descarte | Blog Telhanorte

‘Pintou, Sobrou, Levou’: ação de descarte correto de tintas

tinta-pote-parede-residuo-descarte-correto-reforma

| Reforma

 

Iniciativa conjunta estuda o descarte adequado das sobras de tintas imobiliárias e acessórios de pintura usados

 

Pensando que as tintas, depois de abertas, perdem sua qualidade ao longo do tempo e que os acessórios de pintura costumam ser descartados ao término das obras, um grupo de empresas e entidades setoriais se reuniu para criar o Pintou, Sobrou, Levou, que será realizado de 15 de outubro a 15 de novembro, das 10h às 17h, em quatro pontos de coleta na cidade de São Paulo, direcionado aos consumidores residenciais.

A ação permitirá ao grupo ter um diagnóstico do comportamento do consumidor relativo às sobras de tintas e acessórios de pintura usados. Serão avaliadas, dentro do princípio da economia circular, alternativas para esses resíduos que apresentem viabilidades técnica e econômica.

Os responsáveis por idealizar a ação fazem parte do Grupo de Trabalho (GT) de Destinação de Resíduos de Pintura Imobiliária, composto por especialistas e representantes da Telhanorte Tumelero, entidades setoriais, fabricantes de tinta, acessórios de pintura e embalagens, empresas de pintura, construtoras, incorporadoras, lojistas, áreas de transbordo e triagem, transportadoras de resíduos e empresas de logística reversa.

 

Orientações

A recomendação principal é adotar o consumo consciente das tintas. Deve-se planejar antes de pintar, ou seja, calcular quanto vai usar de tinta, para evitar a sobra. Isso significa dimensionar adequadamente a compra do produto: medir a área a ser pintada e verificar o rendimento do produto para determinar a quantidade necessária.

No site ou no Atendimento ao Cliente dos principais fabricantes, bem como no setor de atendimento das lojas, é possível obter mais informações sobre esse cálculo, assim como na própria embalagem da tinta. Deve-se também comprar os acessórios adequados e na quantidade correta e utilizá-los de forma que durem de acordo com o esperado.

 

Descarte de entulho de obra: como fazer?

 

Nunca se deve descartar sobras de tintas em esgotos (pelo ralo), rios ou terrenos baldios. Se não for utilizar, o melhor caminho – em termos econômicos, ambientais e sociais – é doar o mais rápido possível, a fim de preservar as características das tintas, para uma associação de bairro, igreja, escola, creche, casa de repouso ou instituição social, ou ainda para algum familiar, amigo ou vizinho. Caso precise descartar sobras de tintas e acessórios usados, é importante procurar locais de descarte específico de resíduos da construção civil.

Os interessados podem obter informações sobre como participar, quais os itens que serão recolhidos e todos envolvidos na iniciativa pela página: Pintou, Sobrou, Levou.

 

Serviço:

Pintou, Sobrou, Levou – descarte de tintas, embalagens e acessórios de pintura

Data: 15 de outubro a 15 de novembro de 2021

Horário: das 10h às 17h

Local: 4 lojas na cidade de São Paulo (SP)

 

Endereços:

 

Mais informações:  https://representa.fecomercio.com.br/pintousobroulevou

 

Realização

Abeaço, Abiplast, ABRAFATI, Atlas, Bomix, C&C, Condor Pinceis, Coral, Cyrela, Engelux, FecomercioSP, Ibratin, Imangai, Leroy Merlin, Luca Ambiental, Prolata, Rafa Entulhos, Rafa Resolve, Renotran, Senai, Sincomavi, SindusCon-SP, Suvinil, Telhanorte, Tigre, Tintas MC, Trisul, Universo Tintas.

 

Sobre a Telhanorte Tumelero

Se construir ou reformar faz parte dos seus sonhos, você está no lugar certo. A Telhanorte Tumelero vai te ajudar a fazer desse momento um prazer e não um problema. Somos o homecenter inteligente que oferece a solução completa para pensar, executar, renovar e decorar a sua casa.

Com 48 lojas Telhanorte espalhadas pelos Estados de São Paulo, Minas Gerais e Paraná; e outras 28 lojas Tumelero no Estado do Rio Grande do Sul, formamos a maior rede varejista de material de construção do país, pertencente ao grupo francês Saint-Gobain.

Nossas lojas – além do Televendas, TelhaZap e dos dois E-Commerces – oferecem a melhor experiência de compra, com qualidade no atendimento, serviços diferenciados e um mix de produtos com mais de 50 mil itens.

Inovamos ao sermos a primeira rede de materiais de construção brasileira a adotar o conceito de home center de proximidade: é a Telhanorte Já!, que leva a gama de um home center comum para lojas de bairro. Também fomos pioneiros em trazer para o Brasil a Pro Telhanorte, um conceito de lojas destinadas à profissionais da construção; e somos a única rede de home center no Brasil com uma loja que funciona 24 horas: a Telhanorte Marginal, no bairro da Água Branca, em São Paulo (SP), que conta com 13 mil metros quadrados e milhares de itens de estoque local.

Como fazer limpeza pós-obra

limpeza-pós-obra

| Construção

Depois das obras, sobra muita sujeira, correto? Confira 5 passos para agilizar o trabalho e realizar uma limpeza prática e efetiva

 

A sensação de concluir a construção ou a reforma da casa é maravilhosa. Mas mesmo depois da finalização, você ainda vai ter que se deparar com um último obstáculo: a limpeza pós-obra! Tenha em mente que é fundamental planejar a limpeza, não só a obra.

Saber por onde começar, quais produtos utilizar em cada superfície, proteger as instalações mais sensíveis… Essas e outras dicas vão te ajudar a sofrer bem menos com a tarefa e ainda não gastar tanto com um trabalho que já vai lhe custar a paciência!

1. Não deixe acumular entulho e resíduos

O ideal é começar o trabalho de limpeza apenas após o término total das obras, o que evita que a tarefa se estenda por mais tempo que o necessário. Mesmo assim, durante as obras, é possível evitar o acúmulo de entulho depois de um dia de serviço. A primeira sugestão, então, é que você estabeleça locais específicos para depositar os resíduos antes de eliminá-los de forma definitiva. Fazendo isso, você já estará liberando espaço antes de iniciar o trabalho de limpeza.

Importante: Para se livrar dos resíduos da maneira certa, preservar o meio ambiente e evitar problemas legais, leia cinco dicas sobre o descarte de entulho de obra.

 

2. Proteja móveis e instalações elétricas

Ao ver a sujeira resultante de uma obra, a reação mais instintiva é varrer a poeira e jogar água e sabão para se livrar do problema. Mas ninguém quer estragar móveis ou o acabamento de uma parede, certo? E muito menos iniciar um incêndio…

Então, antes de botar a mão na massa, lembre-se de proteger os móveis e instalações elétricas. Use e abuse de lonas, plástico e papelão para cobrir bem o que não pode entrar em contato com água e produtos de limpeza.

 

Veja também: Eletrofita: saiba tudo sobre essa novidade em elétrica

3. Cuide da saúde de quem vai fazer a limpeza

Não importa se você vai fazer a limpeza sozinho, com a ajuda de amigos ou contratar profissionais. Em qualquer um dos casos, a segurança deve ser prioridade máxima.

Lembre-se que quem for fazer a limpeza estará em contato com muita poeira e produtos químicos pesados. Invista em luvas e óculos de proteção para evitar irritações na pele e nos olhos. Veja diversas opções de equipamento de proteção individual (EPI) para facilitar a limpeza pós-obra!

Luva-Mista-c--Reforco-Vaqueta-Raspa-Fixtil-1583999

Luva Mista c/ Reforço Vaqueta/Raspa Fixtil (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4. Saiba por onde começar e por onde terminar

Outra dica de como fazer a limpeza pós-obra é saber por onde começar e terminar esse trabalho. Não tente limpar tudo de uma vez, senão a tarefa vai parecer interminável. Divida a limpeza por cômodos e deixe a lavanderia por último, afinal ela será a parte da casa mais utilizada durante essa etapa.

Além disso, as equipes especializadas em limpeza de obras recomendam que o trabalho se inicie na área mais afastada do local, indo em direção à entrada. Outra dica é começar limpando o teto, antes de partir para as paredes e finalizar com o chão.

 

5. Escolha produtos de limpeza adequados

Fazer a limpeza de um piso cerâmico pós-obra é diferente de fazer a limpeza de porcelanato pós-obra. Cada piso e revestimento requer um produto específico e você deve pesquisar bem antes de usar qualquer solução química em uma superfície.

E lembre-se que, além de pisos, você também precisará limpar paredes, teto, móveis, vidros… Portanto, leia bem as instruções dos produtos que você comprar para não danificar o acabamento da obra logo depois que ela for concluída.

 

Dicas para limpar o piso depois da obra

Agora que você já sabe todos os cuidados que precisa tomar antes de iniciar a limpeza, vamos falar de alguns produtos que podem te auxiliar na tarefa de limpar pisos e remover resíduos.

A limpeza de porcelanato pós-obra, por exemplo, requer alguns cuidados. Lembre-se de passar um pano seco para remover a poeira e, em seguida, usar uma esponja com água limpa, para evitar o aparecimento de manchas. Só então será a hora de aplicar algum produto de limpeza pós-obra para porcelanato específico.

Por sua vez, a limpeza de piso cerâmico pós-obra requer atenção especial para resíduos como cimento, respingos de tinta, argamassa e rejunte. Se você não eliminar esses vestígios corretamente antes de limpá-los, poderá deixar marcas definitivas no chão da casa. Fique atento e busque um removedor pós-obra para cada tipo de resíduo. Apenas depois que se livrar do grosso da sujeira, aplique o limpa piso pós-obra específico para cerâmica.

 

Veja mais em: Como limpar o rejunte dos ambientes?

Hora de botar a mão na massa!

Com essas dicas, temos certeza que você já sabe como fazer a limpeza pós-obra e o trabalho não será tão pesado quanto você poderia esperar. Então, está esperando o quê pra começar? Não se esqueça que a Telhanorte oferece uma grande variedade de limpa pisos pós-obra. Além de produtos para o porcelanato, você encontrará para pisos laminados, vinílicos, rústicos e cimentados.

Além dos produtos de limpeza pós-obra mais pesados, nossa seção de limpeza e manutenção oferece limpadores comuns como limpa-vidros, limpa-plásticos, limpador de pedras. Sem falar nos acessórios como vassouras, esfregões, rodos e esponjas. Acesse a loja virtual da Telhanorte, encomende os produtos de limpeza mais adequados para deixar a casa brilhando e receba tudo no conforto do lar.

Ter a residência renovada, limpa e cheirando a novo é um sonho que pode se tornar real, enfim!

 

Edição de Murilo Bonício e Vinicius Marques

Descarte de entulho de obra: como fazer?

entulho-material-construcao-descarte-correto-pedras-cacamba

| Limpeza e Manutenção

Confira 5 dicas para fazer o descarte de entulho da maneira certa, preservando o meio ambiente e evitando problemas legais

 

Pensando em construir ou reformar? Entre tantos detalhes que envolvem esses processos, o descarte de entulho de obra é um dos pontos que não pode ser negligenciado. Além de contribuir com o meio ambiente, o descarte correto dos resíduos da obra, impede que você tenha problemas legais.

Mas, se você assim como a maioria das pessoas, tem dúvidas de qual seria a destinação correta dessas sobras, vamos esclarecer todas elas agora.

 

Como fazer o descarte de entulho de obra corretamente?

O primeiro passo para fazer o descarte de entulho de obra da maneira certa é entender quais materiais são considerados entulho. A resolução 307/2002 do Conama, Conselho Nacional do Meio Ambiente, além de estabelecer todos os procedimentos de gestão da construção civil, orienta que é considerado entulho qualquer material residual de reforma, construção, escavação ou demolição. Na lista, entram materiais como blocos e tijolos, tubulações, madeiras, compensados, fiações elétricas, gesso, plástico, vidro, entre outros.

 

Identifique e separe os materiais

Para fazer o descarte correto dos resíduos da sua obra, você deve começar fazendo a separação dos materiais. Isso é fundamental para a destinação certa, pois, alguns são recicláveis e reutilizáveis, outros não.

Assim, o descarte de entulho de obra é dividido por classes:

 

Material de construção reciclável

Material de construção reciclável (Foto: www.locacoesmartins.com.br/reprodução)

 

Informe-se sobre a legislação local

É importante fazer o descarte de entulho de obra da maneira certa para preservar o meio ambiente, mas também para que você não tenha problemas legais. A lei federal 12.305/2010 que estabelece a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), menciona a responsabilidade sobre o gerenciamento dos resíduos de obras e demais prosseguimentos. Além dela, cada município precisa definir suas diretrizes sobre o descarte correto dos entulhos, incluindo o licenciamento dos locais que receberão esses materiais, a reutilização, a reciclagem e o incentivo à redução.

Por isso, é importante que você verifique com a prefeitura quais são as regras para fazer o descarte corretamente. Lembrando ainda que a pessoa responsável pela obra ou reforma também é a encarregada em dar a destinação correta aos resíduos.

 

Veja também: Como fazer planejamento de obra? 5 dicas fundamentais

 

Contrate um serviço de caçamba

A melhor maneira de recolher todo o resíduo da sua obra é centralizar em uma caçamba. A contratação desse serviço é fácil e possível de ser encontrado em diferentes regiões. Trata-se de alugar temporariamente uma caçamba, que fica posicionada o mais próximo possível do local da reforma ou construção, geralmente bem na frente.

Mesmo com várias ofertas desse serviço, é fundamental que você verifique se a empresa que pretende contratar está legalizada e licenciada junto à prefeitura. Esse cuidado garante que os resíduos tenham a destinação certa e que não afetem negativamente a natureza.

Contratar uma empresa clandestina coloca a perder todo o trabalho anterior de separação do material e de preocupação com o meio ambiente.

 

caçamba-para-coleta-de-lixo Caçamba (Foto: G1 / Reprodução)

Atente-se às regras do uso da caçamba

É preciso também atentar-se às regras do uso de caçamba para a coleta de sobras de materiais de construção. Ainda que possa variar dependendo da região, de modo geral, a primeira orientação fica por conta da capacidade de armazenamento, que não deve ser ultrapassada. Caso isso ocorra, há duas opções: ligar para a empresa locadora da caixa estacionária e pedir que retirem os resíduos acumulados, ou contratar duas caçambas.

Neste ponto, chegamos a uma segunda regra, que é referente ao lugar onde esse item ficará estacionado. É preciso respeitar as leis de trânsito e não comprometer a circulação no local. Para evitar esse tipo de transtorno, alguns municípios autorizam a permanência dessas caixas por apenas três dias.

Para finalizar, é fundamental que somente resíduos de construção civil sejam descartados nesses recipientes. O descarte de lixo domiciliar, por exemplo, contamina os materiais e compromete a reciclagem e a reutilização.

 

Leve os itens recicláveis para as estações de coleta

Outra opção é recolher os materiais recicláveis e levá-los até as estações de coleta da sua cidade. A nossa dica é que, antes de comparecer a uma estação, verifique quais tipos de materiais são aceitos e qual o volume máximo que pode ser descartado. Fazer o descarte de entulho de obra dessa forma dá ainda mais certeza de que os itens reciclados serão realmente aproveitados.

Coleta de resíduos de obra civil

Coleta de resíduos de lixo de obras (Foto: www.reporterdiario.com.br/reprodução)

 

Como evitar desperdícios na sua obra?

Além de saber como descartar entulho de obra, veja dicas de como evitar desperdício e, por consequência, economizar dinheiro:

 

Quer saber onde conseguir materiais de construção? É muito simples! Visite uma de nossas lojas físicas, ou acesse a loja virtual da Telhanorte. Nela, você ainda tem a vantagem de comprar on-line, pelo televendas ou pelo WhatsApp.

 

Edição Veronicca Fernandes