limpeza | Blog Telhanorte

Como escolher calhas de chuva?

telha-calha-chuva-casa-material-agua

| Área Externa

 

Quer saber como instalar calhas no telhado? Prepare a casa para o verão e enfrente a época das chuvas com segurança!

 

As calhas têm como função primária coletar e escoar a água das chuvas do telhado para a rede pública ou para um sistema de reaproveitamento de água. Além de evitar focos de água que desgastam o telhado e ajudam na proliferação de mosquitos, as calhas também evitam infiltrações, que podem danificar a estrutura da construção a longo prazo e podem gerar mofo, que acarreta até em doenças para os moradores.

Precisando colocar ou trocar a calha da casa e não sabe por onde começar? Leia a matéria até o final e aprenda o passo a passo sobre como instalar calhas de chuva.

 

Confira na loja virtual da Telhanorte: Calhas e Rufos

Calha-Moldura-28x300cm-marrom-Calhaforte

Calha Calhaforte Moldura 28x300cm Marrom (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Principais tipos de calha

 

1. Calha de aço galvanizado

Esse tipo de calha é feito de chapas de aço que passam por um processo químico chamado de galvanização, onde se enriquece o aço com zinco, para torná-lo mais resistente à ferrugem e corrosão. É um material de fácil limpeza e de preço mais em conta, quando comparado às calhas de alumínio e PVC. No entanto, não é tão resistente à umidade constante quanto os demais modelos e não reage bem à pintura.

 

Cabeceira-para-calha-galvanizada-28--esquerda-Calhaforte

Cabeceira para calha galvanizada 28″ esquerda Calhaforte (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Calha de PVC

De fácil instalação, as calhas de PVC são também as mais indicadas para regiões muito úmidas, como cidades litorâneas, uma vez que seu material não oxida, não deforma, nem sofre corrosão. Esse tipo de calha também é ótimo para receber acabamento de tinta, podendo combiná-lo com a cor do telhado, além de apresentar um bom custo-benefício. O material de PVC, diferentemente das calhas de metal, não suporta grandes pressões e muito peso.

 

Esquadro-para-calha-interno-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Esquadro para calha interno Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Calha de alumínio

As calhas de alumínio são também muito resistentes à maresia e demais intempéries. Resiste grandes pressões e pode receber pintura eletrostática, ideal para superfícies metálicas. Sua instalação é mais complicada e deve ser feita por um profissional especializado.

 

calha-aluminio

Calha de alumínio (Foto: Cardivem / Reprodução)

 

Como instalar calhas de PVC no telhado?

Não existe um tipo certo ou errado de calha. As calhas podem ser em chapa galvanizada, alumínio ou PVC e a escolha por uma ou outra vai depender da região e do volume de chuvas. Isso porque as calhas galvanizadas, apesar de mais baratas, possuem um índice mais alto de corrosão em relação às demais. Por isso, caso sua casa esteja em uma região mais úmida, é recomendado que você opte por calhas de alumínio ou PVC que, apesar de um pouco mais caras, vão ter uma maior durabilidade.

Outro ponto importante a ser analisado é o local da instalação. É sempre bom lembrar que a calha precisa circundar todo o telhado, para que não fiquem focos de água parada acumulados, sem escoamento. Por isso, para encontrar a medida certa da sua calha, faça o cálculo em cima de toda a área em volta do telhado. 

O número de suportes também tem que ser calculado em cima do tamanho total da área da calha de chuva, sendo que a cada 80 centímetros você deverá instalar um suporte. Ou seja, se sua calha tiver 8 metros de comprimento, você precisará de 10 suportes.

 

Sugestão de matérias:  Conheça 8 Tipos de TelhaTipos de InfiltraçãoPrincipais Tipos de Forro para TetoTipos de Manta Impermeabilizante e aprenda Como Tirar o Mofo da Parede

 

Para fazer a instalação de uma calha de chuva, você precisará de algumas ferramentas mais específicas, além das tradicionais. As ferramentas mais utilizadas são: furadeira, brocas, veda calha, rebitadeira e rebites.

 

Veda-calha-aluminio-280g-Tekbond

Veda calha alumínio 280g Tekbond (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Assista abaixo a um tutorial de como instalar calhas de PVC Aquapluv, que você encontra na Telhanorte.

 

 

Peças das calhas de PVC Aquapluv

 

Esquadro-para-calha-interno-Aquapluv-com-beiral-Tigre

Esquadro para calha interno Aquapluv com beiral Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Esquadro-para-calha-externo-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Esquadro para calha externo Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Esquadro-para-calha-externo-Aquapluv-com-beiral-Tigre

Esquadro para calha externo Aquapluv com beiral Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-com-beiral-Aquapluv-esquerda-Tigre

Cabeceira para calha com beiral Aquapluv esquerda Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-com-beiral-Aquapluv-direita-Tigre

Cabeceira para calha com beiral Aquapluv direita Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-Aquapluv-Style-10x10cm-esquerda-Tigre

Cabeceira para calha Aquapluv Style 10x10cm esquerda Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cabeceira-para-calha-Aquapluv-Style-10x10cm-direita-Tigre

Cabeceira para calha Aquapluv Style 10x10cm direita Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-retangular-Aquapluv-Style-branco-Tigre

Bocal para calha retangular Aquapluv Style branco Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-com-beiral-Aquapluv-Tigre

Bocal para calha com beiral Aquapluv Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-circular-esquerdo-Aquapluv-Style-Tigre

Bocal para calha circular esquerdo Aquapluv Style Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bocal-para-calha-circular-direito-Aquapluv-Style-Tigre

Bocal para calha circular direito Aquapluv Style Tigre (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Gostou das dicas?

Agora que você sabe como instalar a calha de chuva, encontre tudo que você precisa nas nossas lojas físicas e no site da Telhanorte! Veja as ofertas do departamento de Telhas, Calhas e Rufos e aproveite para reformar ou construir com as melhores condições do mercado. Faça um pedido completo de todos os itens necessários para a instalação, visitando nosso setor de Ferramentas. 

Precisa de outros materiais? No site da Telhanorte e nas nossas lojas físicas, você encontra tudo o que precisa para a reforma ou construção. Aproveite também nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado. 

 

Cumeeira: o que é e para que serve

 

 

Edição de Vinicius Marques

Truques de limpeza para 5 tipos de pisos

vassoura-limpeza-cerdas-piso-madeira-cuidados-dicas

| Dicas

 

A Telhanorte recomenda cuidados e produtos específicos para os pisos de porcelanato, cerâmica, laminado, vinílico e ardósia

 

Engana-se quem pensa que a limpeza dos pisos não pede atenção especial. Cada material tem uma propriedade técnica e a aplicação de produtos errados pode ocasionar danos irreversíveis, prejudicando a estética e até mesmo danificando o piso. Para não errar na hora da limpeza, confira a seguir dicas e recomendações de Luan Gomes, coordenador de pisos e revestimentos da Telhanorte, para o tratamento apropriado de 5 tipos de pisos.

 

1. Porcelanato

Opção perfeita para qualquer ambiente da casa, o piso de porcelanato é fácil de limpar, mas requer alguns cuidados. “Antes de uma limpeza mais profunda, é necessário retirar o excesso de poeira com uma vassoura de cerdas macias ou aspirador de pó, para que o piso não arranhe. Depois, misture uma colher de sopa de detergente neutro para cada 5 litros de água e aplique a solução com um pano macio por todo o piso. Para finalizar, passe um pano seco para evitar manchas”, aconselha Gomes.

 

Porcelanato-Rochaforte-Pandora-HD-acetinado-retificado-C-60cm-x-L-60cm-marrom-1552376

Porcelanato Rochaforte Pandora HD acetinado retificado C: 60cm x L: 60cm marrom (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Cerâmica

Assim como o porcelanato, o piso cerâmico é lavável e exige a retirada do excesso de sujeira da superfície antes de iniciar a limpeza. “O piso de cerâmica pode ser limpo com produtos multiuso e detergente. Atente-se apenas para o uso de produtos ácidos, pois corroem o piso”, aponta o coordenador.

 

Piso-Cerâmico-Savane-Up-Chicago-Acetinado-Retificado-Comp-74cm-X-Larg-74cm-Cinza

Piso Cerâmico Savane Up Chicago Acetinado Retificado Comp.: 74cm X Larg: 74cm Cinza. (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Laminado

O piso laminado não é lavável, por isso, é necessário utilizar produtos específicos, que devem ser misturados com água para evitar manchas. “Caso o piso já esteja manchado, use removedor de uso comum e um pano macio para fazer a remoção. Após a higienização, passe um pano seco, macio e limpo sobre o piso”, recomenda o especialista.

 

Piso-laminado-Durafloor-de-click-Spot-Roma-C--1340cm-x-L--187cm-madeirado-1625977

Piso laminado Durafloor de click Spot Roma C: 1340cm x L: 187cm madeirado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

4. Vinílico

A limpeza do piso vinílico é bem simples. Água com detergente neutro é a melhor solução para limpar esse tipo de material. “Se o piso estiver manchado, não utilize nenhum produto, apenas detergente neutro, pois algumas fórmulas podem conter agentes corrosivos que danificam a aparência do material”, alerta.

 

Piso-vinilico-Durafloor-de-cola-City-Quito-madeirado-1626299

Piso vinílico Durafloor de cola City Quito madeirado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Ardósia

Mais comum nas áreas externas, a ardósia é um material poroso e demanda mais cuidados. “Além de utilizar produtos específicos, é possível higienizar com sabão mais suave, como o de coco, detergente neutro ou até água com amaciante usado para a lavagem de roupa”, explica Luan. No caso de pisos já manchados, uma dica é polvilhar bicarbonato de sódio, borrifar vinagre de álcool e limpar com papel toalha.

 

Compra fácil!

Na Telhanorte é possível encontrar pisos e revestimentos para toda a casa.  As compras podem ser feitas nas nossas lojas físicas e canais digitais: e-commerce, televendas e Telhazap, o WhatsApp da Telhanorte (011 97176-8920).

O serviço de drive-thru, que permite a compra e retirada dos produtos desejados pelo cliente, respeitando o distanciamento e sem sair do veículo, também segue ativo em diversas lojas da rede, de segunda a domingo. Confira no site da Telhanorte informações detalhadas dos serviços e horários de funcionamento das unidades.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

Revestimento cerâmico para a cozinha: benefícios

Cerâmica-decorativa-para-parede3

| Cozinha

 

Conheça alguns cuidados ao definir qual cerâmica colocar na parede da cozinha. Veja também os benefícios desse material e inspirações para a reforma.

 

A cerâmica é um dos revestimentos mais buscados para diferentes ambientes da casa, pelo fato de ser uma opção com bom custo-benefício. Assim como o Porcelanato, ela é conhecida como um revestimento frio.

Feita a partir da junção da argila com outros minerais, apresenta uma densidade menor e também uma resistência reduzida comparada ao porcelanato.

Entretanto, quando o assunto são os revestimentos para parede, a resistência da cerâmica se mostra suficiente e pode contribuir para uma redução de custos na obra e garantia de qualidade. 

 

Acesse em nosso site: Cerâmica para Parede

Revestimento-de-Parede-Rochaforte-HD-57733-Brilhante-Bold-Larg:-57cm-X-Comp.:-33cm-Cinza

Revestimento de Parede Rochaforte HD 57733 Brilhante Bold Larg: 57cm X Comp.: 33cm Cinza (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Qual cerâmica colocar na parede da cozinha?

Em áreas molhadas, como cozinha e banheiro, a cerâmica deve ser impermeabilizante. Dessa forma, ela impede que a água deteriore o revestimento e oferece maior durabilidade à construção.

Em suma, ao pesquisar sobre qual cerâmica colocar na parede da cozinha, é preciso unir funcionalidade e beleza no mesmo espaço.

Em relação ao design da cerâmica, existem inúmeras opções que ficam a cargo do cliente e do espaço disponível. Existem opções de cerâmica que imitam madeira, cerâmica lisa, geométrica, que imitam pedra e muito mais.

O tamanho das peças de cerâmica, por sua vez, possuem padrões e devem ser comprados de acordo com a metragem do espaço que vão ocupar.

A resposta para qual cerâmica colocar na parede da cozinha vai depender do estilo que você espera alcançar para o cômodo. Uma outra opção ainda é usar um mix de cerâmicas, com elementos brancos e detalhes com variações de texturas e cores

 

ceramica-moderna-cozinha-bronze-dourada-branca

As peças de cerâmica podem se destacar na decoração (Foto: Caminho das Pedras / Reprodução)

 

Benefícios da cerâmica para parede da cozinha

A cerâmica pode ser instalada em toda a extensão da cozinha, sendo muito comum o uso dos populares azulejos de cerâmica. Entretanto, é possível mesclar diferentes tipos e criar um ambiente ainda mais moderno.

Além das múltiplas variações de layout e design, a cerâmica oferece outros benefícios muito importantes para a cozinha. Confira a seguir algumas vantagens desse material e entenda porque você deve considerar a cerâmica na reforma desse cômodo!

 

Revestimento-de-parede-Incepa-Patch-Blue-acetinado-retificado

Revestimento de parede Incepa Patch Blue acetinado retificado C:21,5cm x L:21,5cm azul (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

1. Facilidade de limpeza

A cerâmica é fácil de limpar, não absorvendo respingos de gordura ou água, por exemplo.

 

2. Resistência

Como dissemos, o porcelanato pode ser mais resistente, mas a cerâmica para parede, quando de boa qualidade, oferecerá uma ótima durabilidade.

 

3. Ecologicamente sustentável

As cerâmicas são ecologicamente sustentáveis, sendo produzidas a partir da  argila e com processo fabril de alta tecnologia. As jazidas de argila podem ser recuperadas e reflorestadas, oferecendo um carácter mais sustentável às cerâmicas. 

 

4. Facilidade na instalação

Para a instalação da cerâmica não é necessária a preparação anterior da peça, que não precisa nem mesmo ser molhada. Também são facilmente cortadas, sem atrasar a obra, em caso de necessidade de realização desse processo. 

 

5. Bom custo-benefício

O acabamento de uma obra pode apertar no orçamento! A cerâmica, no entanto, oferece um bom custo-benefício, principalmente comparado ao porcelanato, que pode encarecer bastante os gastos. É uma opção barata mas de ótima durabilidade e excelente resultado estético! 

 

ceramica-cozinha-branca-bancada-limpeza-design

Cerâmica branca em bancada de cozinha (Foto: Freedom Kitchens / Reprodução)

 

Limpeza de revestimentos cerâmicos

Uma das maiores preocupações de quem está em busca de qual cerâmica colocar na parede da cozinha é a facilidade de manutenção da peça. Isso, porque esse ambiente da casa está constantemente em contato com poeira, gordura e água e mantê-lo limpo exige uma certa frequência de manutenção. 

Por isso, a cerâmica é uma das opções favoritas de arquitetos e de quem vai morar nas casas ou apartamentos em reforma. 

Para uma manutenção ainda mais simples, dê preferência por cerâmicas mais lisas e polidas. Faça a limpeza com água e sabão neutro, mas lembre-se sempre de verificar a indicação de limpeza do fabricante para o tipo de cerâmica escolhida. Em alguns casos, produtos abrasivos podem causar desgaste da peça, principalmente em peças mais porosas ou com brilho.

 

Gostou das dicas?

Gostou de saber um pouco mais sobre os revestimentos de cerâmica para parede? 

Na Telhanorte você encontra a maior variedade de produtos, pelo melhor preço do mercado. São diversas opções de marcas de revestimento de parede como Portobello, Ceusa, Royal Gres, Formigres, Portinari, Incefra, Rocha Forte e mais. Confira e boas compras!

Na nossa loja virtual você também encontra tudo o que precisa para Cozinha e Lavanderia, Banheiro e Área Externa, além dos melhores Materiais de Construção e itens para obras em geral. 

Aproveite nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado. Acesse também o outlet da Telhanorte.

Ainda ficou com dúvidas sobre qual cerâmica colocar na parede da cozinha? Faça suas compras pelo telefone ou WhatsApp e converse com nossos atendentes!

 

Revestimento de cerâmica: dicas para a cozinha

 

Edição de Vinicius Marques e Murilo Bonício

Como fazer manutenção de persianas? Dicas para cada tipo

manutencao-persiana-2

| Dicas

 

Guia de limpeza e manutenção: saiba como fazer a limpeza e manutenção de persianas de acordo com o tipo e conserve um bom acabamento.

 

Como qualquer investimento com cuidados da casa, a manutenção de persianas é o que vai prolongar a vida útil e conservar a beleza desse produto!

Existem persianas de diversos materiais — PVC, tecido natural ou sintético — então, o tipo de limpeza deve ser cuidadoso o suficiente para preservá-los. 

A poeira e outras sujidades finas, além de gordura nos modelos para cozinha, devem ser removidos para evitar que o tecido ou o PVC fique encardido.

Para te ajudar a fazer a manutenção de persianas o mais corretamente possível, reunimos dicas relacionadas a limpeza para cada tipo, a frequência e também a como conservá-las bonitas e funcionais por mais tempo. 

 

Dicas para fazer a manutenção de persianas

Além do tipo de material, o que difere as persianas é a forma como são abertas e fechadas, por mecanismos diferentes. Com isso, os cuidados na manutenção também serão específicos de acordo com o tipo. 

A seguir, separamos dicas de manutenção de persianas para cada categoria. Confira!

 

Manutenção de persiana horizontal

Para fazer a limpeza da persiana horizontal, primeiro, é preciso que ela esteja totalmente baixada e fechada.

Em seguida, passe um espanador ou aspirador de pó para remover a poeira e sujeiras finas superficiais. Comece das faixas de cima em direção às mais baixas.

Evite usar esponjas – mesmo que macias – ou panos umedecidos para não danificar os cordões de poliéster que puxam a persiana.

persiana-horizontal-de-PVC-Primafer

Persiana horizontal de PVC 100x160x2,5cm cinza Primafer (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Manutenção de persiana vertical

A manutenção das persianas verticais também deve ser feita com ela fechada. Com um espanador, limpe a poeira superficial das tiras de cima para baixo.

Durante o processo, é fundamental ter cuidado com as tiras para evitar que elas se danifiquem, quebrem ou enrolem uma sobre a outra.

As persianas verticais de PVC podem ser limpas com um pano úmido e, nos modelos nos quais as tiras de PVC são revestidas de tecidos, o pano pode ser removido para ser lavado à parte. Para isso, procure um serviço especializado para higienizá-los.

 

Persiana-Branca-vertical

Sala de estar com persianas verticais (Foto: Detalhe Decorações / Reprodução).

 

Manutenção de persiana rolô

Existem dois modelos de persiana rolô: a convencional e a double vision que possui 2 partes.

Os 2 tipos podem ser limpos com o espanador de pó comum, sempre de cima para baixo para direcionar a sujeira ao chão.

Caso o material da persiana seja o blackout – feito com tecido filtra-sol – também é possível fazer a limpeza com um pano úmido e detergente neutro.

Nos modelos double vision é possível contar com a ajuda de um secador de cabelo na temperatura fria para agilizar a secagem das faixas da persiana.

Para uma limpeza mais profunda, o recomendado é enviar a persiana rolô para um serviço especializado.

 

persiana-rolo-1

Persiana rolô Double Vision (Foto: Persiana Brasil / Reprodução).

 

Manutenção de persiana romana

A persiana romana é feita com uma folha única que, quando fechada pelo cordão, se dobra em partes, uma sobre a outra.

Com a cortina toda aberta, a limpeza é feita com espanador. Os modelos com material blackout e tecido filtra-sol podem ser limpos com detergente neutro e um pano úmido, também.

 

persiana-romana-cascata

Persiana romana aberta (Foto: Decorações Berlin / Reprodução).

 

Qual a frequência de limpeza de persianas?

Para conservar as persianas, a frequência de limpeza pode ser semanal para evitar o acúmulo de sujeira, que aumenta a necessidade de uma limpeza mais profunda.

As persianas de tecido podem ser mandadas para limpeza especializada pelo menos uma vez por ano ou a cada dois anos, conforme a necessidade.

Contudo, alguns fatores aumentam a necessidade de uma limpeza e manutenção mais frequentes, como:

– janelas que dão para ruas movimentadas;

– janelas perto de ruas não asfaltadas;

– janelas com floreiras;

– tipo de cômodo – a cozinha exige uma frequência maior de limpeza do que quartos e sala, por exemplo;

– manuseio das persianas.

limpador-de-persianas-esfrebom-microfibra

Limpador de persianas Esfrebom microfibra 107 Bettanin (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Dicas de conservação de persianas

Além da limpeza, é importante ter atenção ao manuseio das persianas, pois o mau uso pode danificar os mecanismos e a estrutura.

Para conservar e evitar a necessidade de manutenção de persianas, não baixe a persiana com a janela ou porta abertas, pois chuva e vento podem danificar a estrutura.

Tenha cuidado ao abrir e fechar a persiana, siga as instruções do fabricante e manipule as cordas com cuidado, sem puxá-las bruscamente.

Faça a manutenção dos mecanismos de abrir e fechar, aplicando vaselina para lubrificar os encaixes que fazem a rolagem das cordas e evitar rangidos e emperramentos.

Se a sua cortina for de tecido de fibra natural, faça a limpeza a seco para evitar que o tecido perca maleabilidade e a firmeza original.

 

Vantagens da manutenção de persianas

Seguir os cuidados específicos de limpeza de acordo com o tipo de persiana e material, além de usar corretamente o mecanismo de acionamento trazem benefícios como:

– manter a beleza da persiana, que também complementa a decoração do ambiente;

– garantir o bom funcionamento, seja manual ou automático, da persiana ao longo dos anos;

– evitar a necessidade de limpeza pesada das peças;

– aumentar a durabilidade e a vida útil das persianas.

 

Sugestão de leitura: Persianas: Passo a passo para limpar a sua em casa.

 

Gostou das dicas de manutenção de persianas?

As persianas são opções eficientes para o controle de luminosidade de ambientes, além de serem duráveis e resistentes.

Ao instalar persianas na sua casa, capriche na manutenção para que cada ambiente tenha um bom acabamento.

Confira a categoria completa de Persianas no site da Telhanorte e também outras opções de Tapetes e cortinas para deixar a decoração da casa com a sua cara.

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino

Soprador térmico: o que é e como usar

soprador-ferramenta-termico-calor-removedor

| Ferramentas

 

Aprenda como usar o soprador térmico com segurança, seguindo todos os cuidados antes, durante e depois do uso!

 

Precisa agilizar seus trabalhos manuais? Aprender como usar o soprador térmico vai ser uma mão na roda, para ter mais eficiência e rapidez. Ferramentas elétricas manuais como essa são muito utilizadas em trabalhos de pintura, mecânica, soldagem, serigrafia, entre outras áreas.

O ar quente do soprador térmico auxilia na secagem, selagem e no derretimento de soldas, ajudando em pequenos trabalhos domésticos e também nos serviços profissionais. Quer saber como usar o soprador térmico com segurança? Aprenda como se preparar e os cuidados para manipular a ferramenta.

 

Para que serve o soprador térmico?

O soprador térmico é uma ferramenta elétrica e possui uma resistência interna que aquece e, consequentemente, esquenta o ar gerado pelo motor, que vai agir sobre a superfície trabalhada. A ferramenta tem opções de regulagem de temperatura, variando, geralmente, entre 350º C a 600º C, a depender da marca.

 

soprador-ferramenta-termico-calor-removedor

O soprador também serve para aplicar insulfilm em carros (Foto: Scuto / Reprodução)

 

Além disso, os sopradores térmicos vêm com diferentes opções de bocais e intensidade, para auxiliar em vários tipos de trabalhos, dando mais funcionalidade para a ferramenta. O soprador térmico pode ser usado para:

– tirar tintas e esmaltes velhos de paredes e de outras superfícies em reformas;

– auxiliar na secagem de tintas e vernizes em móveis;

– remodelar canos de PVC; 

– aplicar películas protetoras insulfilm em vidros de carros;

– secar pinturas automotivas;

– dilatar peças mecânicas;

– soltar peças enferrujadas como porcas e parafusos;

– descongelar tubos e canos hidráulicos, entre outros.

 

O soprador térmico tem o formato de pistola, o que facilita a aplicação direcionada do ar quente, aquecendo onde realmente é necessário.

 

Leia também: Ferramentas básicas para ter em casa: 10 itens para um kit ideal!

 

Passo a passo: como usar o soprador térmico

Para obter o melhor desempenho de qualquer ferramenta, é preciso saber como usá-la corretamente. Confira o passo a passo de como usar o soprador térmico abaixo:

 

1. Escolha um local arejado e bem iluminado, com uma superfície resistente ao ar quente, para evitar acidentes;

2. Conecte o plugue do soprador térmico direto na tomada sem extensões elétricas, de preferência, ou T’s para garantir a segurança no manuseio da ferramenta;

3. Coloque os equipamentos individuais de proteção (EPIs) antes de ligar a ferramenta;

4. Ajuste a temperatura e a velocidade do vento de acordo com o tipo de trabalho que vai ser executado. Cada tipo de soprador térmico tem opções de regulagem de temperatura e velocidade diferentes. Siga as instruções do manual do fabricante para fazer o ajuste correto;

5. Ligue o aparelho e faça movimentos contínuos de cima para baixo ou circulares, evitando ficar com o bocal parado na mesma direção por muito tempo;

6. Caso precise fazer uma pausa no trabalho, use o suporte para apoiar o soprador térmico na vertical com segurança;

7. Ao finalizar o trabalho, desligue o soprador e o remova da tomada.

8. Deixe o soprador térmico na vertical em um local seguro, para que ele esfrie e possa ser guardado na caixa de ferramentas.

 

soprador-termico-goodyear

Soprador térmico GY HG – Goodyear (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Cuidados no uso do soprador térmico

Antes de usar:

– Use luvas de proteção para proteger as mãos de eventuais queimaduras.

– Não trabalhe em superfícies molhadas, para evitar choques elétricos e danos na ferramenta.

– Ajuste a temperatura e velocidade antes de ligar efetivamente o soprador térmico.

 

Durante o uso:

– Não coloque o bocal do soprador térmico para baixo, pois isso tampa a saída de ar, prejudicando o desempenho do aparelho.

– Mantenha o soprador sempre na posição horizontal ou com o bocal voltado para cima.

– Evite puxar a ferramenta pelo cabo. Coloque uma extensão elétrica em bom estado, se necessário, para obter mais flexibilidade.

– Não coloque a mão no bocal do soprador térmico durante o uso, para evitar queimaduras.

– Fique atento à posição das mãos, para evitar que o ar quente incida diretamente sobre elas.

– Desligue o soprador da tomada, caso precise trocar um acessório.

 

Depois do uso:

– Desligue o soprador térmico primeiro no aparelho e depois desconecte o plugue da tomada.

– Deixe o soprador na vertical, com o bocal para cima, para que ele esfrie a resistência mais rápido.

– Coloque a ferramenta em um lugar seguro, longe de crianças e animais de estimação.

 

Limpeza e manutenção do soprador térmico

Conforme o soprador elétrico é usado, a necessidade de limpeza aparece naturalmente. Para mantê-lo funcionando e com bom desempenho, siga as dicas abaixo:

– Não limpe a ferramenta com produtos abrasivos, especialmente a parte do bocal que é aquecida.

– Evite usar produtos de limpeza com ácido ou cloro na fórmula.

– Remova resíduos usando uma flanela seca. 

Caso não venha com o produto, compre uma maleta para guardar o soprador térmico e os acessórios como os diferentes bocais, que costumam vir junto com a ferramenta. Assim, o produto fica armazenado em segurança, fica fácil de transportar e você não perde nenhuma peça essencial para o trabalho.

É importante também que você leia no manual de instruções os cuidados de limpeza específicos para cada produto.

 

Sugestão de matéria: Confira como tirar ferrugem de ferramentas!

 

Viu como usar o soprador térmico é fácil? Além disso, os cuidados antes, durante e depois do uso e as dicas de limpeza vão prolongar a vida útil dessa ferramenta. Confira a seção completa de Ferramentas Elétricas no site da Telhanorte

 

Furadeira e parafusadeira: saiba a diferença!

 

Edição de Vinicius Marques e Camila Alexandrino

Como renovar o rejunte do azulejo?

cor-rejunte-renovar-limpar-parede-revestimento-banheiro-branco

| Banheiro

 

Quer renovar o rejunte desgastado do azulejo? Aprenda como trocar, pintar ou limpar com receitas caseiras

 

O rejunte da parede está encardido e, por mais que você limpe e esfregue, não consegue fazer com que ele volte a ficar novo? Neste post, vamos dar algumas sugestões de como renovar o rejunte, para ajudar você a resolver esse problema tão desagradável!

 

Confira no site da Telhanorte: Rejuntes

Rejunte-Weber-Flex--1Kg-cinza-outono-Quartzolit

Rejunte Weber Flex 1Kg cinza outono Quartzolit (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Importância do rejunte

Além da parte estética, o objetivo principal do uso do rejunte é vedar as junções de revestimentos como: azulejospisosporcelanatospastilhas e pedras diversas. Os rejuntes trazem proteção, impermeabilização (evitando fissuras, dilatações e  infiltrações) e também aumentam a durabilidade do piso ou azulejo. O rejunte também ajuda no alinhamento, compensando alguma irregularidade que o azulejo possa ter. 

Outra função importante do rejunte é proteger o azulejo contra os fatores climáticos, como calor e frio extremos. Como o rejunte é maleável, ele permite que as peças de revestimento dilatem ou contraiam, de acordo com o clima, sem que haja rachaduras e atritos.

 

Tipos de rejunte

É o mais utilizado e também o mais barato. Feito à base de areia, cimento, pigmentos para dar a cor desejada, aditivos e polímeros. Ao adicionar água, se transformam em uma argamassa pastosa. Pode ser utilizado tanto em áreas internas e secas (mais recomendável) como também em áreas externas. No caso de áreas externas e úmidas, é recomendável o uso de aditivos, para uma melhor impermeabilização

 

Rejunte intermediário, de fácil aplicação, o rejunte acrílico possui a composição semelhante à do rejunte cimentício acrescentado da resina acrílica que proporciona um acabamento mais liso, facilitando na limpeza. É utilizado para áreas úmidas ou que tenham contado direto com água, como banheiroscozinhasáreas de serviço, áreas externas, entre outras.

 

É o rejunte de maior resistência e durabilidade, sendo resistente a fungos e compostos químicos. É utilizado normalmente em áreas externas, como piscinas, saunas e fachadas, por se tratar de um rejunte muito impermeável. Ele é usado também em áreas internas que recebem muita água, como banheiros, cozinhas e áreas de serviço.

 

Como renovar o rejunte do azulejo

1. Colocando um novo rejunte

Se você deseja um serviço 100% eficaz, o ideal é você colocar um novo rejunte em seus azulejos. Para renovar o rejunte do azulejo, o ideal é utilizar um raspador de rejunte com aço de tungstênio. Se não tiver, pode utilizar uma espátula. Atenção para não danificar o azulejo! 

 

Raspador-de-rejunte-vermelho-Cortag

Raspador de rejunte vermelho Cortag (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Com cuidado, você fará uma raspagem do rejunte velho ou danificado. Utilize um pano úmido ou uma esponja para retirar todo o pó e resíduos existentes. Depois de bem limpo, utilize um pano seco para retirar a umidade e o restante do pó. Aguarde até que o local fique bem seco. Enquanto aguarde, leia as instruções na embalagem do produto

 

bloco_espuma_29507_1_20200729190456

Bloco Cortag de Espuma Amarelo e Branco (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Dependendo do rejunte a ser aplicado, principalmente o epóxi, o tempo de aplicação é limitado. Feito isso, prepare e aplique o rejunte com o auxílio de uma espátula (de preferência, use uma espátula de plástico). Com uma esponja ou pano úmido, vá limpando os excessos com movimentos circulares, para evitar que o rejunte saia. Faça a aplicação em pequenas áreas e vá limpando alternadamente, para que o rejunte não seque demais, dificultando a limpeza. Aguarde o tempo descrito na embalagem para a secagem total.

 

Espatula-em-EVA-para-rejunte-amarela-Cortag

Espátula em EVA para rejunte amarela Cortag (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Pintando o rejunte do azulejo

Outra forma indicada de renovar o rejunte do azulejo é pintando. Você encontra atualmente em lojas especializadas produtos específicos para pintar rejunte de azulejos, de fácil aplicação e sem deixar muita sujeira! Alguns produtos já são prontos para o uso, com bico aplicador e esponja. Você pode também fazer uso da tinta epóxi ou da tinta acrílica. Não se esqueça de observar as instruções do fabricante! O procedimento para aplicação tende a ser bem parecido. 

Limpe bem os azulejos.

– Passe a tinta com a ajuda de um pincel delicadamente. 

– Vá limpando os excessos de tinta com o auxílio de um pano úmido ou uma esponja umedecida. 

Espere a secagem total. Se for necessário, aplique outra demão. 

 

Sugestão de matéria: Confira mais dicas sobre como limpar o rejunte dos ambientes

 

3. Limpando o rejunte com dicas caseiras

No dia a dia, o uso de detergente neutro e água são suficientes para manter o rejunte de seus azulejos limpos e bonitos. Mas caso já se encontrem com uma aparência desgastada, apresentamos abaixo algumas sugestões de como recuperar o rejunte.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Água morna

Para limpezas mais leves, borrife o rejunte com água morna e esfregue com uma escova de cerdas duras.

 

Cloro ou água sanitária

Apesar da água sanitária ser um dos produtos mais utilizados na limpeza, não é recomendado fazer o uso constante desses produtos por serem corrosivos. Mas caso não tenha outra opção no momento da limpeza, utilize um borrifador para umedecer os rejuntes e deixe descansar por aproximadamente 15 minutos. Você já notará a diferença! Nos lugares que ainda permanecerem sujos, utilize uma escovinha. Após a aplicação, enxague muito bem e seque os azulejos. 

 

Veja-Limpeza-Pesada-Cloro-Ativo-2-em-1-1L-1772023

Veja Limpeza Pesada Cloro Ativo 2 em 1 1L (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Vinagre

O vinagre é um produto que muitas famílias possuem em casa e é ótimo para diversos tipos de limpeza! Usando o mesmo processo da água sanitária ou cloro, borrife o vinagre generosamente e deixe agir por um bom tempo. Depois, com uma escovinha, esfregue delicadamente o rejunte. Enxague e seque para finalizar. 

 

Escova-Novica-cantos-112-Bettanin-1450026

Escova Noviça cantos 112 Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Bicarbonato

Faça uma mistura com uma parte de bicarbonato, duas partes de água e o suco de um limão espremido. Aplique essa pastinha no rejunte dos azulejos. Aguarde cerca de 10 minutos. Esfregue com uma escovinha, lave e seque

 

Bicarbonato e água oxigenada

Misture uma parte de bicarbonato de sódio com duas partes de água oxigenada. Aplique e deixe agir por 5 minutos. Use uma escovinha para dar o acabamento e limpe com água.  

 

Sugestão de matérias: Buscando mais dicas? Confira 14 itens que não podem faltar no kit de limpeza, 5 dicas de limpeza e organização da casa, truques de limpeza para 5 tipos de piso e aprenda como fazer a limpeza pós-obra

 

Produtos de limpeza multiuso

Fáceis e práticos de usar, os produtos multiuso são encontrados facilmente nos mercados e já vêm prontos para uso, bastando apenas borrifar e esfregar com um pano ou esponja. Inclusive, há alguns específicos para banheiros, que tiram o limo dos rejuntes. 

 

Esponja-Magica-Scotch-Brite-3M

Esponja Mágica unitária azul e branco Scotch-Brite (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Sal, detergente e vinagre

Outra boa opção para limpar os rejuntes é misturar uma medida de vinagre branco, uma de água quente, uma medida de sal e duas colheres de detergente líquido. Passe no rejunte, aguarde aproximadamente 15 minutos e, então, esfregue com uma esponja ou escovinha. Em seguida, lave com água.

Evite usar produtos abrasivos, como ácidos, soda cáustica e aguarrás na limpeza dos rejuntes dos azulejos, pois podem corroer e danificar o rejunte, como também o próprio azulejo.

 

Gostou das dicas para renovar o rejunte da parede?

Agora que você já sabe como renovar o rejunte, não há mais motivos para deixá-lo encardido. Então, mãos à obra! Aproveite também para conhecer a loja virtual da Telhanorte e encontrar rejuntes, argamassas, espátulas, azulejo e tudo que você precisa para a reforma. Aproveite nosso cartão de crédito Telhanorte e acesse as melhores condições de pagamento do mercado.

 

Qual o melhor rejunte para piscina?

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

5 dicas de limpeza e organização para a casa

limpeza-manutencao-casa-faxina-arrumar-como-dicas-produtos

| Ambientes Internos

 

Confira 5 dicas de limpeza para a casa e organize a rotina de faxina, para ter ambientes sempre limpos, organizados e aconchegantes!

 

Viver em um ambiente limpo e organizado impacta diretamente na qualidade de vida e também é um cuidado com a saúde. Afinal, acumular poeira pode piorar alergias, dormir muito tempo no mesmo lençol ou secar com a mesma toalha por semanas podem causar problemas de pele, entre outras coisas.

 

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Telhanorte (@telhanorte)

 

Então se você quer cuidar melhor do seu lar, reunimos 5 dicas de limpeza para a casa, além de produtos e equipamentos que podem ser usados para deixar tudo mais cheiroso. Confira!

 

5 dicas de limpeza para casa

 

1. Monte um cronograma de limpeza

Se você não é um entusiasta da faxina, mas sabe da importância e quer terminar sempre o mais rápido possível, monte um cronograma com os dias de faxina mais pesada e alterne com dias de limpeza para manutenção. O motivo de muita gente não gostar de fazer faxina é porque dá trabalho. Mas esse trabalho só é tão grande porque a sujeira acumula e aí é impossível não passar quase um dia inteiro, ariando os rejuntes, passando pano e limpando os móveis. 

Por isso, faça seu cronograma e cumpra-o a risca, alternando dias de limpeza mais leve com outros de faxina mais pesada. No início pode ser que você não consiga ser tão regrado, mas seja persistente para conseguir criar esse hábito.

 

Sugestão de matéria: Como limpar a casa no inverno: 5 dicas de limpeza eficiente.

 

2. Mantenha o estoque de produtos de limpeza abastecido

Que atire a primeira água sanitária quem nunca adiou a faxina porque não tinha um determinado produto de limpeza em casa! Para evitar a procrastinação, cheque sempre o estoque de produtos e veja os que precisam de reposição. Uma das dicas de limpeza para casa nesse caso é sempre ter um vidro fechado extra de cada produto que você mais usa. Os essenciais na dispensa são:

– sabão em pó; 

– água sanitária; 

– desinfetante; 

– desengordurante;

– amaciante de roupas;

– detergente; 

– esponjas; 

– álcool 70%.

 

IMPORTANTE: sempre leia as instruções de uso no rótulo dos produtos bem como as recomendações em relação a misturas com outros produtos de limpeza. Algumas misturas podem ser altamente perigosas e tóxicas, causando queimaduras na pele, alergias e danos respiratórios.

 

Mantenha os produtos guardados em uma caixa com tampa e coloque-os longe do alcance das crianças e dos animais de estimação. Quer uma lista detalhada com os principais itens? Leia a matéria do Blog Telhanorte: ‘Kit de limpeza para casa: 14 itens que não podem faltar.

 

3. Organize um cômodo de cada vez

Com os dias de limpeza definidos e todos os produtos separados, comece a faxinar um cômodo de cada vez. Se sua casa ou apartamento é maior, bate aquele desespero de “vou ficar o dia inteiro limpando”. Mas tenha calma! Comece pelos cômodos internos — quartos e banheiros — e vá em direção aos corredores, sala, sala de jantar, cozinha e área externa.

Uma das dicas de limpeza para casa que pouca gente se atenta é começar varrendo o ambiente. Assim, você tira o excesso de poeira, remove a roupa de cama suja, tira o pó dos móveis, passa o pano e, em seguida, coloca uma roupa de cama nova. Caso tenha aspirador de pó, ele é uma ótima alternativa à vassoura.

É importante seguir as especificações de limpeza de cada tipo de piso, pois alguns não podem ser encharcados, como o piso vinílico. Para facilitar essa tarefa use um mop. Esse utensílio é prático, efetivo e você encontra aqui na Telhanorte!

 

Luva-de-Latex-8-G-Fixtil-1582518

Luva de Latex 8 G Fixtil (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

DICA: se você prefere limpar com o pano de chão, use luvas de látex para proteger as mãos. Assim, você evita qualquer tipo de alergia de contato, comuns quando se trabalha rotineiramente com produtos de limpeza.

 

4. Liste as tarefas de organização do dia a dia

A manutenção entra no cronograma de faxina como tarefas rápidas que vão evitar o acúmulo de trabalho para a data da próxima limpeza pesada. Alguns exemplos para manter a organização são:

 

varrer e passar pano no chão de dois em dois dias (ou na frequência adequada para sua casa);

– trocar a roupa de cama e toalhas de mesa, banho e rosto toda semana;

tirar o pó dos móveis uma vez por semana;

trocar os panos de prato (se você cozinha em casa, troque todos os dias após o almoço).

 

Esses são apenas alguns exemplos de tarefas rotineiras. Você pode pensar onde e o que suja mais rápido na casa para manter tudo em ordem. Dessa forma, a faxina mais pesada pode ser feita de 15 em 15 dias ou conforme a sua necessidade.

 

5. Otimize as tarefas com equipamentos de limpeza

Já falamos do mop acima, que pode traz realmente vários benefícios. O aspirador de pó é outro equipamento muito útil e hoje existem opções compactas e de multiuso no mercado. Alguns modelos possuem a opção de aspirador de mão, que facilita a aspiração do sofá e outros móveis, até mesmo do carro. Além desses equipamentos específicos tenha também escovas pequenas para limpar os rejuntes, pano multiuso, baldes, vassoura, rodo e mangueira de água para limpeza das áreas externas.

 

Mop-Novica-twister-BT1902-Bettanin-1449974

Mop Novica twister BT1902 Bettanin (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Gostou das dicas de limpeza para casa?

Com essas dicas de limpeza para a casa, sua faxina nunca mais será muito pesada e seu lar vai ficar sempre cheiroso e aconchegante. Precisa repor alguns equipamentos de limpeza? Confira as ofertas no site da Telhanorte, ou em nossas lojas físicas, e aproveite a comodidade de fazer o pedido sem sair de casa! Confira a sessão completa de Organização da Casa e aproveite nossos preços!

 

Como fazer limpeza pós-obra

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

Como tirar riscos do piso laminado?

piso-laminado-madeira-claro-cor

| Pisos e Revestimentos

 

Aprenda dicas simples para remover riscos do piso laminado e conservar o chão limpo e brilhante

 

O piso laminado é um dos tipos de pisos que imitam madeira mais usados no Brasil. Entretanto, ele pode dar uma certa dor de cabeça, quando o assunto é manutenção. Seja ao arrastar móveis, andar com calçados pela casa, ou por outras razões, o piso laminado pode se desgastar com facilidade. Por isso, separamos algumas dicas de como tirar riscos do piso laminado e manter a sua beleza. Confira!

 

Confira em nossa loja virtual o departamento de Piso Laminado

Piso-laminado-Durafloor-de-click-Spot-Olinda-C--1340cm-x-L--187cm-madeirado-1626019

Piso laminado Durafloor de click Spot Olinda C: 1340cm x L: 187cm madeirado (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como tirar riscos do piso laminado: passo a passo

A seguir separamos um passo a passo de como tirar riscos do piso laminado com apenas 2 etapas: 

 

 

Limpa pisos lâminados e vinílicos Pulvitec e Limpador de pisos laminados Duratto

 

Se ainda assim sobrar riscos, pode ser necessário contratar um profissional experiente para revitalizar o piso. Por isso, agora que você já sabe como tirar riscos do piso laminado, fique atento para não deixar o piso acumular arranhões. Sempre que possível, cuide do piso laminado, para evitar que ele se desgaste rapidamente. 

 

Piso laminado resistente a riscos

O piso laminado apresenta características positivas como o custo, a estética e a durabilidade. Entretanto, o piso laminado está sujeito a riscos. De maneira geral, ele sofre menos com arranhões do que os pisos de madeira como tacos, mas é mais sensível que outros tipos de piso como cerâmico, piso vinílico e porcelanato.

Para manter a aparência do piso laminado e protegê-lo de arranhões e manchas, você deve manter uma rotina de limpeza, usando produtos de limpeza próprios para o piso laminado, que eliminam manchas e funcionam para limpezas pesadas. Evite jogar água diretamente nesse tipo de piso, pois ela pode danificar a peça, causando estufamento e até descolamento das peças. Use um pano úmido para aplicar o produto de limpeza e criar um piso laminado resistente a riscos. 

 

Sugestão de matéria: Inspire-se com os principais pisos de madeira e também os pisos de cerâmica amadeirados!

 

Por essas mesmas razões, o piso laminado não é indicado para áreas muito úmidas da casa, como banheiro, cozinha e lavanderia ou área externa. Para esses ambientes, opte por modelos como o piso de cerâmica estilo madeira ou mesmo peças de porcelanato que também imitam a madeira. 

Esses dois pisos geralmente podem ser aplicados em toda a casa, tanto nas áreas internas como nas áreas externas. 

Por isso, se você ainda está na fase de escolha do piso, coloque todas essas informações na balança e veja o que é mais importante para você. De maneira geral, pisos laminados arranham mais e exigem mais manutenção, mas são mais aconchegantes. Pisos em porcelanato ou cerâmica são mais resistentes a arranhões, exigindo menos manutenção, e contribuem para uma casa mais fresca (ótimo no verão, nem tanto no inverno).

 

Onde encontrar  produto para tirar risco de piso laminado

E aí, já sabe tudo sobre como tirar riscos do piso laminado? Esperamos ter te ajudado a manter a casa linda, mesmo com o passar do tempo. Lembre-se de realizar uma manutenção constante no piso e em todos os revestimentos da casa. Assim, você garante durabilidade e beleza por mais tempo.

Use sempre os produtos especializados para cada tipo de piso, para evitar problemas ou desgastes indesejados. Na dúvida, consulte um especialista. Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um setor completo de limpeza e manutenção, com produtos para diferentes áreas e materiais usados na sua casa. Confira nossos preços e promoções! 

Se está pensando em reformar, temos uma enorme variedade de tamanhos, cores, estampas e preços de pisos. Escolha a melhor opção para combinar com a decoração! Faça seu pedido e receba tudo em casa. Sem precisar sair!

 

Piso vinílico: dicas para prolongar a durabilidade

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

Pisos cerâmicos: variedade de resistência e acabamentos

piso-ceramico-ceramica-resistencia-acabamento-brilho-claro-antiderrapante

| Pisos e Revestimentos

 

Entenda como se classificam as peças de cerâmica de acordo com a resistência do material. Confira opções de acabamentos e saiba as vantagens de usar a cerâmica no piso

 

Os tipos de pisos cerâmicos variam de acordo com a resistência das peças e os acabamentos. Entender a capacidade do material é o que orienta qual cerâmica será melhor para cada ambiente da casa. A seguir falamos de dois fatores essenciais para avaliação de um piso cerâmico. Confira!

 

1. Classificação A, B e C de resistência

A primeira característica dos tipos de pisos cerâmicos é a resistência que o material oferece. Há no mercado as classificações principais:

1- Piso cerâmica tipo A: são os modelos premium dos tipos de pisos cerâmicos. Resistentes e sem defeitos visíveis, têm garantia oferecida pelos fabricantes, além de não danificarem com produtos químicos.

2- Piso cerâmico tipo B e C: são os modelos intermediários. Apresentam defeitos visíveis nas peças, mas têm boa resistência e garantia de fábrica. 

3- Piso cerâmico tipo D: são os modelos mais simples dos tipos de pisos cerâmicos que, além de terem defeitos visuais nas peças, não possuem garantia de resistência. 

 

Sugestão de matéria: Aprenda como tirar risco do piso laminado e confira dicas para prolongar a durabilidade do piso vinílico!

 

2. Índice PEI de resistência ao desgaste 

A escala PEI vem do inglês Porcelain Enamel Institute (Instituto da Porcelana/Cerâmica Esmaltada) e classifica a resistência à abrasão das peças de cerâmica esmaltada, de acordo com os valores abaixo:

 

tabela-classificacao-pei-pisos

Capacidade das peças cerâmicas instaladas no piso (ArqTema / IAU USP / Reprodução)

 

Confira algumas opções de acabamentos!

Existem outras opções de pisos e revestimentos considerados mais nobres e bonitos, porém os pisos cerâmicos não ficam atrás! Os modelos de pisos cerâmicos são tão diversificados quanto os de porcelanato. Além dessa variedade, a cerâmica também possui no mercado acabamentos diferentes para o piso. Confira algumas opções no site da Telhanorte:

 

1. Brilhante

 

Confira no nosso site: Piso Carrara HD brilhante 61x61cm cinza Formigres

 

 

2. Acetinado

 

Confira no nosso site: Piso cerâmico Inove Plus acetinado bold 62x62cm bege Royal Gres

 

Sugestão de matéria: Inspire-se com os principais pisos de madeira e também os pisos de cerâmica amadeirados!

 

3. Acetinado rústico

 

Confira no nosso site: Piso Cerâmico Classic Navona Savane Acetinado Retificado Comp: 53 cm. X Larg: 53 cm. Marrom

 

4. Acetinado antiderrapante (para uso externo)

 

Confira em nosso site: Piso cerâmico Eliane Horus White e Piso cerâmico Eliane Habitat Concreto

 

Vantagens de escolher a cerâmica para o piso residencial

A cerâmica é produzida da argila e, como vimos, tem resistência e modelos diferentes que valorizam cada ambiente. Confira as vantagens de apostar nesse piso!

 

1. Variedade de modelos

Os tipos de pisos cerâmicos possuem uma variedade excelente de modelos, que ajuda a colocar a criatividade em prática na hora de decorar — sim, o piso é parte da decoração! Existem modelos de cerâmica estampada, que imitam outros materiais como madeira, pedras e concreto.

 

2. Resistência

Como já destacamos, os tipos de pisos cerâmicos têm uma variedade de resistência que permite utilizá-los em todos os cômodos da casa, a depender da funcionalidade e uso de cada espaço. 

 

3. Preço acessível

Comparado a outras opções como o porcelanato, o piso cerâmico tem um excelente custo-benefício, sem perder em qualidade e beleza.

 

4. Durabilidade

Os pisos de cerâmica são escolhas duráveis e podem resistir até 20 anos se forem instalados em lugares apropriados e o assentamento das placas for feito de maneira correta.

 

5. Facilidade de limpar

Esse tipo de piso pode ser varrido ou limpo apenas com água e sabão neutro. É importante destacar a atenção que deve ser dada ao rejunte, para não deixá-lo encardir, especialmente os brancos.

 

Gostou de conhecer sobre tipos de pisos cerâmicos?

Agora que você sabe o que avaliar na hora de escolher os tipos de pisos cerâmicos, pode fazer sua compra com a certeza de que vai acertar no modelo! E como qualidade é importante, a Telhanorte selecionou as melhores marcas e fabricantes de piso para a categoria de Pisos Cerâmicos!

Confira e aproveite para completar seu pedido com outros itens para assentamento como Acabamentos para piso, Argamassa e Rejunte. Comprando online, você tem mais comodidade e paga com segurança. Aproveite as ofertas e viva a sua casa!

 

Piso cerâmico amadeirado: confira dicas!

 

Edição de Vinicius Marques e Camila Alexandrino

Como usar tinta esmalte: 5 dicas para não errar

tinta-esmalte-para-madeira

| Tintas

 

Confira nossas dicas para não errar na hora de pintar as superfícies da casa com tinta esmalte

 

A tinta esmalte é muito utilizada em superfícies de madeira e metal, não sendo tão recomendada para paredes de alvenaria. Ela é resistente, facilita a limpeza da superfície e pode ser utilizada em áreas externas como grades e portões, além de superfícies internas como portas, janelas, batentes e rodapés

 

Sugestão de matéria: Confira em nosso blog os principais tipos e acabamentos da tinta esmalte, além dos principais tipos de tinta

 

Confira em nosso site: Tinta Esmalte

Esmalte-sintetico-acetinado-36-litros-branco-Suvinil

Esmalte sintético acetinado 3,6 litros branco Suvinil (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Como usar tinta esmalte

1. Escolha os acessórios para a pintura

Primeiro, você precisa separar os utensílios adequados para a pintura. Um dos pinceis recomendados para a tinta esmalte é o de cerdas pretas. Além do esmalte, esse pincel também é indicado para a aplicação de verniz e stainVocê também pode optar por um rolo para pintura. Nesse caso, opte por um rolo de espuma poliéster, e não por rolos de lã, que são indicados para tintas acrílicas

 

Confira em nosso site: Acessórios para Pintura

Rolo-para-pintura-9cm-espuma-406-09-Atlas

Rolo para pintura 9cm espuma 406/09 Atlas (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

2. Defina qual tinta esmalte você usará

Existem alguns tipos de tinta esmalte, entre eles o esmalte sintético e o esmalte base de água.  Para aprender mais sobre os tipos de esmalte que você pode utilizar em casa, leia a matéria: Tipos e Acabamentos da Tinta Esmalte.

 

Confira em nosso site: Pintura para Madeira e Metal

Esmalte-sintetico-acetinado-Coralit-Ultraresistencia-branco-900ml-Coral

Esmalte sintético acetinado Coralit Ultraresistência branco 900ml Coral (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

3. Prepare a superfície a ser pintada

Assim como em qualquer outra pintura, é preciso deixar a superfície limpa e preparada. Caso contrário, o acabamento pode ficar prejudicado, apresentando imperfeições.

Deixe a superfície secar e retire qualquer resquício de umidade, gordura ou póUse uma lixa bem fina (opte por uma em torno do n° 240).

 

Sugestão de matéria: Não conhece os tipos de lixa? Então acesse nosso artigo sobre os principais tipos de lixas e fique por dentro das melhores opções. 

 

4. Aplique a tinta

A aplicação vai variar de acordo com o tipo de tinta escolhida e com as indicações de cada fornecedor. O primeiro passo é ler as instruções na embalagem do produtoGeralmente, as tintas esmalte sintético precisam de solvente. Algo em torno de 30% de solvente. Já as tintas à base de água não precisam ser diluídas, tornando o trabalho mais simples. 

Aplique na superfície com o pincel ou rolo, sempre mantendo o mesmo sentido e direção.

 

esmalte-sintetico-madeira-pintura-pincel-superficie

O esmalte acetinado dá um ótimo acabamento para a madeira (Foto: Polychimie / Reprodução)

 

5. Aguarde o tempo de secagem da tinta esmalte

Antes de passar a segunda mão, caso haja necessidade, espere as tintas secarem. O esmalte à base de água tende a secar por volta de 30 minutos ao toque, enquanto que o esmalte sintético à base de solvente leva em torno de 45 minutos entre uma demão e outra.

 

Como remover tinta esmalte?

Quer reformar um móvel ou uma outra superfície que já está pintada com tinta esmalte ou verniz? Para isso, pode ser necessário retirar a tinta antiga antes de passar uma nova demão. Você pode utilizar lixas e fazer a retirada da tinta em um processo manual. Uma outra opção é a remoção da tinta em um processo químico, por meio de produtos chamados removedores

Eles podem ser usados em metal ou madeira e não danificam a superfície, retirando a tinta sem agredir a superfície. É obrigatório o uso de máscaras, luvas e óculos de proteçãoAlém disso, é importante estar em um local ventiladoEm nenhuma hipótese use esse tipo de produto em locais fechados. 

Leia com atenção as instruções do fabricante antes de começar o processo de remoção da tinta antiga. Tenha o cuidado de limpar a peça depois do uso dos removedores para a aplicação da nova cobertura de tinta. 

 

Como limpar pincéis e rolos? 

Uma das etapas que grande parte das pessoas pulam após a pintura é a limpeza dos materiais. Entretanto, não limpar pincéis, rolos e demais materiais usados no processo de pintura pode inutilizá-los. Esses itens não são descartáveis e podem te ajudar a economizar em uma outra reforma. Por isso, tome cuidado e limpe-os imediatamente após o uso. Em tintas a base de água basta usar água corrente e sabão. Já no caso de tintas à base de solvente, você vai precisar tirar o excesso de tinta do pincel com estopa ou jornal e depois lavar com um solvente como aguarrás.

 

Onde comprar tintas esmalte de qualidade e com menor preço?

Na loja virtual da Telhanorte, você encontra um departamento completo de Tintas e uma sessão especial com Tinta Esmalte para atender às suas necessidades com a qualidade e o preço que você procura. Além dos melhores preços de tintas, aproveite também nossa sessão com Acessórios para Pintura como pincéis, rolos para pintura, lixas para pintura, bandejas e caçambas, e muito mais. 

Agora que você já sabe como usar tinta esmalte, aproveite nossas promoções e faça seu pedido sem sair de casa! Receba tudo no endereço indicado e parcele suas compras em 10 vezes sem juros no cartão de crédito da Telhanorte.

 

Pintura externa: preparação e durabilidade da tinta

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino