Conheça 9 tipos de telha para não errar na escolha | Blog Telhanorte
home > Área Externa > Conheça 9 tipos de telha para não errar na escolha

Conheça 9 tipos de telha para não errar na escolha

| Área Externa

 

Vai começar a construção da casa ou reformar o telhado? Então você precisa ver essas dicas de tipos de telha para acertar na escolha!

 

Existem muitos tipos de telha, cada uma com suas vantagens e desvantagens. Ao começar a construção da sua casa ou reformar o telhado, você deve considerar suas preferências e necessidades para escolher o material mais adequado.

Mesmo que a seleção do telhado seja a última etapa de uma obra, seu planejamento deve ser feito logo no início, afinal, ele faz parte da arquitetura da casa e é tão essencial quanto as portas, janelas, tintas das paredes e revestimento para o chão.

Além da estética e de fatores como isolamento térmico e acústico, o preço também deve ser levado em conta, pois a variedade de estilos e acabamentos também alteram o custo, que impactam diretamente no valor total da obra.

Para que você faça a melhor escolha, trouxemos 9 tipos de telha nesse post especial, com as características, vantagens e desvantagens. Confira!

 

Tipos de telha: 9 modelos e características

1. Telhas cerâmicas

As telhas cerâmicas podem ser feitas de barro ou argila e são ótimas para quem quer um estilo clássico. Além de muito bonitas, são excelentes para garantir isolamento acústico.

Sua desvantagem é o peso e a fragilidade. Pelo material do qual são fabricadas, elas são mais pesadas e exigem uma estrutura bastante reforçada, que garanta que o telhado não desabe. Também há um risco maior de trincar.

Você pode encontrar telhas cerâmicas em variados modelos, como a francesa, portuguesa, romana, francesa, colonial, italiana, paulistinha e cumeeira.

 

telha-cerâmica

Telhas cerâmicas (Foto: CS Carimbos / Reprodução)

 

2. Telhas esmaltadas

As telhas esmaltadas são uma variação das telhas cerâmicas, mas sua principal diferença está no acabamento e é ele que modifica seu preço.

Elas podem custar duas vezes mais que as cerâmicas comuns, mas o acabamento impede infiltração e as tornam mais seguras contra quebras.

Outra vantagem é que o acabamento em esmalte pode modificar a cor do telhado e deixar à sua escolha.

 

telha-esmaltada

Telha esmaltada (Foto: Fala Barreiras / Reprodução)

 

3. Telhas de concreto

As telhas de concreto possuem muitas vantagens. A primeira delas é que regula a temperatura interna do ambiente. As telhas com concreto em cores mais claras, como branco e marfim refletem a luz do sol e, consequentemente, transmitem menor calor para dentro de casa, sendo ideal para lugares mais quentes. Já as telhas com cores mais escuras, como marrom e grafite absorvem o calor, o que é ótimo para lugares mais frios, o que reduz o gasto com aquecedores.

Elas também são mais resistentes que telhas cerâmicas e possuem menos chances de quebrarem, além de absorverem pouca água da chuva. Por não precisarem ir ao forno para serem modeladas, elas também não se deformam, o que permite um visual praticamente perfeito e facilidade na hora da montagem.

Algumas desvantagens são: custo elevado do material e a necessidade de reforço na estrutura que receberá as telhas.

 

telha-de-concreto

Telha de concreto (Foto: Mapa da obra / Reprodução)

 

4. Telhas de fibrocimento

Provavelmente você já ouviu falar em telhas de amianto, certo? Esse tipo de telha deixou de ser fabricada e vendida no Brasil, mas o mercado trouxe uma inovação ainda melhor: as telhas de fibrocimento.

Esse modelo é mais vantajoso em vários sentidos. Um deles é o peso em relação a telhas cerâmicas e de concreto. As de fibrocimento são bastante leves e não exigem vigas e pilares reforçados para sua estrutura. Além disso, elas são muito mais resistentes e duráveis que outros modelos.

O ponto negativo que deve ser considerado ao pensar na construção e reforma do telhado é o baixo isolamento térmico, pois elas absorvem muito calor. Se você mora em um local quente, a solução é construir uma laje ou inserir um forro de telhado na construção.

 

telha-fibrocimento

Telha de fibrocimento (Foto: Brasilit / Reprodução)

 

5. Telha de vidro

As telhas de vidro são opções perfeitas para locais onde você deseja ter iluminação natural e de quebra economizar energia elétrica.

Além de serem resistentes a variações térmicas, são eficazes contra morcegos, moscas e outros tipos de animais. Esse tipo de material também suporta intempéries como chuvas de granizo ou ventos fortes, mas sua desvantagem é a manutenção.

Elas precisam ser limpas com frequência, já que a sujeira acumulada prejudica a visibilidade e a entrada de luz solar.

As telhas de vidro nem sempre possuem um preço acessível, mas como normalmente não são colocadas em toda a cobertura da casa, o custo vale a pena. Você pode investir nesse modelo em locais estratégicos, como varandas, jardins e lavanderias.

 

telha-de-vidro

Telhas de vidro (Foto: Prismatic / Reprodução)

 

6. Telhas Policarbonato

Mais resistentes que as telhas de vidro, as de policarbonato têm outras inúmeras vantagens. Elas podem receber uma proteção adicional contra raios ultravioletas, além de permitirem a entrada de luz solar.

A limpeza desse material é mais simples que a do vidro, por exemplo. A estrutura necessária para a instalação não precisa ser tão reforçada quanto em telhados de concreto, então, o custo benefício do policarbonato é muito maior.

 

telha-policarbonato

Telha de policarbonato (Foto: Cultura Mix / Reprodução)

 

7. Telhas galvanizadas

A primeira coisa a saber sobre telhas galvanizadas é que existem algumas diferenças entre elas e as telhas galvalumes. As telhas galvanizadas são feitas apenas de zinco, já as galvalumes possuem alumínio, zinco e silício na sua composição. Essas diferenças fazem as telhas galvalumes serem mais duráveis, o que não significa, necessariamente, que as telhas galvanizadas sejam ruins.

Uma vantagem das telhas galvanizadas é o custo-benefício. Elas são feitas sob medida para o seu projeto, o que evita desperdício de material e proporciona economia. A instalação e manutenção também são simples e econômicas.

Uma desvantagem nesse material é o isolamento acústico. Com chuvas e outras intempéries, é possível que o barulho se propague de forma mais acentuada dentro do ambiente. Uma solução para evitar isso é inserir uma camada de cobertura isolante entre a telha e o forro, assim, a incidência de barulho será menor.

Um outro ponto negativo é o baixo isolamento térmico, por estas razões a recomendação de uso das telhas galvanizadas é para garagens e outros ambientes que não prejudiquem o dia a dia do morador por questões de barulho e aquecimento do espaço.

 

telhas-galvanizadas

Telhas galvanizadas (Foto: Dreamstime / Reprodução)

 

8. Telhas de PVC

As telhas de PVC são uma ótima opção para cobertura nas casas. Além de serem 100% recicláveis as telhas feitas com esse material possuem outras inúmeras vantagens. Além disso, você pode escolher um dos diferentes tons disponíveis no mercado.

Resistentes ao calor, transporte e manuseio, elas são ótimas soluções para cobrir a casa e evitar quebras. Elas também são bastante seguras em incêndios, pois não propagam fogo. Excelente no isolamento térmico e acústico, você não sofrerá com calor ou frio excessivos ou com barulhos constantes.

Apesar do isolamento térmico e acústico, ela também possui algumas desvantagens. Em lugares que há chuvas de granizo constantes, como no Sul do país, é possível que a telha sofra alguns danos e a propagação do som do gelo batendo na telha incomode.

 

telha-PVC

Telhas de PVC (Foto: Coberturas leves / Reprodução)

 

9. Telhas PET

Além de serem ecologicamente corretas, são uma opção com ótimo custo-benefício. Feitas a partir de resíduos de garrafas PET, elas têm proteção ultravioleta.

Elas são fáceis de instalar, muito seguras e resistentes. Caso você deseje uma cor diferente, é possível cobri-la com tinta acrílica. Não acumulam mofo, umidade e sujeira com facilidade, por esta razão, não precisam de manutenção e limpeza constantes.

Além disso, elas suportam temperaturas altas e são muito versáteis, pois podem ser moldadas nos mais variados formatos.

 

Telha-PET

Telhado feito com resíduos de garrafas PETs (Foto: Ong Telha Leve / Reprodução)

 

Onde encontrar os diferentes tipos de telhas?

Uma obra pode ser um processo longe e encontrar os melhores produtos e marcas, aliados a bons preços e ofertas nem sempre é uma tarefa fácil. Depois de ler essa matéria, você já está mais familiarizado com os diferentes modelos de telhas, além das características, vantagens e as desvantagens de cada modelo. Pronto para escolher o telhado ideal para sua casa?

Aqui na Telhanorte além de encontrar tudo o que você precisa em um só lugar, pode aproveitar nossas promoções e receber tudo em casa.

Acesse nossa loja virtual, além de comprar as melhores telhas do mercado, você ainda encontra rufos, calhas e parafusos para fazer (e manter) a instalação do seu telhado com os melhores produtos.

 

Edição de Camila Alexandrino e João Victor Quintino