painel de parede | Blog Telhanorte

Como montar um jardim vertical em casa

painel-modelo-jardim-vertical-plantas-area-externa-casa

| Área Externa

 

Pouco espaço e muita versatilidade com a receptividade das plantas

 

Esse texto é pra você que mora em apartamento pequeno, mas não quer deixar de ter seu próprio jardim. Ainda mais agora que o estilo urban jungle está em alta, que se caracteriza ao estilo floresta urbana; trazendo elementos da natureza para a sua rotina com leveza e qualidade para o seu dia a dia.

 

Sugestão de matéria: Conheça mais sobre o Urban Jungle e traga a natureza para dentro de casa

 

Os jardins verticais são uma ótima escolha para quem vive em ambientes menores, podem ser montados em qualquer cantinho da casa. Na sala, na varanda e até na cozinha, cultivando temperos fresquinhos.

 

 

Como base, você pode escolher uma estante de madeira, dando um toque rústico ao ambiente, ou prateleiras na vertical. Se quiser mais praticidade, opte pelos painéis de palete, que são fáceis de se encontrar e montar, além de serem super versáteis. Com eles você pode construir um jardim suspenso e ainda montar um espaço para guardar suas ferramentas e itens de jardinagem.

 

 

Depois de instalado o painel, escolha as espécies que você quer cultivar nele. Se prefere um jardim mais colorido, aposte em diferentes flores, se quer uma paisagem mais verde, se jogue nas folhagens. O ideal é selecionar plantas que tenham cuidados semelhantes, como a mesma quantidade de sol e de água por dia.

Plantas com queda, como a samambaia, dão volume e trazem o efeito de parede verde. Uma tendência que vai além da sua proposta ecológica beneficia o ambiente e ainda proporciona uma melhor qualidade de vida

Agora que você já sabe como montar o seu jardim sem precisar de muito espaço, que tal começar a trazer mais vida pra dentro de casa?

 

Organizar ferramentas: 7 opções simples e práticas

Como usar uma plaina

| Ferragens

 

Dicas de como organizar ferramentas em casa, na marcenaria, serralheria e outros locais. Aposte no uso de caixas, painéis, prateleiras e mais. Confira!

 

Toda casa, escritório ou ambiente comercial possui – ou deveria possuir –  um kit de ferramentas básicas organizado!

Seja um martelo, uma chave de fendas ou um alicate, na hora que você mais precisa, você sabe exatamente onde encontrar? Imagine, então, se estamos falando de uma oficina mecânica, uma marcenaria ou uma serralheria que possui uma quantidade enorme de itens!

Vamos combinar que ficar procurando uma ferramenta no meio da bagunça não é nada agradável. Principalmente, porque você perde um tempo enorme e, com isso, seu humor e energia vão diminuindo, enquanto deveriam estar em níveis excelentes para por a mão na massa!

E a palavra mágica para evitar todo esse estresse é organização! Portanto, vamos conversar um pouco sobre como organizar as ferramentas?

 

Como organizar as ferramentas: primeiros passos

Organização é tudo de bom! Vai te poupar o trabalho de ficar procurando ferramentas, otimizar o tempo e dar ânimo para novas empreitadas. E não é necessário fazer altos investimentos para organizar as ferramentas… Com materiais bem simples e baratos você consegue atingir seu objetivo e ter as ferramentas facilmente à mão.

Nada como você procurar um item e ele estar ali, no lugar certo, reservado para ele. Isso sem falar da economia! Afinal, se você não acha uma ferramenta, pode ser necessário ter que comprar outra… Mas para que isso aconteça, é preciso primeiro gastar um pouco de tempo e paciência – para não precisar perdê-los nunca mais! Antes de começar propriamente a organização das ferramentas, é preciso seguir os seguintes passos:

 

a) Defina o espaço que vai ser utilizado para colocar as ferramentas. Esse espaço deverá ficar reservado exclusivamente para as.

b) Dentro do espaço selecionado, verifique de que forma as ferramentas serão colocadas, seja utilizando um painel perfurado, ou colocando em caixas organizadoras, prateleiras e maletas específicas.

c) Separe as ferramentas por categorias, por exemplo: ferramentas elétricas, ferramentas manuais, parafusos, pregos e por aí vai.

d) Desapegue-se daquelas ferramentas que não serão mais utilizadas – por estarem quebradas, desatualizadas, oxidadas ou enferrujadas. Descarte-as no lixo reciclado ou dê para alguém que ainda possa fazer uso delas, afinal, só estão ocupando um espaço precioso. 

e) Quando for usar as ferramentas, lembre-se de recolocar as mesmas sempre no devido lugar. Rotina é importante nesse quesito. Evite ficar mudando as ferramentas de lugar. 

f) Crie o hábito de manter sempre esse local devidamente organizado. Não adianta organizar se não houver uma manutenção. Afinal, o trabalho irá render bem mais quando feito em um local limpo e organizado!

Então, vamos ver como organizar as ferramentas e quais os tipos de materiais que podemos utilizar para atingir esse objetivo?

 

1. Painel perfurado ou Pegboard

Também conhecido como chapa perfurada de eucatex ou xapadur perfurado, o painel perfurado de madeira é uma excelente forma de organizar, no qual podem ser pendurados ganchos diversos, cestas e outros acessórios, mantendo as ferramentas visíveis e ao alcance das mãos. 

 

pegboard-painel-de-madeira-estante-preteleira-barata-1

Pegboard: a tendência dos painéis de madeira veio para ficar (Foto: Casa da Valentina / Reprodução)

 

2. Painel perfurado metálico

Caso você possua muita ferramenta, e dependendo do peso total delas, sugerimos que você utilize uma grade metálica para fazer o painel. Ela pode ser feita com qualquer tipo de aramado ou tela perfurada de metal. 

Como organizar ferramentas

Painel metálico para suporte de ferramentas (Foto: Anhaguera Ferramentas / Reprodução)

 

3. Painel de madeira

Numa linha mais rústica, caso você disponha de restos (ripas) de madeira, um pallet que não esteja usando, uma placa de MDF ou uma chapa de compensado, você poderá transformá-los também num painel de ferramentas, com o auxílio de alguns pregos. Depois, é só pendurar as ferramentas. 

 

Como organizar ferramentas

Painel de ferramentas com deck de madeira (Foto: Do Edu / Reprodução)

 

4. Maleta para ferramentas

Caso você não tenha muitas ferramentas, essas podem ficar acondicionadas em maletas específicas.  Suas ferramentas ficarão sempre à mão e guardadas em local apropriado. Elas são práticas, geralmente com divisórias e até mesmo pequenos bolsos internos. Você vai encontrar maletas em tamanhos e materiais variados (plástico, alumínio, ferro, etc.) e até mesmo algumas em formato de carrinho, facilitando assim o transporte da mesma. 

 

Telhanorte1

Caixa para ferramentas maleta MFV312 36x16cm amarela e preta Vonder (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

5. Caixas organizadoras

Uma boa forma de como organizar as ferramentas é usando as caixas organizadoras. Utilize preferencialmente as caixas transparentes, pois facilitam na localização do que se procura. Caso contrário, não se esqueça de colocar uma etiqueta por fora da caixa, indicando seu conteúdo. Isso irá agilizar a procura pelas ferramentas.

 

caixa-organizadora-plastico-sanremo

Caixa organizadora Top Stok Sanremo. Confira essa oferta! (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Leia também: Casa sem bagunça: saiba como organizar usando caixas e cestos

 

6. Prateleiras

Outra excelente forma de como organizar as ferramentas: as prateleiras. Elas são uma forma prática de deixar as ferramentas visíveis e organizadas. De preferência, coloque as ferramentas em recipientes transparentes e/ou etiquetados. 

 

Como organizar ferramentas

Ferramentas dispostas em prateleiras (Foto: i1 / Reprodução)

 

7. Potes de vidro e potes plásticos

Os potes normalmente são utilizados para organizar objetos menores, como parafusos, pregos, porcas, arruelas e buchas. Eles são muito úteis para miudezas, impedindo que fiquem espalhadas. E você deve ter diversos em casa! Você pode utilizar para isso os potes de maionese, de palmito e de azeitonas que já não têm mais serventia, por exemplo. Assim, você ainda contribui para que não sejam descartados na natureza de forma imprópria!

 

Image result for pote de vidro com ferramenta

Potes de vidro com ferragens pequenas (Foto: Minha Casa Minha Cara / Reprodução)

 

É sempre importante e necessário ter uma caixa de ferramentas, mesmo que pequena, dentro de casa, para eventuais consertos e emergências que possam surgir. O que não é necessário é ter que revirar a casa à procura delas! E, para isso, deixá-las organizadas e em local de fácil acesso é a melhor saída. Agora que você tem diversas dicas de como organizar suas ferramentas, coloque-as em prática! Veja como essa organização facilitará o seu dia-a-dia!

A Telhanorte oferece um departamento inteiro com itens para a organização da casa. São centenas de opções, incluindo cestas e caixas organizadoras, lixeiras, itens para organização do closet, banheiro, cozinha, áreas de serviço e muito mais. Acesse nossa loja virtual, selecione os produtos que vão deixar a sua vida mais prática e receba tudo em casa. Você também pode visitar uma de nossas unidades físicas, comprar por telefone ou Whatsapp.

Aproveite e conheça nossa sessão Outlet e faça suas compras com o cartão Telhanorte, para ter acesso a condições de compra e descontos imperdíveis!

 

Edição  de Murilo Bonício e Vinicius Marques

Revestimento de quarto infantil: parede e piso

quarto-infantil-parede-revestimento-crianca-berco-decoracao-decor-cor-tapete-almofadas-cortina-brinquedos-ludico

| Decoração

 

O quartinho montado quando o bebê estava na barriga já não está de acordo com a idade atual dele? Aprenda a redecorar o cômodo com revestimentos nessa matéria

 

Kids-Power-A-15-550x550

Crianças pulando felizes (Foto: Photographee.eu / Reprodução)

 

Muita gente se arrepia só de pensar em obras e reformas, mas com a escolha de um revestimento você deixa de lado o quebra-quebra e economiza tempo e dinheiro. 

E é por isso que os revestimentos são muito usados naqueles quartos de hóspedes que, de repente, servirão como quartos de crianças!

Se o bebê ainda está por vir, uma dica valiosa é escolher um revestimento para parede que considere as próximas fases da vida da criança.  Dessa forma, conforme a criança for crescendo, não será necessária uma nova reforma em um prazo tão curto.

 

Atenção: use revestimentos que ofereçam facilidade na limpeza e manutenção, porque crianças podem sujar as paredes e pisos com frequência. Consulte as especificações do produto para saber o teor de proteção contra manchas.

 

Revestimento para quarto infantil: sobre a parede do ambiente

Escolher o revestimento para quartos infantis é uma das etapas principais quando se trata da decoração e organização desses cômodos. 

Muitas vezes todo o projeto de design de interiores é baseado nas cores, formas ou texturas que o ambiente terá nas paredes.

Por isso, para te ajudar na escolha, nós listamos algumas opções de revestimento para quarto infantil:

 

 

A tradicional tinta de parede

Ao pintar o quarto do bebê, tentar fugir dos tradicionais azul e rosa bebê é a melhor opção! Se você não deseja fazer uma nova mudança na decoração tão cedo, uma dica é investir em tons neutros e usar pontos focais coloridos nos acessórios e brinquedos, por exemplo. Nesses casos você pode investir em placas e quadros decorativos que podem ser retirados sem grandes preocupações. 

Na seção de tintas da Telhanorte você encontra as melhores marcas para sua obra — Coral e Suvinil — com os melhores preços e opções de pagamento. 

 

quarto-de-bebe-cinza

Quarto de bebê com parede cinza e pontos coloridos (Foto: Decor Fácil / Reprodução)

 

O queridinho papel de parede

O papel de parede é um dos revestimento para quarto infantil preferidos entre papais e mamães de plantão — e designers de interiores também!

A aplicação é prática e não faz sujeira. Você consegue mudar a cara do ambiente em algumas horas!

Mesmo que ainda exista uma grande chance de precisar trocar o papel de parede ao longo dos anos, esse tipo de revestimento para parede de quarto infantil é simples de manusear e não exige grandes custos.

 

quarto-menino-papel-de-parede

Quarto de menino com papel de parede. Projeto Novo Dezembro, pela desginer de interiores Camila Cordista (Foto: Cordista Interiores e Lighting / Divulgação)

 

O versátil tecido adesivo

Esse tipo de revestimento é muito semelhante ao papel de parede, sendo a principal diferença a sua textura. Enquanto o papel de parede pode ser encontrado em modelos a base de papel ou vinil (adesivos de parede), os tecidos adesivos são feitos com panos e fibras.

Eles podem ser aplicados como uma faixa única na parede do quarto, na porta de algum móvel ou em um nicho decorativo, por exemplo. Eles oferecem personalidade ao ambiente e também são práticos e simples para aplicar.

Pode não ser uma boa ideia aplicá-los em quartos de crianças muito pequenas, uma vez que essas tem maior propensão à fazerem sujeira e “obras de arte” nas paredes — e o tecido é um material que mancha com maior facilidade.

 

tecido-de-parede-infantil-patchwork

Quarto infantil com parede de adesivo de patchwork (Foto: Transforme Sua Casa / Reprodução)

 

Revestimento para quarto infantil: como escolher o piso

Quando o assunto é piso para quarto infantil uma das melhores opções do mercado são os pisos vinílicos

Isso, porque esse tipo de piso auxilia no controle térmico do ambiente, oferecendo mais conforto no dia a dia. Sua estrutura permite que a criança brinque no chão sem contato direto com o piso frio.

Ao optar por esse tipo de revestimento, escolha modelos que são também sejam antirruído. Essa característica faz com que a movimentação de pessoas no quarto não atrapalhe o sono do bebê ou da criança. Bom demais, não é mesmo? 

Outras características do piso vinílico são:

 

Os porcelanatos também são boas opções, sendo práticos para limpeza e manutenção. Além de terem alta resistência, acrescentam sofisticação ao cômodo. 

Entretanto, diferente do piso vinílico, eles são pisos frios, não sendo recomendável que as crianças brinquem em contato direto com ele, em especial nos dias de baixas temperaturas.

 

Revestimento para quarto infantil com umidade

Um caso especial de escolha de revestimento para quarto infantil é quando o ambiente se encontra com um alto nível de umidade. 

Esse problema pode causar danos a saúde, principalmente, respiratória e afeta de forma ainda mais agressiva crianças e idosos. 

Além disso, a alta umidade compromete a estrutura física e estética do ambiente, causando bolhas e infiltrações que acabam com qualquer projeto arquitetônico.  Dependendo do excesso de umidade, ela pode estragar móveis e armários, além de gerar mau cheiro.

Mas calma! Para isso os pisos cerâmicos podem ajudar a controlar a umidade em excesso e deixar o ambiente propício para seu filho. A cerâmica é um material que ajuda a manter o ambiente saudável e bonito e impede que a umidade se infiltre e se espalhe nas superfícies do quarto.

 

Onde encontrar os melhores revestimentos para quarto infantil? 

Agora que você conhece os principais revestimentos para quarto infantil é hora de definir o que melhor se adequa as suas necessidades.

A escolha ideal deve alinhar estética, praticidade, durabilidade e qualidade para manutenção do bem estar da criança. 

Como você viu, alguns revestimentos acabam sendo mais facilmente adotados pelos mútuos benefícios que oferecem. Já outros, menos usados, podem vir a calhar quando for o caso de problemas com a umidade do ambiente.

 

Sugestão de leitura: Confira algumas ideias de decoração para quarto infantil nessa super matéria!

 

A Telhanorte oferece uma seção completa de Pisos e Revestimentos com opções de vários tipos de piso (vinílicos, laminados e mais), de diferentes marcas. Além de soluções de materiais de acabamento para completar a instalação.

 

Na loja virtual você também encontra um departamento de decoração completo, com:

 

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino