infiltração | Blog Telhanorte

Saiba como proteger sua casa em períodos de chuva

chuva-telhado

| Área Externa

 

Para evitar surpresas indesejadas nessa época de fortes chuvas, é preciso manter a manutenção da casa sempre em dia. Confira nossas dicas e evite danos em seu imóvel!

 

Muitas vezes, o calor excessivo faz com que tenhamos desejo de chuva para amenizar as altas temperaturas. Porém, sabemos que quando a chuva vem, muito estrago pode acontecer, seja com alagamentos nas ruas e avenidas, seja por infiltrações nas casas.

Por isso, é importante que a manutenção esteja sempre em dia para evitar surpresas indesejadas. Confira a seguir algumas dicas para prevenir problemas que a chuva forte pode causar na sua casa!

 

1. Calhas e ralos

Sabemos que nestes períodos mais quentes, o final do dia costuma ser acompanhado de uma forte chuva. Por isso, devemos sempre manter as calhas e ralos limpos, pois neles podem ficar retidos alguns detritos como folhas e galhos de árvores, por exemplo. Esse acúmulo pode ocasionar inundações no local.

Podemos destacar a manutenção nesses itens também para evitar outros problemas como infiltrações, goteiras e rachaduras.

limpeza-de-calha

Limpeza de calha (Foto: Kantro / Reprodução)

 

2. Telhados

Após verificar suas calhas e ralos, o telhado não pode ficar de fora! Por isso, não deixe de verificar se há limo nas peças, pois isso pode causar fragilidade nas telhas! Além, é claro, de deixar um aspecto visual ruim no imóvel.

A verificação das telhas é de extrema importância, pois a mesma pode estar quebrada ou apresentando algum tipo de rachadura. Problemas como esses devem ser resolvidos rapidamente, pois acabam facilitando a entrada de água, o que pode ocasionar vazamentos, infiltrações e goteiras.

Se notar algum problema, não deixe de considerar o auxilio de profissionais para a manutenção destes itens, já que o telhado é um local de difícil e perigoso acesso.

What-are-the-Benefits-of-Replacing-Your-Roof-

Manutenção das telhas (Foto: Available Roofing / Reprodução)

 

3. Teto

Você já olhou para o teto e percebeu que há manchas escuras nele? Se sim, isso é um sinal de que está ocorrendo infiltração.

Para evitar este tipo de problema, é aconselhável a impermeabilização com a utilização de manta asfáltica. O uso dessa manta é ideal para a impermeabilização de lajes na parte superior de seu imóvel. É aconselhável a ajuda de um profissional para sua aplicação.

Depois que o problema for resolvido, é preciso reparar o teto danificado. Para isso, após o mesmo estar bem seco, raspe o local e remova todas as partes escuras. Em seguida, passe massa corrida e lixe o local para depois pintá-lo novamente.

Infiltração-no-teto

Infiltração no teto (Foto: Caça Vazamento / Reprodução)

 

4. Esquadrias

Não deixe de conferir se existe algum vão no entorno de suas portas e janelas. Caso haja uma chuva forte, a água pode entrar por esses vãos e causar danos no interior da residência.

Por isso, caso perceba algum vão nas esquadrias, aplique rapidamente um selante nessas regiões.

vedação-de-esquadria

Vedação de esquadria com silicone (Foto: Abravidro / Reprodução)

 

5. Área externa

Não podíamos deixar de mencionar a área externa! Com as fortes chuvas, a água precisa de uma boa vazão para que não acabe tendo acúmulo e consequentemente danos no imóvel. Logo, para evitar esses problemas, o caimento deve ser adequado para levar a água para ralos, ou seja, o piso não pode ser totalmente horizontal.

Uma boa solução é optar pela utilização de pisos drenantes na área externa da casa, pois eles absorvem a água e reduzem as possibilidades de alagamentos.

o-que-é-piso-drenante

Piso drenante (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

Gostou das dicas?

Se você está cansado de ter problemas em casa em períodos de chuva, acreditamos que essas dicas possam te auxiliar bastante em como evitar que eles voltem a acontecer. Saiba que na Telhanorte temos produtos de alta qualidade que podem te ajudar na hora da compra de equipamentos para proteção da sua casa.

Além disso, você pode fazer tudo isso sem sair de casa! Acesse nosso WhatsApp e realize suas compras por lá! Temos a opção do clique e retire, caso prefira retirar suas compras direto na loja, e não deixe de contar com a nossa ajuda ao vivo, pois com ela você pode realizar reparos na sua casa de forma eficiente e prática!

Para essa e outras matérias acesse nosso blog e nos siga no instagram para acompanhar nossas novidades!

 

Por Álvaro Oliveira  |  Edição de Stéphanie Durante

Como aplicar manta asfáltica no telhado | GUIA

manta-asfaltica-telhado-protecao-telha

| Área Externa

Aprenda o passo a passo de como aplicar manta asfáltica no telhado, os erros mais comuns e as vantagens e desvantagens do produto

 

Está com problemas de infiltração no telhado da sua casa? A umidade provocada pela água pode causar mofo e descascamento da pintura, comprometendo seu investimento. Uma solução eficiente para resolver esse problema é contratar alguém que sabe como aplicar manta asfáltica no telhado.

Esse material faz a impermeabilização da superfície, evitando que a água penetre na estrutura e cause goteiras quando chove, além das infiltrações. 

O passo a passo para a aplicação da manta asfáltica deve ser feito por um profissional especializado que deve ter pelo menos um auxiliar para executar o trabalho em conjunto. Para que o resultado seja um telhado bem vedado, o processo precisa ser feito com total atenção a todos os detalhes.  Qualquer brecha ou trechinho mal colocado, pode virar uma entrada de água e fazer com que a manta perca sua eficiência.

 

Materiais para aplicar manta asfáltica

Antes de fazer a aplicação, separe todos os materiais necessários para executar o trabalho. Será preciso de:

 

Vaja também: Tipos de telha: saiba qual é a ideal para sua casa

 

Os EPIs (máscara, luva, cinto) são indispensáveis em qualquer trabalho para garantir a segurança e evitar acidentes. Não dispense seu uso.

 

Como aplicar a manta asfáltica no telhado

Com todos os materiais próximos da área de trabalho, a execução segue a seguinte ordem:

  1. Cheque se a superfície do telhado está regular, limpa e seca. Caso tenha lodo agarrado, é necessário limpar primeiro com uma lixa elétrica (lembre-se de usar máscara, luva e óculos de proteção, nesse caso);
  2. Feita a limpeza, o telhado estará pronto para receber o primer que faz a preparação para aplicação da manta. Deixe secar pelo tempo indicado pelo fabricante na embalagem;
  3. A manta asfáltica para telhado geralmente é no modelo de fita. Um plástico protege a parte colante. Tire uma pequena parte e cole onde irá começar a vedação na telha. Desenrole a fita e vá apertando para fazer a fixação;
  4. Ligue o maçarico e passe suavemente pela em cima da fita de manta asfáltica para que ela amoleça e cole ainda mais. Uma luva apropriada ajuda a não se queimar e a fazer a pressão correta para colar bem a manta;
  5. Siga esse processo aos poucos até o final do rolo de manta. Caso seja necessário completar a aplicação com um novo rolo, comece a emenda 10 cm antes do final da faixa anterior. Essa sobreposição é fundamental para garantir a qualidade da impermeabilização;
  6. Use uma espátula para ajudar no acabamento da aplicação;
  7. Depois de 72h faça um teste com um fio de água em alguns pontos da faixa para testar se a manta está sem nenhum vazamento.

 

manta-asfaltica-vantagens-desvantagens

Manta asfáltica aplicada no telhado (Foto: www.lopes.com.br/Reprodução)

 

Principais erros ao aplicar manta asfáltica

Os principais erros que comprometem a eficiência da manta asfáltica acontecem antes e durante a aplicação. Fique atento e reforce esse critérios com o profissional:

  1. Não usar um maçarico de alta pressão. Para que a manta derreta e grude é necessário que a chama tenha a intensidade correta;
  2. Usar a manta na espessura errada. Colocando uma manta muito fina, ela pode rasgar ou ser danificada com a incidência do sol. Na dúvida, pergunte ao vendedor na hora de comprar qual a espessura adequada para seu tipo de telhado. Existem mantas asfálticas de 2,5 mm, 3 mm e 4 mm;
  3. Deixar vãos na manta. Esses pequenos buracos permitem que a água penetre na faixa e estufe a manta, comprometendo todo trabalho;
  4. Não respeitar a medida mínima para fazer a sobreposição. Se o espaço for menor que 10 cm vai comprometer a qualidade da fixação;
  5. Escolher um tipo de manta asfáltica inadequado. No telhado, o ideal é usar manta asfáltica com acabamento em alumínio na parte externa que reflete a luz do sol e não aquece. As mantas tradicionais — que são adequadas para ficar embaixo de um contrapiso nas lajes — absorvem calor e abafam o ambiente.

 

Leia também: Cumeeira: o que é e para que serve

 

Manta asfáltica vantagens e desvantagens

Aplicar manta asfáltica no telhado exige muito cuidado e atenção durante o trabalho para obter um resultado satisfatório. A vantagem de ser tão criterioso é recompensada com a alta durabilidade da manta asfáltica na superfície. O produto pode chegar a durar de 20 a 30 anos.

O alto poder de impermeabilização também é uma vantagem direta impedindo ou interrompendo um processo de infiltração já existente. Outra característica que reforça as vantagens de usar manta asfáltica é a resistência do material que suporta as variações de temperatura, movimentação e chuvas, sem rachar ou fissurar as faixas. 

As vantagens são compensadoras, mas a instalação da manta asfáltica não costuma sair barato e isso pode ser visto como uma desvantagem. O produto e os materiais de apoio junto costumam sair mais caro para o bolso.

Outro quesito onde você vai precisar investir uma boa grana é na mão de obra para instalação. Afinal, não vale a pena entregar um material caro nas mãos de alguém que não domina a técnica para fazer o serviço, certo?

manta-asfaltica-impermeabilizante-telhado-protecao

Manta Asfáltica Impermeabilizante 4mm Ciplak (Foto: Acervo Telhanorte)

 

Gostou das dicas de como aplicar manta asfáltica no telhado?

Agora que você conhece o processo de como aplicar manta asfáltica no telhado, pode planejar esse investimento para proteger a sua casa. A Telhanorte te ajuda a manter o padrão de qualidade com as melhores marcas de Manta asfáltica e todos os materiais de apoio necessário para o trabalho.

Confira as ofertas no site e faça seu pedido online para receber com conforto em casa!

 

Edição por Veronicca Fernandes

Cumeeira: o que é e para que serve

telhados_residenciais-cumeeira-telha-barro-manta-cobertura-casa

| Materiais de Construção

Entenda a funcionalidade das cumeeiras de telhado e encontre o modelo ideal para o seu tipo de telha

 

Elemento essencial da construção, juntamente das telhas, calhas e rufos, a cumeeira é responsável por fazer a cobertura dos encontros de águas do telhado. As águas são as superfícies, normalmente inclinadas, de um telhado e possuem a principal função de fazer com que a água da chuva escoa. Pode-se ter telhas com uma, duas, três ou até quatro águas, além de ser possível sobrepor águas de telhas, de acordo com o projeto da obra.

 

telha-zinco-telhado-duas-aguas-cumeeira-cobertura-casa

Telhado de zinco com duas águas (Foto: RS Architektura / Reprodução)

 

Nessa junção das águas, as peças da telha não são ligadas umas às outras e se forma uma fresta entre elas. Para evitar vários tipos de infiltrações e vazamentos e até a entrada de animais, é preciso que esse vão seja selado pela cumeeira. A cumeeira também impede a entrada dos raios solares, contribuindo para o conforto térmico da residência. O seu uso só pode ser dispensado caso o projeto do telhado não formar vãos nos encontros de superfícies, como no caso dos modelos embutidos.

 

Veja também: Principais Tipos de Forro para Teto

 

Além da proteção da casa, a cumeeira ainda exerce um papel importante para reforçar a estrutura do telhado. Como a cobertura é formada por materiais que não podem ser expostos a sol e chuva, a cumeeira impede o desgaste e garante a durabilidade não só da parte superior, mas de toda a casa.

 

Modelos de cumeeira

Cumeeira lisa

O formato dessa cumeeira pode se adaptar à maioria dos tipos de telha, conseguindo inclusive transpor ondulações.

cumeeira-lisa-ceramica-telha-telhado-agua-cobertura

Cumeeira lisa (Foto: Terreal Italia s.r.l. / Reprodução)

 

Cumeeira lisa dentada

Esse modelo também tem a superfície lisa e deve ser usado em topos. O diferencial são seus dentes, que se encaixam nos espaços inferiores de cada telha.

cumeeira-lisa-dentada-telhado-telha-agua-cobertura

Cumeeira lisa dentada (Foto: Thermi Telhas / Reprodução)

 

Cumeeira shed

É normalmente utilizado em fábricas e galpões, mas também vem conquistando espaço em projetos residenciais. Ideal para os telhados em forma de serra, a cumeeira shed também pode ser usada em alpendres.

Para oferecer um encaixe reforçado, esse tipo de cumeeira também possui um modelo dentado.

telha_cumeeira_shed_esquerda-1000x1000

Cumeeira shed (Foto: FixLar / Reprodução)

 

Cumeeira perfil

Também colocada no topo da construção, a cumeeira perfil é para os casos em que se deseja deixar o acabamento da cumeeira bem discreto. Seu formato e ondulações se ajustam perfeitamente ao modelo do telhado, não se destacando assim do demais conjunto da telha.

 

Cumeeira universal

A cumeeira universal é ideal para os casos em que não é possível determinar o ângulo exato do telhado. Esse modelo tem a vantagem de se ajustar a inclinações de 10 a 30 graus.

Cumeeira-universal-Telha-Ondulada

Cumeeira universal (Foto: Eternit / Reprodução)

 

Cumeeiras de materiais diferentes

Cumeeira de cerâmica

A cumeeira de cerâmica é uma das mais tradicionais para residências. Vale dizer que o ideal é sempre instalar cumeeiras do mesmo material e modelo das demais peças do telhado, para garantir a totalidade de suas funções e oferecer um visual harmônico.

Telha-cumeeira-de-ceramica-41x21cm-10mm-vermelha-resinada-Barrobello

Telha cumeeira de cerâmica 41x21cm 10mm vermelha resinada Barrobello (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cumeeira de fibrocimento

A cumeeira para telha de fibrocimento geralmente são utilizada apenas em telhados do mesmo material. Esses modelos não são esmaltados e, por isso, têm menos opções de cores.

Telha-cumeeira-de-fibrocimento-110x42cm-6mm-Universal-cinza-Brasilit

Telha cumeeira de fibrocimento 110x42cm 6mm Universal cinza Brasilit (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cumeeira metálica

A cumeeira metálica garante uma proteção extra contra danos físicos e químicos ao telhado. Dentro deste grupo, você tem opções como cumeeira de zinco, cumeeira de aço galvanizado e até cumeeira de alumínio.

 

cumeeira-metalica-telha-telhado

Cumeeira metálica (Foto: FixLar / Reprodução)

 

Cumeeira de PVC

A cumeeira de PVC é uma das mais usadas devido à diversidade de cores e modelos, assim como pela durabilidade e leveza. Por outro lado, esse tipo de cumeeira não combina com todos os projetos arquitetônicos.

 

img_cumeeira_espigao_montada_plan_ceramica-400x284-pvc

Cumeeira de PVC (Foto: Precon / Reprodução)

 

Cumeeira de fibra vegetal

Os materiais ecologicamente corretos também podem ser usados nas cumeeiras. O modelo de fibra vegetal, por exemplo, gera menos impacto ao meio ambiente.

 

Telha-cumeeira-de-fibra-vegetal-200x45cm-3mm-marrom-Onduline

Telha cumeeira de fibra vegetal 200x45cm 3mm marrom Onduline (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Outros materiais

Também há disponíveis no mercado outros materiais como barro e polipropileno. Além disso, é possível encontrar cumeeira transparente ou translúcida para aplicar em telhados de vidro ou policarbonato.

 

Encontre sua cumeeira na Telhanorte

Na seção de Telhas do site da Telhanorte, você encontra várias opções de cumeeiras para concluir a construção do seu telhado. Visite nossa loja virtual para encontrar os melhores produtos com ótimos preços. E não se esqueça que a Telhanorte realiza entregas em todo o Brasil. Você só vai ter o trabalho de escolher sua cumeeira, colocá-la no carrinho virtual e efetuar o pagamento — que pode ser feito em até 8 vezes sem juros.

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

Infiltração: formas de prevenir e solucionar este problema

umidade-infiltracao-bolor-mofo-como-prevenir-parede-revestimento

| Construção

Está cansado de vazamentos e infiltrações? Entenda como eles surgem e descubra como solucionar esses problemas de uma vez por todas!

 

Sabia que existem diferentes tipos de infiltração e que esses são classificados de acordo com a sua origem?

Neste post vamos esclarecer isso e as causas da infiltração. Também vamos falar como você pode evitar o problema e o que fazer quando ele surge. Quer saber tudo sobre o assunto? Então continue a leitura!

 

Quantos tipos de infiltração existem?

Quando procuramos a palavra infiltração no dicionário, uma de suas definições é “passagem lenta de um líquido através dos interstícios (espaços) de um corpo”.

Trazendo isso para as nossas casas, fica clara a ideia que trata-se de um fluído, geralmente água, entrando por estruturas sólidas, como paredes e tetos.

Assim, chegamos aos dois tipos de infiltração existentes, que são separados de acordo com a sua origem:

Além das paredes e tetos citados anteriormente, esses dois tipos de infiltração podem atingir outras partes de um imóvel, tais como pisos, lajes, forros, coberturas e esquadrias.

 

O que causa infiltração?

As infiltrações que ocorrem de fora para dentro são as provenientes da umidade do solo, água da chuva ou problemas com lençóis freáticos.

Um dos fenômenos que pode acontecer dentro desse grupo é chamado de “umidade ascendente”, que é quando a água acumulada no solo sobe pelos tijolos e blocos. Quando isso acontece, um dos primeiros sinais nas paredes é a formação de bolhas que danificam o reboco.

No entanto, há outros motivos que levam a esse tipo de infiltração, que são:

Já as infiltrações que ocorrem de dentro para fora, resultam da falta de revestimentos em áreas molhadas, como piscinas, banheiros e cozinhas, ou por vazamentos na parte hidráulica.

 

pexels-photo-1209951-825x510

Sinais de infiltração (Foto: ARTEXPO / Reprodução)

 

Infiltrações e vazamentos são a mesma coisa?

Muitas pessoas acham que infiltrações e vazamentos são a mesma coisa. Porém, saber identificar os tipos de infiltração e se realmente se trata disso ou de um vazamento, é de grande ajuda na hora de solucionar o problema.

Ainda que ambos sejam causados pelo mesmo agente, geralmente a água, há significativas diferenças entre esses transtornos.

No caso da infiltração, como dito anteriormente, trata-se de um excesso de umidade causado pela passagem de água em determinado ponto. Já o vazamento é caracterizado por um buraco ou abertura em estruturas de passagem de água.

Assim, enquanto a infiltração está mais relacionada a partes estruturais do imóvel, o vazamento está ligado a canos e tubulações.

Além disso, quando estamos falando de vazamentos, o volume de líquido é sempre superior ao apresentado na infiltração, inclusive com pressão. Outra diferença é que o vazamento pode ocorrer em qualquer época, ou seja, não depende de chuvas fortes, por exemplo, para acontecer.

 

xinfiltracao-na-construcao-civil-parede.jpg.pagespeed.ic.txi9MkE2zW

Infiltração (Foto: FiberSals / Reprodução)

 

É possível evitar algum desses tipos de infiltração?

Agora que você sabe os tipos de infiltração e suas principais causas, talvez a pergunta que esteja passando na sua mente seja: “Tem como evitar esse problema?”.

A melhor maneira de impedir que isso ocorra na sua casa é realizando a impermeabilização correta de todas as estruturas do imóvel.

Na fase da construção ou durante uma reforma residencial, por exemplo, é indicado utilizar aditivos impermeabilizantes na argamassa do reboco das paredes.

Outras formas de prevenir problemas com infiltração são:

Aqui, vale uma dica extra: na hora de fazer algum tipo de instalação nas paredes, como quadros ou armários, tome cuidado para não atingir nenhum cano de água.

Quando o ponto atingido gera vazamento na hora, é fácil identificar o local e já resolver o problema. No entanto, nem sempre isso acontece. Em casos assim, mesmo que seja uma pequena perfuração na tubulação, a tendência é que o vazamento evolua e cause uma infiltração.

Por isso, antes de fixar qualquer objeto nas paredes, verifique o mapa hidráulico do seu imóvel.

 

Como acabar com a infiltração?

Caso você tenha notado a presença de infiltração na sua casa, veja o que pode ser feito para solucionar o problema.

 

1. Comece identificando a origem

Para saber qual providência tomar para acabar com esse transtorno, é preciso começar identificando a sua origem. Esse primeiro passo é essencial, pois, para cada causa é utilizado um recurso diferente. Assim, a partir do ponto de infiltração, analise de onde a água possa estar surgindo. Veja esses exemplos que pode lhe ajudar a ter um direcionamento:

Rodapés, calhas, telhas, lajes, paredes de divisa e alicerces são outros pontos que devem ser vistoriados, de acordo com o local da infiltração.

Por se tratar de uma análise minuciosa,  e até técnica, muitas vezes é necessário o auxílio de um profissional para identificar a origem da infiltração.

 

2. Realize os devidos consertos

Com a causa identificada, o próximo passo é sanar a origem do problema e consertar os estragos feitos pela infiltração.

Para que você tenha uma ideia dos reparos que podem ser feitos, vamos trazer alguns exemplos.

 

Por que não se deve adiar o conserto?

Além de comprometer o visual, adiar o conserto de uma infiltração pode levar ao aumento do valor da sua conta de água (quando a origem for um vazamento). O problema também pode ocasionar o surgimento de mofo nas paredes e comprometer a saúde das pessoas que utilizam o espaço.

Por isso, assim que identificar a infiltração e a sua causa, tome as atitudes necessárias para resolver. Os materiais que vai precisar para isso você encontra na Telhanorte. Impermeabilizantes, tintas para parede e muitos outros podem ser comprados em nossas lojas físicas ou na nossa loja virtual.

Acesse nosso site, escolha seus produtos e compre tudo on-line. Se preferir, peça através do nosso WhatsApp  ou por meio do clique e retire.

 

Edição de Álvaro Oliveira e Stéphanie Durante