diy | Blog Telhanorte

Cromoterapia: como aplicar no quarto

cromoterapia-luz-cor-cores-colorido-quarto-ambiente-interno-parede-lampada-led

| Ambientes Internos

 

Entenda o que é e aprenda como aplicar a cromoterapia na decoração do quarto, utilizando o significado das cores para obter benefícios para o corpo e a mente.

 

A cromoterapia é considerada um método terapêutico complementar que utiliza as cores e suas diferentes intensidades para o tratamento de questões físicas e emocionais. Em 1976, a Organização Mundial de Saúde (OMS) reconheceu a cromoterapia como uma das principais terapias para complementar tratamentos de saúde. 

A sua aplicação utiliza instrumentos médicos e é feita por especialistas. No entanto, muitos arquitetos têm utilizado os conceitos da cromoterapia para trabalharem com as cores e iluminação dentro de cada cômodo.

 

Cromoterapia no quarto

O quarto é um lugar de descanso, onde reabastecemos nossas energias. Por isso, a cromoterapia no quarto é uma forma de usar as cores para que o ambiente seja agradável, convidativo ao descanso e bonito, contribuindo assim para uma maior qualidade de sono.

Isso pode ser feito usando:

– A pintura das paredes;

– As lâmpadas de LED coloridas;

– Detalhes como cortinas, roupa de cama e almofadas.

 

Sugestão de matéria: Planejando pintar as paredes da casa? Saiba como escolher a cor de parede para cada cômodo e quais os principais tipos de tinta

 

Os principais benefícios da cromoterapia no quarto são:

– Aliviar sintomas de doenças usando cores específicas;

– Diminuir o cansaço físico;

– Estimular a sensação de bem-estar mental;

– Auxiliar no tratamento de transtornos do sono;

– Complementar o tratamento de enxaqueca;

– Estimular o sistema nervoso central.

 

Significados e psicologia das cores

Cada espectro de cor expressa um significado e eles podem ser explorados para criar uma decoração que inspira tranquilidade, frescor ou energia. Conheça a psicologia das cores dos principais tons usados na cromoterapia.

 

Azul

O azul transmite a sensação de calma, relaxamento e tranquilidade, ajudando a melhorar a qualidade do sono e combater a insônia. Além das tintas de parede nessa cor, os tons de azul podem ser colocados nas cortinas, almofadas e roupas de cama, iluminação do abajur, entre outros.

 

casa-campo-rural-rustica-madeira-cor-cama-azul-tapete-decoracao-conforto-cortina-luz-industrial

Quarto com tons azuis, cores claras e boa iluminação (Foto: Evelyn Muller / Constance Zahn / Reprodução).

 

Verde

O verde funciona na cromoterapia para trazer harmonia e alívio de estresse. Também é a cor símbolo da esperança, criando uma atmosfera mais positiva. A vantagem é que o verde combina com várias outras cores, ajudando a criar uma decoração mais versátil.

 

quarto-verde-decoracao-detalhes-pintura-tinta-parede

Quarto moderno decorado com detalhes em amarelo (Foto: Sua Casa / 1stDibs / Reprodução).

 

Branco

Na cromoterapia, o branco traz leveza e deixa o ambiente mais agradável, além de dar a sensação de amplitude ao espaço. Por ser uma cor neutra, combina facilmente com outras cores e estampas de diversos formatos como florais, formas geométricas, entre outros. 

 

plantas-vasos-urban-jungle-quarto

Espalhe vasos de diferentes tamanhos pelo quarto e deixe a natureza mais perto de você (Foto: Revista Evoke / Reprodução).

 

Rosa

O rosa também é uma opção de cor de tinta com resultado visual muito bonito na decoração. A cor é associada à tranquilidade, afeto e aconchego. A paleta de cores, mesmo os tons mais delicados, é considerada vibrante. Então, é importante equilibrar a aplicação e combinar com outras cores mais frias.

 

quarto-azulejo-rosa-tijolinho

O azulejo pintado em rosa bebê dá um destaque diferente à parede da cabeceira do quarto (Foto: Decortiles / Reprodução).

 

Cromoterapia no quarto com lâmpadas

 

lâmpada-inteligente-hue-Phillips

Philips hue starter kit e27 220v (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Se não estiver nos seus planos uma reforma para mexer na pintura da parede, outra maneira de fazer cromoterapia no quarto é utilizando lâmpadas. Os principais modelos são as lâmpadas de LED coloridas, controladas por controle remoto que vem junto com o produto. Esse tipo de lâmpada é ideal para ser colocado em luminárias, mas também pode ser colocado no teto.

Lampada-Led-Taschibra-Smart-Colors

Lâmpada Led Taschibra Bulbo E27 Autovolt 9w Rgb Ir Smart Colors (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Gostou das dicas de cromoterapia no quarto?

A pintura e a iluminação do quarto podem ser mais que detalhes estéticos decorativos, a cromoterapia no quarto é uma forma de criar um ambiente com propósito e focado no bem estar da família. Confira as opções completas das categorias de Tintas e Iluminação que a Telhanorte tem para você!

 

Edição por: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Cooktop na cozinha: dicas de instalação

cooktop-a-gas-cozinha

| Cozinha

 

Aprenda a instalar um cooktop na cozinha e confira dicas para cada um dos modelos disponíveis: a gás, elétrico e indução

 

O cooktop é um modelo de fogão que possui apenas a base, ou seja, os queimadores, as bocas e os acendedores, sem a parte do forno. É uma opção mais versátil e prática, mas muita gente tem dúvida sobre como instalar um cooktop na cozinha. O passo a passo de instalação não é difícil, mas dependendo do modelo — a gás, elétrico ou indução — existem algumas especificações que precisam ser seguidas.

Importante: Para instalar o cooktop de maneira correta, verifique o Manual de Instruções específico do produto adquirido. Com isso, diminui-se as chances de errar as medidas de corte e as conexões necessárias. Recomendamos também que você contrate o serviço de um profissional qualificado, para não danificar o produto, a bancada e causar prejuízos.

 

Sugestão de matéria: Quer conhecer mais sobre os diferentes modelos de cooktop? Saiba como escolher o cooktop ideal para a cozinha

 

Vai comprar um cooktop e quer saber o que precisará ser feito para instalá-lo? Continue lendo e confira!

 

Passo a passo: como instalar um cooktop na cozinha

1. Faça um corte na bancada

O primeiro passo para instalar um cooktop é fazer o corte na bancada. Como o cooktop não tem forno, ele precisa ser apoiado em uma superfície que, geralmente, é a bancada da cozinha. Ao escolher o modelo de cooktop da sua casa, veja o tamanho específico solicitado para o corte e as sobras necessárias para o encaixe. 

 

pia-de-cozinha-em-aço-inox

Pia de cozinha em aço inox (Foto: Casa e Arquitetura / Reprodução)

 

Em relação à bancada, é recomendado que ela tenha entre 30 e 60 mm de espessuraOutro detalhe importante é o material da bancada que deve ser resistente ao calor e à umidade. As melhores opções são: granito, mármore, porcelanato e madeira. A madeira para bancada deve ser preparada de forma que também resista a gordura e água, podendo ser higienizada. Por isso, é necessário fazer a impermeabilização correta do material, para garantir a segurança e a durabilidade. 

 

2. Encaixe o fogão no nicho aberto

O próximo passo é encaixar o fogão no nicho da abertura. Para garantir o melhor ajuste, é recomendado colocar a fita de vedação (que vem com o produto) ao redor de toda a borda do cooktop. A fita é dupla face, então ela vai aderir na superfície do fogão e da bancada, encaixando o cooktop na posição certa.

 

3. Faça a instalação do cooktop

Nesta parte, o passo a passo vai ser dividido em três, para explicarmos como o cooktop a gás, o elétrico e o de indução são instalados.

 

Como instalar cooktop a gás

1. Com o fogão encaixado na bancada e a saída de gás desligada, plugue o fio do cooktop a gás na tomada;

2. Encaixe a mangueira do gás na entrada indicada do cooktop. Para garantir a fixação e evitar o escape de gás, coloque uma abraçadeira e aperte bem com a ajuda de uma chave de fenda.

3. Religue o gás e teste os acendedores e todas as bocas, para ter certeza de que estão funcionando.

O botijão de gás deve ficar a, no mínimo, um metro de distância do cooktop. E se o gás for encanado, é preciso ter um registro exclusivo para o fogão.

 

Cooktop-a-gas-de-sobrepor-Glass-Brasil-70x45cm-preto-Tramontina

Cooktop a gás de sobrepor Glass Brasil 70x45cm preto Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como instalar cooktop elétrico

O cooktop elétrico, como o próprio nome diz, funciona conectado à energia elétrica. Então, será necessário ter uma tomada próxima, assim como o modelo a gás. Nesse caso, não é necessário ter botijão, nem registro de gás exclusivo.  O design do cooktop elétrico é plano e não possui trempes altas, apenas a marcação de cada boca na estrutura. Para instalá-lo:

1. Desligue a corrente elétrica da cozinha no registro geral antes de começar;

2. Encaixe o cooktop elétrico conforme as instruções do fabricante;

3. Plugue o fio do cooktop na tomada e faça o teste de acendimento, para conferir se todas as bocas estão funcionando.

Um cuidado importante com o fogão elétrico é que exista uma tomada exclusiva para o fogão. Por isso, não use adaptadores de tomada ou extensão para plugar nenhum outro aparelho.

 

Como instalar cooktop de indução

O cooktop de indução é o modelo que exige mais trabalho na instalação e é necessário contar com uma mão de obra especializada. Assim como o elétrico, o cooktop de indução funciona conectado à eletricidade. A diferença é que é necessário fazer a ligação elétrica do fogão direto na rede elétrica. Para instalar o cooktop de indução:

1. Com o cooktop encaixado no corte da bancada, faça a conexão dos fios na rede elétrica corretamente na parte interna da bancada, vedando os encaixes com cuidado;

2. Teste o modo de acendimento do fogão, para assegurar que a ligação está funcionando e aquecendo a estrutura. 

O design do cooktop de indução também é plano, assim como o elétrico, apenas com o desenho das bocas marcadas. O acendimento dos modelos mais modernos é totalmente digital, com regulagem de temperatura e intensidade de calor.

Um detalhe importante que você deve saber antes de escolher o modelo de indução é que será necessário mudar o tipo de panela que você usa. As panelas devem ter revestimento de ferro fundido, que ajuda no cozimento e preparo dos alimentos. As panelas de barro, cobre, vidro e alumínio não podem ser usadas no cooktop de indução. 

 

Dicas para fazer a instalação correta do cooktop

Planeje a instalação do cooktop: como ele vai ficar em cima da bancada, certifique-se de que ela tenha as dimensões corretas para fazer o nicho e ainda sobrar espaço — na frente e nas laterais — para trabalhar e apoiar os acessórios de cozinha.

Evite colocar o cooktop perto de cortinas e persianas: o vento e o calor podem ser perigosos, podendo gerar graves consequências.

Coloque o cooktop distante da pia: os respingos de água podem atrapalhar o funcionamento do cooktop, impedindo que você lave alguma coisa enquanto cozinha. 

Evite colocar papel de parede para revestir a parede que fica perto do cooktop para garantir a segurança, já que esse material pega fogo facilmente.

Instale uma coifa para evitar que a gordura e a umidade se espalhem pelo ambiente, especialmente se a cozinha for interligada com a sala ou estiver na área gourmet da casa/apartamento.

 

Gostou de aprender como instalar um cooktop?

O cooktop na cozinha vai ser um diferencial e tanto na decoração desse espaço tão importante na casa.

Quer pesquisar os melhores preços deste produto sem precisar sair de casa? Confira as ofertas de Cooktop no site da Telhanorte, na seção de Fogão, Forno e Coifa.

Consulte as condições de entrega para sua região e aproveite para fazer sua compra online.

 

Edição: Vinicius Marques

As cores de 2021: Ultimate Gray e Illuminating

cor-cores-pantone-ano-2021-illuminating-ultimate-gray-amarelo-cinza

| Decoração

 

Conheça a Ultimate Gray e a Illuminating, escolhidas como a dupla de cores do ano. Veja dicas de paletas que harmonizam com o cinza e amarelo de 2021.

 

Depois de um ano tumultuado, a Pantone trouxe como cor do ano de 2021 não uma, mas duas cores: Ultimate Gray e Illuminating. O primeiro é um tom de cinza claro e o segundo um amarelo vibrante, que traz para o ano a simbologia de força, esperança e resiliência. 

 

amostras-pantone-cores-cor-ano-2021-illuminating-amarelo-ultimate-gray-cinza

Amostras Swatch Cards das cores do ano (Foto: Pantone / Reprodução).

 

As duas cores combinam muito bem entre si, transmitindo positividade. Com a expectativa da vacinação da COVID-19, as cores escolhidas pela Pantone estimulam renovação de energia, mais clareza nos propósitos e esperança para continuar sonhando. As duas cores juntas dão ânimo e empoderam a busca por mais vitalidade e saúde.

 

Como é escolhida a cor do ano?

Quem tem a função de anunciar a cor do ano é o Pantone Color Institute, uma divisão do Instituto Pantone que destaca as propostas globais de cores e seus efeitos na psicologia e emoções. Em entrevista ao portal UOL, Nick Bazarian, gerente de produto sênior para negócios digitais da Pantone, explica como é feita a escolha:

“É um mix de sentir o mercado com a habilidade de analisar dados e o que está acontecendo no mundo. Nós temos líderes na nossa empresa que estão envolvidos com o que está acontecendo ao longo do ano e também trabalhamos com alguns parceiros externos que são grandes nomes na tendência de cores. Em algum ponto, todas essas análises se juntam. É uma declaração de como o mundo está se sentindo.”

 

O significado das cores do ano de 2021

A cor Illuminating (13-0647) é um tom de amarelo que se aproxima do pastel, mas com brilho, transmitindo mais vivacidade e lembrando a intensidade da energia do sol. O amarelo ainda significa otimismo, que é algo que muitos estão buscando manter, à medida que a vacinação avança e traz novas esperanças.

 

Sugestão de matéria: Confira Dicas de Pintura Externa, para deixar a casa maravilhosa, e os principais Tipos de Tinta Esmalte

 

Já a Ultimate Gray (17-5104) representa o sólido, que traz confiança e firmeza. Além disso, estimula outros sentimentos como estabilidade, moderação e resistência. O cinza também é uma cor presente em elementos antigos, mostrando a força e a ação do tempo na preservação das coisas.

 

Paletas de cores do ano

Quer ver como a cor do ano 2021 funciona na prática com outros tons? A Pantone preparou alguns exemplos de paletas que harmonizam com a Ultimate Gray e a Illuminating. Com essas combinações, você pode se inspirar e criar ambientes modernos, compondo uma decoração bem atual.

 

Aviary

aviary-pantone-2021-paleta-cor-cores-amarelo-cinza

Paleta de cores Aviary (Foto: Pantone / Reprodução).

 

A paleta Aviary reúne tons vibrantes e alegres que se destacam logo ao olhar, como uma cauda de pavão quando se abre. O Ultimate Gray e o Cloud Dancer entram trazendo equilíbrio à composição.

 

Enlightenment

enlightenment-pantone-2021-paleta-cor-cores-amarelo-cinza

Paleta de cores Enlightenment (Foto: Pantone / Reprodução).

 

A paleta Enlightenment reúne as cores em um padrão pastel, que estimula o desejo de imaginar e recriar o ambiente.

 

Intrigue

intrigue-pantone-2021-paleta-cor-cores-amarelo-cinza

Paleta de cores Intrigue (Foto: Pantone / Reprodução).

 

A paleta Intrigue coloca a dupla de cores do ano de 2021 em uma combinação que reforça o vigor e a personalidade dos espaços. Uma combinação ousada, mas que é eficiente para iluminar.

 

Orbital

orbital-pantone-2021-paleta-cor-cores-amarelo-cinza

Paleta de cores Orbital (Foto: Pantone / Reprodução).

 

A combinação de cores da paleta Orbital remete ao espaço, podendo aplicar as cores com acabamento metálico, inspirando uma decoração ousada e atrativa.

 

Sun and Shadow

sun-shadow-pantone-2021-paleta-cor-cores-amarelo-cinza

Paleta de cores Sun Shadow (Foto: Pantone / Reprodução).

 

Por fim, a última inspiração de paleta traz força e positividade com a união de tons terrosos. A combinação de cores Sun and Shadow define uma opção de acabamento duradouro, misturando tons claros e escuros.

 

Dicas para aplicação da decoração

Usar a cor do ano de 2021 é uma combinação que raramente dará errado.

Geralmente, o cinza é usado como base e o amarelo aparece em detalhes da decoração como molduras de quadros, luminárias e outros detalhes pequenos. Mas se a sua intenção é criar um espaço mais iluminado, é possível inverter as cores e levar o amarelo para as paredes e o cinza para detalhes como as cortinas e os sofás. 

Confira algumas fotos de inspiração para decoração com as cores do ano de 2021:

 

 

Gostou de conhecer as cores do ano de 2021?

Acompanhar as tendências de cores é uma forma simples de trazer modernidade, emoção e vida para dentro de casa. Traduzir os sentimentos atuais e recentes na decoração vai deixar sua casa com mais personalidade e significado.

Quer trabalhar com produtos de qualidade? Confira a categoria completa de Tintas e Decoração da Telhanorte!

 

Edição por: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Parede de chapisco: como pintar?

parede-chapisco-impermeabilizacao-pintura-cor-argamassa-decoracao-acabamento

| Área Externa

 

Entenda como pintar uma parede de chapisco usando dois métodos diferentes e confira dicas para organizar o serviços antes, durante e depois da pintura.

 

Acabamento em chapisco não é sinônimo de parede mal acabada. Por isso é importante aprender como pintar parede de chapisco da melhor forma, levando em consideração alguns detalhes, tanto para agilizar o serviço, quanto para fazê-lo da forma correta. 

O chapisco é uma argamassa feita geralmente de cimento e areia e é aplicado direto na alvenaria, formando uma camada irregular sobre a parede.

Sua função é dar mais aderência ao reboco, mas ele também funciona como acabamento final para paredes em áreas externas, como muros. Costuma-se também aplicar um impermeabilizante na argamassa do chapisco, a fim de evitar infiltrações, uma vez que os muros ficam expostos no ambiente. A maioria das pessoas prefere pintar o chapisco, para dar um acabamento mais bonito e harmonioso.

Apesar da superfície irregular do chapisco ser mais trabalhosa de pintar, a tinta adere sem dificuldades. Assim, confira agora nossas dicas para realizar a pintura de superfícies de chapisco.

Boa leitura!

 

parede-chapiscada-chapisco-cinza-textura-pintura-como-pintar

Parede chapiscada (Foto: Deposit Photos / Reprodução).

 

Guia de como pintar parede de chapisco

 

1. Forre o chão próximo à parede

Pintar paredes sempre gera uma bagunça. Assim, como em qualquer outro processo de pintura, forre o chão próximo à parede de chapisco com uma lona preta ou folhas de jornal. Além de proteger o piso dos respingos de tinta, você ganha uma superfície para trabalhar e poder apoiar os outros materiais.

 

2. Escolha uma tinta para parede externa

Para prolongar a vida útil da pintura e manter a cor viva e bem acabada por mais tempo, use uma tinta própria para parede externa. Caso seja um muro, as cores escuras são mais recomendadas, como alguns tons de cinza. Mas você também deve considerar o ambiente como um todo, para escolher a cor que melhor harmonize com o conjunto da obra.

 

muro-chapisco-pintura-tinta-pintar-cinza-parede-rua

Muro de chapisco pintado de cinza (Foto: Chácara Justo / Reprodução).

 

Sugestão de matéria: Confira em nosso blog Quais os Principais Tipos de Tinta para Parede e aprenda Como Escolher a Cor para Parede de Cada Cômodo

 

3. Faça a diluição da tinta

Para render a aplicação, o recomendado é diluir a tinta, ao pintar a parede de chapisco. As tintas à base de água são diluídas em água e as tintas a óleo são diluídas em aguarrás.

Dependendo do método de pintura escolhido para fazer a pintura, a proporção de diluente necessária varia. Para pintura com trincha ou broxa, a proporção do diluidor varia entre 10 e 20%. Para pintura com pistola compressora, a tinta precisa estar mais diluída, para passar pelo canal da ferramenta. Então a proporção de diluentes é entre 20 e 30%

Atenção: É muito importante que você confira as orientações na embalagem da tinta escolhida, para poder fazer a diluição de maneira correta!

 

4. Escolha o método de pintura

As duas formas mais eficientes de fazer a pintura de chapisco são utilizando:

– Trincha ou broxa;

– Pistola com compressor.

Atenção: Pintar a parede chapiscada apenas com um rolo não traz bons resultados, porque a tinta não adere nas reentrâncias da parede e o acabamento não fica uniforme.

 

Confira em nossa loja: Acessórios para Pintura

 

5. Aplique a tinta 

O processo de pintar a parede de chapisco com trincha ou broxa vai exigir força no braço, mas o resultado é uma pintura homogênea com apenas uma demão. Escolha uma trincha ou uma broxa grande, para ter mais eficiência no preenchimento de toda a parede. Use uma bandeja de pintura para manusear a tinta com maior facilidade. 

Apesar de não recomendarmos o uso exclusivo do rolo para a pintura, uma boa dica é utilizar ele como um auxiliar para a aplicação com a broxa, evitando que a tinta escorra pela parede. O processo é simples: primeiro você espalha a tinta utilizando-se da broxa e, antes que ela seque, você passa o rolo na área pintada, fazendo com que o excesso de tinta se espalhe ou seja absorvido pelo rolo.

Já no caso da pistola compressora, além da também ficar uniforme, a pintura por meio dela é mais rápida. No entanto, são necessárias geralmente duas demãos. Além disso, vale dizer que o preço de uma pistola compressora é mais elevado que o de uma trincha ou da broxa.

 

6. Aguarde a secagem

Depois de aplicar a tinta em toda a superfície da parede, é só aguardar o tempo de secagem necessário para conferir o resultado da pintura.

 

Dicas para pintar parede chapiscada

– Como se trata de uma pintura externa, escolha um dia de tempo firme e ensolarado para fazer a pintura do muro. Assim, você evita a chuva e outras intempéries que podem prejudicar o resultado;

– Se você usar a pistola compressora, mantenha a mesma distância (de 20 a 25 cm) da parede durante a pintura, para garantir um acabamento homogêneo na aplicação da tinta;

– Use luvas de proteção para manipular a tinta e fazer a diluição sem sujar as mãos. É importante especialmente se for utilizada tinta à base de óleo, que é diluída com aguarrás e pode sensibilizar a pele;

– Coloque também um colete de proteção, ou uma roupa velha, para evitar que os respingos manchem as roupas;

– Para evitar que partículas invisíveis entupam o bico da pistola compressora, é recomendado filtrar a tinta com um filtro adequado, seguindo as orientações do manual de instrução do objeto;

– Coloque o bico da pistola compressora na posição vertical para ter mais agilidade na aplicação da tinta durante a pintura da parede;

– Limpe todos os acessórios ao final do trabalho. A tinta à base de água é mais fácil de ser removida dos acessórios. A tinta a óleo pode ser removida com aguarrás;

– Deixe os pincéis secarem ao ar livre antes de serem guardados, para evitar o surgimento de mofo.

 

Gostou das dicas?

Se você tem uma parede chapiscada em casa e quer dar um acabamento diferente para ela, siga o passo a passo e as dicas acima para acertar na pintura!

Confira no site da Telhanorte as opções de Tintas e Corantes e também de Acessórios para Pintura para ter produtos de qualidade no acabamento da sua casa!

 

Edição por: Vinicius Marques e Murilo Bonício

Conheça o estilo industrial e saiba como deixá-lo aconchegante

estilo-industrial-sala-moveis-decoracao-madeira-tijolos

| Decoração

 

Você já ouviu falar do estilo industrial? Conheça mais sobre o conceito, aprenda como aplicá-lo na decoração e confira dicas imperdíveis para sua obra

 

Você já visitou a casa de um amigo e se deparou com tijolos, tubulações e vigas à mostra em plena sala de estar e até mesmo superfícies de concreto sem pintura e acabamento algum? Pois bem, conheça mais sobre o estilo industrial.

Este conceito de decoração teve início entre as décadas de 1950 e 1970, em Nova York, quando antigas fábricas e galpões industriais começaram a ser transformadas em lofts residenciais. Em pouco tempo, o estilo se tornou popular, surgindo várias maneiras de se integrar o caráter industrial não só a ambientes residenciais como também em restaurantes, lojas e demais espaços públicos.

Está pensando em aplicar o estilo industrial na sua casa? Então dá uma olhada em todas as dicas que anotamos conversando com a arquiteta Priscilla Garcia.

 

quarto estilo industrial

Quarto industrial (Foto: Mobly/Reprodução)

 

O que não pode faltar

Antes de mais nada, é importante dizer que, para definir a decoração do seu espaço, é preciso levar em conta diversos fatores. Qual a personalidade das pessoas que vão viver neste ambiente? Elas irão se sentir confortáveis com a decoração ou vão se cansar rapidamente? O quão dinâmico e descolado você quer deixar o seu ambiente?

Além disso, é preciso saber aplicar o estilo industrial de maneira apropriada, evitando que o espaço fique com aspecto de inacabado. Preste atenção nessas dicas e, qualquer dúvida, é só chamar!

 

1 – Uso de cores leves e neutras

 

quarto-casal-estilo-industrial

Quarto de casal (Foto: Luis Gomes Bruno Moraes Arquitetura / Reprodução)

 

As cores principais do ambiente devem ser frias e neutras. “Opte pelo cinza, preto, branco ou bege”, sugere Priscilla.
O uso de móveis, detalhes e objetos com cores mais vivas é ótimo para contrastar. Sugerimos também que você dê uma olhada em nosso texto: Como escolher tinta para paredes.

 

2 – Tubulações e vigas expostas

 

cozinha-estilo industrial-

Casa-ateliê Grupo DEA de Arq. (Foto: Pedro Kok / Reprodução)

 

Uma das características principais desse estilo é a exposição da estrutura do espaço, deixando vigas e tubulações aparentes. “Normalmente o prédio não implica de deixar essas estruturas aparentes. Você só não pode quebrá-las ou alterá-las. No máximo, pintar”, aconselha Priscilla. “As paredes internas, se não forem estruturais, podem ser demolidas para dar amplitude e criar um ambiente amplo, com jeito de galpão”, completa.

Caso você remova o forro do teto, uma boa dica é lixar a laje, para que essa fique com um acabamento melhor; e pintar as vigas de cores neutras, como cinza. Já as tubulações podem ser pintadas de tons metálicos, ou mesmo de preto, contrastando com uma parede ou detalhes coloridos.

 

3 – Parede de tijolos

 

parede concreto estilo industrial

Blocos de concreto aparentes (Fotos: Westwing home and living/Reprodução)

 

Quem não gosta de uma parede de tijolinhos, não é mesmo? E esse tipo de parede pode ficar muito bom também dentro de casa! Hoje em dia, a maioria dos apartamentos não são construídos com paredes de tijolos, e sim de  blocos de concreto. Caso esse seja o seu caso, você possui duas alternativas.

Uma primeira ideia é investir em revestimentos que simulem a aparência de uma parede de tijolos. No nosso site, você encontra algumas possibilidades, como revestimentos feitos à base de cimento ou mesmo papéis de parede.

A segunda alternativa, também muito popular, é optar por deixar os próprios blocos de cimento à mostra. Nesse caso, no entanto, o ambiente fica mais pesado, precisando trabalhar mais com elementos de decoração que quebrem o cinza e tornem o espaço mais aconchegante. Vamos falar sobre essas peças decorativas mais abaixo.
“Muitos apartamentos novos têm paredes de Drywall. Nesses casos, é preciso investir em papéis de parede que imitem tijolinhos ou em pintura que simula cimento queimado”, ressalta Priscilla. 

Confira mais dicas sobre esse tipo de parede aqui no blog, no texto sobre parede de tijolinhos rústicos.

 

4 – Azulejos de metrô

 

cozinha-estilo-industrial-azulejo-metro

Cozinha industrial (Foto: Fran Parente / Reprodução)

 

Essa é a forma mais simples, mas super estilosa, de se aplicar revestimento: basta alinhar as peças horizontalmente, uma abaixo da outra, como na imagem acima. 

 

5 – Iluminação apropriada

 

sala-estilo-industrial-spot-luz

Spot de luzes e luminária suspensa (Foto: Istock / Divulgação)

 

“Para evitar que o ambiente não fique tão pesado, você precisa fazer um bom estudo de luz”, recomenda Priscilla. Segundo a arquiteta, investir em spots, abajur de chão, fita de led e luminárias suspensas traz um aspecto industrial de maneira leve e precisa. 

 

6 – Uso de madeira e metal

 

apartamento-estilo-industrial-madeira

Madeira e metal (Foto: Carolina Mossin Casa de Valentina / Reprodução)

 

O uso da madeira e do metal é muito importante para que sua casa fique, ao mesmo tempo, aconchegante e com o aspecto industrial. Para o piso, opte por lâminas de madeira, para trazer mais aconchego; ou em um porcelanato que imite cimento queimado, para um visual mais rústico. Cadeiras, mesas e prateleiras de madeira são ótimas para trazer conforto ao espaço. Você também pode instalar prateleiras de metal, além de luminárias e tubulações em tons metálicos. 

 

7 – Móveis e objetos suaves

 

apartamento-colorido-estilo-industrial

Detalhes coloridos (Foto: Casa Vogue/Reprodução)

 

Para evitar que o ambiente fique pesado, é muito importante harmonizá-lo com objetos adequados. “Para suavizar o visual, você pode usar materiais que tragam aconchego para o espaço, como a lã ou o algodão”, comenta Priscilla. Assim, invista em móveis e objetos como sofás, almofadas, mantas e cadeiras que tragam esse conforto e atenuem o espaço. 

Cores como o vermelho, amarelo e laranja são boas opções para alegrar o ambiente. No post como decorar com almofadas, você confere mais dicas sobre esse tipo de decoração.

 

8 – Plantas suspensas e em prateleiras

 

loft-estilo-industrial-plantas

Plantas enfeitando o ambiente (Foto: Casa e Jardim / Reprodução)

 

Para quebrar a seriedade do concreto e trazer mais delicadeza, invista em vasos com plantas. “Plantas são ótimas aliadas para trazer aconchego ao ambiente”, indica a arquiteta. “Para um efeito interessante, deixe-as suspensas no teto ou apoie os vasos em prateleiras!”, completa. Quer mais dicas para trazer o verde para dentro de casa? Confira nossa reportagem sobre Urban Jungle: a tendência que traz a natureza para dentro de casa!

 

9 – Busque por mais dicas e referências!

A ajuda de um especialista é muito importante para montar o seu ambiente de maneira atraente, aconchegante e profissional. Mas mesmo que você esteja pensando em fazer sua reforma por conta própria, nossa última dica é abusar na hora de pesquisar por inspirações. 

“Vasculhe no Pinterest, busque referências na internet… assim você conseguirá chegar num resultado bem legal pra sua casa”, aconselha Priscilla

Agora é com você! Faça a sua curadoria de imagens e escolha aqueles itens e técnicas que mais te agradam para compor e harmonizar na sua casa.

Na hora de comprar os materiais necessários e peças decorativas, dê uma olhada em nossa loja virtual! Você também pode conferir todas as nossas unidades físicas e escolher aquela mais próxima de você.

 

Por Vinicius Marques | Edição: Stéphanie Durante

Dicas para limpar um freezer

freezer-congelador-limpeza-manutencao-limpar

| Cozinha

 

Confira 9 passos para limpar um freezer de forma eficiente, segura e rápida.

 

Para limpar um freezer da maneira certa, não há muito mistério. Tanto para aparelhos horizontais, quanto em verticais, ou mesmo os acoplados a geladeiras, o processo de limpeza é bastante simples e parecido, exigindo apenas certa atenção a alguns detalhes como:

Atenção: as dicas que trazemos aqui são de uso geral para todos os freezers. No entanto, é muito importante que você leia no manual do seu equipamento as instruções de limpeza, pois podem haver particularidades específicas ao seu modelo de freezer.

 

Como limpar um freezer 

 

1. Desligue o aparelho

O primeiro passo para qualquer modelo de freezer é desligá-lo da tomada. Isso aumenta a segurança para quem realizará a faxina e também garante que o freezer não seja danificado, por estar em contato com a energia. Além disso, ao fazer a limpeza, a porta do freezer terá de ficar aberta, resultando em um maior gasto de energia, caso você não o desligue.

 

2. Armazene os alimentos que estavam no freezer

Recomendamos que, antes de realizar a limpeza, você coloque todos os alimentos que voltarão para o freezer em uma caixa ou bolsa térmica, para que eles não descongelem. Você também pode colocá-los em uma geladeira, enquanto faz a limpeza. Aproveite também para descartar alimentos com a validade vencida.

 

3. Verifique se há a necessidade de descongelar o freezer

Em aparelhos frost free, não há o acumula de gelo em seu interior. Assim, para esses modelos, não há a necessidade de descongelá-los. Mas caso seu freezer não possua essa funcionalidade, após desconectá-lo da tomada, retire tudo o que está em seu interior, e espere o gelo ir embora.

Você pode ajudar o degelo, colocando um ventilador na frente do freezer. Algumas pessoas também usam um secador de cabelo e uma espátula para raspar as pedras de gelo. Mas esses métodos podem danificar o equipamento, caso não sejam feitos com muito cuidado.  O mais seguro é deixar que o degelo aconteça naturalmente.

É importante também que você não deixe o freezer descongelando a noite toda. Prepare-se para fazer a limpeza em um mesmo dia.  E para evitar o acúmulo de água ao redor do eletrodoméstico, cubra o chão ao redor com jornais ou toalhas de chão. Assim, a água será absorvida. 

 

4. Produtos para limpar a parte interna do freezer

Em um balde, coloque 1 litro de água morna e acrescente duas colheres de sopa de bicarbonato. Molhe uma flanela e passe o pano por dentro do freezer, fazendo movimentos circulares e eliminando focos de resíduos. O bicarbonato ajudará a eliminar bactérias e mofos. Não jogue água diretamente dentro do freezer. Use sempre um pano para aplicar a solução. 

Atenção! Alguns produtos são nocivos ao freezer, podendo danificar sua estrutura e deixar cheiros fortes, diminuindo seu tempo de vida. Entre eles podemos citar: 

Depois de aplicar a solução em toda a parte interna, use um pano seco para retirar o excesso de umidade do interior do eletrodoméstico. Deixe-o com a porta aberta e desligado, até estar completamente seco. 

 

5. Limpe a porta e laterais do freezer

Feita a limpeza da parte interna do equipamento, passe para o lado externo. Para a porta e as laterais, use água e sabão neutro. Aplique com uma esponja. Depois, passe um pano úmido e finalize com um pano bem seco.

 

6. Cuidado com a parte posterior

Atrás do freezer, onde há a parte elétrica exposta, limpe com um espanador de pó. Tome muito cuidado, pois essa é a região mais delicada do freezer. 

 

7. Lembre-se de limpar a borracha de vedação

A borracha é um item muito importante de todo esse conjunto. É ela a responsável pela vedação do freezerLimpe com sabão neutro e água morna, passe um pano úmido e depois um pano seco. 

 

8. Deixe os acessórios limpos

É importante que você lave também prateleiras e bandejas do interior do eletrodoméstico. Use a mesma mistura de água com bicarbonato. Lembre-se que é essa solução que vai eliminar as bactérias e fungos.

 

9. Retorne todos os alimentos para o freezer

Antes, reconecte a tomada na energia e aguarde até a temperatura do freezer baixar o suficiente. Volte com os produtos que devem ser armazenados e certifique-se de fechar o eletrodoméstico completamente.

 

Quando limpar o freezer?

Um aspecto importante é a periodicidade em que a limpeza deve ser realizada. Um freezer que é utilizado apenas em momentos ocasionais, não armazenando alimentos por muito tempo, deve ser limpo toda vez que for utilizado. Já um freezer de uso constante deve ser descongelado e limpo a cada 6 meses. Se não houver excesso de gelo, esse prazo pode se estender para até um ano. 

É claro que, sempre que houver sujeira aparente e excessiva dentro do freezer, deve ser feita a limpeza imediata.

 

Porque limpar o freezer? 

A limpeza do freezer é fundamental para garantir a higiene e evitar problemas com os alimentos armazenados. Um freezer com mofo pode contaminar os alimentos e, consequentemente, a quem consumi-los.

Além disso, existem outras vantagens em manter um freezer higienizado, entre elas:

 

Esperamos que nossas dicas tenham te ajudado! 

Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um departamento de eletrodomésticos, além de tudo para sua obra: material de construção, tintas, pisos e revestimentos e itens para a organização da casa toda. Acesse e confira!

 

Edição por Vinicius Marques e Murilo Bonício

Persianas: Passo a passo para limpar a sua em casa

como-limpar-persiana-casa-2

| Decoração

 

Aprenda a como limpar e fazer a manutenção da sua persiana de alumínio, madeira, tecido, PVC, double vision e tudo isso sem sair de casa! Confira nossas dicas!

 

Vertical, horizontal, rolô, double vision, de madeira: como limpar persiana em casa? Se você escolheu a persiana para as suas janelas, a limpeza e manutenção são essenciais para prolongar a durabilidade desse investimento.

E saiba que não existem grandes segredos. Dependendo do seu tipo de persiana, você pode precisar só de um pouco mais de paciência. 

O segredo é não demorar muito para fazer a limpeza, pois a poeira e, principalmente a gordura gruda na superfície.

Para te ajudar na limpeza e manutenção de persianas da sua casa, separamos algumas dicas fáceis que você pode fazer sozinho.

Passo a passo: como limpar persiana em casa

Antes de pegar um pano e um baldinho com água e qualquer produto dentro, tenha atenção. Existem dois detalhes aos quais você deve estar atento para aprender como limpar persiana em casa corretamente:

1- o tipo de persiana que você tem;

2- o material do qual é feito a persiana.

Existem persianas nos modelos horizontal, vertical e double vision. Já os materiais são variados: alumínio, madeira, tecido e PVC, são alguns exemplos bastante usados.

limpando-persiana

Limpando persiana (Foto: Blinds galore / Reprodução)

 

Preparação para limpeza

1- Comece tirando a poeira da persiana

O primeiro passo para limpar a persiana é tirar é excesso de poeira das tiras. Você pode utilizar um pano úmido só com água, um espanador ou um aspirador de mão.

Dependendo do material e da estrutura, uma dessas opções será mais adequada (falamos com mais detalhes a seguir). 

O principal é não deixar a poeira e o excesso de sujeira acumularem, pois isso pode dobrar o trabalho. Se a persiana ficar próxima a cozinha, ainda terá a questão do acúmulo de gordura no material.

Por isso, a limpeza e manutenção de persianas deve ser feita de 15 em 15 dias, pelo menos. 

limpador-de-persianas

Limpador de persianas (Foto: Dr. Lava Tudo / Reprodução)

 

2- Atenção aos tipos de produto

Alguns materiais utilizados para fazer persiana são laváveis, mas outros devem evitar o contato com a água e produtos químicos como cloro e álcool, por exemplo.

Dito isso, é aconselhável sempre checar as recomendações do fabricante da persiana. Do contrário apenas uma mistura de água e sabão neutro já são suficientes para a higienização das lâminas de sua persiana.

Uma dica super interessante é a utilização de vinagre branco na mistura. O vinagre possui a capacidade de desinfetar e desengordurar, logo se você possui persianas na cozinha, por exemplo, esta pode ser uma ótima opção.

Como limpar persiana de alumínio, madeira, tecido e PVC

Tirou o excesso de poeira e está com o balde de água e sabão e um pano nas mãos? Confira abaixo qual material é o que você tem e aprenda como limpar persiana em casa.

Persiana de alumínio horizontal

A persiana de alumínio horizontal é uma das mais vendidas do mercado. É usada tanto em casas quanto em empresas para ser a proteção das janelas, pois é bastante eficiente no bloqueio dos raios do sol.

Depois de tirar o excesso de poeira, passe o pano ou utilize uma esponja molhada na água com sabão e passe em cada uma das lâminas.

Para finalizar, seque as lâminas com um pano seco.

persiana-de-alumínio-horizontal

Persiana de alumínio horizontal (Foto: La vida lúcida / Reprodução)

 

Persiana de madeira horizontal

A persiana de madeira pede um pouco mais de atenção. Verifique se a madeira é impermeabilizada, pois isso preserva as fibras naturais do material.

Sabendo disso, o processo de como limpar persiana em casa é o mesmo usado para limpar a de alumínio.

Tire o pó, passe um pano ou esponja com água e sabão neutro em cada lâmina (não encharque o pano mesmo a madeira sendo impermeabilizada) e depois seque com um pano seco.

Para dar brilho a madeira e deixar a persiana mais bonita, aplique uma camada de lustra móveis nas lâminas. 

Leia também: Como usar madeira na decoração? 6 dicas para não errar!

persiana-horizontal-de-madeira

Persiana horizontal de madeira (Foto: B2B Decorações / Reprodução)

 

Persiana de tecido vertical

As persianas de tecido vertical mais comum são as dos modelos painel ou as presas com gancho.

A primeira deve ser feita limpa com bastante cuidado para não puxar as faixas da persiana para baixo. Para facilitar, use um aspirador de mãos para retirar a poeira.

Siga as instruções do fabricante com relação aos produtos adequados para a higienização e deixe a janela aberta para facilitar a secagem.

Já as persianas verticais presas por gancho podem ser retiradas para lavar e até serem deixadas de molho, se recomendado pelo fabricante.

As lâminas devem ser lavadas à mão, enxaguadas para retirar o excesso de água e depois penduradas novamente para secarem. 

persiana-de-tecido-vertical

Persiana de tecido vertical (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Persiana de PVC vertical

O PVC é um dos materiais mais fáceis para aprender como limpar persiana em casa. Tanto no modelo rolô quanto no romana as lâminas são largas, facilitando a passagem do pano.

Evite usar produtos químicos para não desgastar o PVC. Tenha cuidado para não puxar as lâminas com muita força para baixo, pois isso pode acabar danificando o trilho de sua persiana.

persiana-de-PVC-vertical

Persiana de PVC vertical (Foto: The Home Depot / Reprodução)

 

Persiana rolô double vision

A persiana double vision é feita em duas partes de tecido que se sobrepõem permitindo a entrada parcial de luz ou a vedação total.

Nesse caso, o processo de como limpar persiana em casa segue o mesmo passo a passo da persiana de tecido.

As lâminas são presas e não será possível removê-las para limpar. Então use o aspirador para tirar o excesso de poeira e passe o pano úmido para limpar, sem encharcar o tecido. 

Não é recomendada a lavagem a vapor, pois corre o risco de danificar o material de sua persiana.

Pronto! Agora você sabe como limpar persiana em casa e valorizar essa solução que dá um toque especial a decoração do ambiente. 

Compre persianas online para sua casa!

Você é do time persiana e acha o efeito mais bonito que o da cortina? Na Telhanorte temos uma seção completa com modelos de Persiana para você escolher o seu.

Aproveite também para comprar outros itens para decorar a sua casa e deixa-la ainda mais bonita e com a sua cara! Na Telhanorte temos diversos itens de decoração como quadros, papel de parede, tapetes e muito mais! Tudo isso pode ser entregue sem você sair de casa!

Separamos outros posts do blog que você pode gostar de ler:

Tipos de almofadas: diferentes formatos, cores e texturas

– As 7 melhores dicas de decoração sustentável para a sua casa

Edição Álvaro Oliveira e Stéphanie Durante

Como usar tinta para azulejo: 5 passos para aplicação correta

como-usar-tinta-azulejo-2

| Área Externa

 

Aprenda como escolher, preparar e utilizar tinta para azulejos e renove as paredes antigas. Veja nosso guia de cores e inspire-se!

 

Cansou da parede da sua cozinha ou do banheiro, mas é tudo de azulejo e você não sabe como mudar? O segredo para fazer essa transformação é simples: tinta para azulejo.

Isso mesmo, existe tinta para azulejo nas mais diversas cores: branca, marrom, azul, bege, cinza, rosa, verde e etc. Você pode, inclusive, personalizar a parede usando duas cores diferentes, fazendo efeito degradê ou até criando suas próprias estampas de azulejo com as tintas.

mosaico-em-tinta-para-azulejo-casa-muda

Projeto CASA MUDA: Pintura abstrata em parede de azulejo com tinta epóxi (Foto: Paula Neder / Reprodução).

 

Tinta para azulejo: passo a passo simplificado

Escolhendo a tinta certa, com a preparação correta e alguns acessórios, a pintura vai dar uma cara nova aos cômodos da sua casa, sem pesar no orçamento. Para isso, basta seguir os passos a seguir:

– Limpar a superfície da parede;

– Retocar os rejuntes;

– Aplicar a primeira demão;

– Deixar secar;

– Aplicar a segunda demão.

 

Independentemente da cor da tinta para azulejo que você vai usar ou do tipo de customização, é fundamental preparar a superfície para pintura.

Separar tudo que você vai precisar antes de começar e deixar por perto também agiliza o trabalho.

E se você quer fazer bonito, continue lendo para mais detalhes de cada etapa!

 

Escolhendo a tinta para azulejo apropriada

A seleção da tinta é considerada a etapa 1  e um passo muito importante do processo. Além da cor, o tipo e o acabamento são fundamentais para a durabilidade da pintura.

 

– Tipo da tinta

A melhor tinta para tal uso é a tinta acrílica ou a tinta epóxi. Ambas são adequadas para cobrir azulejos, sendo a epóxi mais resistente e, por isso, mais cara. No entanto, não se preocupe caso esteja focado na economia. Existem diversas opções de tinta acrílica no mercado que super dão conta do recado!

 

– Resistência à água

Essa é uma característica importante, principalmente, para pintar azulejos de banheiro ou de áreas externas que terão contato com a água da chuva. Se esse for seu caso, opte por aquelas que podem ser usadas em projetos de ambientes internos e externos da casa. Quando estiver comprando repare na embalagem se a tinta é classificada para ambos usos e, portanto, resistente à água.

Leia também: 6 dicas de pintura externa para deixar a casa maravilhosa.

 

– Acabamento da tinta

O azulejo é naturalmente brilhoso, mas com uma camada de tinta ele pode se tornar fosco. Se esta é sua intenção, é importante saber que esse tipo de tinta tende a manchar mais facilmente por ser mais absorvente.

Uma dica para não errar é ficar no meio termo: invista em uma tinta para azulejo com semi brilho.

 

– Cor da tinta

As cores de tinta para parede são inúmeras. Cada marca possui um portfólio variado, então achar aquela que vai ficar perfeita para o seu projeto não será difícil.

Separamos abaixo algumas inspirações para ajudar a criar ideias do que executar nas suas paredes. Confira:

 

1. O clássico branco

A tinta para azulejo branca é uma opção clássica para usar em casa, independentemente do cômodo. Perfeita para quem quer dar uma repaginada nos azulejos antigos, mas sem precisar se inclinar às cores.

 

pintura-com-tinta-branca-epoxi-para-ceramicas-e-azulejos

Azulejos antigos renovados com tinta epóxi branca (Foto: PenseCrise / Reprodução).

 

Nos banheiros, por exemplo, o branco abre o ambiente e dá a impressão de maior iluminação. Na cozinha, a reprodução do efeito de limpeza fica ainda maior!

tinta-para-azulejo-branca-no-banheiro

Tinta para azulejo branca em banheiro clássico minimalista (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

Se você estiver na dúvida sobre deixar tudo no mesmo tom, não se preocupe! Aproveite para adicionar os toques de cor nos rejuntes e no chão – ou até mesmo no teto! – como nos sugeriu Júlia, do escritório Macaxá Arquitetura. “Uma coisa que temos usado bastante e, inclusive só compramos na Telhanorte, são os rejuntes coloridos… Eles acabam dando cor para alguns revestimentos mais neutros que trabalhamos”, diz ela.

 

banheiro-rejunte-colorido

Banheiro com rejunte colorido (Foto: Macaxá / Divulgação).

 

tinta-para-azuilejo-no-teto

Ousadia e criatividade: tintas para azulejo no teto, também! (Foto: DecorFácil / Reprodução).

 

Saiba que, apesar de não ser uma escolha comum, em alguns casos também é possível assentar azulejos no piso e colori-los depois… Contudo, siga a recomendação de um profissional especializado na hora da escolha para evitar dores de cabeça no futuro.

E se esse não for o seu caso, fique tranquilo: as tintas epóxis também podem ser aplicadas em materiais cerâmicos, comumente encontrados no chão dos ambientes frios.

tinta-para-azulejo-epoxi-aplicada-no-piso-banheiro

Piso do banheiro renovado com degradê em tinta epóxi (Foto: Meir Australia / Reprodução).

 

2. O luxuoso marrom

Por proporcionar um toque mais sofisticado ao ambiente, a tinta para azulejo marrom é um artifício bastante utilizado por hotéis de luxo e spas. Caso você queira trazer esse clima mais intimista para a sua casa, pode apostar sem medo! Lembre que, assim como as demais cores escuras, essa deve ser usada em espaços amplos e/ou onde há alta incidência de luz natural durante o dia, para não correr o risco de diminuir demais o cômodo.

 

tinta-para-azulejo-marrom-banheiro-grande

Banheiro de luxo com azulejos pintados em epóxi na cor marrom (Foto: Pinterest).

 

tinta-para-azulejo-marrom

Lavabo com azulejos marrom. (Foto: Maíra Acayaba / Divulgação).

 

3. O pacífico azul

A tinta para azulejo azul funciona super bem em banheiros, já que traz a ideia de paz e harmonia. Além disso, essa é uma das melhores cores para combinar com outras paletas. Você pode, ainda, investir apenas nos detalhes em vez de aplicar a tinta em todos os azulejos da parede.

 

tinta-para-azulejo-azul-brilhante

Parede de banheiro em azulejo pintado com tinta azul petróleo brilhante (Foto: Ekasa / Reprodução).

 

tinta-epoxi-azul-aplicada-em-detalhes

Detalhe em azul no azulejo do frontão da pia de cozinha (Foto: Ideal Home / Reprodução).

 

E, se você gosta de estar na moda, já sabe que combinar cores é a tendência! Os tons mais claros – complementares ou análogos – dão vivacidade ao ambiente e os escuros – como o azul petróleo – podem destacar a área do box.

 

box-demarcado-com-tinta-para-azulejo-azul-escuro

Tinta azul escuro aplicada sobre azulejo para destaque na área de banho (Foto: DecorFácil / Reprodução).

 

3. O rosa coringa

A tinta para azulejo rosa é a cor perfeita para atuar como coringa e criar desde ambientes mais vivos até os mais sóbrios, dependendo da nuance escolhida. O rosa cria espaços alegres e orna bastante com o verde das plantas. E não tem mais essa de cor de menina e cor de menino, em? Aposte naquilo que te agrada e deixe o seu espaço mais belo!

 

lavabo-com-azulejo-pintado-com-tinta-epoxi-rosa

Lavabo com azulejo pintado de rosa escuro (Foto: Decor Fácil / Reprodução).

 

tinta-para-azulejo-rosa-acinzentado-tendencia

Aposte na tendência 2021: variações de rosa acinzentado Foto: Decor Fácil).

 

O bom das tintas para azulejo epóxi é que você pode facilmente trocar de cor, caso sua primeira opção não te agrade. Então, fuja do óbvio e aposte nos azulejos coloridos em ambientes como quartos e salas de estar.

 

azulejo-pintado-em-rosa-gold-sala

A tinta epóxi rosa gold nos azulejos desta sala transforma a parede em um ótimo ponto focal (Foto: Decortiles / Reprodução).

 

quarto-azulejo-rosa-tijolinho

O azulejo pintado em rosa bebê dá um destaque diferente à parede da cabeceira do quarto (Foto: Decortiles / Reprodução)

 

3. O simpático amarelo

Por sua vez, a tinta para azulejo amarela é uma ótima cor pra trazer alegria aos ambientes. O resultado pode ser um ambiente alegre e dinâmico – usando nuances mais vibrantes – ou um ambiente mais contido e clássico – através das nuances menos saturadas.

 

tinta-para-azulejo-de-cozinha-amarela

Cozinha com alguns azulejos pintados de amarelo, formando um ponto focal (Foto: Viva Decora / Reprodução).

 

lavanderia-com-azulejo-pintado-de-amarelo

Lavanderia com azulejos pintados de amarelo (Foto: Decor Fácil / Reprodução).

 

Excelente para usar em cozinhas, visto que tons amarelados e alaranjados são associado pela mente humana à comida, segundo a psicologia das cores.

 

3. O harmonioso verde

Por fim, nossa última inspiração de hoje é a tinta para azulejo verde.

É uma cor que fica ótima em áreas frias – para quem busca aquela sensação de harmonia com o natural – e em áreas externas, ainda mais onde houver flores coloridas. Aqui também vale a criatividade para escolher o tom que mais vai combinar com seu projeto.

cozinha-azulejo-verde-claro

Ponto focal com tinta de azulejo verde claro na cozinha (Foto: Eva Mota / Reprodução).

 

tinta-azulejo-verde-banheiro

Tinta de azulejo verde aplicada em banheiro (Foto: DecorexPro / Reprodução).

 

azulejos-para-sala-verde

Azulejo para sala pintado de verde (Foto: Doce Obra / Reprodução).

 

muro-azulejo-verde-pintura

Muro de jardim de azulejo pintado com tinta epóxi verde (Foto: Pinterest / Reprodução).

 

 

Como preparar a superfície do azulejo

Aqui é importante ressaltar a necessidade de limpar a superfície para obter um bom resultado final. Nesta etapa 2, você precisa de apenas três itens:

– água;

– sabão neutro;

– pano ou escovinha.

 

Limpe toda a área que vai receber a tinta para eliminar impurezas, oleosidade e mofos. Como é uma superfície de azulejo, não é necessário lixar. Atenção para a área do rejunte, que também deve estar sem nenhuma sujeira.

Para que o efeito seja uniforme, faça o retoque de falhas nos rejuntes com massa acrílica e espere secar por pelo menos um dia.

Afinal, você sabe a diferença entre massa acrílica e massa corrida? Acesse o link e dê uma checada. É sempre bom estar a par!

 

Como aplicar tinta para azulejo nas paredes

Com a parede limpa, você está pronto para a etapa 3.

  1. Prepare a tinta para aplicação segundo as orientações do fabricante, escritas na própria lata;
  1. Coloque uma quantidade inicial na bandeja ou caçamba plástica para pintura e aplique a primeira demão com um rolo por toda parede, de maneira uniforme e com bastante atenção;
  1. Caso haja alguma imperfeição, cubra a falha com a ajuda de um pincel;
  1. Deixe a tinta secar pelo período recomendado pelo fabricante e depois aplique a segunda demão;
  1. Pronto! Se a cor do azulejo de fundo for escura a quantidade de demãos de tinta pode variar, exigindo uma terceira camada ou mais.

 

A limpeza pós-aplicação deve ser feita com água e sabão neutro. Evite jogar produtos químicos para preservar a tinta e garantir longevidade e beleza para sua pintura.

Se você é mais do tipo visual, abaixo apresentamos um excelente tutorial em vídeo, patrocinado pela Suvinil e gravado pela Youtuber Karla Amadori do DIYCore.

 

 

Onde encontrar tinta para azulejo?

Agora que você já sabe como usar tinta para azulejo, escolha um homecenter de confiança para poder colocar seu projeto em prática, escolhendo a cor e o acabamento que associarão beleza e qualidade.

Na Telhanorte, temos uma seção de Tintas com todos os materiais que você precisa: desde latas de tinta até acessórios para ajudar na aplicação.

Confira as ofertas disponíveis no site e receba seu pedido em casa!

Faça você mesmo: como colocar porcelanato no piso

revestimento-porcelanato-instalar-instalacao-aplicar-piso

| Construção

 

O porcelanato é um dos pisos mais desejados do mercado, seja por beleza, praticidade ou facilidade de instalação. Que tal aprender como instalar?

 

É claro que a melhor opção é sempre contratar um profissional acostumado a realizar esse tipo de instalação, mas se você quiser realmente colocar a mão na massa e aprender como colocar o piso de porcelanato, siga este guia criado especialmente para te ajudar.

Se essa é a sua primeira vez, talvez você tenha alguma dificuldade com a aplicação, por isso tenha alguém à disposição para te ajudar, se preciso.

 

Passo a passo: como colocar porcelanato

1. Deixe o contrapiso pronto

O contrapiso é o que fica abaixo do porcelanato que será aplicado. É importante que ele esteja limpo e seco, sem resíduos. Se você for aplicar o porcelanato em cima de um outro piso já existente, talvez seja necessário lixá-lo antes de colocar o porcelanato. Caso seja um contrapiso novo, ele deve estar pronto há pelo menos 14 dias antes de aplicação do porcelanato.

Em construções, é extremamente importante que você confira o caimento da água antes de instalar o piso, dessa forma é mais simples arrumar qualquer erro, sem perder todo o trabalho que você teve para aplicar o piso. E por último, porém não menos importante, analise se a superfície está nivelada. Caso não, nivele-a antes de seguir com os demais passos.

 

2. Aplique a argamassa

A argamassa é o que fará o papel de cola e fixará o piso – neste caso o porcelanato – no contrapiso. Você deve prepará-la conforme a descrição contida na embalagem do fabricante.

Em seguida, aplique-a no contrapiso com a ajuda de uma desempenadeira, usando o lado liso da ferramenta para despejá-la. Depois, use o lado denteado para formar cordões (ou ondas) na argamassa e deixe-a homogênea. Você pode pedir ajuda de alguém para realizar essa etapa, para acelerar o processo. Enquanto uma pessoa aplica a argamassa, a outra espalha.

 

argamassa-aplicacao-piso-porcelanato-instalacao

Espalhe igualmente a argamassa pela superfície (Foto: Biomassa / Reprodução)

 

Para que o porcelanato fique adequadamente posicionado, você deve usar cerca de 1 centímetro de espessura de argamassa. Já em modelos com medidas maiores (acima de 30×30cm), é indicado que o porcelanato seja assentado em camada dupla. Para isso, além de aplicar a argamassa no contrapiso, aplique também no tardoz (o verso do piso).

Atenção: Não existe apenas um tipo de argamassa! Caso você tenha intenção de aprender como colocar porcelanato no banheiro, na cozinha ou no piso para área externa, por exemplo, busque por peças indicadas para esses ambientes.

 

3. Aplique o porcelanato

Com o contrapiso pronto e a argamassa aplicada, é hora de assentar o porcelanato. Se você está aprendendo a como colocar o porcelanato do zero, faça tudo com muito cuidado! Movimente as peças até que elas fiquem na posição ideal – nem muito longe, nem muito próximas umas das outras.

 

Para tanto, algumas informações são importantes:

 

Cuidado: O porcelanato, enquanto está sendo instalado, pode quebrar muito facilmente! Por isso, realize cada uma das etapas com muita atenção, sem pressa.

 

4. Limpe as sobras

Fique tranquilo, ter sobras é muito comum. Enquanto você aplicar o porcelanato, vá eliminando o excesso de argamassa – que comumente fica no piso – com o auxílio de uma esponja ou pano úmido.

 

5. Utilize o rejunte adequado para cada tipo de piso

A última etapa é a aplicação do rejunte. É ele que irá garantir o acabamento perfeito no piso. Além da estética, sua função também é evitar infiltrações e compensar possíveis irregularidades – prováveis de acontecerem quando você está aprendendo como colocar o porcelanato.

Assim como existem diferentes tipos de porcelanatos, você também pode encontrar diferentes opções de rejuntes à venda, entre eles:

Além dos tipos e usos específicos, o rejunte pode variar em relação à cor. Fique atento a esse fato para compor a decoração do ambiente de acordo com a sua vontade! É importante adquirir todo o porcelanato necessário de uma única vez, para não correr o risco de ter alterações de tons e cores em diferentes lotes.

Em ambientes que possuem alto trânsito de pessoas, é indicado um rejunte escuro para facilitar a limpeza do local.

 

Sugestão de matéria: Descubra 4 tipos de porcelanato para a área externa da sua casa, se inspire com imagens de ambientes com porcelanato amadeirado e aprenda como escolher um modelo de porcelanato amadeirado

 

Pronto! Demorou um pouco, mas você definitivamente aprendeu como colocar piso de porcelanato!

Sua última preocupação deve ser manter o ambiente sem trânsito de pessoas por pelo menos 7 dias após a aplicação. Caso a obra não possa parar, os profissionais podem ser liberados para trânsito após 3 dias!

 

Onde comprar ferramentas e revestimentos?

Antes de começar a obra, é importante que você tenha em mãos todas as ferramentas, produtos e peças que indicamos ao longo do texto e que serão usadas por você. Na hora de realizar a compra, visite a loja virtual da Telhanorte! Temos um departamento completo de Pisos e Revestimentos com tudo que você precisa para a obra: Acabamentos para PisoArgamassa e Rejunte, Pastilhas, Pisos, Porcelanatos e mais!

Teve alguma dúvida na hora de comprar? Entre em contato com a equipe da Telhanorte pelo WhatsApp ou acesse o site, faça seu pedido e receba tudo em casa! Você também pode solicitar o cartão de crédito Telhanorte para obter as melhores formas de pagamento.

 

Porcelanato amadeirado: como escolher um modelo

 

Edição: Murilo Bonício | Vinicius Marques

Como manter a cozinha organizada

CozinhaPorto_Carvalho-Off_composioLbalco120cmtam_mckHA6Adw6Vt6qj

| Cozinha

 

Procurando organizar a cozinha da maneira mais prática, simples, econômica e bonita? Confira então nossas dicas para manter o seu ambiente arrumado e elegante

 

Talheres misturados, potes amontoados dentro de um único armário e alimentos com o prazo de validade expirado perdidos pela despensa. Se você se identifica com algum desses cenários, está na hora de uma repaginada na organização da sua cozinha! Além de deixar o cômodo mais agradável, facilita muito na hora de preparar as refeições e manusear os utensílios e alimentos armazenados.

Para isso, você precisa se dedicar e aprender algumas dicas certeiras para criar um sistema de organização que não seja apenas temporário. Mas tenha calma, que você não precisa fazer nenhum curso para isso. Você pode aprender dicas fáceis de como organizar a cozinha lendo este post!

 

Sugestão de matéria: Antes de organizar a cozinha, quer saber quais os melhores utensílios para ter em seu ambiente? Então leia mais em “Utensílios de cozinha: confira o checklist completo

 

Criamos um passo a passo para você dizer adeus à bagunça e criar um espaço organizado para fazer sua comida e armazenar cada objeto em pontos estratégicos.

Antes de colocar a mão na massa, é importante lembrar que as dicas abaixo podem se adequar a diversos tipos e tamanhos de cozinha. Afinal, ela é um ambiente que pede praticidade e otimização, independente de seu tamanho e estilo.

Continue lendo e aprenda como organizar a cozinha da sua casa!

 

GUIA | Como organizar a cozinha

1. Tirar tudo do lugar

Sabe a ideia de desorganizar para depois organizar? Esse é o primeiro passo para organizar a cozinha. Na verdade, você vai apenas abrir os armários e tirar tudo de dentro deles, concentrando em um único ponto da cozinha para ainda conseguir transitar. É uma bagunça organizada!

Com isso, você consegue visualizar o espaço que você tem disponível para depois reorganizar com uma dica certeira que falaremos mais adiante.

Além disso, aproveite o momento e analise tudo que você tem. Pergunte-se:

Esses primeiros passos fazem parte do “Método Marie Kondo”, criado pela escritora e especialista em organização Marie Kondo. Essa etapa para organizar a cozinha vai dar bastante trabalho, mas você vai conhecer melhor o seu espaço e retirar o excesso de coisas da bancada, despensa e armários.

Dica: organize os itens em caixas separadas, divididos em: manter, jogar fora ou doar. 

 

2. Limpar armários e gavetas

É importante que você, antes de reorganizar, limpe cada cantinho dos armários e gavetas. Aproveite também para passar um pano umedecido com água ou álcool nos objetos e embalagens que você retirou do lugar. Escolha produtos neutros e evite molhar o interior dos móveis, para evitar umidade e mofo. Deixe as gavetas limpas, secando em uma área arejada e longe do sol. 

Depois da faxina, é hora de reorganizar!

 

3. Dividir a cozinha em seções 

O terceiro passo para organizar a cozinha é planejar onde vai ficar cada objeto, de acordo com o seu uso.

Dica: use seu celular e crie as listas usando apps como o Google Keep ou Evernote, que ajudam a criar checklists rápidos.

Uma sugestão de divisão em seções para organizar a cozinha é:

 

4. Ser criativo para ganhar espaço

É hora da ação! A melhor parte de organizar a cozinha é utilizar alguns acessórios para otimizar e dividir os espaços. Seja criativo, busque por referências, inspirações e adapte para o seu próprio espaço. Veja alguns bons exemplos a seguir:

 

– Instale prateleiras para colocar panelas mais usadas, pratos e ganhar espaços nos armários.

 

prateleiras-organizar-cozinha

Prateleiras para organização (Foto: Aya’s Kitchen / Reprodução)

 

– Organize os temperos em potinhos de vidro, coloque etiquetas com o nome e organize em prateleiras.

 

painel-temperos-cozinha

Painel com temperos expostos (Foto: DIY Network / Reprodução)

 

– Experimente pendurar um adesivo de lousa em alguma superfície livre do ambiente, criando um espaço para anotar as compras de mercado e outros afazeres. O adesivo de lousa pode ser posicionado em laterais de armários e estantes, na parte de trás de portas ou na própria parede.

 

decoracao-cozinha-gourmet-cozinha-industrial-com-balcao-e-quadro-lousa-studiombsarquitetura-202857-proportional-height_cover_medium

Lousa em superfície da Cozinha (Foto: Studio MBS Arquitetura / Reprodução)

 

– Sabe aquela confusão de garfo, faca, colher, escumadeira, colher de chá que fica na gaveta? Use organizadores e divisórias para manter tudo super acessível e fácil de encontrar.

 

Porta-talheres-para-gavetas-com-tampa-Sanremo

Porta talheres para gavetas com tampa Sanremo (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

 

– Coloque divisórias de arame nos armários para organizar itens maiores como assadeiras, tábuas, pratos para colocar bolo, etc.

 

divisoria-armarios-cozinha

Divisórias para organização do armário (Foto: Container Store / Reprodução)

 

– As prateleiras de arame ou as cestas de puxar são extremamente úteis – especialmente para organizar armários.

 

divisorias-organizar-cozinha

Divisória metálica no interior de armários (Foto: Cthuckabay / Reprodução)

 

– Aproveite o espaço da parede e laterais de armários e móveis: instale porta-faca magnético, prateleiras e ganchos para pendurar quase tudo!

 

ganchos-pendurar-organizacao-cozinha-mesa-ilha-centro-praticidade-luva-papel-toalha

Ganchos práticos para cozinha (Foto: Brian Patrick Flynn – Flynnside Out / Reprodução)

 

– Instale uma placa de cortiça na parte interna das portas do armário ou em uma parede livre, para pendurar itens pequenos ou exibir suas receitas mais usadas.

 

quadro-cortica-cozinha-pratico-organizacao-painel-receitas-alfinete-organizada

Cozinha com quadro de cortiça (Foto: Decor Pad / Reprodução)

 

– Use cestas para organizar cada tipo de produto na despensa: lanches, arroz, macarrão, molhos, etc.

 

organizacao-despensa-cozinha-cestas-organizadoras-cestos-prateleiras-divisao-alimentos-como-organizar

Cestas organizadoras em uma despensa (Foto: AnnaMaria Stephens / Reprodução)

 

– Use etiquetas para identificar os alimentos facilmente. Você pode fixá-las nas cestas organizadoras e nos vidros de tempero, por exemplo.

 

etiquetas-alimentos-despensa-organizacao-como-organizar-comida-potes-temperos-sal-acucar-graos

Alimentos etiquetados (Foto: Tonya Stabb / DIY Network / Reprodução)

 

5. Manter a organização

Depois de limpar e organizar a cozinha, é hora de manter tudo no lugar, certo? Mas como? A principal forma de manter a cozinha organizada é seguir a risca as soluções que você escolheu até se acostumar e torná-las um hábito. Segundo o psicólogo Jeremy Dean, autor do livro O Poder do Hábito, o ser humano leva em torno de 21 dias para criar um novo hábito. Não custa tentar, não é mesmo?

 

Onde encontrar produtos para organizar a cozinha?

Gostou das dicas de como organizar a cozinha e quer colocar algumas em prática? Confira a seção de Cozinha e Lavanderia no site da Telhanorte e veja as opções de:

Consulte as condições de frete para a sua região ou retire em uma unidade da Telhanorte perto de você. Tire suas dúvidas com a nossa equipe pelo WhatsApp.

 

Edição por Vinicius Marques | Stéphanie Durante