parede | Blog Telhanorte

Faça você mesmo: parede com pintura geométrica

| Decoração

Quer renovar a decoração da sua casa? Aprenda a fazer uma pintura geométrica usando fita crepe Norton

Publieditorial da Norton

 

Muitas vezes nós queremos decorar nossa casa e o orçamento acaba saindo mais caro do que o esperado. Nessas horas, a solução é simples: usar a criatividade! Para te ajudar, a Norton separou uma dica de como estilizar sua parede de forma rápida, única e, o melhor de tudo, sem gastar muito. 

Se liga nesse passo a passo e transforme sua casa em um lar ainda mais charmoso. 

 

Renove o visual do quarto com uma pintura geométrica na parede atrás da cama (Foto: Shutterstock)

 

COMO CRIAR UMA PAREDE GEOMÉTRICA? 

Passo 1: Escolher a parede 

Escolha qual ambiente da sua casa você quer transformar: quarto, sala de estar, corredor, cozinha, lavabo, sala de jantar, escritório…

 

Passo 2: Escolha qual o desenho que irá fazer  

Procure referências para descobrir o que combina com o seu estilo! 

 

Passo 3: Decida as cores 

Escolha uma paleta de cores que você goste e saiba que não irá enjoar. Confira abaixo algumas dicas para te ajudar nesse processo: 

 

 

Passo 4: Forre o local 

Para evitar manchas, cubra o chão e os móveis onde será feito a pintura. 

 

Passo 5: Prepare a Parede 

Agora é o momento de tampar furos indesejados e lixar a parede para aplicar a tinta

Utilize gesso para cobrir buracos maiores, e massa corrida para buracos menores. 

Dica: Para um acabamento ideal, use a LIXA MASSA NORTON A257 de grão intermediário (80 ao 120). 

 

Leia também: 14 ideias de pintura para renovar a decoração

 


Passo 6: Fita crepe para proteção
 

Aplique FITA CREPE USO GERAL nas bordas da parede, batentes e rodapés evitando aplicar tinta onde não é desejado. 

 

Passo 7: Fita crepe para estilizar 

Faça os desenhos escolhidos com a FITA CREPE USO GERAL EM PINTURAS ESPECIAIS E EFEITOS NORTON

– Seu adesivo não deixa resíduos até 10 dias após aplicação; 

– Sua cor ganha destaque em paredes claras facilitando o processo; 

– Indicada para ambientes internos e externos; 

– Resistente à luz solar (raios UV). 

 

Passo 8: Pintar! 

Com o auxílio de um rolo para pintura, de espuma ou de lã, preencha os espaços com as cores escolhidas. 

 

Passo 9: Finalização 

Depois de esperar secar bem, retire a Fita Crepe delicadamente. 

 

Agora está pronto, só resta curtir sua decoração e espalhar para os amigos essa dica incrível! 

 

 Leia também: Como comprar tinta de qualidade

 

Deu na telha se sentir de casa nova? Tem na Telha

| Decoração

Com apenas algumas mudanças simples, você pode ter uma casa renovada e com estilo. Veja dicas de como ter um ambiente novo que caiba no seu orçamento

 

Você quer renovar sua casa mas não sabe como, ou não quer gastar muito? Vamos lhe mostrar que é possível trazer um ar de novo ao seu lar, sem gastar muito. Confira as dicas que separamos para você se inspirar e renovar com a Telhanorte. Porque se deu na Telha renovar, tem na Telha!

 

Paredes

Uma das partes mais importantes de uma casa são as paredes. Mudando a parede, você consegue mudar a essência do ambiente. Mas como fazer isso sem gastar muito? Bom, aqui estão algumas ideias que você pode gostar:

– Comprar um papel de parede;

– Pintar apenas uma parede com tinta acrílica;

– Fazer o seu próprio painel de parede;

– Pintar com tinta lousa uma ou todas as paredes do cômodo.

 

Sala com papel de parede

Papel de parede de folhas na sala (Foto: www.idealista.pt/reprodução)

 

Decoração

Esse é outro ponto importante quando se trata de uma casa. A atenção aos mínimos detalhes faz toda a diferença! Na Telhanorte, existem diversos artigos decorativos que você pode incrementar nos cômodos da sua casa, sem gastar muito. Veja alguns exemplos:

Espelhos;

Prateleiras ou estantes;

Tapetes;

Plantas;

Quadros decorativos e porta-retratos;

Puffs.

Decoração da casa

Sala de estar decorada com quadros e plantas (Foto: www.coral.com.br/reprodução)

Iluminação

Caso queira investir um pouco mais, você pode apostar em lustres e luminárias diferenciadas para ter um cômodo renovado. Apostar em uma iluminação com luzes de LED também pode ser uma ótima escolha. Veja nosso catálogo de luminárias e lustres incríveis no site da Telhanorte.

 

cabeceira-cama-luz-embutida

Cabeceira de cama com iluminação embutida ao redor. Projeto das designers Ana Paula Cunha e Grace de Paula do escritório Angra Design (Foto: Henry Lopes / Divulgação)

 

Portas e janelas

Outra sugestão para dar um ar de novo ao seu lar é trocar portas e janelas. Claro que você deve estar pensando que isso custa um pouco mais, no entanto, é um investimento que vale a pena e não será necessário trocar novamente por um bom tempo.

Veja algumas opções de portas abaixo:

Porta sanfonada PVC;

Porta de ferro;

Porta de madeira;

Janela de alumínio;

Janela de aço.

 

Porta e janela

Porta e janela de metal com vidro, na sala de estar (Foto: www.amigaoportasejanelas.com.br/reprodução)

 

Veja mais em: Encontre o modelo de janela ideal para sua casa

 

Agora que você conferiu essas dicas incríveis de como renovar a sua casa de um jeito simples, não perca tempo e visite nosso site! E lembre-se, deu na Telha? Tem na Telha!

 

Por: Veronicca Fernandes / Revisão: Stéphanie Durante

Como fazer diferentes texturas na parede

Texturas na parede

| Banheiro

Quer dar uma aparência nova para sua casa, mas não sabe como? Então preparamos alguns tipos de texturas incríveis para você se inspirar e fazer na sua casa.

 

Antes de tudo, você precisa preparar a parede em que aplicará a textura. A parede precisa estar lisa e sem buracos, portanto use uma escova de aço ou uma lixa de parede. Após o lixamento, passe um pincel seco para tirar a poeira e em seguida um pano úmido. E então, é hora de decidir qual textura será feita na parede escolhida.

 

1- Textura chapiscada

Esta é a textura mais comum e bem simples de fazê-la. Você só precisa de um rolo texturizado, escolher a cor desejada, molhar o rolo na tinta e passar na parede. Voilá, uma parede totalmente nova está pronta.

 

textura-com-rolo

Fazendo textura na parede com rolo de tinta texturizado (Foto: construindodecor.com.br / Reprodução)

 

2- Textura com cordão

Amarrando um cordão em volta do rolo de pintura, você só precisa aplicar a tinta e passar na parede. O interessante é que você pode optar por um cordão mais grosso, ou um mais fino, o resultado será incrível da mesma forma.

 

Rolo de pintura com cordão

Cordão amarrado ao redor do rolo de pintura Foto: Ideias Incríveis TEENS / Reprodução)

 

3- Textura esponjada

Além de ser fácil e barata, essa textura é ótima para quem prefere uma aparência mais delicada. Você só precisa de uma esponja limpa para aplicar na tinta desejada e pressioná-la levemente na parede.

 

textura-na-parede-esponjado

Textura dourada na parede vermelha com esponja (Foto: artesanato.culturamix.com / Reprodução)

 

Leia também: Aprenda a fazer uma pintura geométrica na sua casa

4- Textura toalha ou pano

Pode parecer estranho, mas sim, você pode deixar sua parede com um visual totalmente novo e belíssimo, usando apenas uma toalha ou um pano. Para essa textura, é preciso molhar completamente a toalha ou o pano na tinta. Depois torcê-lo e aplicar na parede de forma uniforme.

 

textura-com-pano-toalha

Como fazer textura com pano ou toalha na parede (Foto: comofazerfacil1001ideias.com / Reprodução)

 

5- Textura reta

Existem algumas formas de fazer esse tipo de textura. É possível utilizar uma vassoura, um pincel grosso ou uma escova de limpeza. Porém, independente de qual você usar, é preciso passar a tinta na parede primeiro. Logo em seguida, você faz linhas retas com o objeto escolhido e sua textura está pronta.

 

textura-reta-na-parede

Fazendo textura amarela na parede com vassoura (Foto: decoracaoeprojetos.com.br / Reprodução)

 

O que achou dessas dicas super simples de fazer e que trarão uma repaginada para sua casa? Aproveite para visitar o site da Telhanorte e comece a fazer sua própria textura hoje mesmo!

 

Por Veronicca Fernandes | Revisão Thais Junqueira

Como tirar bolhas da parede sem erros

| Construção

Está pensando em repaginar sua pintura e não sabe lidar com o surgimento das bolhas indesejadas? Trouxemos alguns passos de como se livrar delas

 

Muitas coisas são pensadas na hora da pintura das paredes, e uma coisa que se deve observar, é o surgimento de bolhas que acabam com todo o trabalho. Portanto, trouxemos 5 dicas de como removê-las facilmente e não ter dor de cabeça no futuro.

 

1-Limpeza

Antes de aplicar a tinta sobre a parede escolhida, faça a limpeza dela com um pano úmido ou com o auxílio de uma vassoura macia.

Mulher fazendo limpeza da parede (Imagem:BlogInovePapeisDeParede / Reprodução)

2- Espátulas

Quando identificar bolhas na parede recorra ao auxílio de uma espátula de aço, com ela você deve ir raspando até ver que não há mais nada danificado.

Espatulamento da parede (Imagem: castor.com.br / Reprodução)

 

Leia também: Dicas para pintar as paredes da casa sem erros

3- Massa corrida

Para reparar falhas maiores, é possível utilizar a aplicação de massa corrida. Porém, fique atento ao tipo que irá usar, pois a massa PVA deve ser utilizada apenas em paredes internas.

Aplicação de massa corrida (Imagem: Triinder / Reprodução)

4- Lixar a parede

Depois que a parede estiver limpa e seca, é recomendado que lixe, pois assim ela irá ficar lisa e uniforme. O adequado a ser usado é uma lixa para massa número 180.

Lixamento da parede (Imagem: Fabras Abrasivos / Reprodução)

5- Impermeabilização

O uso de produtos impermeabilizantes ajuda a evitar futuras bolhas, após a primeira mão de massa corrida pode passar o produto e aplicar novamente a massa. Quando estiver completamente seca, sua parede está pronta para receber a nova pintura.

Aplicação de impermeabilizante (Imagem: Impermeabilização/ Reprodução)

 

Gostou das dicas e do passo a passo de como retirar as bolhas da sua parede? Confira no site da Telhanorte os produtos disponíveis que podem te ajudar nessas etapas.

 

Por Thais Junqueira| Edição: Veronicca Fernandes

Portokoll apresenta formas de utilizar seu Rejuntamento Acrílico

rejunte-escuro-pisos-revestimento-cinza-marrom

| Materiais de Construção

 

Produto pode ser aplicado em diferentes ambientes para promover acabamento fino

 

Publieditorial da Sika

 

 

Selecionar o rejunte adequado para cada tipo de ambiente é essencial para que o resultado traga maior durabilidade e qualidade estética. Para conseguir uma finalização delicada em diversos ambientes, a Ligamax, marca do grupo Sika, especializada em produtos químicos para construção, apresenta formas de utilizar seu Rejuntamento Acrílico, item que promove alto desempenho e acabamento ultra liso.

 

portokoll-premium-acabamento-ultraliso-sika

(Imagem: Sika / Divulgação)

 

O rejunte serve para compensar a diferença de dimensões existentes entre as peças. Além de facilitar o processo de remoção de alguma delas, caso seja necessário, contribui absorvendo deformações estruturais e ajuda a reduzir a movimentação em consequência da variação de temperatura. Por ser mais fino, o Rejuntamento Acrílico acaba se tornando um dos favoritos no ramo da arquitetura, já que oferece um resultado mais sutil, se comparado com outros tipos de rejunte.

O produto pode ser utilizado em pisos e paredes de áreas internas e externas, podendo proporcionar diferentes aspectos, como moderno, rústico e clássico, já que conta com uma extensa cartela de cores:

 

cores-rejuntamento-acrilico-sika

(Imagem: Sika / Divulgação)

 

“O Rejuntamento Acrílico é super versátil e bem completo, tendo uma aplicação extremamente fácil em pastilhas porcelânicas, pedras, cerâmicas e porcelanatos. Como é impermeável, ele pode ser utilizado em áreas úmidas e secas, pois não trinca, desbota ou retrai. Além disso, o produto conta com um tempo de secagem rápido e possui proteção contra mofos e bactérias”, afirma Jéssica Moura, Coordenadora de Desenvolvimento de Mercado Building Finishing, da Sika.

 

Rejuntamento-Top-Flex-Extra-Resinado-Portokoll-1kg--Brilhante-Branco-1635808

Rejuntamento Top Flex Extra Resinado Portokoll 1kg Brilhante Branco (Foto: Acervo / Telhanorte)

 

Sobre a Sika

A Sika é uma empresa especializada em produtos químicos, que ocupa uma posição de liderança no desenvolvimento e na produção de sistemas e produtos para fixação, vedação, amortecimento, reforço e proteção no setor de construção e na indústria automobilística. Possui filiais em 100 países e mais de 300 plantas no mundo. Com mais de 25.000 funcionários, gerou vendas anuais de CHF 7,88 bilhões em 2020.

Hoje a companhia também abrange as marcas: BR Massa®, Ciplak®, LigamaxGold, PortoKoll®, Qualimassa, Quartzobrás e Quimicryl, oferecendo a solução completa para a obra.

 

Como limpar o rejunte dos ambientes?

 

Edição de Vinicius Marques e João Victor Quintino

Como escolher compressor para pintura: guia completo

compressor-tinta-pintura-maquina-jato-parede-muro-pintar

| Ferramentas

Você sabe escolher compressor para pintura e conhece suas vantagens? Leia mais nossa matéria para descobrir tudo sobre os principais modelos e como usá-los

 

Vai pintar sua casa e está em dúvida sobre como escolher compressor para pintura? Então você chegou no lugar certo! Separamos um guia com os principais modelos dessa ferramenta e dicas sobre seus recursos. 

Mas, antes de continuarmos, você sabe o que é um compressor para pintura? 

Ele permite que o trabalho de pintura seja realizado mais rapidamente, aproveitando melhor a tinta e obtendo um resultado uniforme. Além de paredes, os compressores para pintura podem ser usados para a reforma de  móveis, portões, grades e fachadas. 

Ao escolher por um compressor para pintura de uso doméstico, você deixa rolos para pintura, pincéis e broxas de fora da obra. Pelo menos, por grande parte do processo.

 

compressor-tinta

Mulher pintando parede com compressor (Foto: Bulfer / Reprodução)

 

Como escolher compressor para pintura: tipos

Existem diferentes tipos de compressor para pintura. Cada um tem um objetivo e um uso.  O compressor com ar direto, por exemplo, é indicado para pinturas residenciais de portas e janelas, corrimão e eletrodomésticos.

O primeiro passo de como escolher compressor para pintura é entender qual é a sua necessidade. Com isso em mente é hora de conhecer os principais tipos de compressor.

 

1. Compressor Hobby ou para uso doméstico

O compressor hobby também pode ser chamado de compressor de ar direto. Ele é usado para pinturas em pequenas regiões, por isso é conhecido como um  modelo doméstico e não atende às altas demandas de profissionais. Tem pressão máxima de 40 lbs/pol.2.

Em suma, esse é o modelo ideal para qualquer pessoa ter em casa. Além de pinturas de pequenas áreas o compressor também pode ser usado para:

 

No processo de como escolher compressor para pintura, você ainda pode escolher entre duas opções domésticas: compressor incorporado à pistola e compressor externo

Mesmo que o compressor integrado pareça mais simples de usar, grande parte de quem testa ambos prefere a ergonomia apresentado pelo compressor externo. Principalmente para usos em pinturas maiores, como em uma parede. 

 

Como-escolher-compressor-para-pintura

Compressor com pistola integrada (Foto: Deco / Reprodução)

 

É esse modelo que você estava procurando? Visite o setor de compressores de ar da loja virtual da Telhanorte! Aproveite nossos preços, faça sua encomenda e receba tudo em casa.  

 

2. Compressor para pintura profissional

Se você é um profissional e precisa de um compressor para pintura que esteja a altura da sua produção e atenda às suas demandas diárias, esse é o modelo ideal.

Compressores profissionais auxiliam no aumento da produtividade do profissional, permitindo que se realize um serviço em menos tempo. 

Esse tipo de compressor atende profissionais como:

Antes de escolher o compressor ideal é preciso que você tenha atenção a algumas informações como: 

 

Ficou interessado em saber quanto custa um compressor para pintura? Acesse nosso departamento de compressores de ar, escolha um modelo e faça seu pedido. 

 

3. Compressores Industriais

Como o próprio nome sugere, os compressores industriais são desenvolvidos para funcionar em nível industrial, logo oferecem mais potência e robustez. 

É mais utilizado em grandes empresas de construção civil, em hospitais e mesmo na indústria moveleira. 

 

Vantagens de ter um compressor para pintura

A principal vantagem de adquirir um compressor doméstico é ter a facilidade de realizar pequenos reparos e reformas sem precisar contratar um profissional.

Lembre-se que um compressor para pintura também pode ser usado para outros fins, como: 

 

Para quem trabalha com a área e opta pelo uso do compressor para pintura profissional, o principal benefício é a garantia de um trabalho de qualidade realizado em menos tempo. 

A alta produtividade mantém clientes satisfeitos e permite que você atenda a mais demandas, ampliando assim seu faturamento.

 

Como pintar usando o compressor?

O primeiro passo é realizar a limpeza do local da reforma. Garanta que o espaço estará 100% limpo e sem resíduos. 

Caso você pretenda reformar locais que já tenham pintura, será necessário lixar. Esse processo tira elevações e desníveis que atrapalham no resultado final. 

Lembre-se que você vai precisar da equipamentos de EPI (equipamento de proteção individual) como óculos, máscara de proteção e luvas.

Antes de começar, leia as instruções do fabricante da tinta e do compressor e verifique se a pistola é de baixa ou alta pressão. Se possível regule a saída de ar.

Acople a pistola no compressor e a mantenha a uma distância de 15 cm a 25 cm do objeto que receberá a tinta. Mantenha a pistola na vertical e paralela a parede.

 

Onde comprar compressor para pintura?

Durante este artigo, indicamos a Telhanorte como uma opção para encontrar compressores para pintura. De fato, aqui você encontra um departamento completo com compressores de ar, ferramentas elétricas, ferramentas manuais, ferramentas para construção e muito mais.  

Além das ferramentas, aqui você também encontra um setor de EPI com todos os equipamentos de segurança necessários para uma obra, tudo para iluminação, pisos e revestimentos, tintas, itens para banheiro, cozinha e lavanderia

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino