Qual a melhor parafusadeira elétrica: 9 dicas | Blog Telhanorte
home > Ferragens > Qual a melhor parafusadeira elétrica: 9 dicas

Qual a melhor parafusadeira elétrica: 9 dicas

Qual a melhor parafusadeira elétrica

| Ferragens

 

Tipo de material perfurado, carga, bateria, voltagem, giro reverso e mais. Afinal, qual a melhor parafusadeira elétrica?

 

Para responder a essa pergunta você precisa entender quais são os recursos e as características que diferenciam os tipos de parafusadeira elétrica. 

Alguns modelos são voltados para profissionais que usam o equipamento por muitas horas consecutivas, todos os dias da semana. Outros são mais indicados para quem tem como hobby, por exemplo, a marcenaria. E claro, há também quem gosta de ter bons equipamentos para realizar pequenos consertos e montagens no dia a dia de casa. 

Independente de quem você é nesse cenário, neste guia você vai descobrir qual a melhor parafusadeira elétrica para você. Acompanhe. 

 

Leia também: Qual a diferença entre furadeira e parafusadeira? + Funções

 

Qual a melhor parafusadeira elétrica?

A parafusadeira serve para aplicar e retirar parafusos de superfícies como madeira, concreto, alvenaria e metal. São muito utilizadas para montar e desmontar móveis, por exemplo.

Elas ampliam a velocidade com a qual esse tipo de atividade é realizada e diminuem o esforço físico, muitas vezes insuficiente, para a execução dessas atividades. 

Para escolher qual a melhor parafusadeira elétrica listamos algumas dicas. Confira!

 

1. Tipo de material que será perfurado

Como falamos acima, a parafusadeira elétrica pode ser usada em trabalhos em diferentes superfícies, como madeira, concreto, alvenaria e metal. 

Entretanto, nem toda parafusadeira executa bem o serviço em todos esses materiais. Parafusadeiras com até 3,6V, por exemplo, não são capazes de realizar serviços em concreto. Saber em qual material será usada a parafusadeira já vai te ajudar a eliminar algumas opções. 

 

2. Voltagem

A voltagem diz respeito a potência da parafusadeira e a regra é: quanto maior a voltagem maior a potência.

Entre as principais voltagens estão: 

 

– 3,6V: para serviços leves, como apertar caixinhas de tomada;

– 4,8V: parafusamento de até 6mm de profundidade;

– 9,6V: ideal para madeira e metal. Possui capacidade de broca de 10mm e parafuso de 8mm. Pode ser usada para montagem de móveis e instalação de prateleiras;

– 12V: é capaz de perfurar madeira, metal, alvenaria e drywall. Suporta broca de 10mm e parafuso de 8mm;

– 14,4V a 18V: com ou sem chave de impacto, serve para facilitar a operação em concreto e alvenaria.

 

3. Torque

O torque é o mecanismo responsável por controlar a rotação da parafusadeira. Ele está presente em parafusadeiras com maior voltagem – como as de 12V, 14,4V a 18V – e é usado para para regular a força de aplicação do parafuso. Também tem a função de amenizar o esforço físico!

 

4. Mecanismo de trava

O mecanismo de trava permite que você possa fazer o giro manualmente, caso seja necessário, e garantir maior exatidão no trabalho. Pode ser uma característica importante a depender do tipo de trabalho que será realizado. 

 

5. Giro reverso 

O giro reverso é o que permite você usar a parafusadeira também para desparafusar

Mesmo que seja muito comum, nem todos os modelos de parafusadeira possuem esse mecanismo, por isso, confira se a opção que você está avaliando caso ele seja importante para você. 

 

6. Tipo de energia

Existem parafusadeiras que funcionam a partir do uso de baterias e outras que apenas são conectadas por fio nas tomadas.

As parafusadeiras com bateria são mais caras, mas se você deseja ter a liberdade de realizar seu trabalho mesmo longe de uma fonte de energia elétrica, são as melhores opções.

Ao contrário, se você não pretende realizar atividades na casa de clientes, por exemplo, e trabalha em um ambiente mais controlado, no qual você sabe que terá acesso a energia necessária, a parafusadeira com fio pode ser uma boa escolha, afinal, é mais barata.  

As parafusadeiras à bateria, também podem vir com baterias extras para que você não precise parar seu trabalho para esperar carregá-las. Essa é uma boa opção para profissionais. 

 

7. Tipo de bateria

Se você escolheu um modelo com bateria, saiba que existem dois tipos: íon de lítio e níquel cádmio. 

A de íon de lítio faz a recarga em um tempo que varia entre 15 a 20 minutos e você não precisa esperar 100% da carga para voltar a usar o equipamento. 

Já a opção de níquel cádmio precisa de uma recarga completa que demora de 6 a 8 horas para ser realizada. 

 

8. Peso da Parafusadeira

Para escolher qual a melhor parafusadeira elétrica, você deve considerar o peso da ferramenta. 

Uma parafusadeira leve facilita o trabalho e evita dores nos braços e na coluna, tornando o dia a dia menos cansativo e mais saudável a longo prazo. 

 

Já que estamos falando sobre ergonomia, considere também o design da parafusadeira: 

– design de pistola;

– design reto;

– parafusadeira dobrável (indicada para trabalhos com ângulos mais difíceis). 

 

9. Parafusadeira e furadeira

Na no setor de ferramentas da Telhanorte você encontra modelos de parafusadeira que também exercem o trabalho de furadeiras.

 

Qual a melhor parafusadeira elétrica

Furadeira parafusadeira 3/8″ LD12SP-BR bivolt 12V Black Decker (Foto: Acervo Telhanorte).

 

Lembre-se também dos acessórios que serão importantes para a execução do trabalho, entre eles: bits, pontas e soquetes, brocas, parafusos e lubrificantes para a perfuração de metal.

 

Quanto custa uma parafusadeira elétrica?

Agora que você já sabe qual a melhor parafusadeira elétrica é hora de fazer sua escolha e selecionar a melhor opção para você. 

No site da Telhanorte você encontra vários modelos e marcas de furadeiras e parafusadeiras na seção de Ferramentas elétricas.

Precisa de materiais de construção e acabamento? No nosso e-commerce também tem!

Sua compra chega direto na sua casa ou pode ser retirada em uma das nossas lojas. Basta consultar a disponibilidade para sua região no momento de fechar seu pedido.

 

Edição de Murilo Bonício e Camila Alexandrino