse caso, faz-se necessário uma camada inferior de piso pobre de concreto para a sua utilização.

 

fachada-com-pedra-miracema

Fachada com pedra Miracema Olho de Pombo (Foto: Blog Materializar-se / Reprodução).

 

3. Pedra Madeira

Talvez você já tenha visto algumas fachadas com revestimentos muito fiéis à madeira, certo? Contudo, você sabia que a maioria desses projetos não a usa, de fato, nas paredes externas?

Por ser um material propenso a deterioração com a ação do tempo, esse material aparece nas paredes externas através de revestimentos que imitam madeira. Além das famosas placas de porcelanato, a pedra madeira é super recomendada para fachadas, pisos e paredes internas.

A pedra madeira tem a mesma característica e propriedades da Miracema, sendo diferenciadas pela maior variedade de cor da primeira, a qual é encontrada em tons rosados, a amarelados, a branco e verde. Geralmente, são usadas para trazer um estilo rústico mais sofisticado ao ambiente. 

 

Pedra-Madeira-Cores-foto-ConstruindoDECOR

Tipos de pedra madeira (Foto: Viva Decora / Construindo DECOR / Reprodução).

 

Como vantagens, podemos citar a estética diferenciada que o produto proporciona, a alta resistência e a característica anti-derrapente. Por outro lado, como desvantagem, a instalação da pedra madeira requer alguns cuidados especiais, sendo um processo com diversas etapas e exige do pedreiro um conhecimento especializado sobre as melhores técnicas de assentamento. Logo, o custo de mão de obra é maior. Por isso, se a verba do projeto for pequena, vale buscar alternativas mais econômicas como a cerâmica, porcelanato ou pintura.

 

Atenção: Primeiramente, como a pedra madeira é instalada em seu estado natural, é necessária uma limpeza com água corrente para remoção de pequenos resíduos depositados que podem atrapalhar o processo de assentamento. Ainda, para uma instalação adequada, é preciso primeiro selecionar as peças que se encaixam melhor entre si. Depois, para que o encaixe seja ainda mais perfeito, deve-se entalhar as pedras. Para preservar o aspecto novo e evitar escurecimento das peças, faça uma limpeza pelo menos uma vez ao ano!

 

Pedra de revestimento exterior

Pedra madeira amarela com fachada ventilada (Foto: Viva Decora / Archidaily / Reprodução).

 

Pedra-Madeira-Branca-traz-estética-mais-moderna-foto-Pinterest

Parede externa revestida com pedra madeira branca (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Pedra de revestimento exterior

Pedra madeira amarela em fachada e rampa externa (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

4. Pedra Ferro

Moderna, versátil e atual, a pedra ferro (também conhecida como pedra pericó ou topázio) é uma rocha vulcânica oxidada que confere um aspecto único às fachadas. 

Devido sua elegância, é uma ótima opção para áreas externas, como varandas gourmet e áreas de piscina, bem como ambientes internos da casa. 

Possui versatilidade em seus formatos (sendo vendida em placas inteiras, peças serradas, mosaicos ou filetes) e cores (do marrom-ferrugem ao preto), além de ser resistente a impacto e a agentes corrosivos.

 

pedra-ferro-serrada

O desenho da fachada com pedra ferro serrada é formado por quadrados cortados em diferentes espessuras (Foto: Arkpad / Reprodução).

 

pedra-ferro-mosaicos

A pedra ferro é utilizada em mosaico quando peças de formatos e tamanhos variados criam uma composição na parede (Foto: S2R / Reprodução).

 

Pedra de revestimento exterior

A pedra ferro é cortada em filetes quando dá origem a pequenas tiras de largura e comprimento variados, de visual mais irregular (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

5. Ardósia

A ardósia é composta por minerais como quartzo, grafite e material carbonoso. Como resultado, tem-se uma pedra resistente, com cores e padronagens distintas em cada peça. As cores mais comuns são cinza, grafite, preto, vinho, verde e ferrugem (multicolorido) e suas respectivas variações.

 

ardosia-cores

Exemplares mais comuns da pedra ardósia para fachadas (Foto: Blog Geo – Conceição / Reprodução).

 

Um diferencial é a sua capacidade de isolamento térmico, garantindo a manutenção de um ambiente mais fresco. Além disso, sua resistência a variações climáticas, riscos e arranhões se traduz em durabilidade e sua cor se mantém por décadas.

Além de usada como opção para fachadas de casas revestidas com pedras, também pode ser instalada como piso por suportar bastante peso e ser antiderrapante.

 

pedra-ardosia-preta-fachada-J_Guillo_Architecte

Fachada de casa moderna com ardósia preta (Foto: ArchDaily / Arquiteto J. Giulio / Reprodução).

 

Oakridge-House-Desktop

Projeto Oak Ridge House por Duvall Decker. Fachada de casa contemporânea com placas de ardósia verde (Foto: Duvall Decker / Reprodução).

 

Stout-House-ardosia-vermelha

Projeto Stout House por Ryan Restorations. Fachada com ardósia vinho (Foto: Ryan Restorations / Reprodução).

 

pedra-ardosia-cinza

Paredes interiores e exteriores revestidas com pedra ardósia cinza em casa de campo (Foto: Decor Fácil / Reprodução).

 

revestimento-de-ardosia-ferrugem

Revestimento para fachada de pedra ardósia padrão ferrugem (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

pedra-ardosia-filete

Ardósia grafite em filetes na fachada de casa (Foto: ArchiExpo / Reprodução).

 

placas-pedra-ardosia-ferrugem-fachada

Placas de ardósia ferrugem para fachada (Foto: Archiexpo / Reprodução).

 

6. Quartzito

O quartzito é resistente e tem como principal componente o quartzo. 

É uma pedra muito requisitada por sua beleza, que se assemelha ao mármore.  Os quartzitos podem apresentar cores muito raras e são muito valorizados por isso.

 

quartzito-cores

Cores e padrões de quartzito (Foto: Acervo Telhanorte).

 

É uma pedra de revestimento externo bastante sofisticada, que se assemelha ao mármore. É muito requisitada por sua beleza,  mas não deixa a desejar no aspecto durabilidade e resistência ao sol e produtos químicos.  

Também pode ser usada no piso e parede interna.

 

revestimento-exterior-quartzito

Revestimento para parede externa de quartzito (Foto: Stone Contact / Reprodução).

 

revestimento-exterior-quartzito2

Revestimento para parede externa de quartzito (Foto: OLYMPUS DIGITAL CAMERA / Reprodução).

 

revestimento-exterior-quartzito3

Revestimento para parede externa de quartzito (Foto: Meteor Cladding / Reprodução).

 

revestimento-exterior-quartzito4

Revestimento para parede externa de quartzito (Foto: Stone Contact / Reprodução).

 

7. Pedra São Tomé 

A pedra São Tomé – um tipo de quartzito – é uma das opções mais buscadas de pedra de revestimento para fachada. 

Resiste por décadas a manchas, arranhões, chuva, sol, vento e outros agentes naturais. Não absorve calor e ajuda na manutenção da temperatura do ambiente. 

Também pode ser usada em pisos, sendo indicada principalmente para áreas externas. 

É uma opção de pedra de revestimento bastante sofisticada podendo criar ambientes elegantes quando usada em paredes texturizadas de áreas internas, como salas de estar e jantar e jardins de inverno.

 

MOSAICO-DE-SÃO-TOMÉ-branca-Revestimentos-Naturais-Fachada

Mosaico de pedra São Tomé branca em fachada Foto: Revestimentos Naturais / Reprodução).

 

pedra-sao-tome-fachada_Oficina_Conceito

Filetes de pedra São Tomé em fachada (Foto: Oficina Conceito / Reprodução).

 

Pedra de revestimento exterior

Filetes de pedra São Tomé amarela em coluna exterior (Foto: Piso de Pedra / Reprodução).

 

Como escolher o tipo de pedra de revestimento para fachada?

Ao criar fachadas de casas revestidas com pedras lembre-se de alinhar o estilo do exterior com o interior da casa. Assim você tem um projeto completo, que vai te deixar bastante feliz todas as vezes que chegar em casa.

Lembre-se de avaliar também os tipos de piso para área externa e interna. Para o acabamento da sua obra é provável que você também precise escolher uma tinta para equilibrar os ambientes, afinal, um cômodo só com paredes de pedras naturais pode ficar com uma aparência muito pesada.

 

Sugestão de leitura: Confira 5 tipos de pisos para a área externa da sua casa | Quais os principais tipos de tinta para parede

 

E aí, já sabe qual a pedra natural para revestimento exterior será escolhida no seu projeto?

Esperamos que as dicas e inspirações acima tenham te ajudado. Agora só falta falar sobre uma coisa: o preço.

As pedras que apresentamos possuem muitas variações de custo, por isso, indicamos que acesse a loja virtual da Telhanorte para fazer um orçamento sem precisar sair de cada e receber tudo no endereço que indicar. Aproveite e conheça nossos departamentos de Pisos e Revestimentos, Pedras Naturais e Tintas

Conte com a qualidade e segurança de uma empresa que só trabalha com os melhores fornecedores!

Agora é só botar a mão na massa (ou contratar um profissional para fazer isso por você!). 

 

Edição por: Murilo Bonício

6 tipos de pedras naturais para revestimento da casa

Tipos de pedras naturais para revestimento

| Ambientes Internos

 

Pedra São Tomé, Miracema, Granito, Ardósia, Seixos e Ônix. Aprenda quando, como e onde usar esses tipos de pedras naturais para revestimento.

 

Entre os tipos de pedras naturais para revestimento de áreas internas e externas mais usadas por arquitetos podemos citar:

Muito conhecidas por serem versáteis e com alta durabilidade para fachadas, jardins e varandas, as paredes revestidas com pedras naturais tomaram conta também do interior das casas, sendo usadas como revestimento de banheiros, cozinhas e salas.

Quanto às formas de aplicação, você pode encontrá-las em colunas de pedras, paredes inteiras ou com apenas uma faixa – ou mesmo um nicho decorado. Todas essas opções ampliam a personalidade do ambiente e tornam o cômodo ainda mais exclusivo.

Entretanto, quais são as pedras naturais para revestimento externo e interno mais indicadas para seu projeto?

No Brasil, hoje, existem mais de 500 tipos de pedras naturais para revestimento, o que pode causar indecisões para muita gente!

Porém, para te ajudar, a Telhanorte criou uma lista com inspirações dos 6 tipos de pedras naturais para revestimento mais usadas por aqui. Confira!

 

casa-branca-revestimento-metal-pedras

Exterior de casa com paredes brancas e revestimento de pedras (Foto: ideiasdecor / Reprodução).

 

6 Tipos de pedras naturais para revestimento em áreas interna e externa

 

1. Pedra São Tomé

A pedra São Tomé é uma das opções mais versáteis dessa lista de pedras para revestimento. É muito usada para áreas de piscina e churrasqueira.

A versatilidade está no fato de poderem ser encontradas em diferentes tons e cores (brancas, amarelas, rosas e mescladas) e aplicadas em diferentes formatos, como: 

Abaixo temos dois exemplos de aplicação. No primeiro, a pedra é usada em formato retangular, no piso da área externa de uma residência. Na segunda imagem, a mesmo pedra é usada em formato filete, na parede interna de outra casa.

Veja como ela realmente proporciona diferentes ares, de acordo com o estilo do projeto!

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Pedra São Tomé quadrada como revestimento do piso externo (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Pedra São Tomé em filetes como revestimento da parede de uma sala de estar (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Além da versatilidade, a pedra se destaca por sua beleza única, alta durabilidade e resistência. É antiderrapante e antitérmica, favorecendo a manutenção da temperatura nos locais em que é aplicada.

 

2. Pedra Miracema 

A pedra  Miracema é um clássico da decoração, principalmente, quando o assunto são fachadas e pisos de áreas externas. Entretanto, tem sido cada vez mais comum encontrar projetos que usam esse modelo para criar paredes revestidas com pedras naturais em áreas internas – como, por exemplo, na cozinha.

É uma pedra muito resistente, de formato retangular e uma tonalidade com mescla de cinzas.

Mesmo a pouca versatilidade de formatos e cores, não impede o impacto visual que seu uso pode causar em projetos arquitetônicos – dos clássicos aos modernos. 

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Miracemas no revestimento da varanda exterior de um imóvel (Foto: @casaclarabrasil / Instagram / Reprodução).

 

3. Granito

O granito também é uma pedra natural bastante tradicional e versátil e pode ser usada para diversos fins dentro de um projeto de decoração (bancada e balcões de cozinha ou banheiro, pisos e revestimentos de parede internas e externas). 

É muito usado para substituir o mármore quando não os custos associados ao material são considerados altos demais. Mesmo assim é muito sofisticado, resistente e, claro, lindo!

Ao optar pelo granito seu projeto de revestimento de parede com pedras naturais poderá contar com um grande leque de opções de cores e padrões, para todos os ambientes da casa. 

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Cozinha tradicional com frontão e bancada de granito cinza (Foto: Casa Abril / Reprodução).

 

4. Pedra de Ardósia

Se você é aficionado por decoração, muito provavelmente, já deve ter visto algum projeto com ardósia no piso. Mas você sabia que ela também pode criar um efeito incrível quando usada como revestimento para parede? 

A ardósia é uma pedra com fácil manutenção e pode ser encontradas em diferentes texturas, desde a pedra natural até opções polidas, escovadas, envelhecidas e outras. 

Seu baixo custo pode ser um atrativo a mais para usá-la e economizar no projeto.

Sua cor mais escura contribui para a criação de um ambiente sofisticado e “sóbrio”, além de ser uma artifício criativo para sair do comum. 

Veja o exemplo abaixo!

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Revestimento de parede interna com ardósia preta em mosaico (Foto: Tua Casa / Reprodução).

 

5. Seixos 

Seixo é o nome dado às pedras de superfície lisa e formato arredondado. Essas características são adquiridas pelo contato com a água do rio, de onde são coletadas. Atualmente, é possível desenvolver seixos artificialmente em indústrias.

Esse tipo de pedra começou ganhando espaço como revestimento natural externo e se tornou, atualmente, uma tendência cada vez mais usada nos mais diversos ambientes externos, como banheiro, cozinha e até sala de jantar.

 

Tipos de pedras naturais para revestimento

Lavabo de luxo com paredes inteirais de seixo (Foto: Casa Vogue / Reprodução).

 

6. Ônix

O ônix, uma variedade semipreciosa de quartzo, é puro luxo quando usado nas áreas internas da casa. Além disso, muitos acreditam que ela traz proteção energética e segurança, sendo considerada o cristal da proteção. Outros dizem que ela canaliza as energias para atingirmos metas, sendo então chamada pedra do poder.

A ônix verdadeira é encontrada no mercado somente nas cores branco e preto. Contudo, suas variantes – a ônix carneliana e a sardônia – são aquelas que possuem listras brancas e vermelhas e listras brancas e marrons, respectivamente e que têm aparência mais próxima ao mármore. Variedade menos comuns de ônix naturais – ou então artificialmente produzidas – podem ter coloração acinzentada, azulada, esverdeada ou amarelada.

Se você quer uma casa sofisticada, pode investir em paredes revestidas com essa pedra natural. Entretanto, cuidado para não pesar na mão! 

Converse com um arquiteto para saber como combinar com outras peças como bancadas, móveis e objetos de decoração, sem deixar o ambiente visualmente estressante e poluído.

 

Sala_com_parede_de_onix_rosada

Parede da sala revestida com variação da pedra ônix carneliana (Foto: A Arquiteta / Reprodução).

 

Sala_de_jantar_com_parede_de_onix_marrom_e_branca

Parede da sala revestida com ônix sardônia (Foto: A Arquiteta / Reprodução).

 

banheiro_com_onix_branca_e_vermelha

Parede do banheiro revestida com ônix carneliana (Foto: A Arquiteta / Reprodução).

 

master-bedroom-onyx-headboard

Quarto de casal com parede da cabeceira revestida com pedras ônix (Foto: Houzz / Reprodução).

 

Como escolher o tipo de pedra natural para revestimento?

Existem muitos tipos de pedras naturais para revestimento e as seis que listamos acima são opções versáteis, modernas e atuais para sua casa. Tudo isso sem deixar a sofisticação e a elegância de lado. 

Para escolher o tipo de revestimento de parede com pedras naturais para sua casa, é preciso ter em mente o seu estilo e o padrão de decoração que você está adotando (ou deseja adotar) para a casa como um todo. Por exemplo, no banheiro e na cozinha, lembre-se de pensar em armários e bancadas que estejam alinhados ao estilo do revestimento.

Aproveite também para estudar cores e combinações que podem agregar ainda mais valor para cada ambiente. Considere, também, os tipos de piso para área externa e interna.

Para o acabamento da sua obra é provável que você também precise escolher uma tinta para equilibrar os ambientes, afinal, um cômodo só com paredes de pedras naturais pode ficar com uma aparência muito pesada. Para te ajudar, leia mais sobre Quais os principais tipos de tinta para parede interna!

Agora é hora de botar a mão na massa (ou contratar um profissional para fazer isso por você!). 

Aproveite e conheça a loja virtual da Telhanorte, nosso departamento de Pisos e Revestimentos e nossos setores de Pedras Naturais e Tintas.

Compre pelo site e receba em casa ou retire em uma das unidades Telhanorte perto de você!

Edição por: Murilo Bonício

Conheça 14 modelos de pisos para interior de casas

modelos de pisos para interior de casas

| Decoração

 

Nessa matéria iremos apresentar exemplos dos principais tipos de piso para interior de casas, perfeitos para os mais diversos ambientes. Venha se inspirar!

 

Imagine que, depois de um dia exaustivo de trabalho, você finalmente chega à porta de sua casa e coloca seus pés para dentro. Só de pensar, dá até para sentir aquela sensação maravilhosa, não é mesmo?

Mas o que modelos de pisos para interior de casas têm a ver com isso?

O alívio de colocar os pés em um chão fresquinho e brilhante, no calor. Ou sentir o conforto do carpete sob seus pés após enfrentar um dia de frio… Não tem como descrever o prazer!

O que talvez você não tenha notado é que o primeiro contato que você tem ao chegar é com o piso. É ele quem primeiro te recebe e, quanto mais adequado for o modelo, mais ele oferecerá acolhimento, conforto e descanso.

modelo-de-piso-para-interior-de-casa

Conheça 14 modelos de pisos para interior de casas (Fonte: Unsplash/ Reprodução)

 

Mas como escolher o piso ideal para que sua chegada em casa seja ainda mais prazerosa?

No texto de hoje, vamos apresentar 14 modelos para interior de casas que você precisa conhecer antes de fazer sua escolha. São eles:

  1. Cerâmica
  2. Porcelanato
  3. Laminado
  4. Granito
  5. Mármore
  6. Tábua corrida
  7. Taco
  8. Lajota ou ladrilho hidráulico
  9. Vinílico
  10. Ardósia
  11. Pastilhas
  12. Resina epóxi
  13. Carpete
  14. Cimento queimado

Ficou interessado em se inteirar mais sobre cada um deles? Então siga com a gente!

 

Pisos para interior de casas: principais modelos e exemplos

Identificar com clareza quais são os principais modelos de pisos para interior de casas + exemplos disponíveis no mercado pode ajudar bastante na sua escolha. Posto isto, elencamos nessa matéria 14 opções e tratamos um pouco das características de cada uma delas. Confira!

1. Cerâmica

Talvez o mais popular entre os compradores brasileiros, por conta do custo-benefício, o piso de cerâmica é bastante versátil. Com tamanhos que vão de 20 x 30 cm a 100 x 100 cm, ele conta com um amplo leque de texturas e estampas. A superfície da cerâmica pode ser acetinada, brilhante, esmaltada, lisa, rústica ou em relevo. Opções não faltam para que você abuse de sua criatividade no momento da seleção.

piso-cermico-royal-gres

Piso cerâmico Real Plus acetinado bold 62x62cm bege marmorizado Royal Gres (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Por conta de suas propriedades, o piso de cerâmica ajuda a manter sua casa fresquinha, mesmo durante o forte verão brasileiro. Ele também faz sucesso por ser de alta resistência e de fácil limpeza – fatores que também devem ser levados em conta para proverem praticidade ao seu dia a dia. Você pode encontrar exemplares do piso cerâmico Real Plus na nossa loja online.

2. Porcelanato

Cada vez mais conhecido, o porcelanato é o preferido para residências de alto padrão. Ele é produzido em massa única já na sua coloração e conta com matérias-primas nobres. Com alta resistência e ótima qualidade, o porcelanato tem uma grande variedade de tamanhos e formatos.

Entre os acabamentos, destacam-se o acetinado, amadeirado, brilhante, esmaltado, polido, semipolido e o rústico. Imitando de madeira a pedras naturais, este modelo de piso é tido como uma moderna opção para salas, dormitórios, entre outros cômodos. Confira mais detalhes do piso de porcelanato Quebec na nossa loja online.

 

piso-porcelanato-quebec

Porcelanato Quebec HD brilhante retificado 56x56cm marrom Rochaforte (Foto: Acervo Telhanorte).

 

3. Laminado

Se você gosta de acabamentos em madeira, o piso laminado pode ser a versão mais barata para unir uma estética agradável a um ótimo custo-benefício. Por ser feito a partir de madeira aglomerada (madeira com plástico), o piso laminado é mais acessível e permite uma rápida instalação.

piso-laminado

Piso laminado Durafloor de click Harmony Carvalho Taupo C: 1340cm x L: 248cm madeirado (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Além disso, possui uma textura bastante lisa – o que, para determinadas ocasiões, também pode ser um contraponto – e é confortável ao toque. O ideal é que o piso laminado não seja lavado, mas que seja usado, no máximo, um pano úmido. Adquira o piso laminado Durafloor usado neste ambiente através da nossa loja online.

 

quarto-bebe-piso-laminado

Quarto de bebê com piso laminado Durafloor (Foto: Acervo Telhanorte).

 

4. Granito

Formado por 3 minerais (feldspato, mica e quartzo), o granito, entre outras aplicações, é um interessante modelo de piso para o interior da sua casa. Além da beleza e todo o requinte que oferece, ele se destaca pela durabilidade e resistência. Este tipo de piso pode ser aplicado em qualquer cômodo interno da casa, com destaque especial para no banheiro, já que o material tem baixa absorção de água e é resistente a manchas.

Os pisos de granito arranham muito pouco e, mesmo quando a pedra é danificada, podem ser polidos para renovar o visual. Dessa forma, além de fácil de limpar, ele conta uma vida útil que compensa o investimento. Você consegue encontrar o piso de granito Granífera diretamente no nosso site.

piso-de-granito

Piso granito 40X40cm branco 0,64 AM Granífera (Foto: Acervo Telhanorte).

 

5. Mármore

Opção bastante próxima ao granito, o mármore – rocha metamórfica formada, principalmente, por minerais de calcita – é um material bastante estético e elegante. Indicado para ambientes internos, possui custo mais elevado, uma vez que no Brasil sua produção não é tão usual.

Destaca-se, entre outros pontos, pela variedade de cores e preços, que possibilitam a adequação a diversos tipos de projetos. Já os pontos negativos incluem o fato de ele ser menos resistente do que o granito e bastante escorregadio. O modelo de piso cerâmico Pleno Formigres e diversos outros estão disponíveis no nosso site.

piso-mármore

Piso cerâmico Pleno acetinado bold 61x61cm mármore Formigres (Foto: Acervo Telhanorte).

 

6. Tábua corrida

A madeira, quando bem empregada, oferece uma beleza bastante destacável aos ambientes internos de uma casa. É por conta disso que a tábua corrida é também uma interessante opção para o interior do seu lar.

Também conhecidas por assoalho ou, ainda, soalho, as tábuas de madeira são organizadas no piso de forma que fiquem paralelas umas às outras. Seus pontos negativos são os fatos de elas não serem exatamente um piso sustentável (compostas 100% de madeira) e de serem difíceis de higienizar.

Os pisos de tábua corrida precisam ser instalados “flutuantes”, isto é, as tábuas são parafusadas por cima de uma estrutura com caibros e ripas.

piso-tábua-corrida

Quarto escandinavo com piso em tábua corrida (Foto: Homify / Reprodução).

 

7. Taco

Sucesso entre os anos 60 e 80, os tacos de madeira são bastante utilizados para dar um ar retrô aos ambientes internos das casas. As opções de madeira mais utilizadas para fabricação dos tacos são cumaru, grápia e ipê.

Assim como a tábua corrida, elas demandam uma manutenção mais trabalhosa e possuem custo elevado. O cimento vai precisar ser nivelado e aguardar o seu tempo de cura e depois os tacos são aplicados com cola PVA. No entanto eles não necessitam de outras peças para fixa-los no contrapiso.

piso-taco

Piso de taco – Imagem Ilustrativa (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Outras duas opções próximas ao taco são o parquet e o bambu.

O primeiro se diferencia do taco, sobretudo, pelos desenhos maiores. Basicamente é a reunião de diversos parquets em uma peça só e deve ser instalado em formato de damas (cada placa no sentido oposto da anterior).

Já o bambu se destaca por ter uma resistência até maior que a madeira do taco, o que também faz dele uma interessante opção.

piso-taco-parquet

Taco estilo parquet aplicado sobre chão de cozinha (Foto: ParquetSP / Reprodução).

 

8. Lajota ou ladrilho hidráulico

Você já se deparou com a foto de algum conhecido que, tendo visitado Portugal, tirou fotos com algum piso de ladrilho? Esse tipo de revestimento costuma ser atração turística, pois foi bastante utilizado no século 19, sobretudo, na Europa. E agora eles estão voltando à moda!

Com custo alto, já que conta com produção artesanal, a lajota (ou ladrilho hidráulico) é uma ótima alternativa para conceber ao interior da sua casa um ar diferente e customizado. Nosso e-commerce conta com várias opções de pisos de lajota, tão lindos quanto o modelo Cotto Corrugada Fênix apresentado na imagem abaixo. Não deixe de conferir!

 

piso-ladrilho-lajota

Lajota de cotto corrugada 17x26cm terracota Fênix (Foto: Acervo Telhanorte).

 

9. Vinílico

Produzido com resina de PVC, o vinílico é um modelo de piso que costuma apresentar estampas que imitam madeira, como no caso do piso vinílico Loft Dark da Durafloor, por exemplo. Sua grande vantagem é que ele é antirruído, o que o torna ideal para quartos e salas que contam com bastante movimentação. E então, se encaixa no seu caso?

Semelhante ao laminado e à tábua, o vinílico é uma opção sustentável para quem procura modelos mais amadeirados. Sua limpeza deve evitar água, o que o faz não ser tão indicado para banheiros e cozinhas.

piso-vinilico-durafloor

Piso vinílico Loft Dakar 122x20cm Durafloor (Foto: Acervo Telhanorte).

 

 

10. Ardósia

O modelo de piso em pedra ardósia ficou muito famoso nos anos 80 devido à sua durabilidade e baixo custo. Bastante característica de projetos antigos, a pedra geralmente verde pode dotar a parte interna da residência de um ar mais vintage. Pedra fria, por sua vez, é o revestimento ideal para amenizar altas temperaturas.

Além disso, os pontos de atenção são que este tipo de piso é escorregadio, exige cuidados específicos com limpeza e, em ambientes pequenos, pode dar sensação de que o espaço é menor do que realmente é.

piso-ardosia-interior

Sala de estar com piso em ardósia cinza (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

11. Pastilhas

Opção com custo elevado, já que exige um cuidado apurado na instalação, a pastilha é um modelo de piso bastante interessante para banheiros, agregando em beleza e estilo. As pastilhas, sem dúvidas, oferecem um visual bem distinto das demais opções. Com o padrão da pastilha Vidro Real, por exemplo, você pode criar diferentes composições ao mescla cores de cinza, preto e branco. Você encontra esse e demais modelos na nossa loja online, ok?

pastrilha-de-vidro

Pastilha de vidro 30x30cm mescla cinza Vidro Real (Foto: Acervo Telhanorte).

 

12. Resina epóxi

A resina epóxi, também conhecida como porcelanato líquido ou piso 3D, é um modelo de piso moderno e de fácil limpeza.

O produto vem em um galão ou balde e conta com uma fácil aplicação e versatilidade. Após um período de 48 horas, podendo ser mais conforme o clima, já podemos notar uma secagem perfeita.

Ela pode ser aplicada diretamente no piso já existente, facilitando o processo e diminuído custos. Basta derramar o líquido – colorido ou incolor – sobre uma superfície lisa e homogênea e esperar pelo resultado.

Se o seu foco é uma reforma, vale a pena considerar a resina epóxi, viso que ela não exige a quebra ou remoção do piso antigo.

piso-resina-epoxi

Aplicação de resina líquida sobre piso nivelado (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

13. Carpete

Um dos destaques no quesito conforto, o carpete é mais usualmente utilizado em quartos, onde há menos circulação. Ele oferece sensação de aconchego e é o preferido de pessoas que gostam de se acomodar pelos vários cantos da casa. Em contrapartida, pela dificuldade de limpeza e devido ao fácil acúmulo de poeira, não é indicado para quem sofre de alergias ou problemas respiratórios.

piso-carpete

Carpete de escritório (Foto: Blog Imóvel Web / Reprodução).

 

14. Cimento queimado

Um dos modelos de pisos para interior de casas da moda, o cimento queimado é muito utilizado em casas modernas, de estilo industrial. Ele se evidencia por ser uma solução inovadora, extremamente resistente e de baixo custo.

Vários produtos, como o cimento queimado pisos Quartzolit, por exemplo, são ideais para revestir pisos e dar ao cômodo aquele toque de atual. Basta aplicar à água e misturar e a aplicação já pode ser feita. Lembre-se sempre de retirar os excessos e de deixar a superfície o mais homogênea possível.

piso-cimento-queimado

Cimento queimado para pisos Quartzolit (Foto: Quartzolit / Divulgação).

 

E então, já sabe por qual modelo de piso para interior de casas você vai escolher para o seu projeto? Lembre-se que a escolha pode ser decisiva para a sua qualidade de vida!

A Telhanorte proporciona estas e outras diversas opções de piso para interior de casa, sempre pesando pela qualidade! Fazemos entregas em todo o Brasil e parcela suas compras em até 8x!

Compartilhe com a gente nos comentários qual é o seu tipo preferido e continue acompanhando outros materiais em nosso blog!