modelo | Blog Telhanorte

Como escolher tapete da sala: 5 dicas para não errar

tapete-tamanho-estampa-sala-decoracao

| Decoração

Dicas práticas para te ajudar na missão de como escolher o tapete da sala. Insights e inspirações de cor, tamanho, materiais e mais

 

O tapete é um dos pontos altos de uma decoração e saber como escolher tapete da sala é fundamental para garantir um bom resultado visual e funcional para esse objeto.

Entre as dicas de como escolher tapete da sala é preciso estar atento a:

A seguir, explicamos cada um desses tópicos e apresentamos insights importantes para quem está em busca de um visual mais integrado, aconchegante e estiloso para sua casa. Confira!

 

Veja também: Como limpar tapete da sala em 5 passos simples e fáceis

 

Como escolher tapete da sala: 5 elementos que você deve considerar

Quando falamos de sala de estar e sala de jantar, é preciso pensar no tapete como um objeto de decoração que conecta todos os móveis do ambiente e dá uma sensação de unidade para a decoração. Ele faz com que tudo “se encaixe” e faça sentido.

A seguir, apresentamos um guia com dicas de como escolher tapete da sala, com tudo o que você precisa considerar para ter o melhor resultado possível para sua jornada. 

 

Tamanho

Neste primeiro tópico sobre tamanho de tapete para sala é importante estar atento a alguns aspectos técnicos. O primeiro deles é que o comprimento do tapete deve ser da mesma largura do sofá ou um pouco maior. Nunca menor. 

Em relação à largura do tapete, ela vai depender do espaço que há entre o sofá em os móveis que você tem na frente do sofá, como o rack ou a estante.  Os pés do sofá devem ficar sobre o tapete e, se houverem poltronas os pés delas também devem estar sobre o tapete.

 

tapete-tamanho-sala-decoracao

Tapete na sala de estar (Foto: tapetesnaweb.com.br/Reprodução)

 

Para escolher o tamanho do tapete para sala de jantar o ideal é que você opte por modelos com 60 cm “sobrando” para fora as cadeiras. Isso é importante para garantir que quando você puxar as cadeiras elas continuem sobre o tapete.

 

Formatos

Atualmente existem tapetes de diversos formatos, como quadrados, ovais, redondos e retangulares.

Se você busca por um estilo mais clássico para sua sala dê preferência para modelos quadrados ou retangulares. Já para salas mais modernas, investir em tapetes redondos pode ser uma boa ideia para mostrar personalidade

No caso de tapetes para mesas de jantar redondas, não há uma regra, mas pode ser interessante manter o padrão com um tapete no mesmo formato. 

 

tapete-marrom-redondo-sala-decoracao

Tapete formato redondo marrom (Foto: tuacasa.com.br/Reprodução)

 

Texturas, cores e estampas 

Agora você vai precisar confiar no seu bom gosto e, claro, em algumas dicas de como escolher tapete da sala. 

A primeira regra é que o tapete deve estar alinhado aos demais elementos da decoração

Então, como escolher cor de tapete para a sala? A primeira coisa é tentar criar uma paleta com as cores que já estão presentes em outros objetos do ambiente. Uma dica de ouro, por exemplo, é combinar os tapetes com almofadas e outros itens que já existem. 

Para te ajudar na missão de como escolher a cor de tapete para sala você pode seguir alguns padrões como: 

 

tapete-preto-e-branco-sala-decoracao

Tapete para sala de estar preto e branco (Foto: tuacasa.com.br/Reprodução)

 

Materiais

O material do tapete vai interferir no efeito que ele tem na sala e também na facilidade de limpeza e na durabilidade do objeto. Existem, basicamente, três divisões de materiais usados para tapete da sala: 

Os tapetes sintéticos são mais resistentes e fáceis de limpar. Entenda qual é a sua prioridade e faça sua escolha. 

 

tapete-tamanho-estampa-sala-decoracao

Tapetes usados de forma criativa na sala (Foto: wermar.com.br/Reprodução)

 

Espessura

É importante considerar a espessura dos tapetes antes de comprar um. Dê preferência para modelos de gramatura mais baixa em áreas de muita circulação, como corredores e banheirosJá ambientes nos quais buscamos mais conforto e aconchego, você pode preferir tapetes com a gramatura maior, como em salas de estar e quartos. 

 

Veja mais em: 4 formas de utilizar mantas na decoração

 

Gostou das ideias e dicas de decoração com tapetes para sala?

É claro que o tapete é um item que pode agregar muito no visual, não só da sala, mas também de cozinhas, banheiros e quartos. Além de beleza, eles também são objetos funcionais do dia a dia e por isso, é importante que você considere os elementos que listamos acima, e não saia comprando o primeiro tapete lindo que você vir pela frente!

Esperamos que nossas dicas de como escolher tapete da sala tenham te ajudado a organizar suas ideias sobre esse item e que as inspirações te encham de criatividade! Aproveite também para conhecer nosso departamento de Decoração. Reunimos quadros decorativos, almofadas, capas e mantas, luminárias, e muito mais, para você renovar a sua casa, sem gastar muito!

 

Edição por Veronicca Fernandes

Como escolher adega de vinho? 7 dicas para acertar

adega-armazenamento-vinhos

| Decoração

Você é um apreciador de vinhos? Que tal montar sua própria adega em casa ou no escritório? Com essas dicas incríveis você vai poder escolher uma e impressionar amigos e clientes

 

É muito comum que pessoas que estejam começando a sua coleção de vinhos fiquem em dúvida sobre como escolher uma adega.

Ela é um instrumento importante, não apenas para guardar as garrafas de vinho, mas, principalmente, para preservar o aroma e sabor do vinho. Elas também ajudam a preservar vinhos de guarda – aqueles que melhoram com o passar dos anos.

Se você é um apaixonado por vinhos e gosta de armazenar suas garrafas para ocasiões especiais – seja para tomá-los sozinho, enquanto aprecia um bom livro, ou em um jantar entre amigos – esse artigo é para você! Aqui, reunimos algumas dicas importantes para quem está pensando em comprar uma adega.

Existem adegas construídas que ocupam porões ou quartos escuros de uma casa, entretanto, devido ao trabalho de construção e também ao espaço que podem ocupar, atualmente as adegas climatizadas são as melhores opções.

 

1. Modelo da adega

As adegas climatizadas usam a eletricidade para garantir a umidade adequada e o resfriamento ideal de seu interior.

Existem dois tipos de adega: 

 

Veja também: Como montar um bar em casa

 

As adegas termoelétricas usam a eletricidade para realizar a troca de calor entre o interior e o exterior da adega. Isso acontece por meio de uma placa de cerâmica que envia o calor de dentro da adega para seu exterior. Geralmente, esse processo é capaz de conseguir uma temperatura interna de 10°C mais baixa do que a externa.

O ponto positivo é que o consumo de energia da adega de vinho é baixo. O ponto negativo é que esse tipo de adega é indicada apenas para regiões e cidades que, geralmente, não ultrapassem os 25°C.

Já a adega com compressor usa a eletricidade para efetivamente definir qual é a temperatura que deseja-se para o interior da adega. 

O ponto fraco deste modelo é que o consumo de energia da adega de vinho é mais alto, entretanto, ele ainda é a opção mais segura e eficiente para regiões que chegam a temperaturas mais altas durante o ano (o que é bem comum para o Brasil).

Atenção: Se você estiver considerando colocar seus vinhos em uma geladeira comum, avisamos que não é uma boa ideia! As geladeiras possuem variações de temperatura a cada vez que são abertas, além de a iluminação e o cheiro dos alimentos em seu interior prejudicarem o processo de armazenamento dos vinhos. Por essas razões, uma adega é o mais recomendado.

 

2. Considere o tamanho da adega

Aprender como escolher uma adega envolve uma certa matemática.

Existem adegas com capacidade de de 4 a 300 vinhos (algumas com até mais do que isso). Com uma adega é provável que seu volume de compras aumente, então tente fazer algumas projeções de futuro. Modelos de adegas que armazenam 4 ou 8 garrafas possuem bons preços, mas nem sempre são suficientes para quem ama vinho!

Logo, é importante que você faça alguns cálculos para saber qual é o tamanho ideal para sua necessidade. 

Considere algumas variáveis como:

Aplique a fórmula: 

(Compra mensal – consumo mensal) x 12 meses

 

Adega de vinho preta (Foto: www.bondfaro.com.br/Reprodução)

 

Se você consome 2 garrafas por semana e compra 12 por mês, ao final de um ano será necessário ter capacidade para armazenar 48 garrafas. Nesse ritmo, ao final de 2 anos esteja preparado para ter quase 100 garrafas em sua coleção.

3. Local e uso da adega

Acima, falamos sobre o tamanho da adega. Algo também muito importante a ser considerado é qual será o uso da adega e o local em que ela será instalada.

Uma adega de vinho para apartamento, geralmente, tem uma necessidade de armazenar mais vinhos, enquanto uma adega para escritório pode ter um tamanho reduzido, já que, geralmente, serve para armazenar garrafas já abertas para comemorar bons contratos.

Fique atento também ao tipo de vinho. Se a adega também for usada para armazenar vinhos de guarda, a tendência é que ela tenha as prateleiras ocupadas por um longo período de tempo. Logo, será preciso investir em uma adega maior.

Ao escolher o local para a adega considere o tamanho do espaço que você tem para armazená-la. Uma opção bastante atual é optar por uma adega de vinho para cozinha.

 

4. Mostrador de temperatura

Parece um pequeno detalhe, mas quando falamos sobre vinhos, a temperatura é um elemento delicado, importante e que precisa ser medido e acompanhado. 

Alguns modelos de adega possuem um mostrador de temperatura do lado de fora para que você possa acompanhar a qualidade da armazenagem sem precisar abrir a adega sempre que precisar dessa informação. Além de ser um importante sinal para alertar sobre possíveis avarias na adega.  

A temperatura ideal para armazenagem do vinho tinto é entre 14 e 18 ºC.

 

Veja mais em: Varandas Gourmet: uma seleção de espaços para você se inspirar

 

5. Material da porta da adega

É muito comum que você encontre adegas com portas de vidro. Esse material torna as adegas muito elegantes e são excelentes peças de decoração, entretanto, é fundamental que você observe se os vidros são adequados para a manutenção da temperatura do local. 

Se você está pensando em comprar uma adega de vinho para cozinha ou sala de estar, por exemplo, os vidros da adega devem ser capazes de proteger seus vinhos dos raios UV. 

Além do vidro você também encontra adegas com portas de inox, madeira e outros materiais que protegem dos raios solares.

 

6. Atenção ao espaço das prateleiras

Ao optar por comprar uma adega, fique atento ao espaço oferecido entre as prateleiras e garanta que elas aceitam diferentes formatos de garrafa, inclusive de espumante, por exemplo.

 

7. Estilo decorativo da adega

Atualmente as melhores adegas de vinho aliam funcionalidade e estética. As adegas de vinho se tornaram peças de decoração e por isso devem estar inseridas no estilo proposto para o ambiente.

Entre os diferentes modelos de adega de vinho, você vai, certamente, encontrar um que esteja alinhado ao seu estilo. Modernas, com estilo retrô, embutidas em armários ou como parte da organização da cozinha e da sala de estar, sua única preocupação deve ser aliar a beleza da peça à sua funcionalidade.

 

adega-em-casa-armazenamento-vinhos

Adega em casa para armazenar vinhos (Foto: La Ville / Reprodução)

 

Agora que você já sabe como escolher uma adega, é hora de encontrar o modelo que melhor se adapte a sua realidade, de acordo com os critérios que listamos acima e com o melhor custo do mercado!

 

Edição de Camila Alexandrino e Murilo Bonício

Qual o melhor tipo de sofá para apartamento?

sofá-canto-azul

| Decoração

Quer dar uma nova cara para seu lar e ao mesmo tempo precisa de um sofá para receber visitas e assistir aquele filminho no final de semana? Então confira as melhores dicas de sofás para apartamentos

 

Antes de escolher o melhor tipo de sofá para apartamento, você precisa considerar alguns critérios que te ajudarão na escolha, como:

O sofá é, geralmente, o móvel que mais se destaca no ambiente, por isso, precisa ser bem escolhido para ornar com a decoração do restante do espaço. Com nossas dicas, você vai acertar na escolha do melhor tipo!

 

Qual o melhor tipo de sofá para apartamento?

Você já deve ter visto dezenas de sofás antes de chegar até aqui. Todos parecem lindos na internet, mas qual funciona melhor para você e para o seu apartamento? 

Você não é o único com essa dúvida. Definir qual o melhor tipo de sofá para apartamento é uma missão complicada e requer atenção para não cometer erros. Então vamos às nossas dicas! Anote-as!

 

1. O tipo de uso do sofá

Em casas muito pequenas, o sofá é usado às vezes como cama para visitantes ou mesmo para um dos moradores, quando são muitas pessoas dividindo o mesmo espaço. Em outras situações, o sofá é usado para receber visitas em casa e conversar, ou para sentar com os amigos e ver um filme no final de semana. Antes de escolher seu modelo, considere esses pontos e defina qual vai ser o uso principal do móvel.

 

sofá-reto-amplo

Sofá amplo em padrão reto (Foto: Plantas de Casas / Reprodução)

 

2. As medidas da sala

Também é preciso considerar o tamanho do espaço disponível para a colocação do novo item de decoração. Muitos apartamentos possuem salas pequenas, que comportam apenas um sofá de dois ou três lugares, bem como outros possuem espaço mais amplo, permitindo que mais de um seja colocado, tornando o living room mais aconchegante.

Primeiro de tudo, tome nota das medidas disponíveis, para isso, você vai precisar de uma trena, papel e caneta!

Comece medindo todas as paredes da sala de ponta a ponta. Geralmente os sofás se encontram de frente a televisão. Considere a distância entre o aparelho e o sofá, para não ficar perto ou longe demais.

 

sala-de-estar-sofá

Sala de estar com espaço amplo para o sofá (Foto: Revista Visual e Design / Reprodução)

 

Leia mais em: O sofá ideal para sala pequena: guia de decoração

3. Tamanho do sofá

Sabendo qual o uso do móvel e o espaço disponível para instala-lo, é hora de analisar os tamanhos de sofás disponíveis no mercado e qual se adequa melhor às suas necessidades. Os tamanhos podem influenciar diretamente no preço final do produto e até na taxa de entrega, então vale a pena ter tudo na ponta do lápis antes de ir a alguma loja ou acessar um site de vendas.

Se a maior parede for menor do que 2,5 m o melhor tipo de sofá para apartamento é o de 2 lugares. Entretanto, se a parede for maior do que 2,6 m você poderá optar por tamanhos de sofá para 3 lugares ou mais.

 

sofá-grande-canto

Sofá de canto grande (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

4. A posição do sofá

Sim, essa informação também deve ser usada para definir qual o melhor tipo de sofá para apartamento. Por exemplo, se você desejar usar o sofá para dividir ambientes é preciso considerar que ele deve ter pelo menos 70 cm livres em volta dele, para as pessoas circularem tranquilamente. Isso influenciará na medida do sofá escolhido.

Caso o sofá fique encostado na parede você pode seguir as informações do item 3 sobre a relação do número de assentos com a metragem da parede

Uma outra observação sobre esse tópico é que o sofá deve estar a pelo menos 1,1 m de distância da TV. Ou seja, não adianta tentar dar um jeitinho para encaixar um sofá muito grande em um espaço pequeno, não será confortável. 

Além de deixar o ambiente esteticamente desequilibrado, um sofá muito próximo a televisão pode prejudicar sua visão e causar dores de cabeça.

 

sala-de-estar-sofá-tv

Sofá com distância correta da tv na sala de estar (Foto: Viva Decora / Reprodução)

 

5. O formato

Nesse quesito você tem mais liberdade, entretanto, algumas dicas são relevantes. Por exemplo, caso seu sofá seja posicionado no canto, encostado em uma “esquina” de parede, o ideal é que ele seja um modelo com ângulos mais retos e tenha espumas mais “durinhas” – mas isso não quer dizer que ele seja desconfortável! 

Um sofá mais arredondado ocupa mais espaço e pode ser ideal para sala de estar maiores. Os sofás mais retos são clássicos e atemporais. Já os sofás mais arredondados são mais despojados e deixam o ambiente mais informal. 

Sofás com chaise retrátil são opções que oferecem flexibilidade, também permitindo um uso melhor do ambiente. Por ter uma facilidade em estender seu tamanho, são ideais para quem gosta de se esticar todo no móvel! Mas antes de escolhê-lo, confira se o tamanho do seu ambiente comporta a abertura do chaise.

 

sofá-chaise

Sofá chaise na sala de estar: espaçoso e moderno (Foto: Dicas Decor / Reprodução)

 

6. Material

O tipo de tecido também vai influenciar no tipo de sofá que você vai escolher. Nesse aspecto você deve considerar o tipo de uso do sofá e seu próprio gosto pessoal

Se sua casa tem crianças ou animais de estimação, certamente a melhor escolha é de um tecido resistente e que possa ser lavado, sem prejudicar sua estrutura ou cor. Pensando nisso, os sofás em sarja são mais baratos e altamente resistentes.

Outra opção comum são os sofás de pele ou pele sintética, geralmente imitando couro. Muito resistentes e com boa durabilidade, são uma boa escolha. Também existem sofás com tratamento aquaclean que permite a remoção fácil de sujidades. E os sofás de veludo são clássicos e ideais para casas e apartamentos com temperaturas mais frias.

 

Veja também: Como fazer limpeza de sofá em casa

 

7. As cores

É claro que você também deve considerar as cores do sofá para escolher qual o melhor tipo de sofá para apartamento. Bege e cinza são opções clássicas para quem deseja combinar a decoração com objetos estampados, almofadas e até mesmo o tapete.

Cores escuras causam a impressão de que o ambiente é menor, já cores mais claras dão amplitude para o ambiente. Por isso, um sofá ideal para sala pequena é o com cores mais claras.

 

sofá-claro

Sofá em cor clara aumentando amplitude do ambiente (Foto: Plano&Plano / Reprodução)

 

8. Defina seu estilo

Por último: defina seu estilo. A parte mais importante de todas as dicas que demos até agora é essa.

Saber qual formato, cor, tamanho e modelo são mais a sua cara é extremamente importante, afinal, sofás ficam por muito tempo conosco e nada pior que escolher um móvel e depois de um tempo passar a detestá-lo.

Se você tem um estilo mais moderno, optar por sofás coloridos pode ser uma opção interessante. Só tenha cuidado ao escolher os demais itens da decoração para que eles não “briguem” entre si.

Pessoas mais clássicas se identificam com sofás mais retos e com cores mais sóbrias. O preto pode adicionar uma modernidade ao ambiente, entretanto, evite-o se o apartamento for pequeno. 

 

Escolha sem medo e deixe a casa com a sua cara!

Depois de ter escolhido o sofá ideal para sua sala, você pode visitar uma de nossas nossas lojas físicas ou o site da Telhanorte e conferir tudo sobre decoração e organização da casa, para montar o ambiente dos seus sonhos! Lembrando que se precisar da ajuda de um dos nossos colaboradores, nós te atendemos também pelo WhatsApp! É rápido, prático e não precisa sair de casa! 

 

Edição de Camila Alexandrino e Murilo Bonício