Leitura: 7 min

Conheça opções de tinta para madeira e escolha a ideal para a obra

A madeira é um material que utilizamos há milênios na construção, decoração, entre outros usos. Por toda essa versatilidade, ela desperta o interesse e paixão de muitas pessoas. Sendo assim, é fundamental escolher uma tinta para madeira ideal e de qualidade para a sua obra.

Os elementos naturais como a madeira causam aquela sensação gostosa de conforto, aconchego e personalidade, atributos essenciais para proporcionar qualidade sensorial. Portanto, se chegou o momento de iniciar uma reforma, tenha em mente que a escolha dos materiais é o que vai garantir o resultado desejado. Aqui, vamos te ajudar a escolher a tinta para madeira ideal para sua casa ou escritório. Continue a leitura!

Qual o papel da madeira na arquitetura moderna?

Atualmente, por conta de sua versatilidade, a madeira é um material constante em projetos arquitetônicos. Ela é empregada nas partes estruturais de uma edificação e assume forte papel nos acabamentos, design e decoração de um espaço. 

Além disso, pessoas que prezam por ambientes mais sustentáveis e confortáveis encontram na madeira a matéria-prima ideal para compor diferentes tipos de espaços, pela sua durabilidade e estética. Sejam eles para fachadas, mobiliários ou adereços sofisticados e diferenciados. 

Vale lembrar que a madeira na arquitetura moderna é constantemente requisitada. Portanto, ao optar por esse material em sua obra, confira se a madeira é certificada e sua procedência. 

Quais os tipos de tinta para madeira?

A madeira é uma matéria-prima que sempre estará presente na construção civil e na arquitetura. Dessa forma, escolher a tinta ideal em sua obra é uma das etapas mais importantes para garantir durabilidade e estética do material.
De maneira geral, temos quatro tipos de tintas para madeira. Cada um com resultado diferente, considerando diversos fatores. Confira!

Tinta látex

Essa tinta para madeira é à base de água e muito utilizada em peças de artesanato, por exemplo. A tinta látex é indicada para espaços, móveis e objetos que não fiquem expostos a condições climáticas como chuva, sol e umidade. 

Seus pontos positivos são muitos, entre eles destacamos a secagem rápida, o baixo odor e ótimo acabamento para paredes. 

Tinta esmalte para madeira

Quando o assunto é a fácil aplicação, a tinta esmalte para madeira é a que tem melhor desempenho. Sua aplicação pode ser com pincel, rolos, trinchas ou pistolas. Além disso, ela é impermeável. 

Por ter uma base a óleo, ela não pode ser diluída em água, o que confere mais resistência nas aplicações em superfícies. É uma opção de tinta para madeira interna e externa, contendo três versões: 

  • acetinada; 
  • brilhante; 
  • fosca. 

Tinta acrílica

Uma opção impermeável de tinta para madeira é a acrílica. Ela tem ótimos resultados quando falamos em fixação. Por esse motivo, é uma das mais procuradas para objetos de madeira. 

Por ser impermeável, é uma tinta para madeira externa para portas, janelas, espaços gourmet e móveis de jardim, por exemplo. Entre suas características, ela tem um acabamento mais brilhante, mesmo na opção fosca, e pode ser diluída em água, a depender das indicações do produto. 

Tinta laca nitrocelulose

Esse tipo de tinta tem como principais características a secagem rápida, impermeabilidade e fácil fixação. Seu uso é indicado para espaços internos que não tenham contato constante com água. 

Contudo, é um material de fácil retoque, lixamento e excelente acabamento. A laca preenche qualquer imperfeição na madeira e evita manchas indesejáveis. 

Um ponto que não podemos deixar de citar é sobre a sua aplicação. Ela é feita com compressores e pistolas. Além disso, a tinta laca nitrocelulose é encontrada nas opções brilhante e fosca.

Mão com pincel pintando madeira

Quais as dicas para pintura em madeira?

Agora que explicamos os tipos de tinta para madeira disponíveis, vamos falar de maneira descomplicada sobre quais são os principais passos para pôr a mão na massa e começar a transformar um ambiente ou restaurar e embelezar um móvel. 

Faça a preparação da madeira

Antes de iniciar a pintura, é necessário fazer a limpeza da superfície que receberá a tinta. Por isso, é preciso considerar aspectos como o estado de conservação da madeira ou se ela já recebeu alguma camada de tinta anteriormente. 

Quando a madeira é nova, essa etapa de preparação é mais fácil. Afinal, serão necessárias apenas pequenas correções com uma lixa e a limpeza com um pano úmido para começar a pintarcomeçar a pintar. 

Por outro lado, se a madeira estiver com a tintura antiga descascando, é preciso utilizar uma espátula para retirar essa camada danificada e uma lixa para uniformizar e garantir uma boa aderência da tinta. Dependendo do estado da madeira, podem ser utilizadas massas de madeira visando corrigir as imperfeições. 

Uma alternativa é usar a tinta seladora ou o fundo preparador para madeira para diminuir a porosidade da madeira, uniformizando sua superfície. A seladora é indicada para dar maior nivelamento, quando há desníveis. Já o fundo preparador pode ser usado em superfícies lisas. O esmalte deve ser aplicado em seguida. 

Preparação limpeza da madeira

Aplique a tinta para madeira

Após a preparação e limpeza da madeira, chegou a hora de aplicar a tinta e ver a mágica acontecer. Uma ótima dica para esse momento é proteger o piso e todos os detalhes onde você não deseja que a tinta pegue, com lonas e fitas adesivas, para evitar manchas e respingos indesejados. 

Feito isso, aplique a tinta com uma trincha ou rolo nos espaços maiores e sempre seguindo o mesmo sentido. Já para as partes estreitas, utilize o pincel para melhores resultados. Você pode usar as opções de tinta em lata, para maior rendimento, ou spray, facilitando a aplicação em áreas ou objetos menores. 

Mas não esqueça: para aplicar uma segunda mão de tinta, verifique sempre o tempo de secagem indicado na embalagem do produto, a fim de evitar retrabalhos.

Finalize com o verniz

Com a tinta aplicada e seca, é hora do verniz. É ele que garante o reforço na proteção da tintura, além do brilho extra. Em outras palavras, prolonga a vida útil da madeira, assim como da tinta. Da mesma forma, protege de deteriorações climáticas e possíveis pragas. 

Existem as seguintes opções de verniz: 

  • brilhante; 
  • acetinado; 
  • fosco e semibrilho; 
  • incolor (que não interfere na coloração da tinta para madeira). 

Limpe as áreas com respingos de tinta

Mesmo com todo o cuidado durante a pintura, pode acontecer de a tinta cair ou respingar no piso, assim como em objetos da casa. Contudo, para fazer a limpeza de tintas à base de água, o processo é bem simples, usando apenas detergente neutro e água morna. Em alguns casos, o álcool isopropílico também é eficaz. 

Já para remover esmaltes e vernizes, os removedores ou thinner diluente são os produtos mais recomendados, seguindo todas as instruções de uso. 

O que considerar na hora de escolher a tinta para madeira ideal?

Como pudemos observar ao longo deste artigo, escolher a tinta para madeira ideal para uma obra depende de alguns fatores para que o resultado seja o desejado. Sendo assim, quando for fazer o orçamento e compra, tenha em mente os seguintes pontos: 

  • se o ambiente a ser aplicada a tinta é interno ou externo; 
  • qual o tipo de acabamento desejado (fosco ou com brilho); 
  • qualidade do material; 
  • responsabilidade ambiental e sustentável das fabricantes. 
Por fim, o momento de comprar uma tinta para sua obra, seja ela uma reforma da casa ou móvel, demanda atenção em cada detalhe.  Por esse motivo, quando você escolhe o material ideal, como tinta para madeira, tenha a certeza de atingir os resultados desejados. Sem falar da tranquilidade de não precisar se preocupar com isso por um bom tempo.  Despertamos a sua curiosidade em saber mais sobre a etapa de pintura em uma obra? Então aproveite e leia nosso artigo sobre tintas de qualidade para complementar seu conhecimento no assunto.

Posts relacionados

Poucas coisas na vida são tão gostosas quanto receber...