casa | Blog Telhanorte

Cumeeira: o que é e para que serve

telhados_residenciais-cumeeira-telha-barro-manta-cobertura-casa

| Materiais de Construção

 

Entenda a funcionalidade das cumeeiras de telhado e encontre o modelo ideal para o seu tipo de telha

 

Elemento essencial da construção, juntamente das telhas, calhas e rufos, a cumeeira é responsável por fazer a cobertura dos encontros de águas do telhado. As águas são as superfícies, normalmente inclinadas, de um telhado e possuem a principal função de fazer com que a água da chuva escoa. Pode-se ter telhas com uma, duas, três ou até quatro águas, além de ser possível sobrepor águas de telhas, de acordo com o projeto da obra.

 

telha-zinco-telhado-duas-aguas-cumeeira-cobertura-casa

Telhado de zinco com duas águas (Foto: RS Architektura / Reprodução)

 

Nessa junção das águas, as peças da telha não são ligadas umas às outras e se forma uma fresta entre elas. Para evitar vários tipos de infiltrações e vazamentos e até a entrada de animais, é preciso que esse vão seja selado pela cumeeira. A cumeeira também impede a entrada dos raios solares, contribuindo para o conforto térmico da residência. O seu uso só pode ser dispensado, caso o projeto do telhado não formar vãos nos encontros de superfícies, como no caso dos modelos embutidos.

 

Sugestão de matéria:  Conheça 8 Tipos de Telha, Tipos de Infiltração, Principais Tipos de Forro para Teto, Tipos de Manta Impermeabilizante e aprenda Como Tirar o Mofo da Parede

 

Além da proteção da casa, a cumeeira ainda exerce um papel importante para reforçar a estrutura do telhado. Como a cobertura é formada por materiais que não podem ser expostos a sol e chuva, a cumeeira impede o desgaste e garante a durabilidade não só da parte superior, mas de toda a casa.

 

Modelos de cumeeira

Cumeeira lisa

O formato dessa cumeeira pode se adaptar à maioria dos tipos de telha, conseguindo inclusive transpor ondulações.

cumeeira-lisa-ceramica-telha-telhado-agua-cobertura

Cumeeira lisa (Foto: Terreal Italia s.r.l. / Reprodução)

 

Cumeeira lisa dentada

Esse modelo também tem a superfície lisa e deve ser usado em topos. O diferencial são seus dentes, que se encaixam nos espaços inferiores de cada telha.

cumeeira-lisa-dentada-telhado-telha-agua-cobertura

Cumeeira lisa dentada (Foto: Thermi Telhas / Reprodução)

 

Cumeeira shed

É normalmente utilizado em fábricas e galpões, mas também vem conquistando espaço em projetos residenciais. Ideal para os telhados em forma de serra, a cumeeira shed também pode ser usada em alpendres.

Este tipo de cumeeira também possui um modelo dentado, para oferecer um encaixe reforçado.

 

telha_cumeeira_shed_esquerda-1000x1000

Cumeeira shed (Foto: FixLar / Reprodução)

 

Cumeeira perfil

Também colocada no topo da construção, a cumeeira perfil é para os casos em que se deseja deixar o acabamento da cumeeira bem discreto. Seu formato e ondulações se ajustam perfeitamente ao modelo do telhado, não se destacando assim do demais conjunto da telha.

 

Cumeeira universal

A cumeeira universal é ideal para os casos em que não é possível determinar o ângulo exato do telhado. Esse modelo tem a vantagem de se ajustar a inclinações de 10 a 30 graus.

Cumeeira-universal-Telha-Ondulada

Cumeeira universal (Foto: Eternit / Reprodução)

 

Cumeeiras de materiais diferentes

Cumeeira de cerâmica

A cumeeira de cerâmica é uma das mais tradicionais para residências. Vale dizer que o ideal é sempre instalar cumeeiras do mesmo material e modelo das demais peças do telhado, para garantir a totalidade de suas funções e oferecer um visual harmônico.

Telha-cumeeira-de-ceramica-41x21cm-10mm-vermelha-resinada-Barrobello

Telha cumeeira de cerâmica 41x21cm 10mm vermelha resinada Barrobello (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cumeeira de fibrocimento

A cumeeira para telha de fibrocimento geralmente são utilizada apenas em telhados do mesmo material. Esses modelos não são esmaltados e, por isso, têm menos opções de cores.

Telha-cumeeira-de-fibrocimento-110x42cm-6mm-Universal-cinza-Brasilit

Telha cumeeira de fibrocimento 110x42cm 6mm Universal cinza Brasilit (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cumeeira metálica

A cumeeira metálica garante uma proteção extra contra danos físicos e químicos ao telhado. Dentro deste grupo, você tem opções como cumeeira de zinco, cumeeira de aço galvanizado e até cumeeira de alumínio.

 

cumeeira-metalica-telha-telhado

Cumeeira metálica (Foto: FixLar / Reprodução)

 

Cumeeira de PVC

A cumeeira de PVC é uma das mais usadas devido à diversidade de cores e modelos, assim como pela durabilidade e leveza. Por outro lado, esse tipo de cumeeira não combina com todos os projetos arquitetônicos.

img_cumeeira_espigao_montada_plan_ceramica-400x284-pvc

Cumeeira de PVC (Foto: Precon / Reprodução)

 

Cumeeira de fibra vegetal

Os materiais ecologicamente corretos também podem ser usados nas cumeeiras. O modelo de fibra vegetal, por exemplo, gera menos impacto ao meio ambiente.

Telha-cumeeira-de-fibra-vegetal-200x45cm-3mm-marrom-Onduline

Telha cumeeira de fibra vegetal 200x45cm 3mm marrom Onduline (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Outros materiais

Também há disponíveis no mercado outros materiais como barro e polipropileno. Além disso, é possível encontrar cumeeira transparente ou translúcida para aplicar em telhados de vidro ou policarbonato.

 

Encontre sua cumeeira na Telhanorte

Na seção de Telhas do site da Telhanorte, você encontra várias opções de cumeeiras para concluir a construção do seu telhado. Visite nossa loja virtual para encontrar os melhores produtos com ótimos preços. E não se esqueça que a Telhanorte realiza entregas em todo o Brasil. Você só vai ter o trabalho de escolher sua cumeeira, colocá-la no carrinho virtual e efetuar o pagamento — que pode ser feito em até 8 vezes sem juros.

 

Edição por Vinicius Marques e Stéphanie Durante

Como reformar um imóvel alugado?

| Decoração

 

Saiba o que você pode (e deve) fazer quando alugar uma casa ou apartamento que precisa de uma cara nova!

 

Depois de muito procurar, visitar e negociar, você consegue alugar seu espaço, mas… e se ele não for exatamente como você imaginava? Vale a pena reformar casa/apartamento alugado?

No artigo de hoje, falaremos sobre alguns casos em que a reforma vale, sim, a pena, e sobre outros em que não vale. Para este segundo cenário, apresentaremos também algumas dicas para transformar o espaço sem o temido quebra-quebra!

Não sabia que isso era possível? Então vem com a gente!

 

Posso reformar minha casa alugada?

A resposta sobre a possibilidade de reformar um imóvel alugado é: depende!

Primeiramente, a permissão (ou não) para realizar reparos e reformas deve ser dada pelo proprietário do imóvel alugado.

Em alguns casos, o próprio contrato de locação já traz as restrições e possibilidades de modificação do espaço. Em outros, as demandas de pequenos ajustes são elencadas durante a vistoria que marca o início do contrato.

É importante, entretanto, comunicar à imobiliária ou ao dono do espaço quaisquer intenções de reforma. Quando conversada, a oportunidade de renovar o imóvel pode se tornar, inclusive, um desconto no valor do aluguel.

Fazer reformas por conta própria, porém, não é indicado em nenhuma situação. Ao encarar todas as responsabilidades de transformar um espaço que não lhe pertence, você assume, também, os riscos de ter que arcar com prejuízos e até multas futuras.

 

Dicas para reformar apartamento alugado

A melhor forma de reformar um imóvel alugado sem ter dores de cabeça é apostando em alternativas paliativas de reforma.

Isso significa que, enquanto durar seu contrato, você poderá desfrutar de um espaço que tenha mais o seu estilo. Mas, quando vencer seu período de estadia, nenhuma das alterações feitas por você será definitiva, podendo ser desfeita e retornando o imóvel a seu estado anterior.

A seguir, apresentamos algumas sugestões de reforma prática para casa ou apartamento alugado.

 

Revestimento adesivo

Um dos grandes problemas enfrentados por quem aluga um imóvel (em especial uma casa ou apartamento antigo) é o azulejo de banheiros e cozinhas. Com o tempo, o material se desgasta, peças se soltam e a estética do ambiente deixa muito a desejar!

Uma boa forma de contornar essa situação é investindo em adesivos para azulejos. Entre os mais populares revestimentos adesivos de parede, estão as imitações do clássico “tijolinho” e dos tradicionais e coloridos ladrilhos hidráulicos.

Eles podem ser impermeáveis e resistentes a água e gordura, além de contarem com inúmeros padrões e estampas.

 

Sugestão de leitura: Ficou curioso: Então descubra Papel de parede para banheiro: pode molhar?

 

Papel de parede para banheiro pode molhar

Papel de parede para banheiro: conheça o adesivo vinílico (Foto: Viajando no Apê / Reprodução).

 

Adesivo-de-Azulejo-45x60cm-Tijolo-Branco-Grudado-1770640

Adesivo de Azulejo 45x60cm Tijolo Branco Grudado (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Além de imitar revestimentos modernos, os adesivos também podem ajudar a personalizar um espaço.

Se estivermos falando do escritório, por exemplo, que tal investir em uma parede de lousa? Alguns adesivos reproduzem essa textura e até permitem que a escrita seja apagada conforme a demanda do usuário.

 

 

adesivo-lousa

A tendência do momento :Home Office. Aposte em adesivos de lousa (Foto: Casa de Boneca / Reprodução).

 

Pisos vinílicas e laminados

Para os pisos antigos, descascados ou sem graça, nossa recomendação é usar e abusar dos pisos laminados e vinílicos.

O piso vinílico é feito com PVC. Já o laminado é composto por camadas de materiais derivados da madeira, com estampa decorativa impregnada com resina.

Fáceis de aplicar, eles sobrepõem o piso original sem que seja necessário quebrar um centímetro sequer. Basta colar ou encaixar as placas no espaço desejado.

laminado e o vinil podem ser aplicados sobre cerâmica, pedra e concreto, desde que a superfície esteja completamente regularizada, limpa e seca.

Uma dica é cobrir o piso original com uma manta protetora que, além de proteger contra umidade, deixará o piso original conservado para caso o proprietário ou outro inquilino – ou até mesmo você – decida remover as placas.

 

instalacao-piso-laminado-passo-a-passo

Instalação de piso novo sobre piso existente (Foto: IStock / Divulgação).

 

Pinturas e texturas

Paredes e corredores também podem ganhar ares personalizados com a aplicação de cores e texturas.

Aproveite para investir em tintas de fácil aplicação e secagem e torne o investimento ainda mais baixo fazendo você mesmo o processo!

 

Sugestão de leituraAs cores de 2021: Ultimate Gray e IlluminatingQuais os principais tipos de tinta para parede?

 

como-escolher-tintas-para-sua-obra-acrilica

(Foto: Oman Buildex / Reprodução).

 

Iluminação diferenciada

Outra dica interessante para quem deseja reformar casa/apartamento alugado sem ter problemas é investir em uma iluminação diferenciada.

Uma sugestão é apostar nos trilhos com spots, que são instalados com facilidade e podem ser retirados conforme a necessidade.

Investir em formas de iluminação criativas, como luminárias, arandelas e abajures também ajuda a dar cara nova ao ambiente.

Se o imóvel alugado for antigo, provavelmente terá lustres igualmente ultrapassados. Substitua-os por estruturas modernas e garanta um novo ar ao ambiente!

 

Sugestão de leitura: Murilo Weitz cria linha de luminárias para TelhanorteColeção Casulo: luminárias feitas pela Ohma DesignRodrigo Ohtake cria luminárias exclusivas para a Telhanorte

 

abajur-PVC-quarto-iluminação-decoração

Abajur feito com cano de PVC (Foto: Tua Casa / Reprodução).

 

Móveis modernos

Se o seu contrato for rígido e não possibilitar nem mesmo pequenas intervenções, não pense que tudo está perdido! O mobiliário escolhido pode dizer muito sobre você e seu estilo, trazendo personalidade e originalidade ao ambiente.

Contraponha paredes brancas com móveis coloridos, tapetes e itens decorativos nas paredes, como quadros e painéis. Para que não seja necessário nem mesmo furar a parede, o mercado já disponibiliza fitas e ganchos adesivos ultra resistentes feitos para esse tipo de instalação.

 

Sugestão de leitura: Puffs quadrados decorativos: dicas para usar na decoraçãoGeladeira na sala: como usar na decoração?

 

geladeira-amarela-sala-de-estar

Mini geladeira em estilo frigobar como destaque na sala de estar (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Objetos com valor afetivo

Quer forma melhor de ter um espaço com a sua cara do que depositar ali itens de grande valor afetivo?

No fim de um dia corrido, tudo o que queremos é um lugar que nos conforte para descansar. Se reformar sua casa é impossível, busque esse conforto nas memórias e lembranças de momentos felizes.

Construa pequenos cantinhos com fotos, objetos e recordações de experiências memoráveis, pessoas queridas e conquistas de sonhos, como viagens, formaturas e datas especiais.

 

abajur-quarto-iluminação-decoração

Abajur em tamanho que comporte outros objetos sobre a mesa de cabeceira (Foto: Histórias de casa / Reprodução).

 

Vale a pena reformar casa/apartamento alugado?

Depois de ler nosso artigo, você já é capaz de responder a essa pergunta, não é mesmo? Com tantas alternativas à obra tradicional, reformar um imóvel alugado vale a pena sim! Especialmente se o objetivo for deixar o espaço com a sua cara.

Lembre-se de que, para contornar obstáculos contratuais, a melhor saída para reformar sua casa/apartamento de aluguel é abusar da criatividade e mudar o espaço sem mexer em sua estrutura!

 

Edição por: Murilo Bonício

Vai montar um home office? Siga 6 dicas funcionais

como montar um home office

| Ambientes Internos

 

O trabalho remoto é uma tendência cada vez maior. Então, veja aqui 6 dicas para seu home office considerando: espaço, iluminação, materiais e decoração.

 

De acordo com a Forbes, até o fim de 2020, a perspectiva é de que mais de 50% da população prestará serviços de casa.

Se você é ou pensa em ser adepto da prática, pode estar se perguntando: “como montar um home office que seja funcional e aconchegante?”. Caso esse seja o seu caso, pode se tranquilizar!

Siga com a gente que responderemos a todas suas dúvidas. Boa leitura! 

 

pessoa-no-computador-home-office

Trabalhar de casa pode (e deve!) ser mais prático e divertido do que você imagina! (Foto: Pixabay / Divulgação).

 

Como montar um home office

Antes de começarmos a lista, temos que ter em mente que a melhor forma de descobrir como montar um home office é pensando em sua função. Estamos falando de um espaço dentro de casa, no qual você possivelmente passará muitas horas do dia, concentrado em atividades de trabalho ou estudo.

Então, entre os pontos que levaremos em consideração, estão:

  1. Conforto;
  2. Praticidade;
  3. E sensação de bem-estar

A seguir, vamos explicar como montar um home office focando nesses objetivos e mantendo sempre uma boa estética! 

 

1. Aproveite o espaço

A primeira dica para ter seu escritório em casa diz respeito ao espaço. Sabemos que, em muitos casos, a ideia do home office surge depois que o imóvel foi adquirido e que, por isso, nas plantas originais não havia um espaço planejado para esta finalidade.

Mas tudo bem! 

O importante é ter em mente que esse ambiente precisa ser montado em um local onde você consiga se concentrar e permitir que o trabalho flua. Uma boa ideia é montá-lo em um cômodo com porta, para garantir mais privacidade. 

Se escolher, por exemplo, o quarto, o ideal é separar uma parede para concentrar a montagem do escritório. 

 

quarto-hospede-home-office

Aproveite para otimizar seus espaços e monte seu home office no quarto de hóspedes (Foto: Alex Maguire / Reprodução).

 

2. Use a iluminação a seu favor

A segunda dica diz respeito à iluminação: um item essencial para quem passa muitas horas do dia em uma só atividade ou em frente à tela do computador. 

Quando for escolher o local para o seu home office, priorize opções próximas a janelas. Isso faz com que o ambiente seja banhado por luz natural, o que traz inúmeras vantagens, como:

 

home-office-decoracao

E não precisa ser só em quarto! No Projeto Casa Santa Barbara, a Victoria Pearson monta o home office no canto da cozinha (Foto: Victoria Pearson / Reprodução).

 

De toda forma, além do uso estratégico da luz natural, a iluminação artificial não pode ser deixada de lado. Dê preferência a luminárias de mesa e pontos de luz que fiquem acima da superfície de trabalho. Assim, você ganha uma iluminação direcionada, semelhante à claridade natural do dia, inclusive à noite! 

 

vista-superior-área-de-trabalho-iluminada

Vista superior do espaço de trabalho iluminado por luz direta (Foto: Free Stock / Divulgação).

 

3. Coloque o conforto em primeiro lugar

Ambiente e iluminação resolvidos, é hora de começar a pensar na mobília! Aqui, o conselho é um só: priorize sempre seu conforto! Lembre-se de que o objetivo final é ter um ambiente que estimule a criatividade e a produtividade, então, estar confortável e à vontade deve ser prioridade na hora de eleger ideias para montar um home office

 

Cadeira

Para quem busca entender como montar um escritório dentro de casa, em primeiro lugar está a escolha de cadeiras realmente agradáveis e ergonômicas

Se você ainda não sabe, a ergonomia rege os princípios necessários para que um ambiente de trabalho não cause danos à saúde do colaborador. Isso inclui, por exemplo, a altura ideal da cadeira, que deve permitir apoiar as plantas do pés no chão e ter toda a tela do computador ao alcance dos olhos. 

Além disso, manter no ambiente elementos decorativos interessantes, como poltronas, almofadas e puffs pode ser um convite a não trabalhar demais e tirar alguns minutos diários de descanso.

 

escritório-em-casa-com-poltrona-almofada-puff

Relaxe em uma poltrona com apoio de pé durante as pausas do trabalho (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Mesa

A mesa deve ser escolhida tomando como base o volume de itens essenciais que ficarão dispostos sobre ela. Isso garante que, além de armazenar os instrumentos de trabalho, a superfície também permita a livre movimentação de braços e abrigue, sem esforço, aquela necessária xícara de café. 

 

mesa-de-escritorio-em-l-estilo-industrial-kuadra-compace

A mesa para escritório Kuadra Compace é sinônimo de uma boa relação beleza-espaço (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

4. Aposte em uma decoração funcional

Uma dica de ouro, especialmente para quem possui um espaço pequeno para montar o home office, é tornar a decoração funcional. 

Uma das possibilidades é investir em quadros que sirvam como decoração e como mural de tarefas, como o clássico quadro-negro  e painéis feitos de cortiça, grade, papéis adesivos ou vidro. 

 

home-office-quadro-negro

Que tal a versão mais moderna do quadro-negro, pintada nas paredes? (Foto: Suéter Azul / Reprodução).

 

Outra dica de decoração diz respeito a escolha de cores. Você sabia que, de acordo com a psicologia das cores, cada tom inspira um sentimento diferente? Isso significa que, revestindo a parede de laranja, azul ou verde, você estará estimulando sua criatividade! 

 

5. Organize o home office de forma inteligente

Na hora de rechear o local com o material de trabalho, a ative sua função “organização inteligente! Rsrs

Afinal, estamos falando de um ambiente onde a praticidade deve reinar. 

Por isso, veja abaixo algumas dicas que preparamos para te ajudar nessa etapa: 

 

7. Personalize! 

Agora que você já tem o esqueleto do espaço de trabalho pronto, que tal torná-lo seu? Chegou o momento de dar a sua cara à sua criação! 

Nesta etapa, vale incluir no ambiente aquilo que mais combina com você: porta retrato, quadros decorativos com mensagens inspiradoras, tapetes, plantas etc. Lembre apenas de que menos é mais, e um ambiente de trabalho poluído pode ser um convite a distrações ou dores de cabeça!

 

Partiu home office!

Aproveite e acesse nossa categoria de decoração! Na loja virtual Telhanorte temos de tudo para você dar um toque personalizado ao seu espaço e ficar por dentro de todas as tendências do momento, hein