cozinha planejada | Blog Telhanorte

Cooktop na cozinha: dicas de instalação

cooktop-a-gas-cozinha

| Cozinha

 

Aprenda a instalar um cooktop na cozinha e confira dicas para cada um dos modelos disponíveis: a gás, elétrico e indução

 

O cooktop é um modelo de fogão que possui apenas a base, ou seja, os queimadores, as bocas e os acendedores, sem a parte do forno. É uma opção mais versátil e prática, mas muita gente tem dúvida sobre como instalar um cooktop na cozinha. O passo a passo de instalação não é difícil, mas dependendo do modelo — a gás, elétrico ou indução — existem algumas especificações que precisam ser seguidas.

Importante: Para instalar o cooktop de maneira correta, verifique o Manual de Instruções específico do produto adquirido. Com isso, diminui-se as chances de errar as medidas de corte e as conexões necessárias. Recomendamos também que você contrate o serviço de um profissional qualificado, para não danificar o produto, a bancada e causar prejuízos.

 

Sugestão de matéria: Quer conhecer mais sobre os diferentes modelos de cooktop? Saiba como escolher o cooktop ideal para a cozinha

 

Vai comprar um cooktop e quer saber o que precisará ser feito para instalá-lo? Continue lendo e confira!

 

Passo a passo: como instalar um cooktop na cozinha

1. Faça um corte na bancada

O primeiro passo para instalar um cooktop é fazer o corte na bancada. Como o cooktop não tem forno, ele precisa ser apoiado em uma superfície que, geralmente, é a bancada da cozinha. Ao escolher o modelo de cooktop da sua casa, veja o tamanho específico solicitado para o corte e as sobras necessárias para o encaixe. 

 

pia-de-cozinha-em-aço-inox

Pia de cozinha em aço inox (Foto: Casa e Arquitetura / Reprodução)

 

Em relação à bancada, é recomendado que ela tenha entre 30 e 60 mm de espessuraOutro detalhe importante é o material da bancada que deve ser resistente ao calor e à umidade. As melhores opções são: granito, mármore, porcelanato e madeira. A madeira para bancada deve ser preparada de forma que também resista a gordura e água, podendo ser higienizada. Por isso, é necessário fazer a impermeabilização correta do material, para garantir a segurança e a durabilidade. 

 

2. Encaixe o fogão no nicho aberto

O próximo passo é encaixar o fogão no nicho da abertura. Para garantir o melhor ajuste, é recomendado colocar a fita de vedação (que vem com o produto) ao redor de toda a borda do cooktop. A fita é dupla face, então ela vai aderir na superfície do fogão e da bancada, encaixando o cooktop na posição certa.

 

3. Faça a instalação do cooktop

Nesta parte, o passo a passo vai ser dividido em três, para explicarmos como o cooktop a gás, o elétrico e o de indução são instalados.

 

Como instalar cooktop a gás

1. Com o fogão encaixado na bancada e a saída de gás desligada, plugue o fio do cooktop a gás na tomada;

2. Encaixe a mangueira do gás na entrada indicada do cooktop. Para garantir a fixação e evitar o escape de gás, coloque uma abraçadeira e aperte bem com a ajuda de uma chave de fenda.

3. Religue o gás e teste os acendedores e todas as bocas, para ter certeza de que estão funcionando.

O botijão de gás deve ficar a, no mínimo, um metro de distância do cooktop. E se o gás for encanado, é preciso ter um registro exclusivo para o fogão.

 

Cooktop-a-gas-de-sobrepor-Glass-Brasil-70x45cm-preto-Tramontina

Cooktop a gás de sobrepor Glass Brasil 70x45cm preto Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como instalar cooktop elétrico

O cooktop elétrico, como o próprio nome diz, funciona conectado à energia elétrica. Então, será necessário ter uma tomada próxima, assim como o modelo a gás. Nesse caso, não é necessário ter botijão, nem registro de gás exclusivo.  O design do cooktop elétrico é plano e não possui trempes altas, apenas a marcação de cada boca na estrutura. Para instalá-lo:

1. Desligue a corrente elétrica da cozinha no registro geral antes de começar;

2. Encaixe o cooktop elétrico conforme as instruções do fabricante;

3. Plugue o fio do cooktop na tomada e faça o teste de acendimento, para conferir se todas as bocas estão funcionando.

Um cuidado importante com o fogão elétrico é que exista uma tomada exclusiva para o fogão. Por isso, não use adaptadores de tomada ou extensão para plugar nenhum outro aparelho.

 

Como instalar cooktop de indução

O cooktop de indução é o modelo que exige mais trabalho na instalação e é necessário contar com uma mão de obra especializada. Assim como o elétrico, o cooktop de indução funciona conectado à eletricidade. A diferença é que é necessário fazer a ligação elétrica do fogão direto na rede elétrica. Para instalar o cooktop de indução:

1. Com o cooktop encaixado no corte da bancada, faça a conexão dos fios na rede elétrica corretamente na parte interna da bancada, vedando os encaixes com cuidado;

2. Teste o modo de acendimento do fogão, para assegurar que a ligação está funcionando e aquecendo a estrutura. 

O design do cooktop de indução também é plano, assim como o elétrico, apenas com o desenho das bocas marcadas. O acendimento dos modelos mais modernos é totalmente digital, com regulagem de temperatura e intensidade de calor.

Um detalhe importante que você deve saber antes de escolher o modelo de indução é que será necessário mudar o tipo de panela que você usa. As panelas devem ter revestimento de ferro fundido, que ajuda no cozimento e preparo dos alimentos. As panelas de barro, cobre, vidro e alumínio não podem ser usadas no cooktop de indução. 

 

Dicas para fazer a instalação correta do cooktop

Planeje a instalação do cooktop: como ele vai ficar em cima da bancada, certifique-se de que ela tenha as dimensões corretas para fazer o nicho e ainda sobrar espaço — na frente e nas laterais — para trabalhar e apoiar os acessórios de cozinha.

Evite colocar o cooktop perto de cortinas e persianas: o vento e o calor podem ser perigosos, podendo gerar graves consequências.

Coloque o cooktop distante da pia: os respingos de água podem atrapalhar o funcionamento do cooktop, impedindo que você lave alguma coisa enquanto cozinha. 

Evite colocar papel de parede para revestir a parede que fica perto do cooktop para garantir a segurança, já que esse material pega fogo facilmente.

Instale uma coifa para evitar que a gordura e a umidade se espalhem pelo ambiente, especialmente se a cozinha for interligada com a sala ou estiver na área gourmet da casa/apartamento.

 

Gostou de aprender como instalar um cooktop?

O cooktop na cozinha vai ser um diferencial e tanto na decoração desse espaço tão importante na casa.

Quer pesquisar os melhores preços deste produto sem precisar sair de casa? Confira as ofertas de Cooktop no site da Telhanorte, na seção de Fogão, Forno e Coifa.

Consulte as condições de entrega para sua região e aproveite para fazer sua compra online.

 

Edição: Vinicius Marques

Cooktop: como escolher o ideal

cooktop-bancada-inducao-eletrico-gas-fogao-forno-instalacao-cozinha

| Cozinha

 

Cooktop a gás, elétrico ou por indução. Entenda quais os tipos de cooktop, suas características, vantagens e desvantagens

 

Os cooktops são uma espécie de fogão instalados em uma bancada e sem o forno embutido na mesma peça. São opções de fogão que ocupam menos espaço e, por isso, são ideais para cozinhas pequenas. Se você está começando a pesquisar sobre essa opção, saiba que existem três tipos de cooktop, que são divididos de acordo com o tipo de alimentação: cooktop a gás, elétrico ou por indução. 

A seguir vamos apresentar quais as diferenças entre esses tipos de cooktop e destacar algumas dicas para você escolher o seu. Continue acompanhando!

 

Quais os tipos de cooktop: opções de alimentação do produto

O desejo por essa peça vai muito além do pouco espaço que ela ocupa. O design moderno faz com que esse eletrodoméstico também faça parte da decoração da cozinhaO cooktop oferece mais versatilidade para o design do ambiente, uma vez que permite a instalação do forno em outro espaço e mesmo a criação de ilhas de preparação de alimentos. 

 

Sugestão de matéria: Quer montar uma cozinha funcional? Então confira 5 dicas para otimizar o espaço e 5 tipos de fogão para uma cozinha moderna e prática

 

Cooktop a gás

Esse é o modelo mais parecido com o fogão tradicional. Ele precisa de um botijão de gás ou gás encanado no local da instalação para funcionar, possui grades entre as bocas e oferece aquecimento instantâneo, além de certo controle de temperatura. É o modelo mais barato em relação às outras duas opções que apresentaremos aqui. Com o cooktop a gás, você pode usar qualquer tipo de panela, inclusive aproveitar as que você já tem em casa.

Cooktop-5-bocas-Brastemp-com-quadrichama-e-timer-touch

Cooktop 5 bocas Brastemp com quadrichama e timer touch (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cooktop elétrico

Como o próprio nome nos leva a pensar, esse modelo funciona a partir da energia elétrica e, por isso, ao invés de conexão com o gás, precisa de uma tomada por perto. É uma opção segura de cooktop, porque com ele você não lida diretamente com o fogo. Entretanto, não aceita qualquer tipo de panela. O ideal é o uso de panelas de cerâmica ou vidro, mas é importante garantir que o fundo delas seja um fundo plano.

Um ponto negativo é o consumo de energia elétrica, que se assemelha ao gasto do chuveiro elétrico. Isso pode aumentar a sua despesa e o valor da conta de luz. 

 

Cooktop por indução

É um tipo de cooktop elétrico, entretanto, funciona pela indução gerada por um campo magnético, que transfere o calor do cooktop diretamente para o fundo da panela. O cooktop não fica quente, apenas as panelas. Também não aceita qualquer tipo de panela, sendo necessária a compra de panelas magnéticas para gerar o campo magnético que permite o aquecimento.

É muito fácil de limpar e tem um design muito moderno e sofisticado, sendo o grande sonho de consumo de muita gente!  Mesmo sendo a opção mais cara entre os três tipos de cooktop, representa um impacto menor na conta de energia do que o cooktop elétrico.

Assim como os demais modelos, pode ser encontrado com 1 ou até 6 bocas. 

Cooktop-por-inducao-Sim-Touch-EI-30-29x37cm-220V-preto-Tramontina

Cooktop por indução Sim Touch EI 30 29x37cm 220V preto Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Material do qual é feito o cooktop

Agora que você já conhece quais os tipos de cooktop de acordo com o sistema de alimentação a partir do qual eles funcionam, vamos apresentar algumas características como o tipo de material do qual são feitos. Entre as opções mais comuns estão: 

 

Dicas para escolher o modelo ideal

Para escolher o cooktop que mais se adeque ao seu dia a dia, é importante que você observe:

 

Importante: Independente de qual cooktop você escolher, a instalação do equipamento demandará a contratação de um profissional da assistência técnica da marca do eletrodoméstico. Assim você mantém os direitos como a garantia. para saber como a instalação de cada tipo de cooktop é feita, leia nossa matéria: Cooktop na cozinha: dicas de instalação

 

Escolha o tipo de cooktop ideal para sua cozinha

Aproveite os preços da seção de Fogão, Forno e Coifa da Telhanorte e faça sua compra online. Você pode consultar as opções de frete ou verificar a disponibilidade de retirada em loja para sua região. Qualquer dúvida durante a sua compra no site você pode tirar falando com a nossa equipe via WhatsApp.

 

Edição: Vinicius Marques

Dicas para limpar um freezer

freezer-congelador-limpeza-manutencao-limpar

| Cozinha

 

Confira 9 passos para limpar um freezer de forma eficiente, segura e rápida.

 

Para limpar um freezer da maneira certa, não há muito mistério. Tanto para aparelhos horizontais, quanto em verticais, ou mesmo os acoplados a geladeiras, o processo de limpeza é bastante simples e parecido, exigindo apenas certa atenção a alguns detalhes como:

Atenção: as dicas que trazemos aqui são de uso geral para todos os freezers. No entanto, é muito importante que você leia no manual do seu equipamento as instruções de limpeza, pois podem haver particularidades específicas ao seu modelo de freezer.

 

Como limpar um freezer 

 

1. Desligue o aparelho

O primeiro passo para qualquer modelo de freezer é desligá-lo da tomada. Isso aumenta a segurança para quem realizará a faxina e também garante que o freezer não seja danificado, por estar em contato com a energia. Além disso, ao fazer a limpeza, a porta do freezer terá de ficar aberta, resultando em um maior gasto de energia, caso você não o desligue.

 

2. Armazene os alimentos que estavam no freezer

Recomendamos que, antes de realizar a limpeza, você coloque todos os alimentos que voltarão para o freezer em uma caixa ou bolsa térmica, para que eles não descongelem. Você também pode colocá-los em uma geladeira, enquanto faz a limpeza. Aproveite também para descartar alimentos com a validade vencida.

 

3. Verifique se há a necessidade de descongelar o freezer

Em aparelhos frost free, não há o acumula de gelo em seu interior. Assim, para esses modelos, não há a necessidade de descongelá-los. Mas caso seu freezer não possua essa funcionalidade, após desconectá-lo da tomada, retire tudo o que está em seu interior, e espere o gelo ir embora.

Você pode ajudar o degelo, colocando um ventilador na frente do freezer. Algumas pessoas também usam um secador de cabelo e uma espátula para raspar as pedras de gelo. Mas esses métodos podem danificar o equipamento, caso não sejam feitos com muito cuidado.  O mais seguro é deixar que o degelo aconteça naturalmente.

É importante também que você não deixe o freezer descongelando a noite toda. Prepare-se para fazer a limpeza em um mesmo dia.  E para evitar o acúmulo de água ao redor do eletrodoméstico, cubra o chão ao redor com jornais ou toalhas de chão. Assim, a água será absorvida. 

 

4. Produtos para limpar a parte interna do freezer

Em um balde, coloque 1 litro de água morna e acrescente duas colheres de sopa de bicarbonato. Molhe uma flanela e passe o pano por dentro do freezer, fazendo movimentos circulares e eliminando focos de resíduos. O bicarbonato ajudará a eliminar bactérias e mofos. Não jogue água diretamente dentro do freezer. Use sempre um pano para aplicar a solução. 

Atenção! Alguns produtos são nocivos ao freezer, podendo danificar sua estrutura e deixar cheiros fortes, diminuindo seu tempo de vida. Entre eles podemos citar: 

Depois de aplicar a solução em toda a parte interna, use um pano seco para retirar o excesso de umidade do interior do eletrodoméstico. Deixe-o com a porta aberta e desligado, até estar completamente seco. 

 

5. Limpe a porta e laterais do freezer

Feita a limpeza da parte interna do equipamento, passe para o lado externo. Para a porta e as laterais, use água e sabão neutro. Aplique com uma esponja. Depois, passe um pano úmido e finalize com um pano bem seco.

 

6. Cuidado com a parte posterior

Atrás do freezer, onde há a parte elétrica exposta, limpe com um espanador de pó. Tome muito cuidado, pois essa é a região mais delicada do freezer. 

 

7. Lembre-se de limpar a borracha de vedação

A borracha é um item muito importante de todo esse conjunto. É ela a responsável pela vedação do freezerLimpe com sabão neutro e água morna, passe um pano úmido e depois um pano seco. 

 

8. Deixe os acessórios limpos

É importante que você lave também prateleiras e bandejas do interior do eletrodoméstico. Use a mesma mistura de água com bicarbonato. Lembre-se que é essa solução que vai eliminar as bactérias e fungos.

 

9. Retorne todos os alimentos para o freezer

Antes, reconecte a tomada na energia e aguarde até a temperatura do freezer baixar o suficiente. Volte com os produtos que devem ser armazenados e certifique-se de fechar o eletrodoméstico completamente.

 

Quando limpar o freezer?

Um aspecto importante é a periodicidade em que a limpeza deve ser realizada. Um freezer que é utilizado apenas em momentos ocasionais, não armazenando alimentos por muito tempo, deve ser limpo toda vez que for utilizado. Já um freezer de uso constante deve ser descongelado e limpo a cada 6 meses. Se não houver excesso de gelo, esse prazo pode se estender para até um ano. 

É claro que, sempre que houver sujeira aparente e excessiva dentro do freezer, deve ser feita a limpeza imediata.

 

Porque limpar o freezer? 

A limpeza do freezer é fundamental para garantir a higiene e evitar problemas com os alimentos armazenados. Um freezer com mofo pode contaminar os alimentos e, consequentemente, a quem consumi-los.

Além disso, existem outras vantagens em manter um freezer higienizado, entre elas:

 

Esperamos que nossas dicas tenham te ajudado! 

Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um departamento de eletrodomésticos, além de tudo para sua obra: material de construção, tintas, pisos e revestimentos e itens para a organização da casa toda. Acesse e confira!

 

Edição por Vinicius Marques e Murilo Bonício

Purificador de água: como comprar o ideal

purificador-de-agua-eletrico-potente-inmetro-filtro

| Cozinha

 

Aprenda a escolher um purificador de água e saiba analisar os principais critérios que o produto deve cumprir para fornecer água de qualidade

 

O purificador tem a função de tornar a água potável, eliminando elementos ruins por meio de filtros com retenção de partículas e bactérias. Hoje em dia, o mercado está cheio de tipos e modelos diferentes de purificadores, desde os mais caros até os mais baratos. Para te ajudar a escolher o purificador ideal, montamos esse GUIA com as principais dicas do que você precisa analisar na hora da compra.

 

Sugestão de matéria: Entenda as diferenças de um purificador para um filtro comum de água e conheça os principais modelos

 

Dentre os critérios que separamos, os 4 primeiros itens são determinados pelo INMETRO  (Instituto de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) e pelo PROCEL (Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica). Os seguintes são características técnicas em relação à eficiência do purificador. Vale destacar que, desde 2011, a venda de purificadores de água sem o Selo INMETRO é proibida.

 

selo-inmetro-purificador-agua-eficiencia-filtro-capacidade-abnt-nbr

Selo INMETRO (Foto: Electrolux / Reprodução)

 

De forma resumida, os 7\ critérios principais que você deve considerar na hora da compra são:

1- Aprovação para retenção de partículas

2- Aprovação para redução de cloro livre

3- Aprovação para eficiência bacteriológica

4- Consumo de energia

5- Aviso de troca do refil

6- Opções de temperatura da água

7- Vazão da água

 

O que conferir antes de comprar um purificador de água

1- Aprovação para retenção de partículas

Ferrugem, argila e areia são alguns resíduos pequenos que podem ser carregados pela água, desde a estação de tratamento até a tubulação doméstica. A avaliação do INMETRO classifica em seis níveis o grau de retenção de partículas de um purificador. Atualmente, a escala vai de A a F, sendo ‘A’ a classificação mais eficiente. Você ainda pode encontrar na embalagem do produto a classificação antiga, que vai de P-I a P-VI.

 

purificador-agua-lorenzetti-modelo

Purificador de água Vitale branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2- Aprovação para redução de cloro livre

O cloro é uma substância utilizada no tratamento feito nas estações de água, mas que faz mal à saúde. Por isso, não é recomendado beber água da torneira sem a presença de um bom filtro. Dessa forma, a segunda dica é checar a classificação do aparelho em relação à sua capacidade de redução de cloro livre na água. A classificação, também feita pelo INMETRO, tem três níveis: C-I, CII e CIII, onde o nível I indica que o purificador retira até 75% do cloro presente na água.

Purificador-de-agua-para-torneira-Versatille-branco-Lorenzetti

Purificador de água para torneira Versatille branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3- Aprovação para eficiência bacteriológica

Existem muitas bactérias causadoras de doenças que podem ser transmitidas pela água. Daí a importância de ter água potável de qualidade para beber e preparar os alimentos. O teste de eficiência bacteriológica mostra a capacidade do purificador de eliminar todos os tipos de bactéria que podem trazer riscos à saúde.

 

Purificador-de-agua-Gioviale-branco-Lorenzetti

Purificador de água Gioviale branco Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4 – Consumo de energia

A maioria dos purificadores precisa estar ligado na energia para funcionar. Isso não significa, no entanto, que ele terá um consumo alto. Para ter um critério de análise sólido, verifique a classificação do produto no Selo PROCEL.

O selo é uma avaliação da Eletrobras que testa o desempenho energético de equipamentos e eletrodomésticos à disposição no mercado e os classifica em relação à eficiência e menor consumo de energia. Se o seu modelo de purificador preferido tiver o selo PROCEL, ele não irá onerar sua conta de luz. Lembre-se também de comprar o purificador na voltagem correta da sua casa: 110V ou 220V.

selo-procel-desempenho-eficiencia-economia-energia-gasto

Selo Procel (Foto: Procel / Reprodução)

 

5- Aviso de troca de refil

Assim como os filtros de barro, o purificador tem um refil interno responsável por executar as três ações acima para fornecer água filtrada. Geralmente, a vida útil do refil dos purificadores é de seis meses a um ano — varia de acordo com a marca. Então verifique se a máquina tem a função de aviso de troca do refil para que você saiba o momento de fazer a troca.

 

Refil-compacto-para-purificador-de-agua-Gioviale-Lorenzetti

Refil compacto para purificador de água Gioviale Lorenzetti (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Importante: o filtro do purificador não pode ser lavado e nem reaproveitado. A troca é obrigatória. 

 

6- Opções de temperatura da água

Na hora de comprar um purificador, confira as opções de temperatura da água que ele fornece. Alguns modelos só servem água natural,  enquanto outros podem oferecer em temperatura gelada e até mista. Tenha em mente seu critério para refinar a busca. Outro detalhe importante no caso da água gelada ser uma prioridade, é verificar a capacidade de refrigeração do purificador, ou seja, a quantidade de litros por hora que ele consegue refrigerar. Verifique também a capacidade do reservatório interno em litros de água gelada. O purificador não gela a água na hora que você aperta o botão. A água é refrigerada previamente e fica armazenada, daí a importância de ter uma boa capacidade de armazenamento.

 

7- Vazão da água

A vazão é o que determina se o copo de água vai encher rápido ou devagar no momento em que você aperta o botão do painel. Alguns modelos de purificadores têm uma vazão de água muito pequena, fazendo-se necessária a instalação de um pressurizador.

 

Melhor-filtro-de-água-purificador

Purificador de água (Foto: Total Construção / Reprodução)

Gostou das dicas?

Agora você sabe como comprar um purificador de água e tem todas as informações para fazer uma escolha eficiente para sua casa. Acesse o site da Telhanorte e confira os modelos de Purificador de água disponíveis em várias marcas e tamanhos. Além do purificador, temos uma seção completa com tudo para sua Cozinha e Lavanderia e também Eletrodomésticos

Aproveite a comodidade de comprar online com segurança e faça seu pedido. Nossa equipe leva tudo até você! #vivasuacasa

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante

Utensílios de cozinha: Confira o checklist completo

Brinquedo_-_Conjunto_de_Utensílios_de_Cozinha_(9),_Acervo_do_Museu_Paulista_da_USP_(45)

| Cozinha

 

Confira o guia com todos os itens necessários para a sua cozinha

 

Já começou a cozinhar e lembrou que não tinha algo essencial para fazer o prato que você tanto queria? Um ralador, espremedor de alho ou talvez até mesmo um tipo específico de faca. São tantos utensílios diferentes, que se esquecer de um deles é fácil! Por isso, montamos um checklist de utensílios de cozinha com tudo que você precisa ter em casa.

 

Sugestão de matéria: Já tem os utensílios necessários para a cozinha, mas não sabe como arrumá-los da melhor maneira? Saiba como manter a cozinha organizada aqui no blog

 

Separamos a nossa lista por categorias e adicionamos uma breve descrição para você relembrar a função de cada um. Deixamos também alguns dos produtos que você pode encontrar na loja da Telhanorte. Confira!

 

Utensílios de cozinha para pegar alimentos

1- Concha

É o utensílio tradicional para pegar feijão e sopas, por exemplo. Você pode ter uma concha com o diâmetro maior e outra com diâmetro médio. Priorize os modelos com gancho na ponta, para que você possa pendurar.

 

Concha-terrina-Arienzo-Brinox-0,1-x-30-cm-90-ml

Concha terrina Arienzo Brinox 0,1 x 30 cm 90 ml (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2- Espumadeira

Este é outro utensílio de cozinha essencial, utilizado principalmente para pegar o arroz. Existem escumadeiras em formato de concha e outras achatadas. Priorize as feitas em aço inoxidável, que não esquentam em excesso.

 

Espumadeira-Arienzo-Brinox-0,1-x-34,5-cm

Espumadeira Arienzo Brinox 0,1 x 34,5 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3- Pegador de massa

Esse é um utensílio de cozinha que, quando falta, pode dar um trabalho na hora de servir a comida. Por isso, não abra mão do pegador de massa. Ele também é útil para pegar saladas.

 

Pegador-para-Massa-Arienzo-20-cm

Pegador para Massa – Arienzo 20 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4- Pinça multiuso

A pinça ajuda na hora de preparar carnes e postas de peixe e também para servir o macarrão enroladinho no prato igual nos restaurantes.

 

Pinça-Multiuso-Beli-18-cm

Pinça Multiuso – Beli 18 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5- Espátula de silicone ou nylon

A espátula de nylon também é um item que deve estar no seu checklist de utensílios de cozinha. Ela facilita a preparação de panquecas, crepes, tapiocas, entre outros. A vantagem: evitar arranhar suas panelas e preserva a camada antiaderente. 

 

Espátula-Perfurada-Nylon-31-x-8-cm

Espátula Perfurada – Nylon 31 x 8 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

6- Colher grande

Esse tamanho de colher ajuda a preparar vários pratos. A dica é ter pelo menos duas: uma para preparar pratos salgados e outra para pratos doce. Especialmente se ela for feita de madeira, pois este material tende a pegar o gosto dos alimentos com o tempo. 

 

Colher-para-Arroz-Nylon

Colher para Arroz – Nylon (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

Utensílios de cozinhas auxiliares

7- Batedor

O batedor fue salva a vida quando você não tem uma batedeira em casa. Desde bater ovos a preparar massas de bolo e brownie, fica bem mais fácil fazer diversas receitas com ele.

 

Batedor-Manual-Fio-Asti-30-cm

Batedor Manual Fio – Asti 30 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

8- Peneira

Seja para preparar um chá, ou mesmo peneirar itens secos para uma receita de bolo, os usos de uma peneira são muitos. Tenha uma grande para as receitas maiores e uma pequena para coar chás e sucos.

 

Peneira-Aço-Inox-20-cm-Top-Pratic-Ø-20-cm

Peneira Aço Inox Ø20 cm Top Pratic Ø 20 cm (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

 

9- Rolo de abrir massa

Chega de improvisar com as garrafas de cerveja! Tenha um rolo de abrir massa e se aventure mais na cozinha fazendo pizzas, tortas e muito mais!

 

Rolo-de-Confeitaria-Glace-43-x-5-x-5,3-cm

Rolo de Confeitaria Glacê 43 x 5 x 5,3 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

10- Espremedor de alho

Se você não é muito habilidoso com a faca, ter um espremedor de alho é estratégico para temperar sua comida rápido e com muito sabor. 

 

Espremedor-de-alho-Descomplica-Brinox

Espremedor de alho Descomplica Brinox (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

11- Ralador

O ralador te ajuda a economizar, além de preparar saladas com legumes ralados, fazer batata, etc. Comprar pedaços inteiros de frios, por exemplo, é mais barato do que fatiado. Com um ralador você pode diversificar a apresentação como desejar. 

 

 

Ralador-1-Face-Top-Pratic-23,5-x-5,8-cm

Ralador 1 Face Top Pratic 23,5 x 5,8 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

12- Espremedor de frutas

Existem espremedores de frutas elétricos e manuais. A escolha do melhor tipo fica por sua conta. Um espremedor manual simples dá conta de ajudar em tarefas pontuais como espremer um limão ou um laranja para um suco, enquanto que um elétrico traz mais praticidade para essa tarefa e possui um ótimo custo-benefício.

 

Espremedor-Premium-E-02-127V-Mondial-1764632

Espremedor Premium E-02 127V Mondial (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

13- Escorredor de macarrão

Nunca, jamais, fique sem um escorredor de massa em casa. No aperto, o macarrão é uma comida rápida, mas tentar escorrer a água da panela é uma tarefa que você não quer fazer. Priorize os escorredor de alumínio que você pode limpar melhor, sem acumular resíduos. 

 

Escorredor-de-Massa-Mix-29-x-22,5-x-11,6-cm

Escorredor de Massa Mix 29 x 22,5 x 11,6 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

14- Amassador de batatas

O amassador de batatas é outro utensílio de cozinha que ajuda bastante, principalmente quando você precisa economizar tempo. É ótimo para preparar purês, escondidinhos e outros pratos deliciosos. 

 

Amassador-de-Batatas-Top-Pratic-23-cm

Amassador de Batatas – Top Pratic 23 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

15- Descascador de legumes

O descascador agiliza bastante o trabalho de tirar a casca de alimentos fáceis, como a cenoura. Mas ele também traz muita praticidade para descascar alimentos com cascas mais duras, como as de abóboras. Na Telhanorte você encontra os mais variados tipos de descascador.

 

Descascador-de-Legumes-tipo-Lâmina-Asti-17-cm

Descascador de Legumes tipo Lâmina – Asti 17 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

16- Copo e kit de colheres de medida

Não tem nada pior no preparo de uma receita do que não saber as medidas certas, não é mesmo? Uma colherzinha a menos pode fazer toda a diferença. Por isso, inclua o copo e um kit de colheres de medidas no seu checklist de utensílios de cozinha!

 

Copo-Medidor-Mix-8,2-x-8,2-x-16,2-cm-500-ml

Copo Medidor Mix 8,2 x 8,2 x 16,2 cm 500 ml (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

17- Cortador de pizza

Aposto que você já desejou ter um cortador na hora de servir uma pizza em casa. A faquinha serrilhada quebra o galho, mas ter o cortador facilita bastante. 

 

Cortador-de-Pizza-Precision-Ø- 10-cm

Cortador de Pizza – Precision Ø 10 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

18- Saca rolhas

Quem nunca teve que correr no vizinho para não ficar sem beber aquele vinho especial? Nas lojas da Telhanorte, você encontra algumas opções diferentes de saca rolhas. Confira!

 

Saca-rolha-Brinox

Saca rolha Brinox (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

19- Abridor de latas

Outro item indispensável no dia a dia da cozinha para abrir todas as latas de salgados e doces com segurança. 

 

Abridor-de-Latas-e-Garrafas-Beli-9-cm

Abridor de Latas e Garrafas – Beli 9 cm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

Utensílios de cozinha que vale a pena comprar em kits 

20- Conjunto de faca

O conjunto de facas é um excelente investimento para ter diversos modelos com espessuras, tamanhos e tipos de lâminas diferentes. Vale a pena pesquisar o preço de kits e comparar o valor por unidade em relação ao produto separado. 

 

Conjunto-de-Facas-6-Peças-Cross-Brinox

Conjunto de Facas 6 Peças – Cross Brinox (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

21- Conjunto de talheres

Garfos, facas e colheres são indispensáveis para a gaveta de utensílios de cozinha. Por isso, vale a pena adquiri-los em kits para economizar e poder receber os amigos para comer em casa.

 

Garfo-de-Mesa-12-peças-Itaparica-1-mm

Garfo de Mesa 12 peças Itaparica 1 mm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

Faca-de-Mesa-12-peças-Itaparica-0,8-mm

Faca de Mesa 12 peças Itaparica 0,8 mm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

Colher-de-Mesa-12-peças-Itaparica-1-mm

Colher de Mesa 12 peças Itaparica 1 mm (Foto: Acervo – Telhanorte)

 

Compre os melhores utensílios de cozinha online!

Agora que você já revisou o checklist de utensílios de cozinha, quais estão faltando na gaveta do seu armário?

Confira a seção completa de Utensílios de Cozinha e Organização de Cozinha da Telhanorte e compre tudo que você precisa para sua casa. Aproveite também e confira nossas opções de Eletrodomésticos.

Comprando pelo site, você recebe seus produtos em casa ou retira em uma de nossas unidades perto de você. Aproveite!

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante

Triturador para pia: o que é e como escolher

Como-escolher-triturador-para-pia

| Cozinha

 

Aprenda como funciona, como limpar e quais os cuidados que se deve ter para usar o triturador de alimentos em sua casa

 

Os trituradores de alimentos (trituradores de pia ou trituradores de lixo) funcionam como uma espécie de lixeira, onde você pode descartar resíduos orgânicos, como restos de frutas, alimentos, verduras, entre outros. Esses resíduos são triturados e enviados para a rede de esgoto da cidade. Entretanto, é recomendado que você evite jogar grandes quantidades de comida, ossos e caroços.

 

O triturador é instalado dentro da válvula da pia da cozinha (ralo) em substituição ao sifão. Ele é devidamente encaixado no interior da bancada, abaixo da cuba, e é conectado ao encanamento, que leva os resíduos para a rede de esgoto. Ele necessita de uma instalação elétrica para funcionar. Seu acionamento ocorre a partir de um interruptor, que ativa e desativa o equipamento. No entanto, os modelos atuais são bastante econômicos, não oferecendo grande impacto na sua conta de luz. 

É recomendado que o triturador seja acionado enquanto a água esteja saindo da torneira da cozinha, para garantir que a água carregue esses resíduos para o esgoto. Para retirar itens como talheres, ossos, ou outros elementos que fizerem o triturador travar, basta desligar o triturador e fazer a limpeza adequada do local. 

Atenção! É muito importante que você leia o manual de instruções do seu triturador antes de realizar o destravamento, para evitar qualquer acidente.

 

triturador-modo-funcionamento-alimentos-pia-lixo-descarte-organico-encanamento

Funcionamento interno do triturador de pia (Foto: Deposit Photos / Reprodução)

 

Como escolher um triturador para pia? 

Antes de comprar um triturador de alimentos, é importante estar atento a alguns detalhes. Para te ajudar, separamos alguns critérios que devem ser observados antes de comprar o triturador, que são:

 

Confira!

 

1. Tipo de uso

A quantidade de resíduos gerados e que precisaram ser triturados é algo a ser considerado antes de escolher o triturador ideal. Restaurantes demandam um tipo de triturador profissional e mais potente do que o usado em residências.  Em casas com muitos moradores também há mais resíduos, por isso também podem precisar de um triturador mais adequado a um uso mais intenso

Por outro lado, residências com apenas dois ou quatro moradores podem ser atendidas por trituradores mais simples, que geralmente apresentam custos mais baixos.

 

Confira em nosso site: Triturador de Resíduos de Alimentos 55 220V Franke

 

2. Modelo

Atenção ao sistema de trituração do modelo do triturador. Os trituradores com anéis de corte em aço inox são mais seguros e econômicos, tanto em relação ao consumo de água quanto ao uso de energia elétrica. 

 

3. Qualidade da marca

Optar por uma marca e produto de qualidade é fundamental para garantir resultado e segurança no funcionamento do triturador. Busque empresas que contem com a certificação de qualidade empresarial ISO 9001.

As marcas de qualidade garantem efetividade no uso do equipamento, durabilidade e eficiência energética, o que representa economia a médio e longo prazo. 

Na Telhanorte você encontra um setor com as melhores marcas e preços de trituradores de alimentos.

 

4. Modelo da pia

Outra consideração importante é garantir que o triturador  seja compatível com o modelo da sua pia da cozinha. Tenha certeza de que a pia e o encanamento podem receber a instalação desse tipo de equipamento. 

Triturador-de-Residuos-de-Alimentos-55-220V-Franke-medidas-largura-comprimento-altura-peca

Medidas do Triturador Franke (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Voltagem

A voltagem e potência devem estar de acordo com a instalação elétrica da sua casa, com o equipamento escolhido e com o uso esperado para o triturador. Alinhe tudo isso antes de escolher o equipamento, garantindo que ele funcione na instalação já existente.  

 

6. Custo-benefício

Existem diferentes modelos de triturador, todos com a mesma lógica de funcionamento. Por isso, esteja atento ao custo-benefício, considerando os pontos que listamos acima e também os modelos de trituradores disponíveis no mercado. Escolha aquele que melhor atenderá ao que você precisa, sem deixar de lado a economia que poderá ser feita.

 

Como limpar um triturador de pia

Agora que você já sabe como escolher o triturador para pia, é hora de aprender sobre como conservá-lo e manter a higiene da sua cozinha. Para limpar o triturador, basta abrir a torneira para deixar a água corrente cair, colocar um pouco de detergente no ralo, gelo e ligar o triturador. Quando o triturador acabar de triturar o gelo, é só desligar a torneira e o triturador.

Para ter certeza sobre a periodicidade da limpeza, confira no manual de instruções do fabricante do triturador que você escolheu.

 

Gostou das dicas?

 

Agora é com você. Entre no site da Telhanorte, na seção de trituradores de alimentos, e confira excelentes produtos para sua casa. Na hora de instalar o triturador, recomendamos que você contrate o serviço de um profissional! Caso você precise, acesse nosso serviço de Ajuda ao Vivo.

Aproveite para encontrar em nosso site tudo aquilo que você precisa para sua obra: pias, cubas e tanques, torneiras e misturadoresralos e grelhas, caixa sifonada e caixa de gordura.

 

Edição por Vinicius Marques e Stéphanie Durante

Pia de cozinha: 7 dicas para escolher sem erros

pia-cozinha-granito-moderna

| Cozinha

 

Procurando renovar a aparência da cozinha? Ou está reformando do zero? Confira nosso guia para escolher o material, tamanho e modelos de pias ideais para o seu ambiente.

 

Elemento principal de muitas cozinhas, a pia geralmente possibilita um multiuso, seja para lavar e secar louças, organizar o preparo de uma refeição, manter peças decorativas e demais utensílios usados ao longo da semana. Por isso, a escolha de uma pia de cozinha deve ser feita com cuidado, para não só oferecer praticidade ao espaço, mas também compor esteticamente com os demais elementos do ambiente.

 

Sugestão de matérias: Confira nossas dicas sobre como escolher cubas de pia4 modelos de pias10 tons de granito para bancadas e como escolher entre a pia de granito ou mármore.

 

Como você já deve imaginar, não existe certo ou errado. São muitas escolhas possíveis que irão atender cômodos com diferentes características e pessoas dos mais variados gostos e estilos de vida. Se você não cozinha para muitas pessoas, por exemplo, qual seria a razão de ter uma pia ampla, ocupando grande parte da cozinha? Questões como essa devem ser levadas em conta no momento da escolha.

Então para ajudar, montamos um passo a passo com 7 dicas de como escolher a pia de cozinha. Confira!

 

Como escolher pia de cozinha

1. Meça as dimensões

O primeiro passo para escolher a pia de cozinha perfeita não diz respeito à pia em si, mas ao local em que será instalada. Você sabe as dimensões exatas do espaço? Já definiu como irá distribuir os móveis, armários e eletrodomésticos? Ter o conhecimento dessas informações é fundamental para que você tome os próximos passos com propriedade.

 

bancada-ilha-granito-via-lactea

Bancada de cozinha em ilha (Foto: Magma Mármores / Reprodução)

 

2. Entenda suas necessidades

Depois de conhecer as dimensões da cozinha, é hora de deixar bem claro qual é o uso que você faz da cozinha e, consequentemente, como você usará a pia que você quer comprar. A intenção é fazer alimentos em grande escala para vender? As refeições, normalmente, são feitas para quantas pessoas? Quais utensílios você gostaria de deixar sobre a pia?

Convenhamos que, se você costuma deixar o filtro d’água na pia, por exemplo, já se perde bastante espaço, o que já requer uma pia um pouco maior. Ignoradas por muitos, informações como essa são extremamente relevantes para definir a dimensão e o material que melhor atendem ao seu intuito.

pia-de-cozinha-em-mármore

Pia de cozinha em mármore (Foto: Revista Casa e Jardim / Reprodução)

 

3. Selecione o tamanho

Normalmente, as pias de cozinha são encontradas em comprimentos de até 3 metros, que é considerada a dimensão máxima para evitar deformações ou rachaduras de alguns materiais. Esse tamanho pode aumentar com o acréscimo de pedras (ou qualquer que seja o material) ao lado da pia, o que abre mais possibilidades.

Já em relação à largura, a medida mínima recomendada é de 60 centímetros. Um tamanho muito menor que esse poderia não só deixar de ser funcional, como também causar rachaduras por conta da perfuração para a cuba. Vale destacar que a escolha do tamanho deve ser feita em conjunto com a do gabinete, que, quando presente, determina o tamanho máximo da pia.

 

4. Opte pelo material de sua preferência

Aço inoxidável ou madeira? Granito ou mármore? Em geral, há diversos tipos de materiais que são utilizados em pias de cozinha. Mas 5 deles se destacam em popularidade:

 

Aço inoxidável

A pia de aço inoxidável se destaca por ser uma opção de ótimo custo-benefício e fácil de limpar. Em contrapartida, ela oferece poucas opções de configuração, como tamanho de cuba, comprimento e etc.

 

Pia-de-inox-lisa-Bella-150x53x13cm-Franke

Pia de inox lisa Bella 150x53x13cm Franke (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Granito

Já com o granito, o ponto a ser exaltado é a maior durabilidade. As pias de cozinha com esse material são resistentes às rachaduras, ao calor e às manchas. Em geral, elas também exigem menor manutenção do que outras pedras naturais. Dependendo da cor e modelo, é necessário realizar sua impermeabilização.

 

Pia-de-granito-POP-180x55cm-com-cuba-verde-ubatuba-Venturini_1

Pia de granito POP 180x55cm com cuba verde ubatuba Venturini (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Granito sintético

Outra opção é o granito sintético, disponível numa ampla gama de cores. Eles são duráveis, fáceis de limpar e resistentes a manchas. Porém, podem ser danificados por altas temperaturas, como de panelas quentes.

 

Pia-de-granito-sintetico-120x54cm-com-bandeja-cinza-real-Decoralita

Pia de granito sintético 120x54cm com bandeja cinza real Decoralita (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Mármore

Com características semelhantes ao granito, a pia de mármore se destaca por ter ótima resistência e durabilidade e ser também uma peça muito moderna, combinando com vários modelos de cozinha. Isso também faz com que a pia de mármore seja geralmente mais cara que as demais. Além do custo de aquisição, ela precisa ser selada regularmente.

 

pia-de-dekton-marmore-granito-cozinha

Pia de mármore (Foto: Magma Mármores / Reprodução)

 

Madeira

A madeira também é uma interessante opção, pois dá um ar de requinte e aconchego à cozinha. Ainda assim, por ser porosa e ficar em uma região úmida, devem ser tomados cuidados especiais com impermeabilizantes, para evitar a proliferação de bactérias.

 

Decorative-Sink-Models-for-Modern-Kitchens_2

Pia de madeira (Foto: Sylish Eve / Reprodução)

 

5. Verifique o tipo de cuba

De maneira geral existem 3 modos principais de se instalar a cuba para cozinha: cuba integrada, de embutir e de sobrepor. 

Para ler mais sobre cada um desses tipos, além de detalhes como medidas, funções e materiais, leia mais sobre como escolher cubas de pia.

 

 

6. Escolha o estilo

É fundamental ficar de olho em quem fabrica a pia de cozinha, o que afeta diretamente na confiabilidade do produto e na qualidade dos acabamentos. Além disso, tenha em mente a torneira que você pretende escolher e como visualiza a pia do ponto de vista estético. Também defina se você vai optar por um frontão, aquela peça de revestimento integrada à pia, que protege a parede, impedindo que líquidos e gordura entrem em contato com ela.

 

Bancada-de-cozinha-em-granito-branco-polar-com-saia-frontao-e-borda

Frontão de azulejos azuis (Foto: Manual da Obra / Reprodução)

 

7. Defina a altura

Por fim, é só definir a altura em que a pia vai ser instalada. Normalmente, ela varia de 78 cm a 110 cm, a depender da altura de quem vai utilizar. Veja abaixo a relação:

Relação recomendada entre altura da pessoa (cm) / altura do balcão (cm):

 

Simples, não? Com a pia instalada, é só aproveitar todo o conforto e praticidade que ela pode oferecer à cozinha. Se você está em busca da pia de cozinha perfeita para a sua casa, a Telhanorte é seu lugar. Em nosso site, temos uma seção especial de pias, cubas e tanques com muitos produtos de diversos tamanhos, modelos e materiais.

Faça uma visita e confira as melhores marcas e os melhores preços!

 

Edição por Vinicius Marques e Stéphanie Durante

Móveis de cozinha: 5 dicas para otimizar espaço

Cozinha-luminária-embutida-em-MDF

| Construção

 

Você está pensando em reformar a cozinha e adequar a decoração ao seu estilo? Confira dicas para não errar na hora de planejar os móveis

 

cozinha deixou de ser um espaço exclusivo para preparação de alimentos e hoje já é vista por muitos como uma extensão da sala de estar, onde a família e amigos se reúnem para conversar, assistir TV e festejar. Assim, saber como planejar móveis de cozinha te ajudará a fugir do comum e transformar esse cômodo em um ambiente especial.

Uma cozinha planejada permite otimizar o espaço, adequando todos os móveis e utensílios às necessidades de quem vai usá-la. Tirar as medidas dos móveis para cozinha que você pretende instalar é só um dos passos desse processo.

 

revestimento-papel-de-parede-cozinha-ladrilho-hidraulico

Cozinha com papel de parede de mosaico (Foto: Pinterest).

 

Afinal, além de funcional, uma cozinha pode e deve ser bonita! E não faltam dicas de decoração para isso, hein? Impressione a todos com móveis de cozinha de aço, de madeira, no estilo americano, entre outras opções. Tudo isso e muito mais, você encontra na loja virtual Telhanorte.

Listamos abaixo cinco dicas valiosas sobre como planejar móveis de cozinha para você criar um ambiente especial. Seja para passar horas experimentando ideias novas de pratos ou para receber amigos em uma festa descontraída, prepare seu ambiente para ser o melhor!

 

Sugestão de leitura: Veja aqui dicas fáceis e certeiras de como organizar a cozinha e aprenda como manter a cozinha organizada nessas outras duas matérias incríveis do blog Telhanorte.

 

Quer saber como planejar móveis de cozinha? Faça bonito com essas 5 dicas 

 

1 – Faça uma lista do que você vai realmente precisar

Não importa o tamanho da sua cozinha. Grande ou pequena, não vale a pena ter móveis supérfluos que te fazem perder um espaço que poderia ser mais bem utilizado para outros fins.

Aqui vai uma dica de ouro: seja qual for o ambiente, procure sempre dispensar móveis que não tenham serventia no dia a dia. Deixe a decoração por conta de itens menores e versáteis!

Sendo assim, para um ótimo planejamento da sua cozinha, a primeira coisa a se fazer é listar todos os eletrodomésticos e utensílios que você vai realmente usar. Não compre nada novo apenas por comprar e livre-se dos itens que já não são usados há tempos. Desta forma, você necessitará de menos móveis.

 

caixa-armário-cozinha-m-de-mulher

Armário de cozinha organizado por caixas e cestas (Foto: M de Mulher / Reprodução).

 

Agora, antes de seguir o impulso de se livrar de tudo,  pense com calma. Alguns itens não são de uso frequente, mas pode ser que precisemos usá-los uma vez ou outra. Esses itens devem ser armazenados nas prateleiras ou armários mais altos e, assim, você ganha espaço de forma inteligente.

Após fechar essa lista, você finalmente poderá começar a planejar sua cozinha. Sabendo o que quer e o espaço disponível, já é possível começar a pensar em um projeto de móveis de cozinha.

 

2 – Defina seu estilo

Antes de comprar os móveis, você precisa definir a identidade visual da sua cozinha. Se você buscar exemplos de cozinhas planejadas, certamente encontrará um que se encaixa bem com seu estilo e suas necessidades.

Se você quiser apostar no saudosismo, uma boa dica é comprar móveis de cozinhas no estilo rústico. Nada melhor do que isso para remeter àquela cozinha da casa de interior da vovó, nos domingos de manhã! Para dar um toque de modernidade, é interessante acrescentar móveis ou eletrodomésticos de metal ou aço inox.

 

cozinha-moveis-rusticos-moderna

Cozinha moderna com móveis rústicos (Foto: KitchenLab / Reprodução).

 

Nesse caso, o mais comum são os móveis de cozinha de madeira, com muitos detalhes em ferro. Os tons predominantes são terrosos, mas nada impede de apostar em outras cores mais vivas como azul, amarelo e vermelho para compor o visual.

 

Cozinha-retro-moveis-madeira-azul

Cozinha estilo retrô com móveis em madeira azul (Foto: KitchenLab / Reprodução).

 

Sugestão de leitura: Você que está mobiliando – ou remobiliando – todo o cômodo, clique no link e conheça 5 tipos de fogão para ter na cozinha de casa.

 

Para completar a decoração, invista em móveis de madeira de demolição e em um revestimento de parede de tijolinho aparente. Por fim, abra espaço para plantas e compre um filtro de barro para trazer aquele charme especial.

 

cozinha-tijolinho-rustica

Balcão de cozinha rústica com parede em tijolinho (Foto: Pinterest / Reprodução).

 

Já quem deseja algo mais moderno e adaptado aos dias de hoje pode procurar pelo estilo americano. A proposta desse tipo de cozinha é unir ambientes e criar um espaço agradável, com boa área de circulação, para comer e beber com a família e amigos.

 

piso-ceramico-fosco-cozinha

Cozinha americana moderna (Foto: Cebu Home and Builders Centre / Reprodução).

 

cozinha-americana-moderna-bancada-granito-moveis-pretos

Cozinha americana à base de granito, aço e madeira preta (Foto: KitchenLab / Reprodução).

 

Ao juntar a sala de estar – ou de jantar – à cozinha, você pode apostar nas famosas ilhas (base de móvel com bancada superior, onde se encaixam, normalmente, a pia e o cooktop). Outra opção para conectar os cômodos é uma meia parede, comunicando os dois ambientes por meio de um balcão.

 

cozinha-com-meia-parede

Cozinha com meia parede entre sala de estar e plantas. Projeto da designer de interiores Camila Cordista (Foto: Camila Cordista / Reprodução).

 

Para aproximar o projeto de uma pegada mais atual, móveis de cozinha de aço são uma excelente alternativa para as cozinhas americanas. Mas não se prenda às referências! Aposte na madeira ou alvenaria, se julgar que estas combinam mais com o estilo do restante da casa.

 

Sugestão de leitura: Acesse o link para saber como funciona o envelopamento de armários de cozinha. Essa tendência rápida, prática e econômica pode ser a solução que você procura para reaproveitar seus móveis antigos.

 

3 – Tire todas as medidas do espaço

O grande diferencial da cozinha planejada é se adequar ao espaço disponível na sua casa ou apartamento. Portanto, antes de iniciar o planejamento e ir às compras, tire as medidas do cômodo e de tudo que você pretende usar no local.

Além disso, não se esqueça de projetar os móveis de cozinha de acordo com suas medidas pessoais – ou as de quem tiver a incumbência de pilotar o fogão com maior frequência. Afinal de contas, ninguém quer precisar se esticar ou maltratar as costas na hora de preparar uma refeição. A medida padrão de altura de bancada varia de 85 a 95 cm.

Já no quesito otimização de espaço, busque móveis que podem ser encaixados em cantos. Para quem está construindo a cozinha do zero ou planeja uma reforma total, existe a alternativa de embutir alguns deles na própria alvenaria. No caso de um cômodo pequeno, instale móveis nas paredes e coloque prateleiras até o teto.

 

prateleiras-para-cozinha

Prateleiras para cozinha posicionadas sobre a pia, até o teto (Foto: KitchenLab / Reprodução).

 

4 – Tenha cuidado com a iluminação

Você já parou pra pensar que a iluminação também pode te ajudar a ganhar espaço? Sim, existem truques para criar uma sensação de amplitude em espaços pequenos através do bom uso da luz!

Esses são os chamados efeitos luminotécnicos e podem facilmente serem colocados em prática na sua casa com itens de uso regular. Um espelho, por exemplo, reflete o cômodo e aumenta a sensação de profundidade.

 

cozinha-pequena-ampliada-espelho

Truque do espelho ampliando espaço em uma cozinha pequena (Foto: Decor Fácil / Reprodução).

 

Lembre-se de que cores mais escuras criam um ambiente mais aconchegante, mas ao mesmo tempo também podem diminuir seu tamanho relativo. Isto exigirá uma luz mais forte para contrabalancear esse efeito indesejado. Por outro lado, cores mais claras pedem menos luz, uma vez que esta já terá bastante superfície de reflexão.

 

cores-de-granito-para-cozinha-2

Luz focal sobre o balcão da cozinha (Foto: Pinterest / Reprodução).

 

Outra boa ideia é dividir a iluminação da cozinha em áreas específicas. Dessa forma, você pode ter uma luz principal e uma independente em cima do fogão ou da pia, por exemplo.

 

Cozinha-luminária-embutida-em-MDF

Armário de cozinha com luzes embutidas. Projeto da designer de interiores Camila Cordista (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação).

 

5 – Visite o site da Telhanorte

Agora que você já sabe como planejar móveis de cozinha, é hora de procurar artigos de qualidade e com ótimo preço. No site da Telhanorte você terá opções de armários para parede, gabinetes e balcões, além de itens para organização como utensílios, escorredor de louças, fruteiras e mais.

Acesse nossa seção de Móveis para Cozinha e faça sua encomenda. Você conseguirá montar a cozinha dos seus sonhos sem precisar sair de casa, já que entregamos para todo o Brasil. E o melhor: você ainda pode parcelar tudo em 8x sem juros!

 

Edição Murilo Bonício e Stéphanie Durante

Como manter a cozinha organizada

CozinhaPorto_Carvalho-Off_composioLbalco120cmtam_mckHA6Adw6Vt6qj

| Cozinha

 

Procurando organizar a cozinha da maneira mais prática, simples, econômica e bonita? Confira então nossas dicas para manter o seu ambiente arrumado e elegante

 

Talheres misturados, potes amontoados dentro de um único armário e alimentos com o prazo de validade expirado perdidos pela despensa. Se você se identifica com algum desses cenários, está na hora de uma repaginada na organização da sua cozinha! Além de deixar o cômodo mais agradável, facilita muito na hora de preparar as refeições e manusear os utensílios e alimentos armazenados.

Para isso, você precisa se dedicar e aprender algumas dicas certeiras para criar um sistema de organização que não seja apenas temporário. Mas tenha calma, que você não precisa fazer nenhum curso para isso. Você pode aprender dicas fáceis de como organizar a cozinha lendo este post!

 

Sugestão de matéria: Antes de organizar a cozinha, quer saber quais os melhores utensílios para ter em seu ambiente? Então leia mais em “Utensílios de cozinha: confira o checklist completo

 

Criamos um passo a passo para você dizer adeus à bagunça e criar um espaço organizado para fazer sua comida e armazenar cada objeto em pontos estratégicos.

Antes de colocar a mão na massa, é importante lembrar que as dicas abaixo podem se adequar a diversos tipos e tamanhos de cozinha. Afinal, ela é um ambiente que pede praticidade e otimização, independente de seu tamanho e estilo.

Continue lendo e aprenda como organizar a cozinha da sua casa!

 

GUIA | Como organizar a cozinha

1. Tirar tudo do lugar

Sabe a ideia de desorganizar para depois organizar? Esse é o primeiro passo para organizar a cozinha. Na verdade, você vai apenas abrir os armários e tirar tudo de dentro deles, concentrando em um único ponto da cozinha para ainda conseguir transitar. É uma bagunça organizada!

Com isso, você consegue visualizar o espaço que você tem disponível para depois reorganizar com uma dica certeira que falaremos mais adiante.

Além disso, aproveite o momento e analise tudo que você tem. Pergunte-se:

Esses primeiros passos fazem parte do “Método Marie Kondo”, criado pela escritora e especialista em organização Marie Kondo. Essa etapa para organizar a cozinha vai dar bastante trabalho, mas você vai conhecer melhor o seu espaço e retirar o excesso de coisas da bancada, despensa e armários.

Dica: organize os itens em caixas separadas, divididos em: manter, jogar fora ou doar. 

 

2. Limpar armários e gavetas

É importante que você, antes de reorganizar, limpe cada cantinho dos armários e gavetas. Aproveite também para passar um pano umedecido com água ou álcool nos objetos e embalagens que você retirou do lugar. Escolha produtos neutros e evite molhar o interior dos móveis, para evitar umidade e mofo. Deixe as gavetas limpas, secando em uma área arejada e longe do sol. 

Depois da faxina, é hora de reorganizar!

 

3. Dividir a cozinha em seções 

O terceiro passo para organizar a cozinha é planejar onde vai ficar cada objeto, de acordo com o seu uso.

Dica: use seu celular e crie as listas usando apps como o Google Keep ou Evernote, que ajudam a criar checklists rápidos.

Uma sugestão de divisão em seções para organizar a cozinha é:

 

4. Ser criativo para ganhar espaço

É hora da ação! A melhor parte de organizar a cozinha é utilizar alguns acessórios para otimizar e dividir os espaços. Seja criativo, busque por referências, inspirações e adapte para o seu próprio espaço. Veja alguns bons exemplos a seguir:

 

– Instale prateleiras para colocar panelas mais usadas, pratos e ganhar espaços nos armários.

 

prateleiras-organizar-cozinha

Prateleiras para organização (Foto: Aya’s Kitchen / Reprodução)

 

– Organize os temperos em potinhos de vidro, coloque etiquetas com o nome e organize em prateleiras.

 

painel-temperos-cozinha

Painel com temperos expostos (Foto: DIY Network / Reprodução)

 

– Experimente pendurar um adesivo de lousa em alguma superfície livre do ambiente, criando um espaço para anotar as compras de mercado e outros afazeres. O adesivo de lousa pode ser posicionado em laterais de armários e estantes, na parte de trás de portas ou na própria parede.

 

decoracao-cozinha-gourmet-cozinha-industrial-com-balcao-e-quadro-lousa-studiombsarquitetura-202857-proportional-height_cover_medium

Lousa em superfície da Cozinha (Foto: Studio MBS Arquitetura / Reprodução)

 

– Sabe aquela confusão de garfo, faca, colher, escumadeira, colher de chá que fica na gaveta? Use organizadores e divisórias para manter tudo super acessível e fácil de encontrar.

 

Porta-talheres-para-gavetas-com-tampa-Sanremo

Porta talheres para gavetas com tampa Sanremo (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

 

– Coloque divisórias de arame nos armários para organizar itens maiores como assadeiras, tábuas, pratos para colocar bolo, etc.

 

divisoria-armarios-cozinha

Divisórias para organização do armário (Foto: Container Store / Reprodução)

 

– As prateleiras de arame ou as cestas de puxar são extremamente úteis – especialmente para organizar armários.

 

divisorias-organizar-cozinha

Divisória metálica no interior de armários (Foto: Cthuckabay / Reprodução)

 

– Aproveite o espaço da parede e laterais de armários e móveis: instale porta-faca magnético, prateleiras e ganchos para pendurar quase tudo!

 

ganchos-pendurar-organizacao-cozinha-mesa-ilha-centro-praticidade-luva-papel-toalha

Ganchos práticos para cozinha (Foto: Brian Patrick Flynn – Flynnside Out / Reprodução)

 

– Instale uma placa de cortiça na parte interna das portas do armário ou em uma parede livre, para pendurar itens pequenos ou exibir suas receitas mais usadas.

 

quadro-cortica-cozinha-pratico-organizacao-painel-receitas-alfinete-organizada

Cozinha com quadro de cortiça (Foto: Decor Pad / Reprodução)

 

– Use cestas para organizar cada tipo de produto na despensa: lanches, arroz, macarrão, molhos, etc.

 

organizacao-despensa-cozinha-cestas-organizadoras-cestos-prateleiras-divisao-alimentos-como-organizar

Cestas organizadoras em uma despensa (Foto: AnnaMaria Stephens / Reprodução)

 

– Use etiquetas para identificar os alimentos facilmente. Você pode fixá-las nas cestas organizadoras e nos vidros de tempero, por exemplo.

 

etiquetas-alimentos-despensa-organizacao-como-organizar-comida-potes-temperos-sal-acucar-graos

Alimentos etiquetados (Foto: Tonya Stabb / DIY Network / Reprodução)

 

5. Manter a organização

Depois de limpar e organizar a cozinha, é hora de manter tudo no lugar, certo? Mas como? A principal forma de manter a cozinha organizada é seguir a risca as soluções que você escolheu até se acostumar e torná-las um hábito. Segundo o psicólogo Jeremy Dean, autor do livro O Poder do Hábito, o ser humano leva em torno de 21 dias para criar um novo hábito. Não custa tentar, não é mesmo?

 

Onde encontrar produtos para organizar a cozinha?

Gostou das dicas de como organizar a cozinha e quer colocar algumas em prática? Confira a seção de Cozinha e Lavanderia no site da Telhanorte e veja as opções de:

Consulte as condições de frete para a sua região ou retire em uma unidade da Telhanorte perto de você. Tire suas dúvidas com a nossa equipe pelo WhatsApp.

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante

Revestimento de cerâmica: dicas para a cozinha

| Cozinha

 

Sabia que para as paredes da cozinha, o indicado tem sido utilizar peças de cerâmica? Confira nossas dicas para escolher o revestimento ideal!

 

Uma das etapas mais interessantes em uma reforma ou construção é a escolha dos acabamentos. E um dos cômodos que mais inspiram criatividade é a cozinha, não é mesmo? Entre tantos detalhes, a escolha do revestimento ideal para a parede de cozinha merece uma atenção especial. Isso porque o revestimento, além de ser um item decisivo na composição estética da cozinha, deve também oferecer durabilidade e praticidade de limpeza, uma vez que, nesse ambiente, as paredes estão em constante contato com vapores, líquidos, mãos engorduras e etc.

A cerâmica é uma das opções de revestimento de parede mais recomendadas por arquitetos, quando o assunto é cozinha. Ela é muito utilizada tanto em toda a extensão do cômodo, quanto apenas em áreas específicas, como a parede posicionada logo atrás da bancada da pia. Isso se deve ao fato de que a cerâmica é uma material resistente e simples de manter limpo.

Entre as vantagens de se ter paredes revestidas por cerâmica na cozinha, temos:

Mas quer saber como escolher a cerâmica ideal para as paredes da cozinha? Então anote as dicas que separamos a seguir!

 

1. Analise a qualidade e resistência do material

Embora a economia e controle dos custos é algo essencial para um bom planejamento de obra, é preciso também considerar o custo-benefício de cada item. Uma cerâmica de baixa qualidade tende a não resistir aos desgastes rotineiros da cozinha, seja no contato com gordura, vapor, água e mesmo a necessidade constante de limpeza. Portanto, escolha peças de cerâmica que sejam bem avaliadas no mercado e de qualidade comprovada!

O revestimento ideal é aquele que facilitará seu dia a dia, sem demandar manutenções constantes e demoradas. Procure por peças que exijam pouco tempo e esforço de limpeza.

limpeza-ceramica-parede-pratico

Limpeza de cerâmica (Foto: Good Housekeeping / Reprodução)

 

2. Considere o estilo da decoração

Em muitos lares, a cozinha tende a ser um dos cômodos mais frequentados ao longo do dia. É lá que moradores e visitantes passam grande parte do tempo juntos. Por esse motivo, criar um ambiente bem decorado, que transmita um pouco da personalidade dos donos da casa, além de um visual aconchegante, vai agregar ainda mais valor ao ambiente.

Pensando nisso, a escolha da cerâmica deve passar pela análise do ambiente e do estilo de decoração que você quer adotar. Alguns dos favoritos são:

Outros elementos, como a pia da cozinha e os armários, também devem ser considerados na escolha do estilo que será adotado, pois os itens do ambiente devem harmonizar entre si. Aliás, aqui vai uma dica extra muito importante: tenha atenção ao estilo da casa como um todo. Ter uma cozinha rústica no meio de uma casa de estilo mais clássico tornará sua residência visualmente desagradável e não coesa. Defina um conceito para sua decoração e crie uma unidade visual para a casa inteira.

 

Sugestão de matéria: Conheça o estilo industrial e saiba como deixá-lo aconchegante

 

Uma outra vantagem da cerâmica é a enorme variedade de formatos, texturas e cores aos quais você tem acesso. Brincar com essas combinações é uma ótima opção para quem quer sair do óbvio. E isso vale para todos os estilos, mesmo os mais clássicos.

 

 

Esses e outros revestimentos cerâmicos podem ser encontrados em nosso site, na seção de Pisos e Revestimento.

 

3. Combine os revestimentos da parede e do piso

Além da cerâmica ser um ótimo material para as paredes da cozinha, os pisos cerâmicos também são opções muito recomendadas para o chão. Mas mesmo que você opte por outro material para o piso, considere seu acabamento estético, antes de comprar as peças para a parede. É importante que ambos combinem entre si, para que o ambiente fique harmonioso. Algumas marcas oferecem opções de linhas semelhantes de peças para piso e paredes, para que sejam compradas em conjunto.

piso-ceramico-cozinha-parede

Cozinha moderna com revestimento cerâmico (Foto: Pointer / Reprodução)

 

Se você está a procura da cerâmica ideal para as paredes da cozinha, acesse a loja virtual da Telhanorte e encontre as melhores marcas em promoção, recebendo tudo em sua casa. Você também pode visitar uma de nossas lojas físicas ou realizar suas compras pelo Whatsapp.

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante