grama | Blog Telhanorte

Como comprar grama sintética: Dicas para acertar em cheio

| Área Externa

Você quer aquela sensação gostosa de pisar na grama, mas sem ter o trabalho de plantar, deixar crescer, aparar e cuidar? Então venha aprender algumas dicas de como comprar grama sintética

 

Além de dar menos trabalho que a grama natural, a grama sintética é mais fácil de instalar, tem um baixo custo de compra, manutenção e dura bem mais. 

A grama sintética é uma grama “fake”, mas escolhendo uma marca de qualidade e que oferece um bom produto, ninguém vai dizer que o jardim da sua casa é de grama artificial. 

Como a escolha é um fator determinante para ter sucesso em como usar grama sintética, reunimos as principais dicas para acertar na hora da compra.

 

Qual o melhor tipo de grama sintética?

Essa é uma pergunta comum quando pensamos em como comprar grama sintética ou qualquer outro tipo de produto. Nesse caso, você quer que a sua grama seja mais verde, certo? 

Então saiba que a grama sintética é feita de dois materiais plásticos principais: o polietileno (PE) e polipropileno (PP). O melhor tipo de grama sintética vai depender do local onde você deseja aplicá-la e o que varia é a sua espessura do produto.

Os principais tipos de grama sintética e seus usos são:

– Grama sintética 30mm: é a melhor para usar em áreas de jardins e quintais;

– Grama sintética 20mm: é a melhor para decorar espaços internos e externos;

– Grama sintética 15mm: é a melhor para cobrir áreas onde serão praticadas atividades esportivas como futebol;

– Grama sintética 12mm: é a melhor para usar como tapete na decoração ou cobrir espaços para animais de estimação;

– Grama sintética 10mm: é a melhor para aplicar em áreas de playground de condomínios, casas e escolas infantis. 

Então tenha claro na hora de comprar grama sintética onde você quer instalá-la para que o vendedor possa te ajudar com precisão.

 

Qual a durabilidade da grama sintética?

A durabilidade é uma das vantagens que leva as pessoas a aprenderem como comprar grama sintética. Em média, a grama sintética dura cinco anos.

Para usufruir desse benefício é importante ter alguns cuidados no dia a dia:

– use a vassoura comum para varrer sujeiras maiores como folhas de plantas, papel, dentre outras fáceis de retirar;

– quando tiver sujeiras menores e mais difíceis de remover, lave a grama com água e sabão (sim, pode molhar grama sintética! Ela não impermeabiliza a superfície e a trama do material permite a passagem, escoamento e absorção da água).

 

Veja também: Como colocar grama sintética no quintal: passo a passo e inspirações de projetos reais

 

Para que seu jardim aberto fique bonito por mais tempo e conserve o aspecto de novo, basta evitar o acúmulo de sujeira. Outro fator importante e que influencia na durabilidade de grama sintética é a instalação. Quando mal colocada, o uso acaba desgastando os acabamentos ou as fibras do material. 

Por isso, escolha uma marca de qualidade e contrate um profissional qualificado para fazer a instalação. Por último, para melhorar a maciez do piso e, consequentemente, o conforto do toque da grama sintética, use uma base que funciona como amortecedor de impacto. Essa base que amortece o impacto pode ser aplicada em concreto, cerâmica, pisos de pedras, dentre outros.

 

Quanto é o metro da grama sintética?

A grama sintética é vendida por metro quadrado (m²), geralmente em rolo, e custa a partir de R$80, em média.

Os valores variam bastante de acordo com a marca e também o tipo de grama.

Para fazer orçamentos precisos de quanto você vai gastar no seu projeto, meça a área a ser coberta para fazer a conta do valor do investimento.

 

Grama sintética intalada na área externa (Foto: www.elo7.com.br/Reprodução)

 

Onde encontrar grama sintética?

Você pode encontrar grama sintética e de qualidade em lojas de materiais de construção física e online (como a Telhanorte) ou em lojas especializadas em gramas sintéticas.

Empresas de paisagismo e arquitetos são profissionais que podem indicar bons fornecedores, caso você esteja fazendo um projeto com essa assessoria.

 

Como usar 

Agora que você já sabe como comprar grama sintética, vamos falar das formas como ela pode ser usada. Como é uma cobertura durável, segura, tem uma manutenção fácil e barata, pode ser aplicada em diversos pisos, criando diversos tipos de ambientes como jardim externo, de inverno, varanda de apartamento, entre outros.

A grama sintética valoriza as áreas abertas — ela pode ser exposta ao sol e a chuva — deixando-as não só mais bonitas visualmente, mas também trazendo conforto. Nos jardins de inverno, a grama sintética é mais recomendada que a grama natural por causa da baixa incidência de luz que prejudica o crescimento da grama de verdade. 

Nas varandas de apartamentos, a grama sintética podem ser usadas em faixas para contornar o desenho da sacada ou criar um cantinho de jardim. Mesmo em um prédio você pode criar espaços verdes em casa.

 

Veja mais em: 5 espécies de árvores frutíferas para ter em casa

 

Playgrounds de condomínio, escolas e creches

Segurança é fundamental quando se fala em espaços para crianças brincarem. Por isso, a grama sintética é uma escolha certeira para esse espaço.

Para ficar ainda mais confortável para os pequenos brincarem, pode ser colocada a base anti impacto e depois a grama.

 

Quadras de futebol e de tênis

Este é um projeto mais específico e um pouco mais caro, mas se você quiser criar um espaço de lazer em casa para os filhos ou fazer um upgrade no condomínio onde mora, a grama sintética é a escolha certa.

Como os esportes sempre tem algum impacto, colocar a base também contribui para amenizar tombos, etc.

 

Grama sintética aplicada em playground ao ar livre (Foto: magicgramas.com.br/Reprodução)

 

Gostou das dicas de como comprar grama sintética? Depois dessas dicas de como comprar grama sintética você pode começar a planejar seu projeto, escolher o tipo mais adequado e começar seus orçamentos.

Para facilitar sua pesquisa confira a seção especial da Telhanorte com opções de Grama Sintética. Aproveite e veja também tudo para criar um Jardim perfeito na sua casa.

O melhor é que você pesquisa, confere os preços, faz sua compra e recebe em casa.

 

Edição por Veronicca Fernandes

9 ferramentas de jardinagem para um jardim florido

Tipos de ferramentas de jardinagem

| Área Externa

Se você quer um jardim em casa e não sabe por onde começar, leia essa matéria! Listamos 9 tipos de ferramentas de jardinagem para fazer seu sonho florescer

 

Muitos dos itens da nossa lista de ferramentas de jardinagem são ideais para uma horta ou um jardim pequeno na varanda ou no terraço de um apartamento. Aliás, hoje em dia, é possível até ter um jardim embaixo da escada.

 

Veja mais: O que é manta para jardim? Descubra tudo para usá-la!

 

Tenha em mente também que, além de ferramentas, você vai precisar de dedicação para aprender técnicas básicas de jardinagem. E, claro, tempo e carinho para cuidar das suas plantas. Com um espaço adequado em casa, vontade de aprender e amor por plantas e flores, você já tem mais da metade do que precisa para adentrar nesse mundo.

Então é hora de saber quais são os principais tipos de ferramentas de jardinagem e como você deverá usá-las!

 

Conheça 9 tipos de ferramentas de jardinagem que você pode usar em seu jardim

Vamos começar esclarecendo que alguns dos artigos nessa lista são ideias para serem usados em quintais de casas.

Contudo, caso você more em apartamento, não desanime! A maioria dos itens pode ser comprada e adaptada para uma horta na varanda ou um jardim suspenso no terraço!

Agora, se você já tiver alguns deles, mas estiverem enferrujados, não saia comprando novos itens na hora do desespero! Saiba que você pode economizar tempo e dinheiro aprendendo como tirar ferrugem de ferramentas.

 

1. Ancinho

O ancinho é uma das principais ferramentas de jardinagem, sendo responsável pela limpeza e pelo nivelamento do solo. Com ele, você vai poder recolher todas as folhas após a poda ou a capina.

Você encontrará dois tipos de ancinhos no mercado. Um específico para grandes quintais —também conhecido como vassoura de jardim — e a versão de três dentes para ser usada em espaços menores.

 

Vassoura-metalica-regulavel-para-jardim-cabo-com-120-mts-Tramontina

Vassoura metálica regulável para jardim cabo com 1,20 mts Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Ancinho

Ancinho metálico 3 dentes com cabo de madeira Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Pá

A boa e velha pá será útil em várias atividades: plantio, transplante de mudas, remoção de terra e até aplicação de fertilizantes. Essa ferramenta pode vir em vários tamanhos e, assim, você poderá adequá-la ao seu jardim.

As pás grandes de cabos longos são adequadas para fazer covas e plantar mudas de plantas maiores. Já as pazinhas de cabo curto são utilizadas para plantio de pequenas mudas em vasos ou canteiros.

Pá

Pa de Bico Pequena Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Sacho

Outro tipo de ferramenta de jardinagem no qual vale investir é o sacho. Você precisará dessa ferramenta para cavar e revolver a terra. O sacho também será útil para auxiliar na limpeza, retirando folhas e ervas daninhas em locais de difícil acesso.

Em sua versão com duas pontas, o sacho tem uma função semelhante à das enxadas. Ou seja, com ele, você conseguirá também remover raízes profundas.

 

Sacho-coracao-com-cabo-longo-77800-501-Tramontina

Sacho coração com cabo longo 77800/501 Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

 

Enxada-metalica-estreita-leve-com-olho-de-38mm-e-cabo-de-madeira-de-150cm-Tramontina

Enxada metálica estreita leve com olho de 38mm e cabo de madeira de 150cm Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4. Tesoura

Outro item indispensável em uma lista de ferramentas de jardinagem é uma tesoura, que você poderá usar tanto para poda quanto para colheita. Há diversos tipos, com usos específicos para diferentes tamanhos de caules.

Com ela, você poderá podar pequenas árvores, arbustos e flores de forma precisa. Já na colheita, a tesoura corta a ligação com o tronco de forma delicada e sem danificar a estrutura da planta.

Tesoura de Poda

Tesoura de Poda Tramontina com Lâmina Metálica e Cabo Plástico (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Tesoura-para-cerca-viva-12--Tramontina

Tesoura para cerca viva 12″ Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Regador e mangueira

Seu jardim não vai florescer se você não regá-lo nos horários certos e da forma mais adequada. A irrigação de plantas e flores pode ser feita com regador ou mangueira.

Se o jardim for grande, a mangueira será melhor para alcançar distâncias maiores, mas o jato d’água deve ser suave para não machucar plantas e flores. Por sua vez, o regador é mais adequado para recipientes pequenos, como vasos e jardineiras.

 

Regador

Regador para Jardim 6,0 Litros Verde (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Mangueira-Trancada-Rolo-com-10-metros-cristal-Ibira

Mangueira Trançada Rolo com 10 metros cristal Ibira (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Adaptador-de-Mangueira-c--Rosca-de-3-4--e-Bucha-de-3-4--para-1-2--Tramontina-1765507

Adaptador de Mangueira c/ Rosca de 3/4″ e Bucha de 3/4″ para 1/2″ Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Conjunto-para-irrigacao-4-engates-rapidos-hidropistola-Tramontina

Conjunto para irrigação 4 engates rápidos hidropistóla Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Suporte-fixo-pra-Mangueira-verde-Tramontina

Suporte fixo pra Mangueira verde Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

6. Pulverizador

Ao cuidar de um jardim, você aprenderá que é necessário combater pragas que podem atacar suas plantas. Os pulverizadores são ideias para aplicação de inseticidas, fungicidas e soluções naturais.

A vantagem da ferramenta é que o spray pode ser direcionado para zonas específicas de uma planta. Dessa forma, você não desperdiça nada e ainda protege o resto do jardim.

 

7. Luvas

Um bom jardineiro também vai aprender que é preciso cuidar das próprias mãos. Afinal, o trabalho de jardinagem está sujeito a cortes e arranhões, sem falar no uso de produtos químicos.

Não se esqueça de investir em um bom par de luvas e lembre de lavá-las da forma correta para garantir maior durabilidade. As luvas de malha e as luvas de raspa são recomendadas para trabalhos manuais e de jardinagem, sendo a segunda mais usada em trabalhos pesados de trabalhos de solda, com agentes escoriantes, cortantes e etc.

Outro bom investimento pode ser feito em joelheiras para os que pretendem ficar boas horas ajoelhados cuidando das plantas.

luva-malha-jardinagem

Luva para jardim de malha Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Luva-de-raspa-de-couro-com-dorso-reforcado-de-lona-DuraPlus

Luva de raspa de couro com dorso reforçado de lona DuraPlus (Foto: Acervo / Telhanorte

 

8. Carrinho de mão

Quanto maior for o seu jardim, maior será o seu trabalho. Nesse caso, se você tiver espaço no quintal, um carrinho de mão será muito prático para as tarefas de jardinagem.

Você poderá usar o carrinho para carregar terra ou as folhas depois de uma boa limpeza da área. Além disso, vale a pena usá-lo para carregar pedras, plantas e equipamentos mais pesados.

 

9. Aparador de grama

Outra peça fundamental para espaços maiores é o aparador de grama. Afinal de contas, um gramado mal cuidado não vai colaborar para a aparência do seu jardim.

Para facilitar a manutenção do gramado, vale a pena investir em um aparador de grama elétrico de fácil manuseio. Alguns deles possuem até uma caixa acoplada para coleta da grama cortada.

Aparador de grama

Aparador de Grama Elétrico Tramontina AP1000T 127V 1000W com Fio de Nylon (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Carretel-de-1-fio-de-nylon-16mm-78799-463-8-metros-preto-Tramontina

Carretel de 1 fio de nylon 1,6mm 78799/463 8 metros preto Tramontina (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Onde encontrar as principais ferramentas de jardinagem?

Agora que você já tem uma lista de tipos de ferramentas de jardinagem básica, é hora de fazer as compras. Visite a seção de Jardim da Telhanorte e encontre tudo o que você precisa para cuidar das suas plantas. São milhares de produtos com os melhores preços para sua construção, reforma ou decoração da casa.

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino