Tipos de lixas: descubra como não errar na hora de escolher | Blog Telhanorte
home > Materiais de Construção > Tipos de lixas: descubra como não errar na hora de escolher

Tipos de lixas: descubra como não errar na hora de escolher

tipos de lixas

| Materiais de Construção

As lixas possuem múltiplas funções e são ferramentas necessárias para diversas atividades como pintura de parede, aplicação de verniz, retirada de ferrugem, nivelamento de madeira para marcenaria e por aí vai. Para cada função dessa, existem diferentes tipos de lixas, entre elas:

Cada uma delas deve ser aplicada em superfícies diferentes, com a finalidade de:

Além do tipo de lixa você também vai precisar conhecer os números das lixas que devem ser usadas para cada etapa do processo de trabalho.

Ao longo deste artigo você vai ver que dominar os tipos de lixas é muito mais fácil do que parece. 

Tipos de Lixa

Lixa d’água

É usada molhada ou úmida com água ou querosene. Seu uso está especialmente relacionado a acabamentos finos em materiais como gesso e massa corrida. 

Também pode ser a escolha para dar acabamento em metal e plástico.

Ela limpa as peças, removendo resíduos dos objetos.

Lixa para massa

Está pensando em pintar sua parede? Essa lixa deve ser a usada para nivelar a estrutura que receberá a tinta. Pode ser usada sobre massa corrida, argamassas e outros materiais.

Prepara a parede para receber a tinta, oferecendo apoio para um resultado profissional e para economia de tinta.

Também pode ser usada como lixa para alvenaria.

Leia também: Como escolher cor para parede: 4 passos + dicas por cômodo

Lixa ferro

Como o próprio nome propõe é um tipo de lixa própria para ser usada em metal, para remoção de tintas e ferrugem. Também pode ser aplicada para nivelar estruturas e fazer acabamentos. 

A parte de trás da tinta é de tecido e ela pode ter o auxílio de máquinas de lixamentos para um resultado mais rápido e eficaz!

Lixa madeira

Assim como a lixa para metal, a lixa de madeira é um tipo de lixa que deve ser usada seca. 

Pode ser aplicada em madeiras de diferentes densidades, incluindo MDF e compensados. 

Retira desníveis da madeira, elimina as farpas e prepara a madeira para o acabamento e pintura, seja com pincel ou pistola. 

Atenção: Utilize a lixa no sentido dos veios da madeira para evitar que a peça sofra com arranhões.

Número da lixa

Além dos tipos de lixa para cada material, como listamos acima, é importante estar atento ao número da lixa. 

Essa é uma dúvida muito comum e a dica para lembrar qual número da lixa ideal é lembrar que quanto menor for o número da lixa, mais grossa ela será. Ou seja, é uma lógica inversamente proporcional. 

De acordo com a variação dos tipos de lixa a granulação varia de 16 (a mais grossa) a 3.000 (a mais fina).

A escolha do número certo de lixa para usar em cada situação, depende do objetivo que você tem para a lixa.

Corte ou Desbaste

O lixamento de corte ou desbaste tem como intuito retirar parte da estrutura pela qual a lixa está sendo aplicada.

Por exemplo, a lixa de madeira, quando utilizada com essa finalidade retira parte da madeira que está causando o desnível na peça. O mesmo acontece com os demais tipos de lixas. 

Você retira parte do material, para colocar fim a possíveis ondulações e marcas

Dito isso, podemos começar a imaginar que será necessário uma lixa mais grossa para que o trabalho seja feito mais rapidamente. 

Acabamento

O uso da lixa para acabamento nos remete a algo mais delicado, e realmente é. 

O lixamento de acabamento é um processo que consiste em lixar levemente sobre a superfície já envernizada e pintada, para aplicar a próxima demão e obter uma aderência maior, com acabamento mais “fino”. 

Escolha o número certo

A seguir, apresentamos uma tabela que pode ser usada como referência para facilitar sua escolha do tipo de lixa, em relação ao seu número.

Tipos de lixas

Fonte imagem: Lixas para lixadeiras

Considerando que estamos falando aqui do lixamento manual, é importante considerar a primeira coluna da tabela. 

Usando como exemplo a lixa para madeira dura e resinada, o que a tabela diz é que você deve começar com uma lixa 36 e ir até 320. 

A “subida” de lixa pode se dar da seguinte forma: granulação atual mais que 50%. Ou seja, 36 mais 18 resulta em 54. Caso não exista a lixa 54 você deve ir para a mais próxima, acima ou abaixo. Com essa regra, a lixa mais fina, remover qualquer risco que a mais grossa possa ter causado. 

Esse exemplo é ótimo para quem está preparando a madeira para trabalhar com ela, desde o corte. A “subida” de lixa e o trabalho com várias lixas, permite um acabamento bastante dedicado e profissional. 

Para vernizes e tintas, como você vê na primeira linha da tabela, as lixas já começam em números mais altos, o que significa lixas mais finas. Isso é importante porque com vernizes e tintas apenas queremos melhorar a aderência das substâncias e não retirá-las. 

Lixa para concreto, plástico, metal, madeira e mais!

Agora que você conhece os diferentes tipos de lixas e sabe como escolher cada um, é hora do trabalho duro! Mas com a lixa certa, na hora certa, o trabalho vai ficar mais rápido e porque não, divertido. 

Aproveite e acesse a loja virtual da Telhanorte para comprar tudo o que você precisa para sua reforma ou construção.

Conheça nosso setor de lixas, aproveite o melhor preço e compre folhas individuais ou  jogos de lixa para fazer os serviços desejados da melhor maneira, seguindo nossas dicas! 

Visite também nosso departamento de ferramentas para marcenaria e acessórios para pintura

Se você ainda não escolheu seus materiais para pintura, confira nossa seção completa de Tintas e aproveite os melhores preços do nosso site.