modelos | Blog Telhanorte

Qual o melhor tipo de geladeira? Modelos, características, prós e contras

Qual o melhor tipo de geladeira

| Cozinha

Está redecorando a cozinha e ainda não sabe qual geladeira escolher? Confira nossas dicas de modelos e quais se adequam às suas necessidades

 

Se você chegou a essa matéria, provavelmente está precisando de uma nova geladeira e se deparou com diferentes modelos, inúmeras funcionalidades, mas não sabe qual consegue conciliar melhor o que você precisa.

A primeira informação que você deve ter em mente é que não existe apenas o modelo ideal, mas também o tipo, que vai influenciar e muito no seu dia a dia.

Definir qual o tipo de geladeira que você precisa é imprescindível para encontrar o modelo certo e mais adequado às suas necessidades. Com essa informação em mente você também pode filtrar os preços e conciliar seus desejos e o valor que pretende gastar em uma.

 

Qual o melhor tipo de geladeira?

Sabemos que hoje em dia é praticamente impossível viver sem esse eletrodoméstico, uma vez que ela resolve a maioria dos nossos problemas referentes à conservação dos alimentos.

Elas podem congelar ou apenas mantê-los resfriados, proporcionando uma maior durabilidade. Se você gosta de preparar refeições de qualidade, é fundamental ter uma geladeira em casa.

Se a sua cozinha é muito pequena, ou você mora em uma casa com cômodos conjuntos, pode precisar colocar a geladeira em outro espaço.

 

Leia mais em: Geladeira na sala: como usar na decoração?

Forneceremos algumas informações a respeito de cada tipo de geladeira para que, assim, você possa compreender melhor suas necessidades estéticas, funcionais e orçamentárias.

 

1. Geladeira de uma porta

Economicamente falando, é o tipo mais barato de geladeira. Trata-se de um modelo básico,  compacto, em que o congelador (freezer) vem dentro do refrigerador. Ou seja, para abrir o congelador é necessário abrir o refrigerador.

Funciona bem para residências com uma cozinha pequena, com um número bem reduzido de moradores, por exemplo, casas de um a dois moradores.

Também é ideal para casas com pessoas que não passam muito tempo na residência e por isso conservam poucos alimentos.

Como o freezer vem embutido na geladeira, o espaço interno fica bem reduzido. 

Normalmente, nesse tipo de geladeira o degelo não é automático. Você deverá, de tempos em tempos, conforme a necessidade, fazer o degelo manual.

Entretanto, pode já existem opções frost free, que tornam a manutenção mais simples.

 

geladeira-uma-porta-consul-congelador

Geladeira branca uma porta Consul (Foto: www.consul.com.br/Reprodução)

 

2. Geladeira Duplex (duas portas) 

Apesar de ser um produto um pouco mais caro do que a geladeira de uma porta, é um dos modelos mais procurados atualmente.

Apresenta duas portas: possui porta individual para os alimentos congelados (freezer) na parte superior e porta individual para o refrigerador, na parte inferior.

Ideal para famílias maiores, a geladeira duplex possui espaço generoso para armazenar tanto os congelados como os produtos que necessitam apenas de refrigeração.

Encontramos uma grande variedade de tamanhos, cores e estilos.

Os modelos mais modernos já possuem o sistema “frost free” de degelo, ou seja, não é necessário realizar o degelo manual uma vez que esse sistema impede a formação do gelo nas paredes do congelador. Modelos mais antigos não possuem esse sistema de degelo, tendo que ser feito manualmente. Fique atento ao fazer sua compra.

geladeira-duplex-prata-brastemp-duas-portas-congelador

Geladeira duplex prateada Brastemp (Foto: www.brastemp.com.br/Reprodução)

 

3. Geladeira Inverse

Também possui duas portas e, como o próprio nome diz, a geladeira inverse possui uma disposição invertida do refrigerador e do congelador, em comparação com as geladeiras tradicionais.

O refrigerador fica na parte de cima, mantendo as mesmas dimensões da geladeira duplex e o congelador fica na parte debaixo.

Com design moderno e inovador, esse tipo de geladeira é ideal para quem não faz uso constante do congelador e utiliza bastante o refrigerador.

Os alimentos ficam em uma altura boa sem a necessidade de ficar abaixando para pegar.

É importante verificar o uso desse tipo de geladeira pelas crianças. Se forem pequenas, pode haver alguma dificuldade para conseguirem pegar os alimentos. 

 

geladeira-inverse-electrolux-prateada

Geladeira inverse prateada Electrolux (Foto: loja.electrolux.com.br/Reprodução)

 

4. Geladeira Side by Side

Ideal para quem possui uma família numerosa, que precisa armazenar mais produtos alimentícios (tanto congelados como refrigerados) e dispõe de um espaço considerável na cozinha.

Esse tipo de geladeira possui igualmente duas portas sendo que estas estão dispostas lado a lado (side by side). Uma porta para o congelador (um pouco mais estreita) ao lado de uma porta para o refrigerador (mais larga). 

Ideal para quem faz muito uso dos dois compartimentos.

Ter esse tipo de geladeira é uma boa opção para quem congela bastante comida. 

Outro detalhe bastante prático: geralmente, as geladeiras do tipo Side by Side vem com dispenser de água e gelo.

geladeira-side-by-side-prateada-lg-congelador

Geladeira side by side prateada LG (Foto: www.lg.com/Reprodução)

 

5. Geladeira French Door

A geladeira do tipo French Door é o que há de mais moderno e espaçoso no mercado das geladeiras. Seu design inovador impressiona. Seu custo também costuma impressionar. 

Apresentando três portas, é uma mistura de side by side com invertida. Vamos explicar. São duas portas na parte de cima onde fica o refrigerador (dividido em dois compartimentos) e na porta de baixo, fica o congelador (freezer). 

Ideal também para famílias grandes e que precisam armazenar muitos produtos alimentícios. Espaço não vai faltar!! Também costuma vir com dispenser de água e gelo. 

Como todo tipo de geladeira invertida, é preciso uma maior atenção com as crianças menores na hora que forem pegar alimentos no refrigerador. 

Se você precisa de espaço, mas não quer gastar muito com a geladeira, uma opção é aprender como armazenar alimentos na geladeira de maneira organizada, ganhando mais espaço. 

geladeira-french-door-prateada-sansung-congelador

Geladeira french door prateada Sansung (Foto: www.samsung.com/Reprodução)

 

E qual o melhor tipo de geladeira? 

Fizemos uma pequena descrição dos tipos de geladeira que você encontrará no mercado especializado. Para saber qual o melhor tipo de geladeira, você deverá levar em conta alguns fatores, como: 

Quanto você está disposto a investir

O espaço disponível na sua cozinha

Qual opção irá atender às suas necessidades

Tamanho da sua família

 

A decisão é toda sua! Esperamos ter contribuído na sua escolha de qual o melhor tipo de geladeira. Conheça o site da Telhanorte e veja os produtos necessários para sua casa!

 

Edição por Veronicca Fernandes

Como escolher a geladeira ideal para sua cozinha? Aprenda!

| Cozinha

Aprenda como escolher a geladeira ideal analisando consumo de energia, capacidade, número e organização das portas e tipo de degelo

 

Se por um lado a geladeira não está entre os eletrodomésticos mais baratos de uma lista de casa nova, ela é um do que apresenta maior tempo de vida, sendo funcional por anos! Por isso, se você está pensando em comprar sua primeira geladeira ou trocar a companheira de anos, é importante dominar algumas informações sobre como escolher a geladeira ideal.

As  informações que você coletar, antes de passar o cartão de crédito, vão te ajudar a ter um eletrodoméstico mais econômico (sabia que a geladeira pode representar até 50% da conta de luz?) e funcional, atendendo todas as suas necessidades. E acredite, nem só o preço é importante nessa hora.

Então, para escolher a geladeira ideal você deve considerar:

  1. Consumo de energia
  2. Capacidade
  3. Número e organização das portas
  4. Tipo de degelo

 

Veja também: Geladeira na sala: como usar na decoração

 

Como escolher a geladeira ideal? 4 itens que você precisa observar

1. Consumo de energia

Esse é sem dúvida um dos fatores determinantes na escolha de uma geladeira, que vai contribuir com a economia ao longo dos anos. Mesmo que geladeiras mais econômicas tenham um custo inicial maior, é importante que você as considere, afinal, em pouco tempo a economia gerada pode superar o valor investido na compra.

A primeira coisa a ser observada é se a geladeira tem o Selo Procel A, que garante que o eletrodoméstico possui eficiência energética. Além desse selo é interessante observar o valor de consumo de kWh por mês. Esse valor, em geladeiras muito econômicas, gira em torno de 31 KW/mês a 41,2 kW/h.

Modelos mais robustos, como as geladeiras de mais de 400 litros, consomem mais energia e, por isso, as opções mais econômicas apresentam um consumo de 61,3 kWh/mês.

selo-procel-economia-energia-cemirim

(Imagem: CEMIRIM / Reprodução)

 

2. Capacidade

Como escolher o tamanho da geladeira? As geladeiras devem atender às demandas de cada casa. O estilo de vida interfere no tamanho da sua geladeira. Se a sua família tem o costume de almoçar todos os dias em casa, uma geladeira que suporte o volume de suprimentos necessários, por exemplo.

O padrão usado para te ajudar a escolher a geladeira ideal é:

 

3. Número e organização das portas

Depois de escolher o tamanho da geladeira é importante definir o modelo de portas. Atualmente é possível encontrar muitas variações de abertura, as principais são:

 

Veja mais em: Qual o melhor tipo de geladeira? Modelos, características, prós e contras

 

4. Tipo de degelo

Esse é um ponto muito importante no processo de como escolher a geladeira ideal. Isso porque o tipo de degelo está diretamente relacionado ao trabalho que a geladeira pode te dar em relação à sua limpeza. 

Com geladeiras desse modelo você precisará fazer degelo manualmente e periodicamente. Isso pode dar bastante trabalho e ocupar algum tempo da sua rotina. Entretanto, o custo de geladeiras com degelo manual é bem mais baixo do que outras opções. 

Ainda é necessário realizar o degelo, mas para isso você só precisa apertar um botão e deixar a geladeira fazer o restante do trabalho.

É preciso ter atenção para não esquecer de fazer o degelo, afinal, isso pode prejudicar o funcionamento da geladeira e encurtar seu tempo de vida.

Aqui temos um modelo que reúne o degelo manual e o degelo seco. No freezer o degelo é manual, na geladeira, o degelo é seco.

Porque e como escolher uma geladeira frost free? Esse é o modelo mais atual e, se você tiver condições financeiras para optar por ele, é a melhor opção do mercado. Isso porque, devido a tecnologia do aparelho, não é necessário fazer degelo, algum. 

 

congelador-gelo-degelo-freezer-geladeira

Congelador com gelo (Foto: www.promobit.com.br/Reprodução)

 

Opcionais para uma geladeira completa

Com as dicas que apresentamos acima sobre como escolher a geladeira ideal você já é capaz de fazer uma ótima compra, entretanto, conhecer alguns itens adicionais para seu eletrodoméstico pode torná-lo ainda mas perfeito para suas necessidades. 

 

Painel eletrônico externo

Existem diferentes tipos de painel para geladeiras. Em alguns é possível regular níveis de temperatura, outros apresentam funções de refrigeração pré-programadas como:

 

Altura flex

Com essa opção você pode mudar as alturas das prateleiras para facilitar a organização da sua geladeira. 

 

Filtro de odores

Algumas geladeiras tem um filtro que ajuda a eliminar odores de dentro da geladeira. Ótimo, não é mesmo? 

 

Dispenser externo de gelo e água

“Fecha essa porta menino!”. Quem nunca ouviu essa frase da mãe ou do pai? 

Com o dispenser externo você economiza energia diminuindo o número de vezes em que precisa abrir a porta da geladeira.

E aí? Pronto para escolher a geladeira ideal?

Na loja virtual da Telhanorte você encontra tudo para sua obra: material de construção, tintas, pisos e revestimentos e tudo para a organização da casa. Acesse e confira!

 

Edição por Veronicca Fernandes

Diferenças de brocas para furadeira: conheça os principais tipos

| Ferramentas

As brocas são usadas para perfurar superfícies de diversos materiais. Para chegar ao resultado desejado em tamanho e profundidade do furo, é importante saber as diferenças de brocas para furadeira, veja a seguir essas diferenças

 

Sem esse acessório de ferramentas, a furadeira não cumpre sua função. Por isso é importante saber a espessura, o tamanho e o encaixe que você precisa antes de comprar.

Outro detalhe fundamental é sobre o tipo de superfície que você vai furar. Pode ser madeira, concreto, alvenaria, vidro, metal, entre outras. Para cada uma existe um tipo e tamanho de brocas para furadeira recomendado.

Quem faz trabalhos profissionais compensa investir em um estojo de brocas para furadeira. Caso você utilize apenas pontualmente em serviços domésticos pode adquirir as brocas conforme a necessidade. 

Para não errar na compra entenda as diferenças de brocas para furadeira.

 

Quais os tipos de brocas para furadeira?

Para facilitar o entendimento das diferenças de brocas para furadeira listamos abaixo os principais tipos usados em trabalho profissionais e domésticos.

Em uma mesma “categoria” de broca podem existir diversos espessuras, tamanhos e encaixes. Por isso, não vamos detalhar a este ponto.

Com este pequeno guia, você vai conhecer quais os tipos de brocas para furadeira e para qual tipo de trabalho cada um é mais adequado. 

 

Broca para furadeira de três pontas 

broca-tres-pontas-furadeira

Esse é o tipo de broca específico para perfurar diversos tipos de madeiras como maciça, de demolição, mogno, MDF, assoalho, etc.

A broca para madeira de três pontas é fabricada com aço carbono, um material resistente ao calor. Como o processo de perfurar aquece a peça, essa resistência é muito importante.

Ao encaixá-la na furadeira, a ponto do meio mantém a direção correta do furo e as duas pontas laterais vão abrindo o espaço na parede na profundidade desejada. 

 

Broca para furadeira de aço rápido 

broca-aco-rapido

A broca de aço rápido é a que vai ser utilizada quando o propósito é perfurar uma superfície de metal como zinco, latão, alumínio, cobre, aço sem liga, dentre outros.

Essa broca tem o formato cilíndrico e a ponta parece uma hélice. Se o trabalho exigir maior resistência da peça, opte pelas brocas de aço rápido com cobertura de titânio.  

 

Broca para furadeira de widea

broca-de-widea-concreto

Já a broca para furadeira de widea é usada para perfurar três tipos de superfícies materiais:

1- concreto;

2- mármore;

3- alvenaria.

Os trabalho com a broca widea deve ser feito com a furadeira no modo martelete.

Uma particularidade da widea é que é a cabeça da broca que realiza a furação. O corpo em espiral da broca serve apenas para retirar a sujeira do furo.

O formato achatado da cabeça da broca permite vencer a resistência do concreto de forma correta e segura. 

 

Broca para furadeira serra copo 

broca-serra-copo

A broca serra copo é um dos tipos com mais variedade que muda de acordo com o tipo de material que vai ser furado.

Ela é usada quando o objetivo é fazer furos com diâmetros maiores. Além da haste metálica, ela vem com uma “capa” externa dentada que serve para orientar e firmar o início da perfuração. 

 

Broca para furadeira SDS

Broca-Sds-Plus

A broca SDS também perfura concreto, alvenaria e mármore — como a broca de widea. Outros materiais indicados são: tijolo, granito e basalto.

A diferença de brocas para furadeira aqui é que a SDS é utilizada em trabalhos profissionais, pois proporciona mais segurança na perfuração.

Com um encaixe especial na base da furadeira, ela evita qualquer tipo de deslize ou escape durante a perfuração.

Você vai encontrar no mercado a broca SDS-Plus que é usada em martelos de classe até o limite de 4 kg e o SDS-Max para os martelos superiores a 4 kg.

 

Broca para furadeira serpentina

broca-serpentina-furadeira

A broca serpentina é indicada para os trabalho em madeira — desde as mais duras até as mais macias.

Com a ponta fina e a haste em espiral, ela faz furos precisos com acabamento excelente para os trabalho de alto padrão.

 

Broca para furadeira chata

broca-chata-madeira

A broca chata se destaca pelo ótimo poder de perfuração — pode chegar a mais de 20cm. Ela é usada em fibras, aglomerados e madeira, especialmente quando são chapas grossas.

A ponta da broca mantém a direção do furo e consegue abrir o espaço necessário com agilidade, porém o acabamento é mais grosseiro. 

 

Broca para furadeira de vidro

broca-furadeira-vidro

Sim, é possível furar vidro, basta ter a broca adequada para trabalhar com a delicadeza necessária.

Existem dois tipos principais: a broca com ponta arredondada que perfura até 1,27 cm de diâmetro e a oca para perfurar acima de 1,27 cm.

 

Broca para furadeira multiuso ou multiconstruction

Fechando a lista de diferenças de brocas para furadeira, temos a broca multiuso ou multiconstruction que também pode ser chamada de “broca faz tudo”.

Essa serve para perfurar diversos tipos de superfícies que citamos ao longo da lista. 

É o único modelo de broca que pode ser utilizado para a perfuração de todas as superfícies — concreto madeira, metal e até plástico.

 

Cuidados ao utilizar diferentes tamanhos de brocas para furadeira

O princípio para para o uso correto e seguro de qualquer ferramenta elétrica é utilizar todas as EPIs necessárias. Os equipamentos de proteção individual são essenciais para evitar acidentes nas mãos e nos olhos.

Para ficar seguro ao utilizar as diferentes brocas para furadeira use:

– uma luva para proteger as mãos e evitar o contato direto com a broca antes e depois de uso, principalmente quando ela estiver quente;

– um óculos para evitar que a poeira ou farpas dos materiais caiam dentro dos olhos;

– um protetor auricular para proteger os ouvidos do barulho.

 

Veja mais em: Como escolher a melhor furadeira

 

Entendeu as diferenças de brocas para furadeira? Agora que você já sabe as diferenças de brocas para furadeira vai conseguir comprar aquela que você precisa com muito mais facilidade.

Anote e leve até a loja o modelo da sua furadeira para garantir que o encaixe seja perfeito ou compare com as informações online.

Confira as seções de Ferramentas elétricas e Acessórios para ferramentas da Telhanorte e faça sua compra sem sair de casa pelo nosso site. 

 

Edição por Veronicca Fernandes

Como escolher cuba para banheiro em 4 passos simples

Como escolher cuba para banheiro

| Banheiro

Acompanhe o tamanho da bancada, conheça os materiais e cores, defina o modelo da cuba e mais. Veja inspirações

 

Criar um banheiro funcional, confortável e lindo, muito antes da escolha de acessórios de decoração, começa pela definição dos pisos, revestimentos e louças — o que, claramente, envolve a compreensão de como escolher cuba para banheiro.

A cuba é uma dos itens mais relevantes para esse ambiente da casa e, por isso, é importante dominar algumas dicas para escolher o conjunto de cuba para banheiro. 

Enquanto os lavatório ou pias de coluna não precisam de um armário de suporte, as cubas exigem, no mínimo, a presença de uma bancada — podendo ter, ou não, um gabinete sob ela. O modelo do armário ideal será diferente para cada tipo de cuba a ser escolhida.

Ao longo deste artigo separamos algumas dicas de como escolher cuba para banheiro com fotos para você poder se inspirar e deixar sua casa ainda mais linda! Vamos lá!

 

1. Verifique o tamanho da bancada

O primeiro passo para escolher cuba para banheiro é ter em mãos as medidas necessárias para deixar o ambiente confortável, espaçoso e lindo!

Para isso meça a sua bancada para banheiro ou gabinete antes de comprar. Caso você ainda não tenha comprado o armário do banheiro tente fazer uma previsão média do tamanho da bancada que você deseja. 

 

Leia também: Gabinete para banheiro: como escolher o ideal

 

Quer saber o tamanho ideal da cuba em relação à bancada? Você pode guiar seu projeto de acordo com as medidas apresentadas na imagem abaixo, que orientam o posicionamento de cubas e torneiras sobre a bancada. 

 

Como escolher cuba para banheiro

Exemplos de tamanhos de cuba (Foto: Arquitetura EK / Reprodução)

 

Atenção: A nível de curiosidade, e visando complementar o assunto de medidas, para ter um banheiro em que as pessoas transitem normalmente é preciso seguir algumas recomendações de medidas, como 20 cm livres em volta de cada lado do vaso sanitário e 60 cm a sua frente. 

 

2. Conheça as opções de materiais e cores diferentes

Com as medidas em mãos, passamos para uma parte menos técnica: definir o material e as cores da cuba. Entre os modelos mais tradicionais estão:

Todos são materiais resistentes, com ampla durabilidade. Enquanto o inox e a cerâmica possuem manutenção mais simples e custo mais baixo, as cubas de vidro e mármore ganham alguns pontos extras em elegância. Mas o material não é tudo quando o assunto é estética. As cores também têm um papel decisivo! 

 

Cubas de cerâmica pretas ou mesmo brancas de apoio podem oferecer a sofisticação que você procurava e um maior alinhamento ao projeto do seu banheiro. 

Entre as cores mais usadas para cubas de banheiro estão:

É claro que é sempre possível inovar. Por isso, a seguir, separamos algumas ideias de cuba para banheiro com decorações das mais tradicionais às mais ousadas. Inspire-se!

 

Banheiros decorados com pedras naturais

Bancada com cuba de sobrepor em banheiro decorado com pedras naturais (Foto: Revista Casa e Jardim / Reprodução)

 

3. Defina o modelo da cuba

Como você viu nas fotos que compartilhamos acima, existem diferentes modelos de cuba para banheiro. Entre os principais podemos citar:

A seguir separamos ideias de cuba para banheiro de cada uma das opções. Confira!

 

Além de escolher a cuba para banheiro, você também irá precisar de acessórios para instalação, como válvula para cuba e lavatório, sifão e veda rosca. 

 

4. Alinhe a cuba ao seu estilo e à decoração 

O processo de como escolher cuba para banheiro passa pela análise do seu estilo e do restante da decoração do ambiente. 

É preciso que o material, modelo e cores da cuba estejam alinhados com o restante dos itens escolhidos para o banheiro, como tipos de piso e revestimento, cores das paredes, espelhos e objetos de decoração como a presença de velas, cestos e plantas. 

Criar um projeto de banheiro vai além da escolha do conjunto de cuba para banheiro completo. É preciso considerar:

 

Veja também: 8 ideias simples para organizar banheiro pequeno.

 

Onde encontrar cuba para banheiro?

Agora que você já sabe como escolher cuba para banheiro é hora de começar sua pesquisa pelo modelo ideal. Para isso te convidamos a acessar a loja virtual da Telhanorte.

Na Telhanorte você encontra um setor completo de banheiro, para escolher entre os diferentes modelos e tamanhos de cuba. Temos dezenas de opções de conjunto cuba para banheiro, torneiras e misturadores para banheiro, além de móveis para banheiro, vasos sanitários e assentos, descarga

Faça sua encomenda e receba tudo em sua casa. Aqui você encontra tudo o que precisa desde materiais de construção, hidráulica, elétrica, pisos e revestimentos, até tintas, chuveiros e outros acabamentos.

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino

Cubas de pia da cozinha: tamanhos, modelos e materiais

pia-de-cozinha-granito-ou-marmore

| Cozinha

Confira o nosso guia sobre tamanhos e modelos diferentes de cubas para a cozinha para a sua casa

 

O momento de definir o tamanho da cuba de pia deve ser pensado com muito cuidado, pois isso afetará não só a harmonia do ambiente, mas também poderá contribuir para uma maior praticidade da cozinha.

Fazendo uma busca rápida pela loja virtual da Telhanorte, você verá que há dezenas de modelos de cubas, com dimensões e materiais diferentes. Assim, é muito importante, no momento da compra, que você tenha em mente todas as considerações necessárias para escolher pela cuba ideal!

Para te ajudar nessa escolha, listamos 5 dicas que você precisará observar, para conseguir comprar a cuba de pia certa para sua cozinha.

 

Veja também: Tipos de pia para cozinha: 4 modelos para apostar

1. Defina as medidas

A primeira etapa para escolher o modelo de cuba ideal para a cozinha é medir o tamanho da sua bancada da cozinha. Isso é importante para que você escolha uma cuba de pia com a profundidade e largura adequadas, que não ocupem todo o espaço da superfície. Cubas muito grandes podem atrapalhar o uso do gabinete para outras tarefas, como manusear os alimentos.

É importante também que você considere o conjunto como um todo: a cuba, a torneira e a pia. Essa é uma análise importante, porque caso a torneira seja fixada na bancada, você precisará reservar pelo menos 10 centímetros da bancada para a instalação delaAlém disso, qualquer pia precisa também ter pelo menos 5 cm livres entre a cuba e a borda da bancada.

É importante mencionar que a profundidade das cubas pode variar de 10 cm a 18 cm. Quanto mais funda a cuba, menos água é espirrada na hora de lavar as louças. Porém, isso pode acarretar em dores na coluna de quem a utiliza. Portanto, escolha bem o tamanho da cuba!

 

2. Considere qual será o uso da pia

Uma casa com muitas pessoas, ou que frequentemente receba muitas pessoas, precisa de uma cuba de pia que ao menos suporte a quantidade de louça suja de cada refeição. Caso a cuba seja pequena, a pia ficará repleta de coisas para lavar rapidamente e não haverá espaço para mais utensílios sujos. Caso contrário, se você mora sozinho ou receba poucas pessoas, sua pia poderá ser menor tranquilamente.

 

pia-de-cozinha-em-granito

Pia de cozinha em granito (Foto: Arkpad / Reprodução)

 

3. Defina como será instalada

De maneira geral, existem 3 instalações de cuba para cozinha: cuba integrada, de embutir e de sobrepor. Portanto, é sempre importante você conferir qual dessas opções vai escolher antes de ir atrás de uma pia. Entenda melhor:

  • Cuba de embutir: neste caso, a cuba é instalada embaixo da furação do balcão, que deve ser cortado previamente na medida da cuba. As cubas de embutir são ideais para bancadas pequenas, pois dão uma sensação de amplitude maior.
  • Cuba de sobrepor: a cuba é instalada sobre a furação do balcão. Desse modo, a abertura da bancada deve ser menor que a pia para que haja uma sobreposição.
  • Cuba integrada: é uma pia com balcão e cuba integrados. Ela é moldada diretamente na superfície da bancada.

 

Caso você ainda não tenha a pedra da bancada da cozinha, o ideal é comprar a cuba antes e depois entregá-la para o profissional que fará o recorte. Assim você garante que o corte e o acabamento sejam perfeitos. 

Além disso, você também pode optar por formatos de cuba de pia retangular ou arredondada.

 

4. Escolha o número de cubas necessárias

Caso você tenha um espaço amplo para a instalação da cuba de cozinha, é possível optar por modelos de cubas duplas ou triplas.

Essas opções, além de possibilitarem a praticidade de mais pessoas utilizarem as cubas ao mesmo tempo, oferecem também um maior multiuso do espaço. Como por exemplo, você pode utilizar uma das cubas para a limpeza dos alimentos, deixando a outra para a devida lavagem da louça suja.

 

Leia também: Espaço multifuncional: o que é, pra que serve como criar?

 

5. Opte pelo material adequado

O material da pia não interfere diretamente em seu tamanho. Entretanto, é um item importante, que deve ser devidamente considerado. Nossa recomendação é que você opte pela cuba de inox. Ela permite uma manutenção mais simples, além de apresentar boa durabilidade. 

Os modelos de cuba inox com brilho são as mais tradicionais, mas se você deseja um aspecto mais sofisticado, invista em cubas de inox fosco.

 

pia-de-dekton-marmore-granito-cozinha

Pia de mármore (Foto: Magma Mármores / Reprodução)

 

Onde encontrar modelos com diferentes tamanhos de cuba de pia para cozinha?

NaTelhanorte você encontra um setor completo de Cozinha, para escolher entre os diferentes modelos e tamanhos de cuba de pia, além dos acessórios para a instalação como válvula, flexíveis e sifões, além do triturador de alimentos e, claro, da torneira para cozinha

 

Edição de Vinicius Marques e Murilo Bonício