Leitura: 4 min

Descubra a diferença entre argamassa, cimento, massa corrida e gesso

Está reformando ou construindo, mas ainda não sabe muito bem a diferença entre argamassa, cimento, massa corrida e gesso? Então veja a seguir as principais diferenças e características entre os quatro
Antes de começar uma obra, é preciso pesquisar e pensar sobre todos os materiais e ferramentas que você precisará. Pensando nisso, resolvemos lhe ajudar a saber como diferenciar a massa corrida do gesso da argamassa e do cimento.

Todos são de extrema importância para diferentes etapas da obra. No entanto, é preciso saber quando e onde usar cada um deles. Continue lendo a matéria e tire todas as suas dúvidas sobre esse assunto!

Cimento

O cimento é a chave-mestra para se ter um bloco resistente. Quando misturado com água, o cimento é usado na construção de lajes de concreto, pilares e vigas de sustentação. Os cinco principais tipos de cimento existentes no Brasil, são:
  • CP I – Cimento Portland comum (Usado para obras sem ação frequente de água ou maresia);
  • CP I-S – Cimento Portland comum com adição (Mais resistente a água)
  • CP V-ARI – Cimento Portland de alta resistência inicial (Após a aplicação, fica rígido mais rapidamente);
  • CP II-E – Cimento Portland com escória (Usado para materiais que não liberam tanto calor. É mais indicado para regiões litorâneas com grande presença de maresia);
  • CP III – Cimento Portland de alto forno (Indicado para obras de grande porte).
Cimento em pó para obras (Foto: www.tecnosilbr.com.br)

Argamassa

Já a argamassa, é essencial na hora da aplicação de revestimento de parede, azulejos, blocos cerâmicos, granitos, pisos de porcelanato e pisos cerâmicos. Mas, assim como o cimento, existem alguns tipos de argamassa para cada situação. Veja a seguir os três principais:
  • Argamassa para assentamento de blocos, tijolos e serviços de alvenaria;
  • Argamassa para impermeabilização de paredes e tetos;
  • Argamassa para revestimento, utilizado para cobrir, proteger e nivelar a estrutura da obra.
Usando argamassa para assentar o piso. (Foto: www.escolaengenharia.com.br/Reprodução)

Massa Corrida

No caso da massa corrida, sua principal função é garantir que a superfície da parede, fique plana e lisa. Caso haja algum buraco ou imperfeição na parede, é possível reparar com a massa corrida. No entanto, existem dois tipos de massa corrida, a acrílica e a PVA.
Usando massa corrida na parede (Foto: www.cleanipedia.com/Reprodução)

Acrílica

Tem maior resistência a umidade, sendo adequada para banheiros, cozinhas e para áreas externas.
Massa acrílica 6kg Coral
(Foto: telhanorte.com.br/Reprodução)

PVA

Não é recomendada para ambientes úmidos. É perfeita para quartos, salas e ambientes internos sem umidade.
Massa Corrida Coral PVA 6kg (Foto: telhanorte.com.br/Reprodução)

Gesso

Assim como a massa corrida, o gesso também pode auxilar a cobrir imperfeições e saliências indesejadas na parede ou no teto. No entanto, o gesso também é utilizado para dar acabamentos decorativos no teto de banheiros, sancas de salas de estar, adornos, colunas e para fazer forros e divisórias de construções.

Atenção: Não é recomendado a utilização do gesso em áreas onde a circulação de pessoas ou de cargas são grandes. Como em prédios comerciais e industriais.
Parede decorada com acabamento em gesso (Foto: www.willmilleniumgesso.com.br/Reprodução)
Leia também: Como colocar gesso em casa: escolhendo o modelo certo


Todas a dúvidas estão sanadas? Então venha ver o site da Telhanorte e compre tudo o que você precisa para deixar sua parede perfeita!

 

Por Veronicca Fernandes | Edição Thais Junqueira

Posts relacionados

Poucas coisas na vida são tão gostosas quanto receber...